7 Melhores atrações de Cape Town e região

Se você é já é leitor do blog, sabe que aqui tem muita dica sobre Cape Town – mas neste post em especial, eu vou falar sobre as minhas preferências pessoais: 7 melhores atrações de Cape Town e Região. Já estive na cidade muitas vezes, e fui nestes mesmos pontos turísticos todas as vezes!

1. Cape Point e Cabo da Boa Esperança

Pra mim, o lugar mais lindo da região. É simplesmente deslumbrante! Não dá pra explicar porque, mas aquele mar azul, as pedras, a vegetação, o farol, a caminhada pelo local – tudo parece tão mágico. Mas tem que ir em um lindo dia de sol pra ver bem tudo isso.

Neste post conto detalhes sobre o passeio e a trilha no Cabo da Boa Esperança.

2. V&A Waterfront

Este lugar é super legal, um pier com vários restaurantes e bares – além do shopping, aquário, feira de artesanatos, roda gigante e muita gente circulando. Uma vibe super legal. Como geralmente chegamos em Cape Town no fim da tarde, gosto de deixar as malas no hotel e já correr pro Waterfront jantar e tomar um vinho – começar com o pé direito na cidade.

3. Franschhoek e Vinícolas

A melhor cidadezinha de todas. AMO andar pela rua principal de Franschhoek, depois claro de ter parado nas vinícolas La Motte e Boschendal. Lá recomendo sentar em um restaurante com mesa na rua e aproveitar bem a refeição. Depois você pode caminhar e conhecer as lojinhas de artes, artesanatos, chocolates. Pra quem quer comprar o famoso Billtong, entre na loja Montagu e faça sua escolha.

Veja aqui as 5 Melhores Vinícolas em Franschhoek.

Boschendal Wine Estate

4. Camps Bay

O que falar dessa praia TOP!? Lindo calçadão com muitos restaurantes, lojas. Linda praia com areião branco e água congelante 😉 . É bom demais passar uma tarde aqui, curtindo um solzinho. Gosto de tomar um smoothie de morango e banana do Kauai enquanto curto a praia. Lembrando que não pode bebida alcóolica!

Leia tudo sobre as Praias de Cape Town neste post.

5. Table Mountain

A famosa Table Mountain… É uma atração imperdível, daquelas que todo turista tem que conhecer. Mas é também a mais cheia e tumultuada na alta temporada – sem falar que vive fechando por mal tempo. A vista lá de cima é linda e maravilhosa, dá pra ver toda a cidade. Andar no teleférico também é legal. Nunca encarei a trilha íngrime da Table Mountain, mas é uma opção para os amantes de hiking.

6. Boulders Beach

No caminho para Cape Point, tem que parar em Boulders Beach para ver os pinguins africanos. Eu gosto de parar na volta do passeio do Cabo. Minha sugestão é sair cedo de Cape Town, ir ao Cabo, depois almoçar em Simons Town e depois do almoço conhecer Boulders Beach. Caminhe por lá e curta a fofura dos pinguins.

7. Restaurantes

Não é exatamente um ponto turístico específico né!? Mas em Cape Town tem abundância de bons restaurantes. Já dei muita dica de restaurantes em outros posts, mas aqui vou deixar meu queridinho:

Duchess of Wisbeach: Restaurante “pop” frequentado por locais, ideal para jantar. Tem um ambiente muito legal e boêmio, a cozinha é aberta no meio do espaço e só servem comida fresca. Fone: 021 434 1525, Endereço: 3 Wisbeach Road.

Vale super a pena conhecer, bem diferentão!

Se Lança…

Leia mais sobre Cape Town nestes posts:

O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
Mergulhando com tubarões brancos na África do Sul
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Constantia, vinícolas pertinho de Cape Town

Onde ficar em Cape Town

Escolher onde ficar em Cape Town pode parece um pouco complicado no início, parece ter muitos bairros e infinitas opções de hotéis, mas na verdade é bem fácil entender!

A cidade é pequena e se você estiver de carro, se locomover será muito fácil. Em 15 minutos você vai de um lado para outro.

Por isso sempre recomendo alugar carro na África do Sul, isso te dá mais liberdade de escolher um bairro que seja mais sua cara.

Pra quem vai andar de transporte público ou taxi, também existem opções.

Eu já fui 4x pra essa cidade linda, e todas essas indicações de hotéis são recomendações de lugares onde eu fiquei hospedada, ou nossos amigos que também moravam na África se hospedaram.

Vamos lá:

Quais os melhores bairros para dormir em Cape Town

Vou resumir apontando as vantagens e desvantagens de cada bairro, assim você pode bater o olho e escolher o que tem mais a ver com seu perfil.

BairroVANTAGEMDESVANTAGEM
WATERFRONTLocalizaçãoPreços mais altos
GARDENSTranquilo e bem localizadoPouco comércio perto
CENTROPreços mais baixosPouco movimento à noite
GREEN POINTBairro tranquilo e residencialPouco comércio perto
SEA POINTProximidade de comérciosMais afastado
CAMPS BAYNa praia!Preços mais altos, mais afastado

Sugestões de hotéis por bairro em Cape Town

HOTÉIS NO WATERFRONT

Southern Sun Waterfront – hotel enorme, padrão internacional. Limpo, elegante e funcional. Tem estacionamento e é bem localizado. Café da manhã maravilhoso, mas fuja do restaurante do hotel, os pratos estavam ressecados. Possui estacionamento no subsolo que pode ser pago a parte. Diárias a partir de 2800 Rands. Endereço: 1 Lower Buitengracht

The Capital – apartamentos elegantes com quase tudo dentro, cozinha,  máquina de lavar roupa, ar condicionado, secador de cabelos e até máquina de café expresso. Tem piscina, academia e até salão de cabelereiro no local.Estacionamento incluso. Localizado próximo ao Waterfront. Studio de 40m2 à partir de 3000 Rands a diária. Endereço: 40 Chiappini St

HOTÉIS NO CENTRO

Harbouredge – apartamentos modernos de 2 a 3 quartos ou studios com quarto e cozinha. Tem internet e estacionamento inclusos na diária. Bem localizado, fica entre o Waterfront e o Centro. Studio de 45m2 à partir de 1350 rands a diária. Endereço: 10 Hospital St

Townhouse Hotel – hotel mais voltado para negócios, é no centro da cidade e tem estacionamento. Bom custo benefício, mas pouco intimista. Ficar no centro da cidade é menos legal, mas pode-se encontrar bons preços. Peça quarto para não fumantes! Diárias a partir de 2000 rands. Endereço: 60 Corporation St

HOTÉIS EM GARDEN

The Backpack – Bem localizado, limpo e ótimo custo benefício. É possível reservar quartos individuais ou ficar em dormitórios compartilhados. Tem café da manhã incluso na diária, assim como estacionamento e internet. Dormitório compartilhado a partir de 300 rands a diária e quartos privativos para duas pessoas a partir de 1500 rands a diária. Endereço: 74 New Church St

The Parkhouse – essa pousada tem o melhor custo benefício, localizado no bairro Gardens, que fica entre o centro e a Table Mountain. Quartos são bem arrumadinhos e minimalistas. O estacionamento mais próximo fica a 220 metros da pousada. Diárias a partir de 1500 rands. Endereço: 3 Kohling Street

HOTÉIS EM GREEN POINT

Bayflowers Guest House – este hotel tem um excelente custo benefício! É super charmoso e delicado, fica em uma rua tranquila e sem saída.  Tem piscina e jardim. Diárias à partir de 900 rands. Endereço: 5 Scholtz Road

Blackheath Lodge – pequeno hotel butique, aconchegante e íntimo. Você com certeza será bem tratado e de maneira personalizada, o staff poderá lhe dar ótimas dicas do que fazer na cidade, são muito prestativos. Lado negativo é que o preço é meio salgado, diárias por volta de 3000 rands e o estacionamento é na rua. Endereço: 6 Blackheath Rd

HOTÉIS EM SEA POINT

New Kings Hotel – este hotel fica em um raio de 4 km de mais ou  menos tudo, 4 km da Table Mountain, do Waterfront, de Camps Bay. Boa opção pra quem está de carro. Tem vista para a Lions Head e para o mar. Os quartos são bem espaçosos e o restaurante do hotel também muito bom. Diárias à partir de 1200 Rands. Endereço: 94 Regent Road

Sunshine Letting Self Catering Apartments– este local é um apartamento em Sea Point. Super bem decorado e com uma vista linda. Ótimo pra quem quer economizar com alimentação, pois pode cozinhar em casa. Para os calorentos, saiba que tem ventiladores, mas não ar condicionado. Excelente custo x benefício.

HOTÉIS EM CAMPS BAY

The Bay Hotel – este hotel é enorme! A grande vantagem é que é pe na areia. Pra quem quer curtir praia é a opção ideal. Tem uma dessas piscinas na frente do hotel que você pode ficar lá tomando sol e um drink (já que na praia é proibido tomar bebida alcóolica) e curtindo a vista do mar. Diárias à partir de 2300 rands. Endereço: 69 Victoria Road

POD Camps Bay – este hotel butique é super moderno com uma decoração clean e minimalista. Fica a dois minutos de caminhada da praia.  Diárias à partir de 3500 rands. Endereço: 3 Argyle Road

Espero ter ajudado, qualquer dúvida escreve aqui nos comentários que a gente responde!

Veja neste link outras opções de hotéis em Cape Town.

Olha esse mapa fofo feito pela Anna Simmons:

Se Lança…

 

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
Vale a pena alugar carro na África do Sul?
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Onde fazer safari na África do Sul
 

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

Viajar para a África do Sul – Post Índice

Viajar para a África do Sul vale muito a pena! Pode parecer difícil, mas não é. Morei na África mais de 3 anos e sou apaixonada por este lindo país.

Aqui no blog tem MUITA dica de turismo e do que fazer na África do Sul, como chegar, como se virar, onde dormir, onde comer e muitas dicas de passeios e atrações turísiticas.

Este post é um índice de tudo que tem por aqui pra te ajudar a navegar e curtir ao máximo sua viagem para a África do Sul.

DICAS GERAIS NA ÁFRICA DO SUL

Como se virar na África do Sul
Vale a pena alugar carro na África do Sul?
Roteiro de 2 semanas na África do Sul
É seguro viajar para a África do Sul?
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?

CAPE TOWN / CIDADO DO CABO

O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
Mergulhando com tubarões brancos na África do Sul
Onde ficar em Cape Town
Onde fazer Safari perto de Cape Town
Onde comprar diamantes em Cape Town

VINÍCOLAS

Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
10 melhores vinícolas de Stellenbosch
5 melhores vinícolas de Franschhoek
Constantia, vinícolas pertinho de Cape Town
3 melhores vinícolas em Paarl
3 vinícolas para ir com crianças na África do Sul
Vinícola Spier: Onde ficar em Stellenbosch

VINHOS SUL-AFRICANOS

10 vinhos tintos bons e baratos para tomar na África do Sul
10 vinhos brancos bons e baratos para tomar na África do Sul
7 Melhores Vinhos Sul-Africanos

JOANESBURGO, PRETORIA

Turistando em Joanesburgo
Onde comer em Joanesburgo – 8 sugestões de restaurantes
Onde ficar em Joanesburgo
Pretoria
Sun City Hotel, o que fazer
Museu do Apartheid em Joanesburgo

SAFARIS

Safari no Kruger Park, África do Sul
Onde ficar no Kruger
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo
Madikwe
Onde fazer Safari perto de Cape Town
Onde fazer safari na África do Sul
Safari com criança na África do Sul: Aquila Private Reserve

GARDEN ROUTE / ROTA JARDIM

Roteiro de 5 dias na Garden Route
Mossel Bay
Swellendam e De Hoop
Knysna, equilíbrio perfeito entre Mar e Montanha
Saltar de Bungee Jump na África do Sul
Roteiro da Garden Route, dirigindo desde Joanesburgo.
Cape Agulhas, o encontro dos Oceanos Índico e Atlântico
O que fazer em Plettenberg Bay na Garden Route
George, a maior cidade da Garden Route

OUTROS CAMINHOS NÃO TÃO TRILHADOS

Panorama Route
Onde dormir em Nelspruit – 5 sugestões de hotéis e pousadas
Ballito, praia tranquila próxima a Durban
Drakensberg

RESTAURANTES

Os 10 melhores restaurantes da África do Sul 2016
Os 10 melhores restaurantes da África do Sul 2017

ESTUDAR INGLÊS NA ÁFRICA DO SUL

Vale a pena estudar inglês na África do Sul?
Dicas práticas de intercâmbio na África do Sul

Ou melhor ainda, baixe nosso guia com todas as informações mastigadinhas pra você planejar sua viagem. Você pode ler o guia offline no celular, tablet, ou até imprimir e fazer suas própias anotações.

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

 

O que fazer em Cape Town, além do roteiro tradicional

Tem MUITO o que fazer em Cape Town. Essa cidade é tão boa, mas tão boa, que merece mais um post do que fazer por lá – além do básico. Já tive o privilégio de ir quatro vezes pra cidade, e cada viagem é uma nova descoberta. Pra quem não viu, o primeiro post é este: Guia da cidade do cabo, e tem este post sobre as praias da região: Praias de Cape Town.

Cape Town – Fugindo do roteiro tradicional

Claro que primeiro é preciso bater carteirinha nos pontos básicos: Cabo da Boa Esperança, Boulders Beach, Table Mountain, Waterfront, etc… Isso é indiscutível. Mas depois de cumprida a “árdua tarefa”, tem outras coisas a fazer também:

Signal Hill e Lions Head – Essas duas montanhas fazem parte do complexo do Parque Nacional da Table Mountain. Também fornecem lindas vistas da região. Signall Hill é possível chegar de carro e dá vista para a cidade e o porto. Lions Head tem que fazer uma caminhada para chegar. Leva de 1 a 2 horas dependendo de sua forma física.

A trilha de hiking é bastante íngrime, então pode ser assustador para que tem medo de altura. Tem duas opções de trilha, a mais curta requere uma pequena escalada amparado por correntes e um corremão. É possível fazer a trilha um pouco mais longa que não tem escalada. Lions Head tem uma vista de 360 graus, vê-se a cidade, mar e a própria Table Mountain. Ambos os passeios são grátis. Ultimamente é moda subir nas montanhas em lua cheia, porém não é recomendável. Atenção! A segurança nestes lugares ainda é pouca e tem havido casos de furtos.

panoramica_CPT_waterfront

Kirstenbosch Botanical Garden – lindo e enorme jardim botânico da cidade, no verão costuma ter concertos ao vivo no gramado pelo fim da tarde, confira a programação no site. O passeio inclui bater perna, cheirar flores e folhas, deitar na grama e fazer piquenique ou sentar no café que tem lá. Entrada custa 60 rands. Possível comprar com antecedência neste link.

kirstenbosh_gardens

Gun Fun – stand de tiro indoors onde a adrenalina vai a mil. Fica no subsolo da loja City Guns. Aqui é possível atirar com várias e diversas armas, não é preciso ter experiência nenhuma, tem uma pequena indução antes de começar. Tem muitos pacotes a escolher, dependendo de quais armas você quer usar. Uma sugestão é o pacote para salvar os rinocerontes, é o pacote mais vendido deles, custa 1250 Rands por pessoa. Você atira com uma AK47 e Golck Pistol – se errar o alvo, tem que fazer uma doação à ONG que protege os bichos. É claro que precisa fazer reserva! Endereço: 57 Hout Street, Fone:+27 (0)21 423 0465.

clube_de_tiro_cidade_cabo

Tours gratis pelo Centro Histórico, Bo-Kaap e District Six – Existem três tours guiados que se pode fazer a pé na cidade. Os passeios são gratis, então seja generoso com seu guia e dê uma bela gorjeta.

Saídas do Green Market, procure pelos guarda-chuvas verdes:

Historic Tour – 11am e 4:20pm
Bo-Kaap Tour – 2pm e 4.20pm
District Six Tour – 11am e 2pm

Zeitz MOCAA – museu de arte moderna africana, feita por artistas africanos. O prédio é outra atraçãp à parte, super lindo e moderno. Ingresso custa 180 rands por pessoa. Na primeira sexta-feira do mês, quem entrar das 16 até as 21h paga meia entrada.

World of Birds – para os apaixonados por pássaros, este é um paraíso, o maior parque de pássaros da África. Tem mais de 3000 pássaros de 400 espécies diferentes. Adultos pagam 120 pra entrar e crianças 45 rands.

Tandem Paragliding – saltar da Lions Head ou Signal Hill junto com o instrutor de paragliding. O passeio dura por volta de 5 a 30 minutos – é isso mesmo! Não tem como prever quanto tempo irá levar, depende das condições climáticas. Custa 1300 rands por pessoa, recomendável reservar com antecedência. Tem preços adicionais para foto e vídeo.

Aluguel de Harley Davidson – é possível alugar uma moto Harley Davidson pra andar pelas estradas mais lindas do país. Precisa ter carta de moto. Tem que mandar os documentos com antecedência e pedir uma cotação à empresa. Outra empresa é a Cape Bike Travel. (Leia: Como tirar sua permissão internacional para dirigir).

Praias – estique-se ao sol e pegue uma praia no Cabo, veja Praias de Cape Town nest post todas as dicas e opções.

Onde mais comer em Cape Town

Cape Town tem os melhores restaurantes da África do Sul, alguns inclusive estão na lista Michelin List e World’s Best Restaurants. Eu nunca tive a oportunidade de conhecer esses lugares pois a lista de espera é enorme, se quiser, se programe e faça a reserva com muita antecedência.

Mas não são os únicos restaurantes a brilharem, tem muito lugar bom por lá, dessa vez conheci lugares maravilhosos, indico todos. Esses também precisam de reserva, sul-africano é assim organizado, mas uma dica pra quem não tem reserva, é jantar bem cedo. Chegue entre 18:00/18:30 que você provavelmente conseguirá uma mesa.

Lista de restaurantes legais em Cape Town

FORK – Restaurante de tapas no centro da cidade. As tapas são pequenas, peça 3 tapas por pessoa pra começar e veja depois a quantas anda a fome. Tudo é muito bom, não tem erro, comida fantástica, virou um dos meus favoritos na cidade. Endereço: 84 Long Street, Fone: 21 424 6334

tapas_cape_town_restaurant_fork

Haiku – Moderno “asian fusion”. Esse restaurante também é de tapas, mas não se engane, as tapas são gigantescas! Eu pedi duas pra começar e nem consegui terminar de comer. Os pratos são todos asiáticos; tem japa, chinês, tailandês e afins. Altamente recomendado. Endereço: 58 Burg street, Fone: 21 424 7000

Den Anker – Restaurante belga situado no Waterfront. Se o tempo estiver bom, você pode sentar do lado de fora (ou na janela) e apreciar a vista direta pra Table Mountain.Tem muita opção de cervejas belgas enormes! Pratos belgas também estão no cardápio, como coelho, pato, etc. Mas tem o básico pra quem não é muito aventureiro. Fone: 21 419 0249

den_anker_waterfront_cape_town

Cafe Mozart – Cafézinho fofo pra quem estiver ficando no centro da cidade. Para o café da manhã tem o Little Mozart ou Full Mozart, que são os tradicionais ovos, bacon, tomate e etc. Tem opções mais lights também. Uma sugestão pra quem não toma café preto, é experimentar o Red Capucino, tem pelo país todo. É um capucino feito de chá de Roiboos e geralmente tomado com mel. Eu adoro. Endereço: 37 Church Street, Fone: 21 424 3774

Locomoção em Cape Town

No meu post anterior, eu recomendei alugar um carro pra andar pela cidade e fazer os roteiros dos vinhos. Eu ainda acho a melhor opção, todas as vezes que fui, aluguei carro. (Eu uso a RentCars para alugar carro na África do Sul). Porém, fiquei feliz em notar na última visita (Dez 2018) um grande aumento de micro ônibus pela cidade. Veja detalhes e rotas na página do My Citi.

Leia este post: Vale a pena alugar carro na África do Sul?

Acomodação em Cape Town

Veja neste post tudo explicado sobre quais melhores bairros em Cape Town.

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Constantia, vinícolas pertinho de Cape Town
Turistando em Joanesburgo
Safari no Kruger Park, África do Sul
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo
10 vinhos tintos bons e baratos para tomar na África do Sul
Mergulhando com tubarões brancos na África do Sul

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[Mikado id=’16’]

~ Se Lança ~

África do Sul: Turismo e como se virar

Segue um guia com dicas em geral da África do Sul: turismo, como se virar, sobreviver e o que fazer pra curtir muito na África do Sul!

Se tiver dúvidas, é só comentar abaixo que a gente responde!

África do Sul precisa de visto?

Para entrar na África do Sul como turista ou a negócios, Brasileiros não necessitam de visto. É preciso ter passaporte brasileiro com validade de até 1 mês da data de retorno pro Brasil e o Certificado Internacional de Vacina (CIV) contra febre amarela, que deve ser tomada pelo menos 10 dias antes do embarque. A permissão de entrada é concedida na imigração, podendo ser válida por até 90 dias. Se você desejar ficar acima de 90 dias na África do Sul, é preciso pedir o devido visto no Consulado.

Crianças de até 1 ano não precisam apresentar o certificado de vacina contra febre-amarela, à partir dessa idade precisa sim. Também é necessário – caso a criança esteja viajando somente com um dos pais – apresentar uma declaração que o outro pai autorizou a viagem.

Detalhes de entrada na África do Sul para crianças e bebês veja neste post.

Guia de Viagem

Para os mochileiros e espertos de plantão, fique de olho no guia “Coast to Coast” distribuído gratuitamente em alguns estabelecimentos, como albergues e outros serviços turísticos. Pegue sua cópia, poderá ser útil!

Nós aqui do Se Lança também escrevemos nosso próprio guia – vendido por R$ 25,90 você compra o Guia da África do Sul e ganha grátis o Guia da Garden Route. Já vendemos mais de 280 unidades! Compre aqui sua cópia.

Idiomas falado na África do Sul

A África do Sul possui 11 idiomas oficiais, dos quais o Inglês é um deles. A maioria da população fala Inglês, principalmente em lugares turísticos. Não se preocupe se você não entender muito bem o que algumas pessoas dizem, pois o Inglês nem sempre é o idioma nativo da maioria, eles possuem um sotaque bem distinto. Mas comunicação é possível!

Companhias Aéreas

Para ir do Brasil para a África do Sul tem duas opções de compania aérea. A South African Airways é a empresa que tem mais tradição nessa rota e a LATAM começou em Outubro de 2016 a fazer a rota de Guarulhos (São Paulo) para Joanesburgo.

Muitas pessoas tem voado à Cape Town via Luanda (Angola) pela TAAG, pois eles tem feito muitas promoções e realmente o preço é atrativo. Honestamente, eu não gostaria de voar com eles, mas os relatos que ouço é que foi tudo bem. Eu já fui à Angola duas vezes, e é realmente bem tranquilo no aeroporto, só não sei se eu confiaria na linha aérea – mas isso é apenas minha impressão pessoal.

Na África do Sul, os vôos internos podem ser feitos com a própria South African e a British Airways faz alguns vôos locais.

As companhias Low cost na África do Sul são: KululaMango e FlySafair.

Qual dinheiro da África do Sul?

O câmbio é mais ou menos 1 real (BRL) pra 4 rands (ZAR) – valores reais no XE. Algumas lojas de câmbio vendem rands no Brasil, mas é claro que o preço será bem mais caro. Aceita-se facilmente cartão de crédito internacional em restaurantes, lojas, shoppings, etc. Dólar e Euro não são aceitos nos estabelecimentos.

Tax Free  – Reembolso de impostos

As compras que você fizer na África do Sul são elegíveis para reembolso de impostos. É um pensamento bem legal, que se você não mora naquele país, não usufruirá da estrutura pública, então não tem que pagar impostos.

Guarde todos os recibos de suas compras e quando fizer as malas, deixe essas compras por cima na mala. Você tem que apresentar os recibos para serem conferidos com a mercadoria – só pra não ter espertinho juntando nota e arrecadando dinheiro. Você tem que fazer isso antes do check-in. Depois de despachadas as malas e feito a imigração, você para na loja do tax free com seus recibos e recebe um cartão VISA com seu crédito.

Veja mais detalhes dos procedimentos neste post: Tax Return no Aeroporto de Joanesburgo – passo a passo

Eletricidade

As tomadas na África do Sul são 230V e o pino é do tipo D em geral. São três pinos gordos, do tamanho do dedo mindinho. Alguns hotéis oferecem adaptadores para os hóspedes, mas é melhor garantir e ter seu próprio adaptador. Compre na chegada no aeroporto, pra ter certeza que está comprando o adaptador correto, uma vez que esse pino tipo D não é muito comum pra nós brasileiros.

Comida e alimentação na África do Sul

As porções em restaurantes são generosas, e a comida é bem internacional. Filé com purê de batatas, pastas, frango, peixes, etc. Também existem muitas opções vegetarianas. Você não passará perrengue. Para comer comida típica, é preciso ir em um restaurante africano. Em restaurantes, geralmente precisa-se fazer reserva de mesa, ligue com algumas horas de antecedência, e se for um restaurante muito concorrido, com alguns dias de antecedência.

Seguro de Viagem

Não é obrigatório para entrar na África do Sul. No entanto, é sempre bom viajar assegurado né. Aquele tipo de coisa que ninguém que usar, mas é bom ter. Nós usamos o site Seguros Promo, que faz comparação de preços de vários seguros. (Se você não sabe o que é um seguro de viagens, leia este post aqui).

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 pra ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Um seguro de 15 dias na África fica menos de 100 reais! Clique aqui para fazer sua cotação.

Transporte na África do Sul

Transporte público na África do Sul é muito limitado. Dito isso, a cidade de Cape Town investiu muito no MyCiti – o ônibus público. Lá é mais tranquilo andar de ônibus – no entanto – eu ainda prefiro ter a liberdade do carro próprio.

Tire a permissão internacional para dirigir (PID) no Detran da sua cidade. Prepare-se para dirigir na mão inglesa (motorista fica do lado direito do carro). Geralmente as pessoas ficam preocupadas em passar a marcha com a mão esquerda, ligar a seta, etc. Mas o difícil de mudar o sentido da direção não é a mecânica do carro, garanto que em pouco tempo você se habituará – o difícil é o trânsito ao contrário. Então diriga presentando muita atenção, desligue o som do carro e tente não entrar na contra-mão. Alugue também um GPS, impossível andar sem (ou compre chip de celular).

Aluguel de carro na África do Sul

Para alugar um carro, conte com qualquer companhia internacional, na África do Sul tem todas: Avis, Hertz, Thrifthy, Europcar, etc… Vá com que a que conseguir melhor preço. Recentemente nos afiliamos à Rentcars e temos usado o serviço de busca deles, que compara o preço das maiores operadoras e é possível pagar em reais e parcelar, coisa que não se consegue ao reservar direto em sites gringos. Faça uma cotação aqui.

A infraestrutura de estradas na África do Sul é muito boa, excelente. Viajar de carro é muito tranquilo, apenas evite as estradas à noite por causa da baixa iluminação.

Pra quem não quiser encarar a mão inglesa existe a opção de andar de taxi, mas é mais caro que alugar um carro. Você liga nos serviços credenciados (ou taxis do hotel) e agenda a viagem, o preço já é pré-combinado. Outra opção é fazer passeios guiados com operadoras de turismo, seu hotel poderá te ajudar com isso.

Outros tipos de transporte

Também é possível andar de Uber em Cape Town e Joanesburgo.

Pra quem não quer alugar carro, existe um serviço de ônibus turístico que vai à todas as cidades turísticas da África do Sul. Você compra um passe único que é válido por um certo período, e pega o ônibus pra chegar em cada cidade. Chama-se Baz Bus.

Evite andar (quero dizer, não ande de jeito nenhum) nos taxis coletivos (vans) que circulam pela cidade. Nem sempre são seguros, principalmente para estrangeiros.

Leia mais sobre a África do Sul nesses posts:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Vale a pena alugar carro na África do Sul?

CAPE TOWN

O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town
Mergulhando com tubarões brancos na África do Sul

VINÍCOLAS

Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
10 melhores vinícolas de Stellenbosch
5 melhores vinícolas de Franschhoek
Constantia, vinícolas pertinho de Cape Town
10 vinhos tintos bons e baratos para tomar na África do Sul

JOANESBURGO, PRETORIA

Turistando em Joanesburgo
Pretoria

SAFARIS

Safari no Kruger Park, África do Sul
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo
Madikwe

ROTA JARDIM

Mossel Bay
Swellendam e De Hoop
Knysna, equilíbrio perfeito entre Mar e Montanha
Saltar de Bungee Jump na África do Sul

OUTROS

Ballito, praia tranquila próxima a Durban
Onde dormir em Nelspruit – 5 sugestões de hotéis e pousadas
Drakensberg
Panorama Route

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

~Se Lança~

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.