Roteiro de 3 dias em Barcelona
Espanha Europa

Roteiro de 3 dias em Barcelona

Se você está planejando sua viagem à Barcelona e chegou a este post, seu roteiro acabou de ficar ainda mais especial, hehe. Brincadeiras a parte, aqui vai um Roteiro de 3 dias em Barcelona bem caprichado, com muitas dicas do o que fazer, onde comer, onde se hospedar e algumas dicas extras, pra deixar seu roteiro mais flexível.

Que Barcelona é uma cidade cheia de maravilhas todo mundo já sabe. É tanta maravilhosidade que na hora de planejar o roteiro, fica difícil saber o que escolher dentre tantos lugares, né?!

Mas, Flá, 3 dias em Barcelona é o suficiente pra conhecer bem a cidade?

É claro que não, eu te diria pra considerar pelo menos 5 dias (essa dica vale pra todas grandes cidades Européias), mas se forem apenas 3 dias que você tiver, esse roteio aqui vai te ajudar pra que sejam os 3 melhores dias.

Atenção: os roteiros abaixo sugerem caminhadas a pé. Tente dar uma preparada no fôlego antes de ir viajar, pra não se cansar tão rápido.
Caminhar bastante faz parte de quase toda viagem pelas cidades da Europa.

Roteiro de 3 dias em Barcelona: DIA 1

No primeiro dia em Barcelona, a sugestão é que você comece andando pelo centro da cidade, assim você tem uma visão mais ampla do que a cidade tem a oferecer e vai se familiarizando com o movimento da cidade.

Esse é o roteiro que vamos caminhar no primeiro dia pelo centro de Barcelona, que vai da Praça Catalunha até o Mirador de Colombo ou até o Shopping Maremagnum. Você escolhe.

 

Chegue na estação Praça Catalunha e desça em direção a La Rambla. Para saber que você está descendo a La Rambla, você deve olhar pra cima e ver a montanha, isso significa que o mar está pra baixo e então é só começar a descer. A La Rambla é tipo um calçadão de pedestres, que divide dois bairros bem turísticos da cidade: a direita o bairro do Raval e a esquerda o bairro Gótico.

Neste post sugiro algumas paradas pela La Rambla, mas no Guia Se Lança pra Barcelona, dou mais dicas sobre outros outros lugares que de acordo ao seu interesse, podem valer a pena incluir, como: o melhor waffle de Barcelona na Sweet Gaufre, o bar temático do Bosque das Fadas, o Museu de Cera, o Museu Marítimo etc… Não vale entrar em detalhe aqui porque são interesses mais específicos, por isso sugiro o Guia.

Na descida pela La Rambla você verá a sua direita, na altura do metrô Liceu, o mercado municipal da La Boquería. Entre para tomar um suco de frutas, comer uns taquitos de jamón ou só observar a culinária local mesmo.

 

La Boquería em Barcelona. Foto de Jessica Oto via unsplash.com

 

Descendo um pouco mais, a esquerda há uma entrada para a Praça Real, entre, sente-se na fonte, observe os postes desenhados por Gaudí e depois volte pra La Rambla porque vamos descer até o mar.

Plaça Reial em Barcelona. Foto via Monika Krampf, uma amiga querida que mora em BCN. Muitas das fotos que ilustram nosso Guia de Viagem para Barcelona, são dela.

 

Caminhando um pouco mais, você chegará até o final da LA Rambla e vai ver bem no meio dela o monumento a Cristovão Colombo. Olhe pra cima  e veja ele apontando pras Américas. Há como subir no Monumento a Colombo (Mirador de Colom), mas como o roteiro está apertado, sugiro que você não entre, pois terá outras oportunidades de vistas bacanas da cidade no roteiro do 2 e do 3 dia.

Mirador de Colombo bem no final da La Rambla. Foto de Benjamin Voros via unsplash.com

 

Passando o Colombo, você verá uma parte de Porto Velho. Atravessando a rua em direção ao porto, você verá uma passarela de madeira que dá acesso ao Maremagnum, um shopping center bacana, mas onde eu não perderia tempo.

E ainda não acabou…
Agora é hora de subir de volta a La Rambla, porque vamos entrar no Bairro Gótico pra se perder e conhecer um pouco esse bairro. No roteiro de 3 dias em Barcelona, não sugiro que você troque o Gótico pela Raval. O Gótico tem mais pontos turísticos pra conhecer e é mais seguro. Ainda que haja um forte movimento de revitalizacão do Raval há anos, ainda não é um bairro que você deveria entrar pra conhecer se só tem 3 dias na cidade.

Suba a La Rambla de volta até a Carrer de Ferran (tem um McDonalds e um KFC bem na esquina). Entre por essa rua e comece sua exploração pelo bairro Gótico.

Volte a pé pela La Rambla do Colombo até a Carrer de Ferran para começar a explorar as ruazinhas do bairro Gótico

 

Pelo fato das ruas do Gótico serem estreitas e algumas até um pouco escuras, algumas pessoas podem ter medo, porém a principal dica para conhecer o Bairro Gótico é, se lançe pelas ruazinhas sem medo de se perder. De verdade, o bairro é super seguro e muito turístico.

Ruas do Gótico, se lança sem medo.

 

Os principais pontos turísticos no Gótico são: o palácio do Governo da Catalunha e a prefeitura de Barcelona que ficam na Praça Sant Jaume quase no final da Carrer de Ferran (La rambla 64 na imagem acima). Passando a praça, há uma ruazinha a esquerda chamada Carrer del Bispe, se você seguir reto nela cairá na praça da Catedral de Barcelona. Dá pra se perder bastante pelo caminho, passar pela Praça de Sant Felip Neri, que tem uma igreja que foi toda bombardeada durante a guerra civil espanhola, antes de ir pra praça da Catedral, dá pra ir para o Portal del Ángel ver lojas, esse portal fica em uma ruazinha a esquerda logo após a praça da Catedral. E por ai vai… No mapinha abaixo coloco algumas possibilidades de caminhada, mas a ideia é que você vá explorando, entrando pelas ruas que chamarem mais atenção. E como se fosse um labirinto, você verá que ora ou outra cai de novo em alguma rua que já passou.

Roteiro 3 dias em Barcelona, dia 1, sugestão de pontos turísticos no Bairro Gótico

 

Carrer del Bispe em Barcelona. Foto de Monika Krampf.

 

Praça de Sant Felip Neri Barcelona. Foto de Monika Krampf.

 

E pra finalizar do primeiro dia, se bater aquela fome monstra, aqui vai a primeira dica extra: pare para comer tostada (tipo bruschetta só que 28 mil vxs melhor) na La Alcoba Azul (atenção, fecham aos domingos e durante a semana só após às 18h) e depois tome um sorvete de na Gelaaati di Marco (o sorvete de doce de leite, meu amigo…).

 

Como ir a pé da La Alcoba Azul a Gelaaati di Marco.

Roteiro de 3 dias em Barcelona: DIA 2

No seu segundo dia em Barcelona, é chegada a hora de conhecer alguns dos principais pontos turísticos da cidade, as obras do arquiteto mais conhecido do mundo: Antoni Gaudí. Esse é o nome completo do cara que construiu as obras mais belas que visitamos hoje em Barcelona: Sagrada Família, Casa Battló, La Pedrera, Park Güell, entre outras tantas…

Em apenas um dia não dá pra conhecer todas, mas se você seguir as sugestões desse roteiro, já vai dar pra ter uma bela ideia da genialidade desse cara e se apaixonar perdidamente pela sua obra. Nesta parte do roteiro, não vou colocar o mapa a pé do Google, pois terá pontos turísticos feitos de metrô e outros a pé. Explico certinho como chegar em cada um deles. E coloquei uns uns horários aproximados que é pra você ter uma ideia de que dá sim pra fazer essas 3 passeios no mesmo dia.

 

  • 8h30 Park Güell: comece o dia pelo Park Güell, metrô linha verde, L3, Estação Lesseps. Da estação você pode caminhar 650m até o parque, pegar um táxi ou pegar o ônibus 24, 31 ou 32 que chegam até bem próximo a entrada do parque. No caso do ônibus, peça pro motorista te avisar. O ponto de ônibus fica bem na saída da estação de metrô. Para entrar no parque é preciso comprar o ingresso online com antecedência, veja aqui a tabela de preços e abertura do parque ou leia no post Roteiro Gaudí em Barcelona mais dicas em detalhe. Caso queira uma versão um pouco mais exclusiva, confira as opções do nosso parceiro Get Your Guide aqui. O passeio pelo parque Güell deve tomar umas 2h do dia.
Park Güell em Barcelona

 

  • 11h00 Casa Batlló ou a La Pedrera: depois do Güell, é hora de descer pro metrô Lesseps outra vez em direção a estação Diagonal ou a estação Passeig de Gràcia, ambas na linha verde, L3. Aqui você vai precisar decidir entre conhecer a Casa Batlló ou a La Pedrera (Casa Milá). No post Roteiro Gaudí em Barcelona você pode entender bem o que esperar de cada uma e decidir em qual vai querer ir. Mãããs, se eu fosse você, escolheria a Casa Battló, a experiência em 3D e a riqueza visual dela é superior a La Pedrera, que por sua vez conta com o rooftop muito mais charmoso.  Te atrapalhei? Então, corre no outro post que comentei acima, se informe melhor e decida qual tem mais a ver com o seu gosto/vontade de conhecer. Independente da escolha, esse passeio deve tomar mais umas 2h do seu dia.
Casa Batlló em Barcelona. Foto via Monika Krampf.

 

La Pedrera ou Casa Milá em Barcelona

 

  • 13h Almoço no El Nacional: antes de ir pro último destino Gaudí do dia, ai vai a segunda dica extra. Se você estiver bem com os horários sugeridos, continue descendo no Passeig de Gràcia pela calçada da esquerda até o número 24 bis e chegue ao El Nacional. Aqui será a parada para descansar um pouco e comer maravilhosamente bem. O El Nacional é um complexo com 4 restaurantes diferentes e mais uns “quiosques/bares” no centro que funciona em um local onde antes era um estacionamento. Apesar de aparentar meio caro, os preços são bem justos, entre 20-30 euros por pessoa. Nós comemos na La Taperia, é o último restaurante ao fundo a direita. Além da comida ser mara (tapas), os garçons fazem parte do show, pois passam “cantando” o nomes das tapas quentes dando um clima de mercadão ao local. É como se fosse um bingo, o cara grita o nome do prato que tá passando e você levanta a mão pra sinalizar que quer. Caso seu roteiro atrase e não dê pra comer no El Nacional, tem um Mc Donalds pra te salvar no Passeig de Gràcia, rs.

 

Essa é a vista do fundo do salão pra frente. Bem ai no meio estão os “quiosques”que comentei.

 

La Taperia, o restaurante que comemos no El Nacional

 

  • 16h Sagrada Família: última parada Gaudí do dia: La Sagrada Família. A igreja mais famosa da Espanha e quizá do mundo, fica na estação de metrô com o mesmo nome, na linha roxa, L2 ou linha azul L5. O jeito mais fácil de chegar a Sagrada Família saindo do El Nacional ou de qualquer ponto no Passeig de Gràcia é pegar a linha amarela Passeig de Gràcia, fazer a baldeação na linha azul, estação Diagonal, e ir pra Sagrada Família pela linha azul. Pra entrar na Sagrada Família também é preciso a compra do ingresso online com antecedência. No site oficial tem várias opções de ticket, eu sugiro o ticket “entrada audioguiada” caso você só queira conhecer a igreja por dentro mesmo ou o ticket “las mejores vistas” caso tenha vontade de subir nas Torres para ter acesso a uma vista panorâmica de Barcelona. Particularmente, acho que vale a pena subir na Torre. Fique atento aos horários de funcionamento que mudam bem de acordo a época do ano. Chegando até as 16h, no pior dos casos que é de novembro a fevereiro, você terá 2h para conhecer a Sagrada Família, nas outras épocas do ano, como fecham mais tarde, o tour pela igreja poderá ser menos corrido. Não deixei de visitar o museu da igreja, que fica próximo a saída.
La Sagrada Família. Foto de Danil Sorokin via unsplash.com

 

E vamos a terceira dica extra do post: se depois desse dia longo ainda tiver pique pra jantar, você pode voltar lá pro Raval pra comer uma comidinha mexicana topzera no Rosa do Raval ou a asiática concorridíssima do Mosquito, no Born. No Guia Se Lança para Barcelona, há várias sugestões de restaurantes com endereço, como chegar, dica de prato a pedir, etc. Desses dois aí acima, inclusive.

Roteiro de 3 dias em Barcelona: DIA 3

Terceiro e último dia em Barcelona. É hora de bater perna pelos pontos turísticos ao ar livre de novo, mas antes vamos a quarta dica extra do Roteiro 3 dias em Barcelona, que é: começar o dia tomando um brunch beeeem gostoso. Sabe aquela comidinha que é meio café da manhã e meio almoço?

Breakfast+Lunch = BRUNCH.

Pois então, brunchs estão na moda no mundo toda, mas em Barcelona, a coisa está pra lá de organizada. Há brunchs em vários lugares, óbvio, mas o Passeig de San Joan tem se tornado o point dos brunchs mais cools de Barcelona.

Sugiro dois: o GranjaPetitBo ou o ChichaLimoná. Coloquei o link do Instagram deles porque brunch a gente decide “comendo com os olhos”.
O Granja PetitBo é o mais famosinho e por tanto, mais lotado. Você pode acabar pegando um pouco de fila de espera.
O ChichaLimoná fica bem ao lado do Granja, é menos concorrido e é tão bom quanto.

A estação de metrô mais próxima a ambos é a Girona, L4, linha amarela.
Para evitar filas e poder aproveitar com tempo o seu último dia em Barcelona, se programe para chegar ao Brunch às 9h durante a semana ou 10H se for fim de semana.

Restaurante para Brunch em Barcelona: Granja PetitBo. Foto via TrendMap

 

Restaurante para Brunch em Barcelona: Chicha Limoná. Foto via Comuniza

 

Depois de um café da manhã reforçado como esse, é hora de queimar as calorias, porque esse roteiro aqui vai te levar caminhando até Barceloneta.

No mapinha abaixo está todo o percurso que passa pelo Arc de Triomf, Parc de la Ciutadella, Mercat del Born, Passeig del Born, Basílica de Santa Maria del Mar, Port Vell, até chegar por fim a praia de Barceloneta, onde você poderá descansar apreciando a vista do mar em algum dos Chiringuitos a beira mar. Chiringuitos são barzinhos a beira mar. Há alguns na orla de Barceloneta, todos servem drinks e um ou outro serve tapas. Escolha o que tiver mais a ver com a sua vibe.

Roteiro 3 dias em Barcelona: percurso a pé do terceiro dia

 

Após o brunch, desça o Passeig de San Joan até chegar ao Arco do Triumfo. Foto de Toa Heftiba via unsplash.com

 

Passe pelo Arco e continue descendo até chegar ao Parc de la Ciutadella. Entre, passe pela fonte e continue atravessando o parque. Saia “pelos fundos”a direita, em direção ao Born.

 

Chegando ao Mercat del Born. Pode entrar sem necessidade de ticket. Atravesse o local por essa entrada do meio, observe as ruínas romanas e saia no Passeig del Born.

 

Caminhe pelo Passeig del Born, passe pela entrada do Museu Picasso e chegue a Igreja de Santa Maria del Mar.

 

Chegando ao destino final que é praia de Barceloneta. Foto de Monika krampf em um fim de tarde na praia.

Onde se hospedar em Barcelona?

Fique nos bairros mais cêntricos da cidade, como: Eixample, Gótico ou Born. São bairros seguros e também onde você caminhará mais durante os dias que estiver em Barcelona.

Nós sempre reservamos nossa hospedagem pelo nosso parceiro BOOKING.COM
Após muitas viagens, acabamos percebendo que esse é o site que tem mais hotéis afliados, ou seja, maior diversidade de hotéis pra gente escolher. Além disso, através dele podemos ver localização do hotel, fotos e comentários de pessoas que já se hospedaram (a tal realidade, sabe?), pontuação, e é claro, aproveitar as promoções.
Mas acima de tudo, fique sempre atento às políticas de cancelamento, pois isso varia de hotel para hotel. Nós sempre damos preferência por hotéis que permitem o cancelamento gratuito.

Coloquei 3 opções de hospedagem, do mais barato pro mais caro, pra você escolher de acordo ao que planeja gastar:

Kabul – albergue na Praça Real, no coração da La Rambla. Perto da maioria dos pontos turísticos e com preços justos. A maioria dos hospedes são jovens, mochileiros, grupos de amigos. Não é um ambiente familiar, é um ambiente de “festa” e diversão.

Banys Orientals –  hotel 3 estrelas, bem no comecinho do bairro do Born. Assim você estará bem próximo ao bairro Gótico, ao Born, a La Rambla. Enfim, uma área bacana pra se hospedar.

H1898 – 4 estrelas bem no meio da La Rambla. Em 1929 o edifício se converteu na sede da Companhia Geral de Tabacos das Filipinas. Em 1998 foi adquirido e reformado e em 2005 abriram o H1898, ano do fim do domínio espanhol nas Filipinas. A decoração do hotel é inspirada na historia da Companhia de Tabacos, navios, império e poder. Escolha essa opção se estiver a fim de investir um pouco mais.

Ah, vale comentar também que pelo BOOKING.COM também é possível alugar casas, mesmo esquema do AirBnb. O que sempre fazemos é comparar os preços nos dois sites. Já consegui a mesma casa por um preço mais barato no Booking do que pelo Airbnb.

Mais dicas extras que podem ser inseridas no seu roteiro de acordo a sua ‘velocidade’ nos pontos turísticos ou aos interesses mesmo:

  1. Você ama futebol e seu sonho é conhecer o estádio do Barcelona? Então o post Como Visitar o Estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou pode te ajudar a decidir se o Camp Nou entra ou não no roteiro.
  2. Você é mega da balada, vai estar em Barcelona em uma segunda-feira e quer ir na melhor balada de Barcelona? No final do post O que fazer em Barcelona tem uma dica pra você Rei/Rainha do Camarote.
  3. Ficou na dúvida sobre quais obras do Gaudí vale a pena visitar… Neste caso, o post Roteiro Gaudí em Barcelona explica cada obra em detalhe. Com mais informações vai ficar mais fácil a escolha.
  4. Puts, mas ir até Barcelona e não comer nenhuma paella? Primeiramente, não coma nenhuma paella na La Rambla, elas são congeladas, vai ser tipo comer lasanha congelada da Sadia. Não faça isso. Segundamente, nós temos a solução para matar sua larica de Paella bem aqui no post Onde comer Paella em Barcelona.
  5. Gostou tanto desse Roteiro de 3 dias em Barcelona que resolveu ficar mais dias na cidade e quer ter acesso a mais dicas de onde comer, onde se hospedar, baladas, bares, pontos turísticos comuns e uns não tão comuns… enfim… quer ter acesso a tudo isso num lugar só pra então planejar bem seu roteiro? Então baixe nosso ebook em formato PDF e leve o Guia Se Lança para Barcelona no seu celular, pra consultar a qualquer momento e planejar bem sua viagem por essa cidade maravilhooooousa. E ainda, ele pode ser compartilhado com seus companheiros de viagem.

 

Se encontrou algum furo de reportagem, dúvidas ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.
Escreve, escreve, escreve 🙂

Esse é o nosso Guia de Viagem Se Lança para Barcelona

Estes posts também podem ajudar seu Roteiro de 3 dias em Barcelona:

Como conhecer Barcelona como um local
O que fazer em Barcelona – 6 dicas com baladas, restaurantes e turismo
As melhores praias de Barcelona
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer tapas em Barcelona
Seguro de Viagem Internacional

 

~ Se Lança ~

01 Comment

  1. Marcella

    Haaaa!!! Barcelona! Cidade Mágica! Que saudades! Adorei as dicas, super completo o posto! na próxima visitar viu querer conhecer o El Nacional

    Responder

LEAVE A COMMENT