Knysna, equilíbrio perfeito entre Mar e Montanha
África do Sul Garden Route

Knysna, equilíbrio perfeito entre Mar e Montanha

Knysna, principal cidade da Rota Jardim na África do Sul

O que fazer em Knysna?! Há muita coisa para se fazer nesta cidade linda! Durante minha viagem eu planejei ficar aqui apenas um dia e meio, eu fiquei com gostinho de quero mais. Tem praia, montanha, bons restaurantes, quer mais o quê!? Vale a pena passar pelo menos uns dois dias inteiros aqui.

Uma das cidades mais famosas da Garden Route, é parada obrigatória.

horizonte_knysna

Como se virar

Dicas gerais de turismo na África do Sul aqui.
Em Knysna é possível andar a pé em alguns lugares, é uma cidade segura e tranquila. Como você muito provavelmente irá chegar em Knysna com seu carro alugado, ele também será útil pra ir e vir até as trilhas, além dos restaurantes na Ilha de Thesen.

Onde dormir em Knysna

Estes são dois que podemos referenciar, um mais barato (onde eu fiquei) e outro bem TOP (onde amigos finos ficaram).

Inyathi Guest Lodge – Eu fiquei aqui antes da reforma, este lugar agora oferece apartamentos com estrutura de cozinha. É simples mas arrumadinho. Fica na avenida principal que corta a cidade, é possível caminhar até o waterfront e alguns restaurantes ali perto. Fica na 52 Main Road, fone: 044 382 7768

Wayside Inn – pousada bonitinha e bem localizada perto da avenida principal. Excelente custo x benefício com diárias à partir de 680 rands por casal. Endereço: 48 Main Street, Fone: +27 (0)44 382 6012

Villa Afrikana Guest House – Hotel butique 5 estrelas muito bem conceituado. Confesso que eu bem que gostaria de ter ficado aqui, é lindo demais! Foi recentemente renovado. Bem localizado de frente para o mar e tratament VIP! Fica na 13 Watsonia St, fone: 044 382 4989

Outras opções de hospedagem AQUI.

Kranshoek Nature Walk
Kranshoek Nature Walk

Onde comer

JJ’s – fica no Waterfront, vale a pena apreciar um vinho branco ou cervejinha gelada e ver o pôr do sol. A comida é boa, e pergunte pelo dono que às vezes está por lá: Sr. Justin.

Sirocco – resturante elegante, de frente para o mar. Fica em Thesen Island. Fone: 044 382 4874

Île de Pain – café francês famosíssimo na região, seus ingredientes são escolhidos a dedo pelos donos que priorizam a produção local. Excelente pedido para café da manhã ou almoço. Tem que conhecer! Em Thesen Island, fone: 044 302 5707

Tapas & Oysters Restaurant – opção mais descontraída pra comer petiscos, tomar cerveja e assistir esportes. As ostras são super famosas em knysna, aqui você pode escolher três tamanhos, de gigante a gigantesco. Também fica em Thesen Island, fone: 044 382 7196.

The Olive Tree – uma boa pedida na avenida principal. Menu fresco do dia e escrito em um quadro negro com rodinhas que o garcom empurra ate sua mesa. Restaurante pequeno e aconchegante. 21 Main Street, Fone: 044 382 5867

Chatters Bistro – Se voce não e fã de peixes e frutos do mar, aqui e uma boa opção para pizzas e massas. Preços bem acessíveis e ambiente informal. 9a Grey Street, Fone: 044 382 0203

Prova de que o Batman visitou Knysna

O que fazer em Knysna

As principais atrações turísticas são:

Safari no Mar – A vida marítima em Knysna é muito rica, principalmente na temporada de baleias. Vale a pena ir até o alto mar para apreciar esses animais gigantescos. Existem vários tipos de passeios (dependendo do mês que você vai), a melhor época para ver as baleias é de Agosto a Outubro. Passeios podem ser feitos com a Knysna Boat Trips, contato: 082 470 6022

Passeio na Lagoa de Knysna com a Featherbed Company, fone: 3821693

Hiking – Knysna tem muitas trilhas para hiking!

Tem para todo mundo, esteja você em excelente forma física, ou seja você um cadeirante.

Os hotéis te ofereçerão os mapas com as diversas trilhas para escolher. É super organizado, você irá se informar da distância, nível de dificuldade e paisagem. Depois é só se organizar, levar água e comida e se lançar. Eu fiz uma trilha difícil, de 9 km, começando da floresta e chegando no mar – a Kranshoek Nature Walk. Levamos 3 horas e meia para terminar.

Uma dica importante antes de sair, se informe bem sobre sua trilha e avise a recepção do hotel que irá fazer este passeio. Nós não fomos tão espertos, fomos despreparados, não sabíamos o tamanho da trilha, ficamos desesperados na metade sem saber onde acabaria, não havia uma alma viva por perto nem sinal de celular. Mas no final das contas foi ótimo rs!

mapa de trilhas
Mapa das trilhas em Knysna e Região

Esportes Radicais – no parque do Tsitsikamma, entre Knynsa e Port Elizabeth, ha todo tipo de esportes radicais. Hiking, Treking, Tiroleza, Camping, Arborismo, Mountain Bike e etc.

Waterfront – boa pedida para compras e resturantes.

Buffalo Bay – Praia pra apreciar o mar e se esticar no sol. Excelente praia para surfar, lota em dezembro e janeiro. É possível chegar de carro.

Brenton on Sea – linda praia a alguns minutos de carro de Knysna. Chega-se pela N2 e a estrada é toda pavimentada. O por do sol aqui é estonteante. Tem estacionamento e um restaurante de infraestrutura.

Paraglinding – A empresa que faz vôos (Fly Time) fica em Sedgefield, no meio do caminho entre Wilderness e Knysna. Essa região é uma das melhores do mundo para essa atividade. O vôo de 10 minutos com o instrutor custa 750 rands.

Outras cidades/atividades na Rota Jardim (Garden Route)

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Mossel Bay
Swellendam e De Hoop
Mergulhando com Tubarão Branco
Roteiro da Garden Route, dirigindo desde Joanesburgo
Saltar de Bungee Jump na África do Sul

Outros posts que podem te interessar

O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
Se lança…

 

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

010 Comments

  1. Maria Clara

    Oi, meninas, tudo bem?

    Primeiro de tudo, queria dar parabéns pelo blog! Estou planejando uma viagem pela África do Sul e muitas dicas são daqui. É bom encontrar apaixonados por viagem como a gente.

    Queria tirar uma dúvida com vocês, se não for muito abuso hahah. Estamos planejando ficar 2 noites em Plettenberg. Chegaríamos no fim da tarde do primeiro dia e no seguinte planejamos ir para a reserva dos elefantes em Knysna. Vocês acham que vale a pena ficar em Plettenberg ou Knysna? Fiquei em dúvida com esse post de vocês.

    Se puderem nos ajudar, seria ótimo!!

    Muito obrigada desde já!

    Bjs,
    Maria Clara

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Maria Clara, obrigada!
      Respondi suas duvidas por email um tempão atras, vc recebeu??

      Responder
  2. LU

    Oieeeeee! Tenho a mesma duvida! Ficar em Plett ou Knysna! Podem dar um help?

    Responder
  3. Braulio Damasceno

    Olá Tati,

    Estou em Knysna nesse exato momento e agradeço não só pelas dicas desta cidade, mas como também de toda a AFS. As dicas foram preciosas para todo o planejamento.

    Já fizemos Johannesburg, Kruger, Port Elizabeth, Jeffreys Bay, Plett e Knysna. Agora seguiremos para Stellenbosh e Cape Town. Tivemos que adicionar mais um dia em Knysna. Aqui é sensacional.

    Excelentes posts. Abraços!

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Braulio, mas que inveja hein!
      Muito obrigada pelo seu comentário, fico muito feliz em ajudar os leitores a terem uma boa viagem pela África.
      Aproveite muito Knysna!
      Abraço

      Responder
  4. BRAULIO

    A Ana falou que tínhamos que te agradecer. Rs.

    Excelente o seu blog! Dicas preciosas! Hj fomos ao Tsitsikamma mas confesso que gostamos mais da trilha e visual da robberg natural reserve. Achamos o tsitsikamma mal sinalizado e uma trilha super difícel não havia sinalização. Tivemos que voltar no meio do caminho com receio da maré alta. Em Robberg fizemos a trilha de 5km e a achamos sensacional. Dificuldade média. Baita visual!

    Tati, uma dúvida: como diminuímos dias em Stellenbosh (apesar que teremos dias em Cape Town), quais duas vinícolas você indicaria para dois tiros certos?

    Grande Abraço!!! Muito obrigado novamente.

    Responder
    • Tati Barro

      Eita que excelente dica da Robberg Natural Reserve!

      Sobre as vinícolas, eu gosto muito da La Motte – lugar bonito, restaurante excelente e bons vinhos para degustar. Acho que outro lugar bacana pode ser a Waterford ou Boschendal.

      O que você não pode perder de jeito nenhum é ir no centrinho de Franschhoek. Esta cidade é sensacional. Se almoçar nas vinícolas, vá lá para um café à tarde e andar pela rua principal.

      Um abraço pra vcs e especial pra Ana 😉
      Vai contando a viagem por aqui que estou adorando acompanhar!

      Responder

LEAVE A COMMENT