Fast Paris – O que fazer em 3 dias?
Europa França

Fast Paris – O que fazer em 3 dias?

Com certeza você já ouviu falar que “Paris, é a cidade luz”. Não ouviu?
Apesar dela ser muito iluminada mesmo, o termo não vem disso não. Se você quiser saber o por que, achei um post bem interessante aqui.

Pra mim Paris vai além da luz.

Paris é histórica, é romântica, charmosa, sedutora, vibrante, chique, emocionante, nostálgica, moderna e tradicional, cosmopolita, apaixonante, culta, divertida, encantadora, incrível…são muitos os adjetivos para esta cidade.

Estive em Paris em 2008 turistando (6 dias) e assim como 100% das pessoas que passam por essa cidade, me apaixonei perdidamente (#1).

Em Dezembro/2013 tive a oportunidade de voltar a Paris, dessa vez a trabalho, e aproveitei para passar o final de semana (boba eu né?). Como tive apenas 3 dias para peregrinar por lá, vou contar a vocês como foi caso tenha alguém aqui com pouco tempo pra passear por lá também.

Atenção:

se você tiver a mínima oportunidade de ficar mais do que 3 dias, não pense nem meio segundo, fique! Tem muito pra ver nessa cidade.

Vou contar um “Fun Fact” antes de mostrar o roteiro a vocês: fui acompanhada por uma amiga do trabalho que não conhecia Paris, e a primeira coisa que disse a ela antes de irmos, toda confiante e me achando foi: “olha, eu não quero ir nos pontos turísticos de novo, porque já fui em 2008, então você vai ter que ir sozinha, ok? Quero ir a uns museus que não fui…blablabla”.

1º dia em Paris:

Chegamos pela tarde, deixamos as malas no hotel e pensei “bom, não custa nada dar uma voltinha com ela já que só temos esse fim de tarde e não daria tempo de visitar um museu agora…” Pois bem, primeiro lugar escolhido pra dar uma voltinha básica: Avenue des Champs-Élysées.

Saímos do metro EM FRENTE a nada mais nada menos que o  monumental e magnífico  Arc de Triomphe:
arc tri

Meus olhos brilharam, um sorriso gigante se abriu, congelou na minha cara e me apaixonei perdidamente (#2). Disse então as seguintes palavras: “esquece tudo o que eu falei de não ir nos pontos turísticos, de você ir sozinha, sim, sim, sim, sim eu quero ir em todos de novo, quero ver tudo de novo”. Que inocente, achei mesmo que iria pra Paris e passaria ilesa por Torre Eiffel, Louvre, Sacré Coeur, Notre Dame…

Mas chega de lenga lenga e vamos ao que interessa. Esse foi nosso roteiro, por dia, e bem cheio de fotos pra vocês já irem se apaixonando.

A natalina Avenue des Champs-Élysées:

arc

Algumas das muitas coisas que vendem no mercado de natal da Champs:

Depois voltando pro nosso hotel, demos uma passadinha na Galeries Lafayette:
lafaiette

1º dia de verdade (sexta-feita):
Neste dia andamos muuuuito e tivemos doces e agradáveis surpresas nos caminhos por onde fomos nos achando e nos perdendo.

Saímos do hotel, Mercure Opera Cusset, em direção a Place Vendôme, para ver o Ritz, que estava reformando 🙁 Mas tudo bem, a praça é linda mesmo assim e cheio de lojas super chiques. Infelizmente não tenho nenhuma foto boa daqui, estava reformando e nada saiu legal. Mesmo assim, como fica no caminho pra Saint Honoré, passe por lá, tem seu charme.

Passando a Place Vendôme, chegamos na Rue Saint Honoré e passeamos pela Rue inteira. Consegui esse mapinha que mostra tudo o que se pode ver nesta rua maravilhosa. Basicamente são: muitas lojas de marcas e estilistas, perfumarias de nicho, a primeira loja da Chanel (Rue Cambon 31), joalheirias, etc…aqui você vai ver viver o luxo Parisiense, se tiver curiosidade de ver, como a gente teve, vale muito a pena:
saint up

Surpresas do caminho:
Encontramos a 1ª loja da Chanel e algumas outras por perto, tem umas 4 lojas em menos de 10 passos:
chanel

A Ladureé, aquela dos macarons bons de verdade, sabe? Aproveitamos para tomar um café da manhã aqui:
laduree

Como tudo é muito perto e fomos andando sem rumo, acabamos caindo em lugares que não esperávamos e que nos encantaram, como a Place de la Madeleine e a Fauchon, imperdível para quem ama biscoitos, chocolates e chás:
madaleine fauchon

Fomos almoçar na Pritemps, que fica ao lado da Galeries Lafayette, na Boulevard Haussmann (Metro Havre Caumartin):
pritemps

No 9º andar da Pritemps, tem um restaurante chamado Déli-Cieux. No menu nada muito especial, é bem turistão (mas é gostoso): hamburguers, batata-frita, saladas, quiches e sorvete Ben & Jerry’s de sobremesa. O diferencial deste restaurante é a vista, de onde se pode observar os icônicos telhados de Paris e seu o impagável skyline:
picstitch

2º dia (Sábado):
Saímos bem cedinho do hotel para ir ver a Torre Eiffel. Pegamos o metro e descemos na estação Trocadeiro pra já ir observando a bonita de longe:
torre

Descendo em direção a Torre, mais um mercadinho de natal, com muito chocolate, vinho quente, crepes, waffles e ela:
torre market

Até pista de patinação no gelo ao ar livre eles montam, para diversão dos parisienses:
torre pista gelo

Passamos em baixo da Torre e do outro lado dela  um novo dia se abriu:
torre mesmo ceu

DICA ESPERTA! – é possível comprar o ingresso para subir na Torre Eiffel antecipado e assim evitar as gigantescas filas. Algo inevitável na alta estação, compre neste link aqui.

Cruzamos o jardim Champs de Mars em direção a estação de metro Ecole Militaire. Descemos  na estação Luxembourg para passear pelo Jardins Du Luxembourg. Esse lugar é muito maravilhoso, estonteante. Deu vontade de morar em Paris para passar um domingo de frio e sol sentada lagarteando em frente à esse Palais:
jardim

Do jardim, fomos andando…andando…nos perdemos bastante (gostamos de nos perder), até que uma parisiense de uns 15 anos ficou com pena das perdidas olhando mapa no meio da rua e nos ofereceu ajuda, detalhe: tudo em inglês.

Depois, nos perdemos mais um pouco e um senhor na rua nos ajudou indicando qual metro deveríamos pegar para irmos para Notre Dame, também em inglês. Bem ao contrário do que todos dizem, tivemos a sorte de encontrarmos parisienses cheios de boa vontade e poliglotas 🙂 Bom, pegamos o metro e fomos em direção ao Cité, pra tentar ver o corcunda (que não deu as caras):
notre

Almoçamos em frente a Notre Dame, em um restaurante chamado Brasserie, fica ao lado do Aux Tours de Notre Dame. Estávamos tão loucas de fome que paramos no mais turístico mesmo. Nos surpreendeu, comemos um macarrão à bolonhesa, super bem servido e saboroso (ou era a nossa fome?), enfim…

Daqui, seguimos nossa peregrinação em direção a Sacre Couer. Descemos na estação Anvers e subimos essa ladeira aqui:
ladeira

Cheia de turistas, lojas de souvenirs, e aqueles caras fazendo jogos com carta/copo, apostando dinheiro, sabe? Pessoal, tomem muito cuidado com isso! Está cheio disso na Europa. Esse jogo é ilegal e está cheio de “gente deles” em volta pra roubar sua carteira/bolsa. Você vai ver que sempre tem alguém apostando 50 euros…é tudo combinado, é “gente deles”. Melhor coisa: não parem para assistir essa porcaria, assim não terão nenhum problema.

Voltando ao passeio…E lá no alto, ela, toda branca e linda:
montmatre

Surpresas do caminho:
moulin

amelie

gourmande

Esse dia foi bem cansativo, mas muito produtivo 🙂 Conhecemos quase tudo, por fora só, obviamente. Mas foi muito legal, para quem tem pouco tempo como nós tínhamos, dá pra ver quase tudo mesmo. Neste roteiro, passamos pelo menos pelos principais pontos turísticos.

3º dia (domingo):

Só nos restava a manhã do domingo na verdade. No fim de semana, mudamos de hotel e ficamos no Renaissance em La Defense. Não há muito o que fazer por lá, se você tiver a fim de dar um voltinha mais afastada, isso é o que você irá encontrar:
La Grande Arche de la Defense – Arco do Triumfo moderno, inaugurado em 1989, foi erguido para comemorar o bicentenário da Revolução Francesa – aproveite para bater uma perninha nessa Paris ultra moderna, totalmente diferente daquela que estamos acostumados a ver em fotos e filmes:
ladefense

new arc

Esse arco, é exatamente alinhado com o Arco que tem em frente ao Louvre, que é alinhado ao Arco da Champs-Élysées, como podemos ver na foto aqui abaixo:
Captura de Tela 2014-02-23 às 11.58.45 PM

E esse foi o fim do nosso Fast Paris.
Gostou? Comenta aí e conta pra gente como é a Paris que você conhece e o que você acha imperdível nessas passadas rápidas pela cidade.

Se Lança…

Veja estes outros posts que podem te interessar

Roteiro de 1 semana pelo Sul da França
Florença e Pisa, cidades mais visitadas na Toscana
Cinque Terre, cinco vilas pitorescas na Riviera Italiana
Roteiro de 5 dias pela linda Suiça
Um dia em Bucareste, Romenia

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório na Europa! Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca! Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro!
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 pra ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

03 Comments

  1. Christiane Feresin Tassitano

    Que gostoso ler essa viagem!! Eu estou planejando ir a Paris e já sei onde buscar as referências! Super obrigada!!! Beijos

    Responder
    • Flavia Locci

      Que legal Chris, com certeza você vai se apaixonar por Paris 🙂
      Depois vem aqui contar pra gente por onde se lançou hein…Aproveite sua viagem.
      Bjos

      Responder

LEAVE A COMMENT