Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/selanca0/public_html/wp-content/themes/hermes/admin/inc/lib/custom-metaboxes/init.php on line 924
O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis - Blog e dicas de viagem - Se Lança!
O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis
Ásia Japão

O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis

Quando pensei em escrever esse post sobre o que conhecer em Tóquio, pensei em listar pelo menos 5 lugares que deveriam ser imperdíveis, que deveriam estar no roteiro de todo mundo que vai a capital do Japão. Na hora achei que era uma ótima oportunidade de contar resumidamente, para aqueles que querem ler pouco mas ter uma informação precisa, alguns poucos lugares que não podem ficar de fora do roteiro…

Mãããs, quando comecei a escrever, percebi quão injusto e extremamente difícil era essa tarefa.

Essa cidade, assim como esse país, é tão complexa e tão rica em uma variedade inumerável de templos, museus, restaurantes, cafés, bairros, lojas, comidas, artesania… e tudo isso somado a um nível cultural que eleva qualquer padrão que você achava conhecer sobre qualidade e expertise, que, listar apenas em 5 lugares, acabou virando uma árdua tarefa que fez minha cabeça fritar.

Tóquio é uma cidade que me surpreendeu absurdamente, acho que já deu pra perceber bem isso em todos os meus posts sobre Tóquio, né?

Após quebrar a cabeça aqui, listo abaixo os 5 lugares que mais amei conhecer em Tóquio e que amaria ter a chance de voltar:

O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis

1.HARAKUJU&TAKASHITA STREET:

Harakuju é o bairro onde o que nós do ocidente pensamos sobre o futuro acontece, ali mesmo, no presente. É o bairro da moda, a da moda vintage misturada com a moda futurística. É hipster, é a zona de adolescentes criativos, irreverentes. Jovens que tem coragem o suficiente de desafiar milênios de um comportamento padrão e repleto de tabus e expor a sua personalidade através de suas roupas, cabelos, jeito de andar.

Vá passear pelo bairro de Harajuku e principalmente pela Takashita Street se você quiser ver cosplays e comer algodão doce colorido. Quando entrei nessa rua, tive a certeza que estava entrando em um jogo de videogame e não queria mais sair.

o-que-conhecer-em-Tóquio-harakuju
Takashita Street no bairro de Harakuju

Além de gente diferente, na Takashita você verá prédios inteiros com várias lojinhas diferentes, um tema por andar, de tudo o que você imaginar, ou melhor, de tudo o que você nunca imaginou que existia.

Não deixe de passear pela Omotesanto Avenue onde há várias lojas de luxo das marcas Dior, Ralph Lauren, Louis Vuitton, eu sei, você já tá cansado de ver essas marcas aqui no nosso mundo ocidente, mas se for uma pessoa curiosa como eu, vale ir pra ver como elas se adaptam ao público oriental.

Destaques do que fazer no bairro de Harajuku:

  • ver muitos cosplays.
  • comer no Ichiran Ramen.
  • comer algodão doce colorido em qualquer barraquinha de rua.
  • passear pelas pequenas ruas e lojas.
  • andar a Takashita Street de ponta a ponta.
  • dar uma espiada em como vivem e compram os japoneses abastados na chiquérrima Omotesanto Avenue.
  • veja opções de hospedagem em Harajuku aqui.
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

2. SHINJUKU:

É o bairro mais frenético de Tóquio, dos negócios a diversão. Muita diversão e tudo misturado.
É um bairro bem turísticos, a maioria dos blogs que li antes de ir a Tóquio recomendavam se hospedar em Shinjuku. Nós não seguimos a recomendação, porque não queríamos ficar tão no meio do fervo. Mas caso você queira ficar bem localizado, próximo a muitos lugares pra sair à noite, saiba que Shinjuku é uma ótima opção.

Prédios de escritórios, infinitos prédios de games, produtos eletrônicos, bares, compras e uma vida noturna frenética que fazem de Shinjuku uma bairro que tem vida 24 horas por dia.

É neste bairro que tem o famoso Pokemon Bench de Tokyo. Um lugar com vários bancos decorados com o logo do desenho onde os aficionados sentam pra jogar (Shinjuku Station’s West Exit, bem na frente da loja Yodobashi Camera).

o-que-conhecer-em-Tóquio-pokemon-bench
Gachapons na Capsule Toy Jungle e Pokemon Bench de Tokyo (Shinjuku Station’s West Exit, bem na frente da loja Yodobashi Camera)

Não deixe de se perder nas ruelas de Golden Gai. As ruas são praticamente becos com largura suficiente pra esticar os braços. Até 1958, os bares em Golden Gai eram conhecidos por prostituição ilegal nos andares de cima. Embora hoje em dia o distrito já seja limpo e seguro e esteja super na moda, ainda mantém esse ambiente nostálgico, com ar de “prostíbulo” underground. No começo ficamos meio receosos, mas depois entramos na vibe do lugar e foi uma noite memorável.

o-que-conhecer-em-Tóquio-shinjuku
Entrar pra jogar um pouco de video game em um dos mil prédios e andares dedicados a jogos, tomar uns sakês em Golden Gai, passear pelas ruas ultra iluminadas de Shinjuku. Um bairro fervente, dia e noite.

Se perca também na Tokyo Hands e seus 6 andares de produtos com absolutamente tudo o que você pode imaginar. Só no andar da papelaria eu fiquei umas 2h 🙈

Destaques do que fazer no bairro de Shinjuku:

  • tomar uns sakes nos micro bares da Golden Gai.
  • passear pelo Gyoen Garden.
  • Capsule Toy Jungle: lojinha subterrânea com mais de 500 máquinas de Gachapon
  • Pokemon Go Bench: bancos pros fãs de pokemon jogarem – bem na frente da loja Yodobashi Camera
  • desbravar todos os diferentes andares da loja Tokyo Hands. É uma perdição, produtos que você nunca imaginou existir, existem e são TOP.
  • se perder no laberinto de ruas estreitas cheias de pequenos restaurantes da Omoide Yokocho Alley. Similar a Golden Gai, porém mais focado em restaurantes pra comer frango frito entre outras iguarias japonesas. Fica  perto da saída oeste da estação de Shinjuku.
  • visitar o Hanazono Shrine (santuário xintoísta).
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

3. SHIBUYA:

É o bairro onde tem o mais famosos e populoso cruzamento do planeta – Shibuya Crossing. Lá também onde rodaram o épico racha de Velozes e Furiosos.

É um cruzamento barulhento, cheio de luzes e muita gente. Todos os outdoors falam ao mesmo tempo, é uma bagunça organizada, mas bagunça. Muitos turistas com os celulares pra cima, filmando o cruzamento. Você será mais um.
Eu atravessei algumas vezes, por todas as faixas, hahah. Nem todas filmando, algumas só cruzando mesmo, pra ver as pessoas, pra sentir aquele lugar.

o-que-conhecer-em-Tóquio-shibuya
O cruzamento mais famosos e populoso cruzamento do planeta – Shibuya Crossing – veja mais dicas sobre nosso roteiro completo por Tóquio e como foi nossa experiência no Shibuya Crossing nos stories Japão no nosso Instagram clicando aqui.

Depois de atravessar por todas as faixas, recomendo subir até o Starbucks que fica bem em uma das esquinas ou no Shibuya Crossing View, pra melhores vistas do formigueiro humano. O Shibuya Crossing fica no último andar do prédio Magnet, fácil de localizar em uma das esquinas do cruzamento. Se você olhar pra cima, já vai ver onde é. Você sobe pelo elevador e lá na entrada paga 300 yens para entrar na área de vidro de onde se vê o cruzamento.

Destaques do que fazer no bairro de Shibuya:

  • atravessar todas as vezes que sua paciência e curiosidade permitir pela Shibuya Crossing.
  • subir no rooftop da Magnet para melhores vistas do cruzamento.
  • conhecer a mega store Don Quijote – tem em vários bairros, mas a de Shibuya é uma das maiores.
  • Meiji Sanctuary – pra ir de dia. É gigante, vale caminhar pelos jardins além da área central.
  • tire a sorte no Meiji Sanctuary (500 yens – paga na hora).
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

4. ASAKUSA:

É o bairro mais legal pra você poder comparar o Japão dos anos 50 com o Japão mais moderno de Ginza ou Odaiba.

É neste bairro que está o templo budista mais antigo de Tóquio, o Senso-Ji. Andando pelas ruas próximas ao templo, você se sentirá em um parque temático, por conta do visual e da música instrumental japonesa que toca em alto e bom som o tempo todo.

Neste bairro também está a Tokyo Sky Tree, a estrutura mais alta do Japão. De lá dá pra ver a imensidão da cidade de Tóquio. Há observatório em 2 plataformas, a Tembo Deck  que fica a 350 metros de altura e a Tembo Galleria, a 450 metros. Bem abaixo da Torre está o Rio Sumida, de onde também se pode pra fazer passeios de barco pela baia de Asakusa até a ilha artifical de Odaiba.

Dividimos nossos 6 dias em Tóquio nos hospedando em 2 hotéis diferentes pra conhecer mais opções pra recomendar pra vocês. Ambos em Asakusa que é um bairro mais afastado, porém mais barato pra se hospedar. Escolhemos um hotél mais em conta e outro mais chiquezinho.

Pra quem for do time hotéis mais em conta, recomendo o APA Hotel Asakusa Ekimae. Fica exatamente em frente a estação de metrô de Asakusa e há 2 quarteirões do Templo Senso-ji. É muito bem localizado. O APA é uma rede de hotel com ótimo custo benefício e tem vários APAs em todos os bairros de Tóquio. Os quartos são pequenos, mas super confortáveis e bem equipados. É uma rede que se posiciona como “luxo-acessível”.
O outro hotel mais chiquezinho que ficamos foi também em Asakusa e contei mais sobre ele neste post aqui.

Acho que a pluralidade cultural do Japão se encontra e se mescla todinha nesse bairro tão tradicional que é Asakusa. Acho que por isso amei tanto ter me hospedado lá.

o-que-conhecer-em-Tóquio-tokyo-asakusa
Nas fotos: a entrada principal do templo Senso-ji, o rio Sumida com a Sky Tree ao fundo, uma pessoa amarrando a “má sorte que tirou na visita ao templo”, eu na entrada do templo de dia e depois de noite (que comentei pra vocês acima como fica lindamente vazio e fantasmagórico).

Destaques do que fazer no bairro de Asakusa:

  • visitar os templos Senso-ji e Kaminarimon.
  • caminhar e comprar na Nakamise – shopping street.
  • caminhar pelas ruas laterais ao templo Senso-ji, deixar-se guiar pela música ambiente e os cheiros da rua.
  • alugar um kimono em qualquer uma das lojinhas ao lado do templo pra fazer umas fotos maneirudas.
  • subir no observatório da Tokyo Sky Tree.
  • ver o skyline de Tóquio a partir de um cruzeiro de barco pelo Rio Sumida de Asakusa a Odaiba, passando pela ponte Arco Iris.
  • se gostar de parque de diversões: Hanayashiki Amusement Park.
  • fazer um passeio com o típico Riquixá, só tem em Asakusa. É uma carroça guiada por um humano. Passa por vários pontos turísticos do bairro, além do próprio passeio ser uma aventura.
  • se você se hospedar em Asakusa*, vale programar um passeio a noite pela rua principal do templo, fica vazia, com as luzes acessas criando uma atmosfera fantasmagóricamente linda.
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

5. TOKYO STATION:

Não é um bairro, mas é um dos lugares que mais pirei em conhecer. É uma estação de metro que nem se você somar os shoppings Morumbi, Ibiraquera e Eldorado juntos, daria pra ter a quantidade de lojas que tem apenas nessa estação do metrô. E o mais legal: são lojas incríveis!

Roupas, sapatos, papelaria, cosméticos, brinquedos, gachapon, farmácia, tem de tudo!
Mas o ponto alto e que torna a Tokyo Station muito famosa é uma rua cheia de restaurantes que servem ramen (lamen no Brasil) – a Ramen Street. É um restaurante atrás do outro. Simplesmente imperdível e o melhor ramen que comi em Tóquio foi lá.

o-que-conhecer-em-Tóquio-tokyo-street
Melhor ramen que comi em Tóquio (restaurante Soranoiro na Ramen Street dentro da Tokyo Station)

Destaques do que fazer no bairro de Tokyo Station:

  • se perder pelas inúmeras ruas subterrâneas da estação e ver os diferentes tipos de lojinhas
  • comer um ramen na Ramen Street (nós comemos no Soranoiro).
  • dentro da estação também tem a Tokyo Gachapon Street. Se divirta comprando alguns brinquedinhos encapsulados. Gachapon é uma feeeebre no país e apesar de algo totalmente inútil, pode ser um souvenir legal pra trazer pros amigos. Custam em média 300 yens.
  • saia da estação e caminhe pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉.

Ufa! É isso, aí estão os 5 lugares que acho imperdíveis pra você que está querendo saber o que conhecer em Tóquio 😉
Espero que este post tenha aguçado ainda mais a curiosidade de vocês.

Outros posts sobre Tóquio que podem te interessar:

Melhor hotel em Tóquio: review The Gate Hotel Asakusa
Tour Curiosidades Culturais em Tóquio
26 Dicas rápidas de Tóquio: O que preciso saber antes de ir
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

 

Deixe uma resposta