O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
África do Sul Cape Town

O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas

Veja nesse post o que fazer na Cidade do Cabo! Várias dicas do que fazer em Cape Town e alredores, onde comer, se hospedar, se locomover e se divertir pra caramba. Você amará esta cidade, garanto.

Cape Town é sem dúvida um dos pontos altos da África do Sul (quiçá do mundo!)

Não sou capaz de dizer que é o “top” porque sou apaixonada por toda RSA (Republic of South Africa) e não consigo escolher um vencedor, mas com certeza Cape Town tá no páreo.

Introdução

Quando você chegar em Cape Town, terá sérias dúvidas se está mesmo na África. Pelo menos essa imagem pré-conceituosa que criamos de África. Depois me conta se você não se surpreendeu com a limpeza, infraestrutura e educação do povo.

Kalk Bay
Kalk Bay

Como se virar

Em Cape Town, priorize as atividades ao ar livre e aproveite bem a natureza. A noite, frequente os excelentes restaurantes da cidade, isso é, se ainda tiver pique depois de bater perna o dia todo!

Você írá se locomover muito, as atrações em geral são bem afastadas umas das outras, e se tiver tempo – pode esticar um pouco o passeio até a região das vinícolas. Pra quem tem pouco tempo, 4 dias são suficientes pra conhecer a cidade e alredores, é só se programar bem. Quem vai ficar mais no país, pode dedicar uma semana inteira pro Cabo.

Ultimamente tem crescido o número notícias de sobre violência, então fique atento, mas não tenha medo. É como qualquer país em desenvolvimento (Brasil inclusive), só não dar bobeira.

Mais dicas detalhadas de como se virar na África do Sul aqui e cuidado com a saúde aqui. Como tirar sua carteira de motorista internacional aqui.

Pinguin em Boulders Beach
Pinguin em Boulders Beach

Locomoção na Cidade do Cabo

Como qualquer outro destino na África do Sul, aqui é recomendado alugar um carro com GPS, as atrações são distantes e o carro te dá muita liberdade. Veja na RentCars quanto custa alugar carro em Cape Town, esse site traz um comparativo de várias locadoras.

Mas pra quem não quer encarar, pode usar o  MyCiTi na cidade do Cabo – um sistema de transporte de micro-ônibus relativamente novo na cidade. A primeira linha foi implementada em 2011 e tem expandido desde então. Veja no site os valores de transporte e horários, veja também se cobre a região do seu hotel. É preciso comprar o cartão antes de embarcar, é vendido em quiosques e algumas lojas. O cartão custa 30 rands. No site também é possível calcular a rota que você deseja.

Não ande de “taxis” – essas vans param no meio da rua e a qualquer momento para pegar passageiros. Mas pode andar de taxi – aquele carro que estamos acostomados – peça ajuda no hotel, pois não é Rio ou NY onde é só acenar, tem que chamar com antecedência.

O Uber também está presente na Cidade do Cabo.

Pra quem estiver dirigindo, uma precaução é que aqui dirige-se na mão inglesa, então é preciso cuidado e atenção. Também precisa-se da carteira de motorista internacional (PID), que pode ser emitida no Detran da sua cidade.

Cape point e ao fundo o Cabo da Boa esperança

 

Onde ficar em Cape Town

Estes são os locais que nós ou amigos já ficamos por lá e podemos recomendar, tem pra todos os bolsos. (Veja neste post a explicação dos melhores bairros onde ficar em Cape Town).

Blackheath Lodge – lindo hotel butique, aconchegante e íntimo. Você com certeza será bem tratado e de maneira personalizada, o staff poderá te dar ótimas dicas do que fazer na cidade, são muito prestativos. Lado negativo é que o preço é meio salgado e o estacionamento é na rua. Preferido da Tati.

Sunshine Letting Self Catering Apartments – este local é um apartamento em Sea Point. Super bem decorado e com uma vista linda. Ótimo pra quem quer economizar com alimentação, pois pode cozinhar em casa. Para os calorentos, saiba que tem ventiladores, mas não ar condicionado. Excelente custo x benefício.

Harbouredge – apartamentos modernos de 2 a 3 quartos ou studios com quarto e cozinha. Tem internet e estacionamento inclusos na diária. Bem localizado, fica entre o Waterfront e o Centro.

Townhouse Hotel – hotel mais voltado para negócios, é no centro da cidade e tem estacionamento. Bom custo benefício, mas pouco intimista. Ficar no centro da cidade é menos legal, mas pode-se encontrar bom preços.

The Backpack – Bem localizado, limpo e ótimo custo benefício. É possível reservar quartos individuais (escolha da Flá) ou ficar em dormitórios compartilhados. Não tem café da manhã incluído na diária, mas tem uma cozinha comunitária com todos utensílios necessários para que você possa fazer seu desjejum. Se não alugar um carro, reserve seus passeios no albergue.

Você pode buscar outras opções de hospedagem AQUI.

Waterfront a noite
Waterfront a noite

Onde comer

Cape Town tem ótimos restaurantes e renomados chefes, aproveite a culinária e gastronomia local! Você provavelmente vai comer bem em qualquer restaurante. Abaixo a lista de lugares que já conheci. E a dica principal, ligue pra fazer sua reserva antes de aparecer.

Duchess of Wisbeach: Restaurante “pop” frequentado por locais, ideal para jantar. Tem um ambiente muito legal e boêmio, a cozinha é aberta no meio do espaço e só servem comida fresca. Fone: 021 434 1525, Endereço: 3 Wisbeach Road.

La Mouette: comida muito boa, ambiente mais “adulto”. O donos tocam o restautante, o chef (e dono) é inglês, casado com a hostess (e dona) sul-africana. Você se sentirá muito bem acolhido. Fone: 021 4330856, Endereço: 78 Regent Road.

Savoy Cabbage: Cozinha contemporânea. Ambiente muito bonito e moderno com um pé direito bem alto. Ideal para jantar, é uma excelente opção no centro da cidade. Fone: 021 424 2626 101 Hout Street, Cape Town

Hussar Grill em Green Point: A carne mal passada do marido foi um sucesso, a minha carne que pedi bem passada, passou demais. Restaurante parece uma biblioteca com lareira, me senti tipo num filme do Harry Potter. Fone: 021 433 2081 Endereço: 107a Main Road, Green Point.

Rick’s Café Americain:  em um edifício Vitoriano de mais de 100 anos e com decoração inspirada no filme Casablanca (de onde empresa o nome), o Rick’s Café tem um menu gigantesco para agradar a todos os gostos. Curta a vista da “Table Mountain” do último andar do restaurante. E se você gosta de cordeiro, prove o “Lamb Tajine Royale”, é sensacional. Bons preços.

O que fazer em Cape Town e Ao Redores

CAPE TOWN

– Table Mountain: Este item é o primeiro da lista pois deve ser tratado como tal. É sério, sua prioridade é largar tudo o que está fazendo para subir a table mountain. Motivo: sempre está fechado. Das 4 vezes que fui à Cape Town, consegui subir 2xs, mas em uma o tempo fechou e não consegui apreciar a vista. Ou seja, de 4 visitas à Cape Town, apreciei a Table Mountain 1x. O parque fecha com chuva, vento, mal tempo, etc. Então não pense, “ah no último dia nós fazemos este passeio” – pois estatisticamente suas chances de realizá-lo diminuirão. Espero ter sido clara!

No verão, é recomendável chegar cedo e comprar o ingresso com antecedência pelo site (AQUI). Se possível, seja um dos primeiros, chegue por volta das 7 da manhã para subir no primeiro teleférico que sai às 8. Estacionar o carro também pode ser um problema, não tem estacionamento, então as pessoas param na estrada mesmo, porém são muitos carros. Se chegar tarde vai parar longe e fazer uma bela caminhada até a entrada do teleférico. Dito tudo isso, vale a pena sim, este passeio é imperdível!

– Victoria & Alfred Waterfront: É um grande complexo localizado junto à zona portuária de Cape que reúne restaurantes, cafés, hotéis, marina, lojas, museus e áreas de lazer e entretenimento. Entre as principais atrações que podem ser visitadas durante a tarde estão o Two Oceans Aquarium, o shopping Victoria Wharf e o mercado de artesanatos V&A Craft Market. Recomendo visitar o aquário somente em 2 hipóteses: 1 – se você nunca foi num aquário; 2 – se estiver chovendo. É legalzinho, mas os passeios outdoors oferecem muito mais.

Aquário no Waterfront
Aquário no Waterfront

Robben Island: A ilha-prisão onde o ex-presidente Nelson Mandela (dentre muitas outras pessoas) passou anos preso, considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO. Compre o bilhete no waterfront, em frente a CLock Tower. Não deixe pra comprar de última hora, se quiser ir à ilha, vá um ou dois dias antes à bilheteria pra garantir sua passagem.

Se você tiver enjôos em barcos, tome um plasil duas horas antes de embarcar, eu passei muito mal… O passeio todo dura umas 3 a 4 horas, entre deslocamento e tour na Ilha. Chegando lá você fará um passeio de 1 hora de ônibus pela ilha, depois tem mais 1 hora dentro da prisão, onde os guias são ex-prisioneiros. Já adianto que é um passeio deprê, óbvio. É educativo, se sobrar tempo ou estiver na vibe, pode ser uma opção de passeio – mas não diria que deve ser prioridade. Preço do ingresso é 320 Rands por pessoa.

Robben Island
Robben Island

– Camps Bay: É uma das praias mais badaladas da região, com diversos restaurantes, hotéis e mansões. Camps Bay é um ótimo lugar para almoçar e curtir a praia mesmo, se você encarar as águas geladas! Outra opção é a Clifton Beach, uma praia menor e ao lado de Camps Bay, mas tão bonita quanto. Veja as opções de praia na Cidade do Cabo aqui.

– Tour no ônibus vermelho – em Cape Town tem o ônibus vermelho que passa em diversos pontos turísticos da cidade. O bilhete para um dia custa mais ou menos 45 reais e para 2 dias 60 reais. Com um bilhete você pode subir e descer em vários pontos, como Table Mountain, Waterfront, Camps Bay e até um tour nas vinícolas de Constantia. Excelente opção para quem não está com carro alugado. Você pode comprar os ingressos com antecedência neste site aqui.

Feiras de Rua

As feiras de rua de Cape Town tem uma vibe super boa, tem comidas maravilhosas, você pode tomar espumante – o Cap Classique, espumante sul-africano – comer ostras frescas, visitar lojas de roupas, acessórios, comprar artesanatos. Um pouco de tudo, e muitas vezes acompanhada de música ao vivo.

Old Mill Biscuit – Todo sábado em Woodstock, das 9 às 14. Reza a lenda que este bairro super legal e alternativo foi renovado depois da existência da feira. O Lonely planet diz que essa é a atração número 1 da cidade, vale conferir.

Bay Harbour -The Market Hout Bay é uma feirinha frequentadas mais por locais, de frente pro mar. Super legal também. Horários: Sexta das 17 às 21; Sábado e Domingo das 9:30 às 16 – mas dê preferência pra ir de dia.

Veja outras opções de passeios, além deste roteiro tradicional de Cape Town aqui.

AO REDORES DO CABO

Em um dia inteiro (e puxado) dá pra visitar todas as atrações abaixo.

– Chapman’s Peak Drive: famosa estrada que liga Cape Town ao sul do Cabo, tem início na costa de Hout Bay. É uma estrada antiga e por não ser tão rápida já não é tão utilizada pelos locais. Hoje é mais turística, “scenic views”. Você paga um pequeno pedágio pra passar por ela e vai contornando as montanhas e dirigindo sob um penhasco com vista pro mar. Há vários mirantes durante o percurso onde você pode estacionar e descer pra fotos, picnic, esticar as pernas, você é quem manda – mas curta o visual. Você pode descer para o Cape Point através dela, se estiver com o GPS, ele vai te mandar pela M3, então siga as placas “Chapman’s Peak” pelo caminho e não seu GPS.

Chapman’s Peak Drive
Chapman’s Peak Drive

– Cape Point, Cape of Good Hope: O famoso Cabo da Boa Esperança. O cabo é um lugar imperdível de natureza absurdamente linda.
Quando chegar no Parque, você vai ver que tem duas opções de caminho o que dá no (1) Cape of Good Hope e o que vai para o (2)Cape Point. Dá para chegar de um no outro caminhando por umas trilhas que tem no local. Aconselho. Cansa, mas vale a pena. Esse lugar é muito incrível.

Minha dica é ir de carro primeiro até Cape Point, estacione ali, vá no banheiro, compre uma água, etc. Primeiro vá caminhando até o farol e curta a vista. A partir dali existem duas opções de trilhas.
1 – Até o farol antigo – caminhada fácil, 15 mins cada trecho.
2 – De Cape Point até Cape of Good Hope – Caminhada intermediária, 1 hora pelo menos.
Se não quiser caminhar até o Cape of Good Hope, volte para o carro e dirija até lá. Chegando lá você pode subir no cabo, caminho por onde chegaria se estivesse caminhando.

PS – cuidado para não sair do parque neste momento, preste bem atenção nas placas.

Praia entre Cape Point e Cape of Good Hope, só é possível vê-la se encarar a trilha
Praia entre Cape Point e Cape of Good Hope, só é possível vê-la se encarar a trilha

– Boulders Beach: No caminho de volta para Cape Town,  é possivel visitar a pequena praia de Boulders Beach, muito famosa por ser o local que os pinguins africanos escolheram para ser sua colônia reprodutiva. A observação dos pinguins pode ser feita na beira da praia, com acesso pago, ou por uma passarela no meio da mata (bem menos interessante), de forma gratuita. Vale a pena.

– Simon’s Town: Cidadezinha fofa e pitoresca. Daqui saem os passeios para Seal Island, lugar (quando época Julho e Agosto) os tubarões brancos saltam (“breach”) para atacar focas (“predation”). É um passeio bem caro, por volta de 1200 Rands por pessoa (R$270 aprox). As agências que fazem essas expedições estão todas no Pier da cidade.
Leia tudo sobre como mergulhar com tubarões na África do Sul aqui!

Simon's Town
Simon’s Town

– Kalk Bay: Para voltar para Cape Town, volte pela Simon’s Town Road, depois pela Main Road sentido Fish Hoek, Kalk Bay, Muizenberg Beach, pegando a Baden Powell Dr. Nessa região tem uma calçada com lojas e resturantes alternativos, boêmios e antiquários. Muito legal pra sentar no fim da tarde após o passeio em Cape Point. Você também poderá surfar se essa for sua onda. Só cuidado com o aviso de tubarão!

Muizenberg Beach
Kalk Bay

Outras atrações turísticas na região da Cidade do Cabo

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Constantia, vinícolas pertinho de Cape Town
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
10 melhores vinícolas de Stellenbosch
5 melhores vinícolas de Franschhoek
Safari no Kruger Park, África do Sul
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo
Turistando em Joanesburgo

Se Lança…

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

30 Comments

  1. Luciana Metzker Cenísio

    Aeee! Sabia que encontraria muitas informações por aqui! Tô curtindo os textos e as fotos, Tati!! Parabéns pelo blog!

    Responder
  2. luana

    Está muito legal o blog! parabéns Tati! beijos

    Responder
  3. Gustavo Pedro

    Ótimas dicas, só fiquei na dúvida se vale a pena desviar um pouco o roteiro para conhecer Blyde Ryver Canyon ou só se estiver no caminho! Vou entrar pelo portão Central do Kruger rumo ao Norte e depois desço para o Kruger sul, mas percebi no mapa que o Canyon vai estar mais ao norte do aeroporto de Nespruit. O que acha?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Gustavo, como voce vai chegar a Nelspruit, de aviao? Vale a pena incluir no roteiro somente se estiver indo de carro ao Kruger – saindo de joanesburgo – pois é caminho. Para desviar, você vai gastar meio dia fazendo tudo, talvez nao valha a pena. Veja aqui no blog as fotos do lugar, e aí vc decide. http://selanca.com.br/panorama-route-africa-do-sul/

      Responder
  4. Natália Bennemann

    Estou indo com meu marido para Cape town em outubro e adorei as dicas! Gostaria de saber se você já se hospedou no apartamento Harbouredge e se você indica. Teria outras opcões além das que colocou neste guia?
    Ficaremos 6 dias inteiros em Cape Town e no último dia estamos pensando em ir para a região das vinícolas e dormir em Stellenbosch, e na volta ir direto para o aeroporto. Você acha que seria uma boa ideia?
    Abraços

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Natália!
      Fico feliz que você está gostando das dicas.
      Quem fica sempre no Habouredge é uma amiga muito próxima minha que mora a mais de 5 anos na África do Sul. Ela já ficou umas 3x nesse apartamento e gosta muito. As dicas que coloquei aqui são lugares que nós ou amigos já ficaram e recomendam. Tem a rede de hoteis Protea na África que é sempre excelente também.
      Sua idéia de dormir em Stellenbosch e ir direto para o aeroporto é uma boa! Se Lança!
      Abraços

      Responder
  5. Tatiane

    Oii! Muito bom post, esclareceu muuuito algumas dúvidas que eu tinha sobre essa rota. Você acha que vale a pena dormir em Simons Town para mergulhar com os tubarões no dia seguinte, e então depois do mergulho voltar para Cape Town passando por Kalk Bay ou fazer a rota do jeito que está no post e voltar no dia seguinte até Simon`s Town para fazer o mergulho?? Bjs

    Responder
    • Tati Barro

      Oi xará! Olha só, a gente dormiu em Cape Town e sofreu pra acordar super cedo pro mergulho. Lembro que na época comentamos que deveríamos ter dormido em Simons Town porque você tem que sair com pelo menos 1 hora de antecedência, e tem que estar lá bem cedo, antes das 7 da manhã.
      Por outro lado, levantar acampamento do hotel só pra passar 1 noite tb é chato… Vai de você ver o que acha menos mal 😉
      Aqui neste post tem tudo sobre o mergulho.
      Abraços

      Responder
  6. Andréa

    Tati. Gostei muito das dicas. Quero ir com as minhas filhas 7 e13. Sabe quando vc vê aqueles filmes de homens nos jeeps roubando e mutilando crianças e.turistas. e tudo que consigo pensar. Acredito que seja como alguns turistas vêem oBrasil. E seguro ir com crianças? Qual melhor época ( tempo, atrações abertas)

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Andréa!
      Imagina!!! Cape Town é uma cidade super segura para turistas, a África do Sul toda em geral. Claro que não é Mônaco né?! Mas não tem nada disso que você pensou. Leia mais neste post que explico direitinho: É seguro viajar para a África do Sul?
      Algo que você tem que ter para viajar com as meninas (pra qq lugar do mundo!) é um seguro de viagem, tem que se prevenir: Seguro de Viagem Internacional

      Sobre a melhor época para viajar à África do Sul, eu recomendo Novembro, fim de fevereiro ou março. São meses que o tempo está ótimo, ensolarado e calor – e não é tão cheio quanto Dezembro e Janeiro. Na alta temporada Cape Town fica super cheio.

      É uma cidade ótima para viajar com crianças! Tem muita atividade legal pra fazer com elas. Vocês vão curtir muito!

      Abraços

      Responder

LEAVE A COMMENT