Roteiro de 1 dia em Barcelona: o que ver em uma escala
Barcelona Espanha Europa

Roteiro de 1 dia em Barcelona: o que ver em uma escala

Como você estará em trânsito, fazendo apenas uma escala, te mostraremos neste post um Roteiro de 1 dia em Barcelona bem otimizado, para que você possa aproveitar ao máximo essa escala.

Pensando que é uma escala, esse roteiro foi montado considerando que você tem umas 10h para passear pela cidade, nessas 10h já contamos o tempo de trânsito de ida e volta do aeroporto. Fique esperto com os tempos de imigração, tá? O roteiro de 1 dia em Barcelona a seguir contempla 10h de muita bateção de perna, ajuste de acordo a sua disponibilidade de tempo.

ROTEIRO DE 1 DIA EM BARCELONA

Primeiro passo, é preciso saber o jeito mais rápido de ir do Aeroporto ao centro de Barcelona. Há 5 maneiras: táxi, ônibus, trem, metrô e transfer particular. Veja no post – Como ir do aeroporto ao Centro de Barcelona – os prós e contras de cada uma pra escolher a opção que melhor cabe no seu bolso e tempo.

Nosso roteiro começará indo primeiro pra Sagrada Família, o ponto turístico mais visitado de Barcelona. Depois serguirá para um bairro que chama Eixample, onde você verá as duas principais obras do Gaudí: Casa Batlló e La Pedrera, além de caminhar pelo Passeig de Gràcia (a Champs-Élysées de Barcelona) e por fim, irá pro centro onde você andará pela famosa Las Ramblas e pelo bairro do Gótico até chegar ao mar.

Roteiro_de_1_dia_em_Barcelona
Essas duas áreas vermelhas no mapa são as duas principais áreas que você irá bater perna neste Roteiro de 1 dia em Barcelona, depois de visitar a Sagrada Família.

Pra quem só tem apenas 1 dia em Barcelona, ou melhor, 10h como sugiro nesse roteiro, passeando por essas ‘três partes’ da cidade, você vai poder ter uma visão geral do que Barcelona tem a oferecer.

Tá, agora que você já sabe por onde caminhará, bora começar esse roteiro.

| ROTEIRO DE 1 DIA EM BARCELONA | PRIMEIRA PARTE

Do aeroporto, vá direto para a Sagrada Família, a maneira mais rápida de chegar seria de táxi, mas de metrô também é bem simples: pegue o metrô no aeroporto, desça na estação CollBlanc, linha azul e sem sair da estação vá em direção a linha azul sentido Vall d’Hebron. Desça na estação Sagrada Família.

roteiro-1-dia-em-barcelona-sagrada-familia
Vá até o lago da Praça Gaudí, próximo a calle Marina, para fazer uma foto como esta, com a Sagrada Família ao fundo.

A Sagrada Família é o ponto turístico mais visitado de Barcelona e um dos mais visitados do mundo. A Basílica está em construção a mais de 130 anos, tem prevista a finalização das obras em 2026, ano em que se comemorará 100 anos da morte de seu idealizador, o arquiteto Catalão Antoni Gaudí.

Dispensando apresentações, é uma igreja que desbanca aquela piada sem graça de que “igreja é tudo igual”. Não há nada parecido a esta no mundo. Cada estátua, cada coluna, cada torre, todos elementos presentes na fachada da igreja fazem menção a história da bíblia, sendo a fachada da calle Marina a que conta a história do nascimento de Cristo e a fachada da calle Sardenya a que conta a história da paixão de Cristo.

Sendo você crente ou não, não há como passar pela Sagrada Família e não se emocionar com tamanha beleza.

| ROTEIRO DE 1 DIA EM BARCELONA | SEGUNDA PARTE

Depois de visitar a Sagrada Família, pegue o metrô Sagrada Família na linha azul em direção a Cornellà Centre. Desça na estação Diagonal, são apenas 2 estações da Sagrada Família. Saia na saída sentido L3/Passeig de Grácia.

Agora é a vez de uma importante casa particular, a Casa Milá. Também construída por Antoni Gaudí, está localizada no número 92 do Passeig de Gràcia, bem próximo a estação de metrô Diagonal.

Roteiro_1_dia_em_Barcelona_La_Pedrera

A Casa Milá, também conhecida como La Pedrera, é aberta para visitas todos os dias. O edifício foi encomendado a Gaudí por Pere Milà, por volta de 1905-1907 para ser a moradia de sua família.

A construção rompeu vários paradigmas na sua época porque o edifício todo não possui uma linha reta sequer. A casa é quase uma escultura, de tão detalhista, de tão ousada (para uma residência). A fachada da casa é um deleite aos olhos, vista desde o Passeig de Gràcia, é como se ela fosse uma rocha esculpida pelas ondas do mar.

ROTEIRO_DE_1_DIA_BARCELONA_LAPEDRERA_BCN
Cruze a rua para fazer uma foto com a La Pedrera ao fundo.

Não deixei de chegar perto da casa para apreciar melhor a textura e as curvas desse edifício que é hoje, patrimônio da UNESCO.

Depois de ver a Pedrera, é hora de seguir caminhando, descendo o Passeig de Gràcia até o número 43, onde você verá o segundo ponto de interesse nesta charmosa avenida.

A Casa Batlló foi construída, na verdade, reformada, em 1906 por Antoni Gaudí para ser a residência de Josep Batlló Casanovas, um importante industrial do setor têxtil da época. Hoje é um monumento aberto ao público.

Por dentro, a casa é super sensorial, é possível ver os elementos da natureza que inspiraram o arquiteto em cada detalhe da reforma, os vitrais coloridos que fazem um jogo de luz com o sol e tornam os ambientes encantadores, mas em um roteiro de apenas 1 dia não recomendo a entrada, pois o passeio por dentro da casa te tomaria pelos menos 1h.

 

CASA_BATLLO
Essa é a carinha dela 😉

Vê-la somente por fora também pode satisfazer sua curiosidade já que a fachada da casa também é pura imaginação e história. Diz a lenda que o telhado tem a forma das costas de um dragão com escamas, às sacadas têm vigas em forma de ossos e rosas fazendo uma completa alusão à história de São Jorge e seu Dragão.

Se por acaso você estiver confiante quanto ao seu tempo de turismo na cidade e queira entrar em pelo menos uma das obras do Gaudí, sugiro que entre na Sagrada Família ou na Casa Battló e que compre as entradas com antecedência pra não perder tempo na fila.

| ROTEIRO DE 1 DIA EM BARCELONA |TERCEIRA PARTE

Pronto, agora você já viu 3 das grandes obras que o Gaudí deu de presente pra Barcelona.

É hora continuar descendo o Passeig de Gràcia. Na descida, não deixei de cruzar a rua para ver a Battló por um outro ângulo, como este do click abaixo.

ROTEIRO_DE_1_DIA_BARCELONA_CASABATLLO_BCN
um dos melhores ângulos pra ver a Battló é do outro lado da rua.

Continue sua descida até a Praça Catalunha. Uma vez que chegar na praça, cruze-a pelo meio em diagonal, indo pra extremidade direita da praça até chegar na famosa: Las Ramblas.

Serão uns 18 min de caminhada até chegar ao início das Ramblas. Você pode descer exatamente em linha reta pelo Passeig de Gràcia, ou seguir qualquer uma dessas outras duas rotas sugeridas pelo Google Maps e assim desbravar um pouco outras ruas.

Mas só faça isso se você tiver um bom senso de direção, caso contrário, poderá se perder e acabar perdendo seu precioso e corrido tempo pra voltar pro aeroporto.

Roteiro_1_dia_em_Barcelona_LasRambas

Uma vez que você chegar na La Rambla, é hora de descer caminhando por esse “calçadão”, olhando pra direita e pra esquerda e observando todo o ritmo da cidade acontecendo a sua volta.

Pelas Ramblas você verá muitos turistas, muitas pessoas que trabalham por ali etc.. por isso dobre sua atenção com seus pertences pessoais, ok?

ROTEIRO_DE_1_DIA_BARCELONA_LASRAMBLAS_
La Rambla vista do bar no rooftop do Hotel 1989

Para saber se você está descendo a La Rambla, você deve olhar pra cima e ver a montanha, isso significará que o mar está pra baixo e então é só começar a descer.

A La Rambla é tipo um calçadão de pedestres, que divide dois bairros bem turísticos da cidade: a direita o bairro Raval e a esquerda o bairro Gótico.

Sugiro algumas paradas pela La Rambla como você verá abaixo:

las_ramblas_barcelona

Na descida você verá a direita, na altura do metrô Liceu, o mercado municipal da La Boqueria. Entre para tomar um suco de frutas, comer uns taquitos de jamón ou só observar a culinária local mesmo.

É o mais antigo mercado municipal de Barcelona, data de 1840. Está aberto todos os dias das 8am-20pm e fechando apenas aos domingos.

Barcelona-La-Boqueria
Foto La Boquería via Culture Bite

Descendo um pouco mais pela La Rambla, a esquerda, você verá uma entrada para a Praça Reial, entre, sente-se na fonte, observe os postes desenhados por Gaudí e depois volte pra La Rambla porque a ideia é descer até o mar, marujos.

Se por acaso você pulou algum dos pontos turísticos sugeridos neste roteiro, ou se tá de boa de descer até o mar e quiser fazer uma pausa para almoçar na Praça Real, eu sugiro o menu do dia do Les Quinze Nits. Mas lembre-se, seja rápido, é só uma escala.

Se achar apertado parar pra comer, na La Rambla tem, além da Boqueria, opções de fast-food como KFC e McDonalds e bem em frente da Praça Catalunha abriram um Five Guys. Não é o ideal, mas a gente bem sabe que os fast-foods nos salvam nessas correrias, né? Evite a qualquer custo os restaurantes da La Rambla que oferecem paella congelada. São péssimos e caros.

Para os vegetarianos ou veganos, tem o Honest Greens na Praça Catalunha, é maravilhoso.

Plaça Reial em Barcelona. Foto via Monika Krampf, uma amiga querida que mora em BCN. Muitas das fotos que ilustram nosso Guia de Viagem para Barcelona, são dela.

Caminhando um pouco mais, você chegará até o final da La Rambla e vai ver bem no meio dela o monumento a Cristovão Colombo. Olhe pra cima e veja ele (supostamente) apontando pras Américas.

Passando o Colombo, você verá uma parte de Porto Velho. Atravessando a rua em direção ao porto, você verá uma passarela de madeira que dá acesso ao Maremagnum, um shopping center bacana, mas onde eu não perderia tempo indo conhecer, porque, de novo, é passear por lojas de roupas.

Minha sugestão é que você vá até o Colombo, veja dali o Porto Velho e comece a voltar, porque ainda há uma parte do bairro Gótico bem legal pra ver na subida de volta pra pegar seu meio de transporte de volta pro aeroporto.

Suba a La Rambla de volta até a Carrer de Ferran (tem um McDonalds e um KFC bem na esquina). Entre por essa rua e comece sua pequena exploração pelo bairro Gótico.

Os principais pontos turísticos no Gótico são: o palácio do Governo da Catalunha e a prefeitura de Barcelona que ficam na Praça Sant Jaume quase no final da Carrer de Ferran (La rambla 64 na imagem abaixo).

Passando a praça, há uma ruazinha a esquerda chamada Carrer del Bispe, se você seguir reto nela cairá na praça da Catedral de Barcelona. Dá pra se perder bastante pelo caminho, passar pela Praça de Sant Felip Neri, que tem uma igreja que foi toda bombardeada durante a guerra civil espanhola, antes de ir pra praça da Catedral, dá pra ir para o Portal del Ángel ver lojas (por fora, rs), esse portal fica em uma ruazinha a esquerda logo após a praça da Catedral, e por ai vai…

No mapinha abaixo coloco algumas possibilidades de caminhada, mas a ideia é que você vá explorando, entrando pelas ruas que chamarem mais sua atenção. É como se fosse um labirinto, você verá que ora ou outra cai de novo em alguma rua que já passou.

Roteiro_1_dia_Barcelona_Gotico
Do mar até a Praça Catalunha por dentro do bairro Gótico de Barcelona

Repare que todo esse trajeto leva uns 14min, então considerando que você vai parando pra fazer algumas fotos, conte com pelo menos 30-45min pra subir do mar até a Praça Catalunha por dentro do Bairro Gótico.

Roteiro_1_dia_em_Barcelona_praca_catalunha

| ROTEIRO DE 1 DIA EM BARCELONA | DICA EXTRA

Pra você que tá de boa de caminhar tudo isso aí e curte a ideia de um hopOn-hopOff, Barcelona, assim como toda grande cidade tem aqueles ônibus turísticos que, na minha opinião, são uma super alternativa pra quando temos pouco tempo e queremos ver o máximo de coisas possíveis neste tempo.

O Bus Turístico de Barcelona, é de 2 andares, sendo o teto aberto para que você possa apreciar melhor as vistas da cidade. Eles oferecem 2 rotas e cada rota (supondo que você não descerá em nenhum ponto turístico) dura 2 horas.

Ou seja, se você quiser ter uma vista geral da cidade, consegue colocar em seu roteiro de 1 em Barcelona as duas rotas abaixo feitas pelo Bus Turístico. Mas, se você ficar com vontade de descer, também é super tranquilo, você desce de um ônibus e entra no seguinte, eles passam a cada 6-15 minutos.

Bus_Turistico_Roteiro_1dia_Barcelona

Bom, e pra quem tiver tempo para dormir uma noite em Barcelona, recomendo que se hospede em um hotel pelo Born, o Chic&Basic é uma ótima opção custoxbenefício. Assim você pode dar uma voltinha à noite por essa área super charmosa da cidade, ir a um barzinho, comer uns tapas na Calle Argenteria etc…

Um comentário bem chato/triste, mas bem importante, até por isso coloco bem no começo do post:

Não dê bobeira com bolsa, carteira, celular, mochila e documentos pessoais (como seu passaporte) nessa sua escala em Barcelona. Tem carteiristas aqui, e eles costumam atuar no: metrô, trem, pontos turísticos, enfim… Quase sempre estão em 2 (homens ou mulheres), enquanto um te distraí, o outro abre sua mochila sem você nem sentir e leva tuas coisas. Portanto, fique esperto.

É isso, espero que esse roteiro te ajude a aproveitar ao máximo sua escala em Barcelona e qualquer dúvida, mande aqui nos comentários que te ajudo.

Estes posts também podem ajudar seu Roteiro de 1 dia em Barcelona:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
As melhores praias de Barcelona
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
10 atrações que você precisa conhecer em Barcelona
Casa Vicens, a primeira casa de Gaudí em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
Seguro de Viagem Internacional

~ Se Lança ~

Deixe uma resposta