Melbourne, o que fazer e roteiro de 3 dias

Esra cidade me surpreendeu por ser uma megalópole, eu não eperava! Leia neste post sobre: Melbourne, o que fazer e nossa veja nossa sugestão de roteiro de 3 a 4 dias. Um roteiro de 3 dias em Melbourne já dá pra ter uma idéia legal da vida na cidade e conhecer várias atrações turísticas.

Leia o post completo ou clique para ir direto:

Roteiro de 3 ou 4 dias em Melbourne

  • 1o DIA – Australia Open
  • 2o DIA – Queen Victoria Market + Melbourne Museum + Street Art
  • 3o DIA – Spencer Outlet + Docklands
  • 4o DIA – South Wharf, Southbank + Jardim Botânico

Na verdade meu roteiro são de 4 dias em Melbourne porque fui em Janeiro e tive a opotunidade de assistir ao Open da Australia de tênis.

Se for em janeiro também, já anota essa dica, se não, siga o roteiro à partir do dia 2.

Se você precisa de um roteiro de 2 dias em Melbourne, junte o dia 3 + 4 de uma maneira mais corrida ou seletiva.

1 dia – Australia Open

Um dos maiores eventos mundiais de tênis é o Australia Open, em português: Aberto da Austrália. (Pra quem não sabia – como eu – os outros grandes eventos de tênis são Wimbledon, Roland Garros e US Open).

São 2 semanas de competições – masculino e feminino. Os jogos acontecem o dia todo e simultaneamente em várias arenas e quadras. O ingresso geral te dá acesso à área comum e às quadras menos famosas. Pra entrar em um jogo TOP, tem que comprar o ingresso separado, e esse pode ficar bem salgado – tipo uns 200 dólares. Nosso ingresso na geral custou 50 dólares australianos e as crianças entraram de graça.

A galera da geral pode entrar em alguns jogos mais selecionados mas tem que ficar esperando numa fila, quando vaga lugar. A gente ficou uns 45 minutos na fila da Melbourne Arena e conseguimos assistir aos últimos 2 sets do jogo do austríaco Thiem – que descobrimos depois é o quinto no ranking mundial.

Além dos jogos, o espaço é super animado e legal. Tem váááários restaurantes, bares, espaço kids (onde inclusive as crianças batem uma bolinha), tem palco de show, lojas e muita – mas muita gente andando pra cima e pra baixo.

É um mega evento que vale super a pena conhecer – até pra quem não manja nada do esporte. Que era meu caso, mas depois da minha experiência, saí um pouco mais iluminada no assunto.

Fica de olho nas datas no site oficial: AO.

2 dia – Queen Victoria Market, Melbourne Museum, Street art

Queen Victoria Market – me surpreendi com este mercadão. É enorme, tem muitas lojas de roupas, souvenir, coisinhas fofas, cafés, praça de alimentação, açougue, frutas e etc.

Mas o mercado é super organizado, limpo e as coisas que tem lá pra vender são realmente mais baratas e de qualidade.

Atenção aos dias de funcionamento: terça, quinta, sexta, sábado e domingo. Nas quartas-feiras tem a feira noturna. Endereço: na Queen St.

Passamos a manhã no mercado, almoçamos lá e fomos ao museu, pois é bem pertinho.

Queen Victoria Market

Melbourne Museum – é o museu de história natural e cultura. Um dos melhores que já conheci. É uma excelente programação especialmente para quem tem crianças. Além do assunto dinossauros e bichos despertarem a curiosidade de todos, tem uma área interativa para os pequenos de até 5 anos brincarem.

Vale super a pena conhecer, recomendo para todos, com ou sem crianças. Pagamos 15 AUD por adulto e crianças até 16 anos não pagam.

Endereço: 11 Nicholson St. Aberto diariamente das 10:00 às 17:00.

Museu de Melbourne

Street Art – na volta do museu, passamos em alguns pontos de arte de rua. Sinceramente, foi um pouco decepcionante, mas como era caminho pra casa – não custou nada passar.

O beco mais famoso é o AC/DC lane.

Quem gosta muito do assunto, pode baixar este guia em PDF: Melbourne_StreetArt.pdf com todos os pontos artísticos.

AC/DC Lane

3 dia – Spencer outlet, Docklands

Spencer Outlet – me surpreendeu este shopping. Tem muitas lojas e com preços ótimos. Vale super a pena pra quem quer fazer comprinhas. Camisetas de 5 AUD pras crianças no Cotton On, tênis à partir de 50 aud na New Balance, Fila, Skechers e um tanto de outras lojas de sapatos. Tem roupas das marcas australianas com Rip Curl e Volcom. Além de lojas de casa, departamento e etc.

Com praça de alimentação e loja outlet da Lindt yummy!

Endereço: 201 Spencer St. Abre todos os dias às 10 da manhã e fica aberto até às 18 – com exceção de quinta e sexta que fica aberto até às 19.

Docklands – um pier com restaurantes, um shopping e uma roda gigante. Sinceridade seja dita, ficamos um pouco decepcionados, achamos tudo meio vazio. Mas pode ter sido eu quem fui no horário errado.

De qualquer maneira, tomamos um cerveja com vista para o pier – que foi bem bacana. Depois caminhamos pelo shopping e tomamos um sorvete.

A roda gigante Star Observation Wheel, é a principal atração. Meia hora de passeio com vistas para toda a cidade. O ingresso custa 36 AUD e pode ser comprado com antecedência neste link. Depois é só apresentar o voucher no celular.

Star Observation Wheel

4 dia – South Wharf, Southbank, Royal Botanic Gardens

South Wharf – uma das áreas mais vibrantes e legais da cidade. Tem muitos restaurantes e bares na beira do rio, mas muitos mesmo! E todos pareciam lotados de gente. Vale super a pena se planejar pra almoçar – ou melhor ainda – curtir um fim de tarde no South Wharf. Mas chegue cedo pra pegar uma mesa legal.

Southbank – Além dos restaurantes tem um shopping e artistas de rua. A caminhada pela beira-rio é muito legal.

Royal Botanic Gardens – um enorme parque no meio da cidade. Bonito para caminhar, descansar ou fazer um piquenique. Infelizmente não encontramos nenhum parquinho infantil, só o gramado, laguinhos e patinhos. Fique de olho na programação no site, quem sabe na data da sua viagem tem algum evento legal rolando no parque.

O que fazer em Melbourne com crianças

O melhor passeio com as crianças foi sem dúvida o Museu de Melbourne. Foi simplesmente sensacional, elas amaram brincar lá, ver os animais, fósseis, planetas e etc. Um “must go” para famílias.

Nós aproveitamos os parquinhos da cidade também. Fomos no parquinho da Flagstaff Gardens, que fica bem ao lado do Queen Victoria Market. (entre as ruas King e William).

 

🚑 Atenção: veja aqui um post sobre Seguro de viagem Internacional e vá pra Australia sem preocupação.

Atrações para as crianças em Melbourne:

* Luna Park e St Kilda Beach – o mesmo Luna Park de Sydney, com brinquedos cheio de pisca-pisca e animação. Carrosel, montanha russa e etc. O parque fica em St Kilda, então aproveite e já conheça a praia.

* Collingwood children’s farm – um programa de local! É uma fazenda dentro da cidade. As crianças podem tirar leite da vaca e conhecer outros animais da fazenda. Adulto paga 12 AUD para entrar e criança 7.

* Sea Life Aquário – esse fica bem no centro da cidade, mas não fomos por achar o ingresso caro – 44 AUD. Mas claro que é um passeio maravilhoso para fazer com os pequenos, só tirar o escorpião do bolso e comprar antecipado aqui 😉

* Zoológico Werribee – um zoológico ao ar livre onde se faz um safari para conhecê-los. Atenção para economizar: nos fins de semana crianças menores de 16 anos não pagam o ingresso de 38 AUD. Durante a semana somente os menores de 3 anos entram grátis. Compre o ingresso antecipado aqui. 

* Legoland – um espaço com estátuas e maquetes feitas de legos, 2 “rides”, além de 11 espaços de brincar super criativo com os legos. A entrada custa 32,50 AUD, mas a vale a pena entrar e ver os preços no site oficial antes de ir – tem certos dias e horários que tem desconto.

Para ainda mais dicas do que fazer com crianças em Melbourne leia esse post do blog Kids2gether.

Onde ficar em Melbourne

Eu havia lido nas minhas pesquisas que o melhor lugar para ficar era na movimentada Flinders St. Pegamos um apart-hotel e no fim foi uma boa opção por ser no meio do caminho para as atrações turísticas.

O bom de ficar na Flinders é que tem um TRAM que é grátis que passa nela. Este tram circula pelo centro da cidade e você subir e descer à vontade desde que não saia da zona grátis. O resto fizemos tudo à pé!

Este foi nosso apartamento: City Lights. O apartamento era completo com cozinha e máquina de lavar/secar. Cozinhar em casa sempre quebra um galho! Tinha uma vista linda do rio. A cama era muito confortável, mas o sofá cama para as crianças não. Acabamos colocando o colchão no chão e deu tudo certo. Achei um bom custo x benefício no final.

Veja mais opções de hospedagem em Melbourne aqui.

Passeios bate-e-volta de Melbourne

A coisa que mais tem são passeios de 1 dia na região, bate-e-volta da cidade. Eu fiquei aguando em fazer todos estes que eu pesquisei. Mas, eu particularmente não fui porque são passeios muito demorados e eu estava com minha filha de 1 ano que não iria aguentar…

Vai ficar para a próxima, mas seguem as dicas:

Phillip Island – o ponto alto deste passeio é ver um desfile de pinguins, que saem todos os dias por volta das 17h e marcham pela ilha.

Yarra Valley – região produtora de vinhos. Aproveite o dia para conhecer vinícolas, degustar vinhos e almoçar na região do rio de mesmo nome, Yarra. Esse passeio tem visita às vinícolas e fazendas, degustando além dos vinhos queijos e chocolates. O preço inclui um almoço gourmet na vinícola também. Atenção – estes passeio não é recomendado para fazer com pequenos =(

Great Ocean Roads e 12 Apóstolosesse é o passeio mais clássico. TEM QUE SER FEITO! O que mais me doeu no coração perder. Se tiver que escolher só um, é este. Uma das estradas mais lindas da Austrália, cheia de praias, florestas e belezas de tirar o fôlego. São

12 Apóstolos – Foto por Hugo Kruip no Unsplash

Aluguel de carro para os passeios de um dia

Outra opção ao invés de fazer passeios com operadoras, é alugar um carro e fazer tudo por conta própria.

Fica mais barato dependendo do número de pessoas viajando no seu grupo. Outra vantagem é ter mais liberdade.

A desvantagem é perder todo conhecimento que o guia te passa, além de ir mais relaxado não tendo que se preocupar com direção – que na Austrália é mão inglesa. De qualquer maneira, orçe agora um aluguel de carro no RentCars e veja o que vale mais a pena pra você.

Ufa! Tem coisa pra fazer nesta cidade e região né?!

Leia mais um post relacionado:

Sydney com crianças: 7 atrações imperdíveis
Guia de sobrevivência na Nova Zelândia
10 dias pela Ilha Sul da Nova Zelândia
5 dias pela Ilha Norte da Nova Zelândia
Viajar para a Nova Caledônia, dicas antes de partir
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
Sua saúde e farmácia de viagem

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças pelo mundo no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

~ Se Lança ~

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.