Cidade do México – o que fazer em pouco tempo?
Américas Mexico

Cidade do México – o que fazer em pouco tempo?

Somos a prova viva de que qualquer viagem é uma viagem e se você se planejar um pouquinho conseguirá conhecer um lugar interessante, até mesmo em uma viagem à trabalho.

Reunimos aqui algumas dicas sobre o que fazer em pouco tempo na Cidade do México. Um post feito a 4 mãos, por Flá Locci e por Tati Barro, nós duas fomos à trabalho e aproveitamos muito!

Sobre a Cidade do México

A Cidade do México, capital mexicana (D.F), foi fundada por volta do século XIV e era a capital do Império Asteca, quando se chamava Tenochtitlán. Foi completamente destruída pelos colonos espanhóis em 1524, e reconstruída nas décadas seguintes seguindo os padrões de colonização de exploração implementados pelo Império Espanhol.

Com mais de 20 milhões de habitantes, é uma das maiores metrópoles do mundo e tal como dizem, o trânsito é realmente infernal, deixando São Paulo no chinelo.

O idioma oficial é o espanhol, e quase todos tem o inglês como segundo idioma principalmente na capital. No entanto, devido a grande diversidade étnica, há mais de 77 línguas indígenas ainda falado no país, a maioria são o: náhuatl, o otomí, o mixteco, o zapoteco e o idioma mazahua.

Como se virar

Se você for a trabalho como nós fomos, tente planejar tudo antes de ir, para poder aproveitar bem o seu tempo livre. Pesquise antes de ir os lugares que tem vontade de conhecer e leve tudo anotado, exemplo: os horários de funcionamento, quanto custa para entrar, distância entre este lugar e o seu hotel, dress code (no caso de igrejas), e a previsão do tempo.

Na Cidade do México, entre junho e setembro chove muito, então se você estiver planejando algum passeio que seja ao ar livre, checar a previsão do tempo pode te ajudar a organizar o que conhecer e qual melhor dia.

Locomoção

Assim como em Buenos Aires, a experiência com os taxis, não será das mais agradáveis. Eles usam o taxímetro de enfeite e você tem que negociar o valor da sua viagem antes de entrar no carro. Um saco isso, mas é assim que funciona.

O ideal é pegar um taxi nos locais onde há uma placa escrita: “Sítio de Taxis”, o que não quer dizer que não vão passar a perna e te cobrarem indevidamente, mas pelo menos com eles é mais tranquilo negociar. Basicamente você pergunta (antes de entrar no carro) quanto será a corrida até seu destino e dai começa a negociar. Isso é normal pra eles, não tenha vergonha de negociar.

Pra você ter uma ideia se estão cobrando muito, antes de pegar o taxi, pergunte pra algum local (no hotel, na rua, na casa de cambio, em alguma lojinha de bala, etc…) quão longe é o seu destino e qual preço justo para ir de taxi até lá.

Existe transporte público também, o metro é bem cheio, mas eficiente. Tem 12 linhas cobrindo mais de 225 km de extensão. Eu usei no fim de semana e foi muito tranquilo. O preço é somente 3 pesos pois é subsidiado. Leia aqui para mais detalhes.

Outra opção que pode ser interessante, se você analisar a equação abaixo é combinar os passeios com um choffer (motorista particular):

Quantidade de vezes que vai necessitar um transporte X Quantidade de vezes que vão te explorar financeiramente X Quantidade de stress X Praticidade X entender na prática o ditado o combinado não sai caro.

Essa foi minha opção (Flá), para conhecer as pirâmides de Teotihuacan, por exemplo. Contratei o choffer Miguel Tepanecatl Mejia, pra me pegar no hotel as 7am, me levar até as pirâmides,  depois a casa da Frida Kahlo e depois ao aeroporto. Levei 8h para fazer todos esses passeios e paguei apenas 100 dólares. Contato: 04455.3570.6443.

Outra opção para conhecer as pirâmides é organizar este passeio pelo seu hotel, se você estiver em um grupo de pessoas, vale a pena. A Tati se hospedou no Novotel e eles organizaram este passeio. Ela só precisou aparecer no lobby no horário combinado.

Onde se hospedar na Cidade do México

Definitivamente no bairro chamado Polanco. Não conheci bem nenhum outro bairro, mas fiquei neste e além de ser super seguro, é um bairro bem localizado, muito verde (ver natureza em uma cidade tão cinza é bacana), além de estar cheio de hotéis, bares e restaurantes.

Polanco_Avenida_Ejercito_Nacional_Mex_DF

Recomendamos:
Presidente Intercontinental – hotel que já hospedeu Barack Obama entre outras tantas celebridades. Diária em quarto standard (que já é TOP) a partir de 500 reais.

Best Western Majestic – zona rosa – super bem localizado, próximo ao centro e ao Parque Chapultepec. Quarto standard a partir de 150 reais.

Novotel – se estiver indo a trabalho, existe uma grande chance de que fique no bairro Santa Fé, que é o novo centro de negócios da cidade. O Novotel é uma opção econômica e confiável. Preço médio a partir de 170 reias.

Onde comer

Todos os restaurantes abaixo são indicações de pessoas que conhecemos e que foram a esses lugares, e dos restaurantes nós duas fomos também.

Mexsi Bocu – cozinha francesa mexicana. A combinação pode parecer peculiar, no entanto é muito boa. Além de ter o melhor de cada gastronomia, o mojito é TOP.  Calle Durango, 359 – Condesa.

Azul Histórico – cozinha mexicana de verdade. Comandado pelo chef Ricardo Muñoz Zurita o cardápio do restaurante muda a cada mês, nos chamados Festivais. Em cada festival uma nova interpretação de um ingrediente típico do país ou uma comida típica de um estado, pode ser apreciado pelos clientes. Calle Isabel la Católica, 30 – Centro.

Contramar – frutos do mar ao estilo mexicano. Calle Durango, 200 – Condesa.

Pujol – mexicano contemporâneo. É bom reservar antes. Calle Francisco Petrarca, 254 – Polanco

Salón Tenampa – Se quiser ir em um lugar mais tradicional para ver/escutar  Mariachis e tomar tequila. Fica no Centro, na Plaza Garibaldi, o lugar é simples e bem tradicional. É legal ir em grupo.

Cielito Querido Café – cafeteria Mexicana com uma interpretação super bem humorada do Starbucks. E por bem humorada entenda: cheio de piadas, trocadilhos e chili, muito chili. Há vários pela cidade, eu fui em um em frente ao Palacio de Bellas Artes.

CielitoQuerido_Mex_DF_4
Chamoyada de manga e chili 😛

O que fazer na Cidade do México

Tem muita coisa pra fazer e ver na maravilhosa Ciudad de México.

Selecionamos apenas os must see para uma visita rápida (ou nem tão rápida assim). Se puder ficar mais tempo, recomendamos:

Saboreie com chili e calma esta cidade.

Passear pelo Zócalo, ou também conhecido como Plaza de la Constitución. É uma das maiores praças do mundo, cercada pela Catedral, Palácio Nacional e outros prédios históricos. O famoso Templo Mayor Azteca também fica aqui, aliás, fica debaixo das construções que foram erguidas em cima dele, mas existe uma parte escavada onde é possível visitar, logo ao lado da Catedral.

Entre no Palácio Nacional para ver os murais do Diego Rivera, ele é “o cara”. Na escadaria principal ele retrata a história do México. Incrível.

palacio_nacional_mexico_diego_rivera_1935

Palacio de Bellas Artes – Um dos mais famosos edifícios da cidade por seu estilo “Beaux Arts” construído todo de mármore branco de Carrara. O palácio abriga dois museus: o do próprio palacio de belas artes e o de arquitetura. A entrada é gratuita para apreciá-lo por dentro, onde também há murais de Diego Rivera, porém o acesso aos museus/exposições são pagos. Aqui foi velado o corpo de Frida Kahlo em 1954.

Palacio_Bellas_Artes_Mex_DF

Museo Mural Diego Rivera – este museu só tem este mural pra ver: “Sueño de una tarde dominical en la alameda central”. O foco central do mural está em uma exibição de complacência e valores burgueses, pouco antes da Revolução Mexicana de 1910. Originalmente este mural estava no restaurante do Hotel Prado, mas o hotel foi destruído no terremoto de 1985 e o mural ganhou um museu próprio para sua exposição. É uma visita rápida, vale a pena. Localizado na esquina das ruas Balderas e Colon. Fone: +52 55 5512 0754

Sueno-de-una-tarde-dominical-en-la-alameda-1947

Casa de los Azulejos – A aparência original data desde 1773, já foi desde ponto de drogas a restaurante. Hoje tem uma loja dentro, a Sanborns e ainda tem restaurante funcionando. Endereço: Av Francisco I. Madero 4. Fone: +52 55 5512 1331

Museo Nacional de Antropología – Apresenta a história antropológica do México desde muito antes da chegada dos espanhóis. Vale MUITO a pena! Se você tem interesse em conhecer a fundo a diversidade e a história da cultura mexicana, esse é “o museu”.

No andar térreo, exposições permanentes fruto de séculos de escavações. Salas dedicadas a história da antropologia (como e quando nós começamos) até a diversidade da cultura dos Teotihuacanes, dos Astecas e dos Maias (entre outras). No andar superior, a vida de cada uma dessas culturas: o que vestiam, o que comiam, crenças, etc.

Pegue o áudio guia para entender melhor o que você estiver vendo e reserve pelo menos 2,5 horas para poder conhecer tudo. Endereço: Av Paseo de la Reforma y Calzada Gandhi. Fone: +52 55 4040 5300. Entrada 59 pesos e áudio guia 75 pesos.

Neste museu se encontra um dos “pedaços de pedra” mais famosos do mundo: o Calendário Azteca. Que na verdade se chama “Piedra del Sol”  de calendário não tem nada. Ela era na verdade um monumento de sacrifícios gladiatórios. Foi descoberta durante uma escavação em 1790 no atual Zócalo.

Piedra_del_Sol_Calendario_Asteca

Todos os dias, bem na frente desse museu, você encontrará um mastro de 53metros de altura e 4 carinhas girando, desde lá de cima até embaixo de ponta cabeça, são os “Voladores de Papancla de Veracruz”. No final do “espetáculo” você deixa uma gorjetinha e boa. É bem bonito, vale a pena esperar e assistir, eles sobem e descem o dia todo.

Voladores_de_papancla

Bosque de Chapultepec – é um dos maiores parques urbanos do mundo. Lá você encontra um zoológico, lago, castelo (agora transformado em museu), parque de diversões, além de barraquinhas de souvenirs, comida e muita gente passeando.

Museu de Arte Moderna – no Chapultepec, aqui você encontrará pinturas surrealistas de Frida Kahlo, Leonora Carrington e Remedios Varo, tem também um jardim com esculturas. Endereço: esquina da Paseo de la Reforma com Gandhi. Fone: +52 55 5553 6233

Museo Soumaya – museu de arte contemporânea incrível! A estrutura metálica externa é fastástica! Endereço: Miguel de Cervantes Saavedra 303. Fone: +52 55 1103 9800

Feira de Coyoacán – todo sábado tem uma feira de rua em Coyoacán, vendem-se artesanatos, pinturas, comidas e essas coisinhas que toda feira tem. É muito especial, frequentada por locais e não turistas, um clima super família, recomendo. O museu Frida Kahlo é neste bairro, se você deixar para visitar o museu neste dia, já pode aproveitar para conhecer a feira.

Museo Casa Estudio Diego Rivera y Frida Kahlo – Foi a casa onde moraram Diego Rivera e Frida Kahlo, hoje transformada em museu. Dentro é a própria casa deles com os móveis à mostra e também estúdio de pintura. Cada um tinha sua própria casa e ela era interligada por uma passarela. Isso sim é que é casamento moderno. Endereço: Diego Rivera 2, Altavista, Fone +52 55 5550 1518.

Casa Frida Kahlo (Casa Azul) –Nesta casa nasceu, cresceu e passou grande parte de sua vida, Frida Kahlo. Essa era a casa de seus pais e quatro anos após a sua morte, o viúvo Diego Rivera à doou para que se transformasse no Museu Frida Kahlo. O museu abriga alguns quadros da artista, além de muitos objetos e móveis pessoais do casal, que também viveu nesta casa. Endereço:  Calle Londres, 247, Coyoacan, Fone +52 55 5554 5999.

Frida_y_Diego_Museu_FridaKahlo

Pirâmides de Teotihuacan

Teo = Deus / Tihuacan = lugar de, cidade

Teotihuacan_Vista_Topo_Piramide_do_Sol

Conhecida como “o lugar dos Deuses ou Cidade dos Deuses” , Teotihuacán é uma cidade carregada de simbologias e  foi declarada  Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1987. Nada é afirmado com certeza sobre a construção desta cidade, não há livros ou povos remanescentes, por isso, tudo o que é dito sobre este lugar são suposições, são histórias, interessantes e intrigantes.

Neste lugar estão as famosas “Pirâmide do Sol” e “Pirâmide da Lua”.  Estima-se que a cidade exista há mais de 2000 anos e sua construção tenha sido iniciada em 100 d.C pelos Teotihuacanes, que a habitaram até 650 d.C.

É possível subir nas pirâmides. A mais alta é a do Sol, com 65m e 245 degraus até o topo, de onde se tem uma vista 360º de todo o vale. Estudiosos acreditam que a pirâmide era utilizada para atividades e rituais religiosos.

O sitio é bem grande, mas não tenha preguiça. Não deixe de visitar a Serpiente Emplumada, a Pirâmide del Sol, a Pirâmide de la Luna e o Palácio de Quetzalpapálotl. O guia com certeza te levará a todos eles.

Dicas para aproveitar o passeio nas pirâmides:

1) Para fazer este passeio vá de tênis e uma roupa confortável pois o caminhada será boa. Se tiver sol, leve um chapéu/boné e passe protetor solar porque não há sobras pra se refrescar.

2) Procure ir bem cedo para não dividir espaço com tantos grupos de turistas. As ruínas da cidade são o sítio arqueológico mais visitado do México. Compre água antes de entrar.

3) Contrate um guia logo na entrada da “cidade”. Veja se ele tem carteira oficial de guia, por precaução. Ir sem guia, é ver muitas pedras e não entender a preciosa história que elas tem pra contar.

Piramide_de_la_Luna

Endereço: 48Km a noroeste da Cidade do México. No caminho está a famosa Basílica da Virgem de Guadalupe. É considerado o principal templo da igreja católica no continente Americano. Se tiver com tempo, peça pro choffer passar por ela.

Entrada sitio arqueológico de Teotihuacan: 104 pesos. Guia: 400 pesos (negociado no local).

Encontrei um blog que descreve com detalhes e de forma incrível a história dessa cidade. Leia mais aqui.

Compras na Cidade do México

Tequila: La Europea , uma rede de lojas de bebidas. Endereços aqui.

Mercado de la Ciudadela. É um mercado grande que fica no centro e tem artesanatos de todas as regiões do México.

Bazar del Sábado no Bairro San Angel – Feira que acontece todos os sábados, tem artesanato também.

Shopping Antara – No Antara você encontra grifes diversas e outras mais exclusivas (leia-se caras). É um shopping a céu aberto, gostoso de andar. Endereço: Av. Ejército Nacional 843

Palácio de Hierro – loja de departamentos tipo Harrods ou El Corte Inglés. Há várias pela cidade. Tem uma há 4 quadras do shopping Antara. Dá para conhecer as duas no mesmo dia.

Centro Santa Fe – Shopping Center enorme com ar condicionado, bem bonito. Tem todas as grifes internacionais e as nossas favoritas: Zara, Mango, Zara Home, rs. Além de um Ben & Jerry’s pra tomar um sorvetinho. Endereço: Vasco de Quiroga, 3800

Superama e Selecto Chedraui – são os supermercados, caso queiram comprar “salsas picantes”, Glorias y otras cositas más…

Ouro e Prata – é possível comprar peças de ouro e prata por preços menores nas redondezas do centro histórico (Zócalo), são galpões com diversos stands que vendem as peças por peso. Claro que não sou ourives pra saber quão puro é o material, mas de qualquer maneira comprei um anel de prata e um pequeno brinco de ouro. Essa compra foi da Tati, viu. Ela sempre faz essas compras chiques, rs.

Emergências

Embaixada do Brasil – Rua Lope de Armendáriz 130, Colonia Lomas de Virreyes, Delegación Miguel Hidalgo, Fone +52 55 5201-4531

Para bombeiros, polícia e emergências médicas, dique: 066

O Governo da Cidade do México abriu recentemente um Ministério Público especializado para os estrangeiros vítimas de roubos ou outras situações de criminalidade. Situado na Rua Victoria 76, Centro Histórico.

Se lança…

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Guanajuato, 2 dias de pura de diversão

Tikal, incrível sítio maya na Guatemala

 

01 Comment

LEAVE A COMMENT