Panorama Route na África do Sul
África do Sul Descubra mais

Panorama Route na África do Sul

Se lança pra Panorama Route na África do Sul

A Rota Panorâmica é uma rota cênica em Mpumalanga ao longo do Blyde River Canyon, o terceiro maior canyon do mundo. São lindas vistas, cachoeiras, formações rochosas, rios… Tudo feito com capricho pela Mãe Natureza.

Como se virar

Você pode incluir esse passeio no seu roteiro se está indo de carro de Joanesburgo ao Kruger. Saia cedo de Joburg (tipo 6 da matina) pra aproveitar o dia e não chegar tarde no seu hotel de destino.  No meu caso, já moradora de Maputo, tirei um dia para vir especialmente à esta região passear.

Mais infos de como se virar na África do Sul aqui.

Locomoção e como chegar

Pra percorrer esta rota, é preciso carro, apesar de que eu também vi algumas pessoas em ônibus de excursão. Um dica importantíssima, dirigir nessa região à noite é perigoso, desce um nevoeiro pesado que deixa a visibilidade muito baixa. Nós chegamos tarde no hotel, por volta das 20h, e os últimos trechos estávamos dirigindo a 40km/h pois não víamos 10 metros na nossa frente. Redobre o cuidado, pois também existe gado solto que às vezes vai pra estrada.

Se puder, evite mesmo dirigir a noite nessa região.

Onde Ficar

Graskop Hotel –  Excelente custo/benefício. Hotel 3 estrelas muito bonitinho. Os quartos da casa são decorados inspirados em artistas sul-africanos. Nós preferimos um ambiente mais “clean” e optamos por um quarto nos jardins. Café da manhã excelente, staff atencioso, recomendo. Preço foi 860 rands por quarto por noite. Endereço: 3 Hoof St, Fone: 013 767 1244

Outras opções de onde se hospedar em Graskop aqui.

Onde comer

Seja onde for, coma panquecas, especialidade da região.

pilgrims-rest-banana-pancake

Harrie’s Pancakes – Em Graskop. Uma delícia, várias opções de panquecas doces e salgadas. O restaurante vive cheio. A porção é bem grande, dá pra almoçar, e dividir uma panqueca doce como sobremesa.  Fone: 013 767 1273; Endereço: Esquina das ruas Louis Trichardt e Church

harries pancakes

 

Como percorrer a Rota Panorâmica

Se está vindo de Joanesburgo (na R533) , antes de começar a rota, pare um pouquinho em Pilgrims Rest. Cidade histórica conservada desde os tempos da corrida do ouro. A cidade é uma rua… Você desce lá e anda um pouquinho vendo as casas e construções antigas. É um museu vivo. Também tem algumas lojinhas e artesanatos.

pilgrims-rest

Chegando na Panorama Route, é muito fácil seguir a rota, é um estrada única (R532), com um “alça” (R534) pra algumas partes. Tem vários pontos para parar e apreciar a vista. A maioria deles tem que se pagar 10 Rands por carro. Com algumas exceções, como os potholes, custa 40 rands por carro e outros 30 rands por pessoa.

Esse mapa abaixo parece bem tosco – e é – eu sei, mas foi o que mais nos ajudou. Pegamos no hotel e a rota foi toda sublinhada de azul. Escaneamos para vocês verem e usarem também:

mapa rota panoramica africa do sul

É só seguir a sequência, pode-se começar do começo ou do fim. Os melhores estão no fim, então vai do seu gosto. Meus favoritos são: Bourke’s Luck Potholes e o Three Rondavels. Abaixo está meu itinerário, porém eu comecei de baixo pra cima.

1. The Pinnacle

pinnacle

2. God’s Window

gods window

3. Lisbon Falls

lisbon falls

4. Berlin Falls

berlin falls

5. Bourke’s Luck Potholes

burkes pot holes 1

por holes

6. Three Rondavels e Blydepoort Dam

rondavels and dam

7. Bonus: Mac Mac Pools. Esse ponto fica um pouco mais pra baixo da rota principal. Não vale a pena parar só pra ver, se for até aqui, tem que dar um pulo dentro da piscina e tomar banho de cachoeira. Mas confesso, que eu devo ter ficado menos de 60 segundos lá dentro, a água é muito gelada.

mac mac pools

Mais detalhes de outros pontos aqui.

Se lança…

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Como se virar na África do Sul
Turistando em Joanesburgo
Safari no Kruger Park, África do Sul
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo
Onde dormir em Nelspruit – 5 sugestões de hotéis e pousadas
O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas

 

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

27 Comments

  1. Nicolle Fiche Seabra Kauffmann do Nascimento

    Olá,

    Cara acabei de descobrir seu blog e estou encantada!! Na semana passada surgiu uma promoção no melhores destinos para Africa do Sul e eu e um amigo compramos na louca e estamos muito empolgados!! Entretanto, tb um pouco receosos e perdidos pq, pela promoção, vamos ficar muitos dias (18) e estamos com dificuldade de balancear custo e coisas imperdíveis. Já percebemos que algum safari temos que fazer e nossa ideia é o Kruger (mas estamos indo no final de dezembro e mta coisa está lotada e o resto bem caro). Sei que posso estar abusando aqui, mas o que vc sugere? Vale a pena ir ao Kruger mesmo? Se formos de carro de johanesburgo, indicaria dormir em algum lugar do caminho ou ir direto? Nosso destino final vindo do Brasil é Cape Town, por isso essas dúvidas. Se puder nos ajudar com qlqr outra dica para essa época de natal e reveillon, agradeceria muito!! E parabéns pelo blog 🙂

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Nicolle, parabéns pelas passagens pra Africa do Sul! Vais conhecer um país fantástico!

      Sobre Safari, Kruger é mesmo um excelente parque, você pode ir direto de Joanesburgo para Hazyview ou Nelspruit. Não precisa dormir no caminho. Sáo 4 horas. Se o orçamento estiver muito pequeno, durma do lado de fora do parque e façam o passeio no carro de vocês mesmo. Mas eu recomendo fazer com os guias se puder, eles manjam! Veja AQUI sobre o Kruger.

      Outras opções de Safaris são o Pilanesberg, bem pertinho de Joanesburgo. Detalhes AQUI.
      Ou o Madikwe, excelente parque, mas também um pouco mais caro. Fica a 4 horas de Joanesburgo, fronteira com Botswana.

      Já que tem 18 dias por lá, não deixe o safari de fora não. Se gostarem de Road Trip, podem dirigir de Cape Town até Knysna e voltar, ou de Cape Town até Port Elizabeth e de lá voarem para Joburg. Visitem as viícolas sem falta (AQUI). Dois ou três dias em Joanesburgo é suficiente. E deixem uns 4 dias para safari, dois dias inteiros dentro do parque, 1 dia pra ir e outro pra voltar.

      Espero ter ajudado. Se lança! Abraços.

      Responder
  2. Welisson

    Olá,

    Primeiro, parabéns pelo site, muito bem escrito e agradável visualmente. Gostaria de tirar uma dúvida. Estou indo de Joanesburgo para o Kruger de carro, e após ler este roteiro, pretendo fazer a panorama route, no caminho, para depois entrar no parque (onde pretendo me hospedar).

    Tenho algumas dúvidas: para ir até Blydepoort Dam, posso ir pela R532? O google maps está indicando para chegar pelo outro lado, pela R531. Após visitar este ponto, se for pela 532, volto por onde eu vim, ou continuo para de certa forma fechar o círculo, pegando a R36? Tem algo que valha a pena nesta estrada?

    Em quanto tempo mais ou menos faço a panorama route? Estou achando sair 6 da manhã muito cedo, não são umas 4 horas até Pilgrims Rest? Saindo por exemplo as 7 e chegando as 11 em Pilgrims, onde poderíamos almoçar para então fazer a Panorama? Qual o horário de almoço na Africa?

    Desde já muito obrigado e parabéns novamente.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Welisson, ok, vamos por partes…

      Primeiramente, fico feliz em saber que está curtindo o blog, fazemos ele com muito carinho!

      Para ir ao BLydepoort Dam, sim, é possível chegar pela 532. Esse mapinha meio tosco desenhado aqui no post, peguei em um hotel – e mostra bem o caminho. Na verdade, o Dam você vê do alto, junto com os three rondavels – essa foto da capa aqui no post. Então deve dar para vê-lo dos dois lados, pela 532 e 531. Fui duas vezes lá e nunca entrei pela 531 – então não sei bem o que tem desse lado. Sugiro entrar pela 532 pra não dar muita volta em estrada.

      Não precisa fechar o círculo pela R36, não tem nada lá. Vai e volta pelo mesmo caminho que será mais rápido.

      Dá pra sair às 7 sim, mas talvez você leve um pouco mais que 4 horas pra Pilgrams.

      Minha sugestão é a seguinte – vai até Pilgram’s Rest, se chegar muito cedo, pode dar só uma volta e segue para Graskop (pela R533) – onde começa a Panorama Route. Pode almoçar em qualquer uma dessas cidades – temos duas sugetões aqui no post. Almoço é por volta das 12:00, só que a turma não costuma almoçar tarde, então deve chegar no máximo umas 14:00 em restaurantes.

      A rota vai depender de quanto tempo você vai querer ficar em cada ponto desses, mas diria que pode fazer de 1,5 a 3 horas. Como você vai até o Kruger, não vacile com tempo – não é legar dirigir a noite aqui. Outro ponto é que o Kruger fecha os portões entre 17:30 e 18:30 (depende da época do ano) – e eu não iria querer dirigir sozinha lá dentro no escuro rs rs. E tem que calcular por qual portão você vai entrar.

      Sou sempre da turma que é melhor pecar pelo excesso do que correr riscos. Mas de qualquer maneira, sair às 7 deve dar tempo sim.

      Espero ter ajudado! Abraços

      Responder
      • Welisson

        Muitíssimo obrigado pelos esclarecimentos e, mais uma vez, parabéns pelo excelente site!

        Abraços

        Responder
  3. Alessandra Fratus

    Adorei, Tati! Usando muito essas dicas suas, ansiosa pra ver essas paisagens ao vivo! Parabéns pelo blog!

    Responder
  4. Luiza

    Oi! Parabéns pelo blog, excelente trabalho, vem me ajudando muito!
    Bom, eu gostaria de saber o que você acha sobre a rota que irei traçar: meu voo chega em Joanesburgo as 9 horas e vou direto alugar um carro para ir ao Kruger Park. Vou dormir em Graskop. Então estava pensando, será que dá pra conhecer a Panomara Route nessa parte da tarde do dia em que eu chegar e no outro dia na parte da manhã? Vou ter que estar no Kruger as 13h do dia seguinte.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Luiza, que bom que o blog está ajudando!

      Olha só, acho que você vai chegar meio cansadona da viagem, vai estar chegando do Brasil e vai pegar estrada direto? Ou de Cape Town?

      De qualquer maneira, você consegue ver a Panorama Route em meio dia se quiser. Alguns pontos de parada são bem rapidinhos.

      Abraços

      Responder
  5. Mariana

    Olá! Obrigada por todas as dicas! Irei para a África do Sul na semana que vem e utilizarei muitas delas. Aproveito para tirar uma dúvida: irei de Joanesburgo ao Skukuza-Kruger de carro. Você acha que dá para visitar os pontos da Rota Panorâmica em uma manhã? Pq penso em dormir uma noite em Graskop e sair no dia seguinte cedinho para a rota e em seguida ao Skukuza, pois me hospedarei lá. O que você acha?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Mariana!
      Dá sim pra fazer em uma manhã, só não dá pra conhecer todos os pontos.
      Eu aconselho a visitar os potholes e os 3 rondavels. E se sobrar tempo, você escolhe mais um ou dois pontos de parada.
      Abraços!

      Responder
  6. Mariane

    Olá, parabéns pelo blog. Algumas atualizações. Viemos de Joanesburgo para o Kruger Park de carro e pegamos a Rota Panorâmica, só que para chegar nela a estrada está em obras e em algumas partes cheia de buracos. Em Pilgram’s Rest o Scott restaurante fechou e achamos somente o The Vine restaurante aberto. Em dezembro, 2017.

    Responder
    • Tati Barro

      Mariane, muito obrigada pelo comentário super útil e válido!! Vou atualizar o post tambem!
      Te agradeço!

      Responder
  7. Glauco

    Otimos textos no blog 🙂 To com uma duvida que me consome, quem sabe vc possa me dar uma luz! Da pra NAO ir de carro alugado de Joanes pra Hazyview? Da pra ficar hospedado em Hazyview e sair pra comer a pe? Penso em fazer os safaris em tour, claro, e tb quero achar um tour pela rota panoramica. So nao sei se vou alugar um carro! Sera que eh viavel?? Bjs!

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Glauco, que bom que está gostando do blog! Fico feliz!
      Posso te dar muitas dicas pra ajudar nessa sua situação, vamos por partes:

      1 – Para chegar de Joanesburgo a Kruger SEM carro

      Você pode ir de ônibus até Nelspruit, olhe os preços nessas duas companhias: Greyhound e Intercape. Quando em Nelspriut, se for dormir dentro do Kruger, pode combinar com o hotel de te buscar.

      Se ainda quiser ir à Hazyview, pode tentar um transfer com esta companhia. É uma sugestão que achei aqui, não usei pessoalmente.

      2 – Sair à pé em Hazyview

      É um pouco complicado, mas só escolher bem o hotel. Eu fiquei neste hotel aqui (o Numbi) que é encostado em uma espécie de galeria com vários restaurantes, e a poucos minutos do shopping. Então, neste caso, sim é possível sair a pé. Mas cuidado, Hazyview tem muitos hotéis estilo pousadas no mato, aí sem chance de sair à pé.

      3 – Tour pelo Kruger saindo de Joanesburgo

      Uma outra opção ainda, é sair de Joanesburgo com um safari privado. Já resolve todos os seus problemas. Dá uma olhada nesta opção do Get Your Guide.

      4 – Tour pelo Panorama Route

      Eu vi vários ônibus de turismo fazendo este passeio, mas não tenho nenhum pra indicar. Minha sugestão é que assim que decidir o que fazer, entre em contato com o hotel pra ver se eles tem alguma referência.

      Abraços!

      Responder
  8. Camila

    Que riqueza de detalhes em sua narrativa sobre a experiência na Africa do Sul. Muito obrigada pela dedicação e disposição. Para quem constrói seu próprio roteiro, sites como o seu são de uma importância essencial.
    Li e reli suas publicações inúmeras vezes, sempre fazendo anotações (rs) e fiquei só com duas dúvidas que se você puder me ajudar me deixaria muito feliz.
    1. Irei de Johannesburgo ao Kruger … como gostaria de conhecer a Panorama Route alugarei um carro no aeroporto e seguirei viagem a partir das 10hrs da manhã. Assim, pensei em visitar, além do Pilgrims Rest, alguns pontos durante a tarde (como o Pinnacle, o Gods Window, o Lisbon Falls e o Berlim Falls), dormir em algum lugar e na manhã do dia seguinte continuar conhecendo os outros pontos (como o Bourke’s Luck Potholes e o Three Rondavels/Blyde Dam) seguindo ao Skukuza (que, conforme indicado no site, devido ao perigo da neblina ao dirigir a noite e respeitando o horário de fechamento dos portões do parque, pretendo chegar antes do anoitecer). Você acha interessante essa possibilidade? Se sim, indica alguma cidade ou até mesmo hospedagem para pernoitar?
    2 – Hospedando-me no Skukuza (ao sul do Kruger), qual melhor portão de entrada considerando que pretendo fazer o Panorama Route?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Camila, obrigada pelo seu comentário, fico muito feliz em ajudar =)

      Vamos por partes…

      1 – Sinceramente, acredito que você consiga ver praticamente toda a panorama route no mesmo dia. Esses pontos que você mencionou (Pinnacle, o Gods Window, o Lisbon Falls e o Berlim Falls) são rápidos. Você desce do carro, às vezes caminha 5 minutos, vê o ponto e acabou. Os potholes e Rondavels você pode caminhar e curtir mais. E como é tudo muito perto, acredito que você consiga ver tudo até o fim da tarde, antes de anoitecer. Aí você dorme em Graskop, que é a cidadezinha mais próxima da Panorama Route – assim evita de pegar estrada à noite. Se você sentir que faltou algum ponto, passa nele cedinho no dia seguinte e parte pro Kruger. Em Graskop recomendo o Graskop Hotel.

      2 – O melhor portão é o Paul Kruger Gate. Você vai andar bastante nas estradas externas do parque – o que é mais rápido. Depois que entra no parque, tem que dirigir mais devagar.

      Depois volta aqui pra contar sobre sua viagem 😉
      Abraços e se lança!

      Responder
  9. William

    Tati, tudo bem ? Tenho lido seu relato, tudo muito bacana!
    Gostaria que me ajudasse se possível. Chego dia 24out/18, só que estava pensando em dormir em joanesburgo para descansar e sair no outro dia bem cedo pra fazer a rota panorâmica. Aí vou pra graskop, faço a rota e depois quero ir até Blyde Dam Boat Trips, porém o passeio é só 15h a 16h30, aí minha primeira dúvida é, dá tempo de fazer a rota e depois ir para Blyde ?
    E depois quero ir para hoedspruit, mas consigo ainda pela tarde dormir lá?
    Aí no outro dia quero ir para o kruger, aí vêm mais duvidas (rs), o valor que pagamos no parque podemos pagar todos os dias que formos com o carro alugado ou basta uma vez ?
    Ficar lá dentro é muito mais vantajoso do que em graskop ?
    Obrigado pela sua ajuda desde já. Abraço.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi William, obrigada pelo comentário.
      Vamos lá
      1 – Seu roteiro está um pouco puxado… Para dar tempo, sugiro 6 da matina já estar na estrada pra Graskop, pois leva de 4 a 5 horas de Joanesburgo. É o tempo de chegar lá, comer alguma coisa e já partir para a Rota. Veja os principais pontos da Rota em umas 2 horas (que é bem possível) e depois já vá à represa para o passeio de barco. Pois do último ponto da rota até um passeio que vi a localização na internet, vai mais 1h e meia. Ou seja, até dá, mas não pode bobear com o tempo, pois está corrido.
      2 – terminado o passeio, dá sim para ir à Hoedspruit para pernoitar. É mais perto do que voltar para Graskop. (isso tudo eu estou considerando a localização desse passeio aqui, pois não sei qual é o seu)
      3 – sobre o Kruger, a entrada é paga por dia. Sugiro dormir lá dentro do parque se conseguir. A cidade que eu prefiro para dormir fora é Hazyview, mas você já vai estar mais para cima dela. Talvez uma sugestão seja entrar no parque pelo portão mais próximo à Hoedspruit e sair pelo Paul Kruger Gate e dormir em Hazyview se optar por dormir fora. Leia mais sobre o Kruger nestes dois posts:
      Onde ficar no Kruger
      Safari no Kruger Park
      Abraços e boa viagem

      Responder

LEAVE A COMMENT