Roteiro de 3 semanas no Peru e no Chile
Américas Chile Peru

Roteiro de 3 semanas no Peru e no Chile

Fiz este roteiro de 3 semanas no Peru e no Chile, e foi uma das melhores viagens que já fiz EVER. São dois países lindos e mágicos. Esta viagem abriu meus olhos pra quanta beleza, ternura e história tem nossos hermanos.

Como sou super fominha, queria incluir o máximo de lugares nestas 3 semanas, e então o roteiro ficou assim:

 

Fez parte do Roteiro de 3 semanas entre Peru e Chile as seguintes cidades: Lima, Nazca, Cuzco, Águas Calientes, Arequipa, Tacna, Arica, San Pedro de Atacama e Santiago.

E foi QUASE perfeito! Hoje, se fosse recomendar, diria para ficar apenas 2 ou 3 dias em Santiago e mais dias no Atacama. A pegada dessa viagem foi mais natureza e coisas diferentes do que estamos acostumados a ver, então quando chegamos em Santiago e vimos que iríamos perder a semana inteira em uma cidade grande, depois de ter visto tanta coisa linda e mágica, bateu uma pequena tristeza. Mas faz parte, não da pra ganhar sempre.

Vou contar um pouco sobre cada lugar que passamos e o que fizemos:

Lima

Em Lima recomendo dormir no bairro Miraflores, é o mais moderninho da cidade. Nós dormimos no Hostal El Patio, um lugar simples mas bem ajeitado, com jardins e terraços. (Apesar do nome Hostal, os quartos são individuais). Em outra viagem (de trabalho) a Lima, fiquei no Radisson, que é bem legal e moderno. Outras opções de hospedagem em Lima aqui.

Na primeira noite que chegamos de São Paulo, fomos ao Shopping Larcomar. O shopping fica no bairro Miraflores, fomos andando do hotel pra lá. É na beira do mar, mas não no nível do mar, fica em um penhasco. A vista é bem bonita e tem bastante opção de restaurantes e lojas.

No primeiro dia fomos bater perna no centro histórico de Lima. Foi bem fácil ir de ônibus de Miraflores para o centro. Visitamos a Praça das Armas, Catedral de Lima, Palácio do Governo, Igreja de Santo Domingo, Mercado Central e tantos outros edifícios históricos na região. Fizemos tudo à pé com mapa em mãos. É um pouco cansativo, mas na minha opinião, sempre a melhor forma de conhecer um lugar – andando.

À noite jantamos no Rafael. O restaurante é elegante e chique, comida peruana com ar de modernidade. Ex-ce-len-te!

Sobrevoando as linhas de Nazca

No segundo dia, fizemos algo meio doido… Eu disse que sou fominha de viagem certo!? Pois então – estava doida pra sobrevoar as linhas de Nazca, mas ir para lá sairia muito do roteiro. Então… contratamos um  tour bate e volta de Lima para Nazca! São 450 km – cada trecho! Saímos cedo de Lima, às 6:30 e fomos direto para Nazca. Chegamos lá e fizemos os trâmites burocráticos e aguardamos nossa vez.

O vôo dura 30 mins. É surreal ver as imagens no chão! Incrível. Porém, tem um ponto negativo, dá MUITO enjôo. O piloto vira o avião de um lado para o outro durante 30 minutos, só de lembrar passo mal. Se soubesse, tomaria um plasil antes. Na volta paramos em Paracas bem rapidinho e voltamos para Lima. Doidera né!? Mas valeu a pena. É aquele tipo de coisa, já que estou aqui, vou fazer!

Como e quanto: Tudo organizado pela Alas Peruanas. Entrei em contato por email no Brasil e saí com tudo organizado. Preço foi de 550 USD para duas pessoas.

Cuzco e Machu Picchu

O ponto alto e mais aguardado da viagem era Machu Picchu. Já tinha muito tempo que eu falava que queria conhecer este lugar. Fomos para Cuzco de avião pela LAN (agora LATAM).

Em Cuzco dormimos no Rumi Punku, um dos hotéis mais legais que já fiquei. É super bem localizado, do lado do centro histórico e os funcionários são bem prestativos.

Cuzco, o Valle Sagrado, Machu Picchu e toda região foi ainda mais surpreendente do que eu esperava. Foi como um “dream come true“. Fiquei encantada.

Aqui neste post eu conto em detalhes tudo o que fizemos em 4 dias nessa região.

Arequipa

Parece redundante dizer que me surpreendi com Arequipa, mas é a mais pura verdade. Cada lugar novo que eu chegava no Peru era uma surpresa. Eu não esperava gostar tanto deste país.

Chegamos de avião também, voamos de Cuzco para Arequipa pela LATAM. Nos hospedamos na Casa de Avila, super bem localizado no centro histórico da cidade.

Em Arequipa ficamos apenas 2 dias. 1 dia para conhecer a cidade e o outro dia para ir ao Caynon del Colca ver o famoso Condor Andino.

Veja neste post o nosso roteiro de Arequipa.

Cruzando a fronteira do Peru para o Chile

Para ir de Arequipa para o Deserto do Atacama levamos quase 24 horas. É bem longe. Saímos de manhã em um ônibus de Arequipa para Tacna. Lá tomamos um taxi coletivo para Arica, onde pegamos outro ônibus para San Pedro de Atacama. Detalhes de como fazer este trajeto neste post aqui.

San Pedro de Atacama

Este foi o lugar mais surpreendente de toda viagem. Acho que não esperávamos gostar tanto do Deserto, por isso eu disse no começo do post que teria ficado mais dias aqui. Alguns amigos me aconselharam a ficar de 5 a 7 dias, mas pensei “ah eu não sou tão aventureira quanto eles…” ficamos só 4 dias. Faltou tempo para fazer tudo o que queríamos.

Dormimos na Casa Solcor. Uma pousada/casa em que cada hóspede fica em um quarto. Os quartos todos são suítes e de manhã tem sempre uma pessoa lá para fazer o café da manhã e limpar os quartos. A dona mesmo eu não vi. O lugar é bem legal, tem um quintal enorme para descansar ao sol, os quartos são legais também. Só achei meio longe do centrinho. Para voltar à noite é super escuro também, precisávamos usar uma lanterna.

No Atacama alugamos duas bicicletas no primeiro dia e fomos pedalar. Nos outros dias fizemos os passeios do Vale de la Luna e Vale da Morte. Fomos na Laguna Cejar e nos Geiseres el Tatio. Além claro do Salar de Atacama. Em uma das noites fomos ver as estrelas no Tour Astronômico – sensacional. Vale super a pena. Os passeios reservamos todos lá na cidade. Tem várias operadoras de turismo, todas próximas umas das outras, você dá uma andanda e pesquisa melhores preços e horários pra sua programação.

Veja neste post aqui detalhes e preços destes passeios e outros que tem pra fazer no Atacama.

Santiago e El Colorado

Do Atacama para Santiago pegamos um vôo direto da LATAM. Separamos 6 dias para Santiago, incluido os dois dias que fomos esquiar. Com certeza poderia ter ficado só uns 2 dias em Santiago e manteria os 2 dias de esqui.

Pra ajudar, ainda demos azar de pegar 1 dia de feriado em Santiago, ou seja, estava tudo fechado. Acabamos indo no shopping e cinema… vê se pode rs.

Em Santiago um dos passeios que mais gostei foi visitar La Chascona – uma das casas do Pablo Neruda – esta ele construiu para sua então amante Matilde. O lugar é super diferente além de ter uma vista linda da cidade, vá no por do sol. Também andamos pelo centro histórico, Praça das Armas, Cerro San Cristóbal e Parque Metropolitano. Além de visitar o Mercado Central para ver um monte de coisas esquisitas do mar que a galera come. O Juliano que é corajoso provou um monte deles, eu fiquei no peixe grelhado.

Veja neste post 7 passeios para fazer em Santiago e Região.

Como esquiar perto de Santiago?

Nós dormimos em Santiago todos os dias, no bairro Providencia. Um bairro super residencial e bem bonito, recomendo. Ficamos no Vilafranca Petit Hotel. Um dos lugares mais fofos que já me hospedei na vida. Os quartos são bem pequenos, mas o atendimento compensa pelo tamanho.

Para esquiar, pelas manhãs íamos cedinho à loja Ski Total e subíamos na van com eles para as montanhas. Também alugamos todo equipamento com eles, já chegávamos lá em cima prontos. Como em Junho ainda não havia muita neve, a única pista aberta era no El Colorado. Sorte a nossa pois também é onde tem as pistas de iniciantes.

Lá fizemos uma aula antes de começar a brincar – o que é recomendável pra quem nunca esquiou. Vou ser bem sincera. ODIEI meu primeiro dia. Foi tudo difícil, eu só caía, tinha dificuldade de descer a montanha, aquela bota é horrível. Queria desistir. Mas o Juliano insistiu que o segundo dia seria melhor – e foi mesmo. Deu pra me divertir. Então minha dica é, se for esquiar, vá pelo menos 2 dias – ou nem vai, se não vai sair de lá com péssima impressão. Nós adultos demoramos pra pegar o jeito.

E por fim, depois de 3 semanas maravilhosas descendo a costa do Peru e do Chile, retornamos a São Paulo.

Se Lança…

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Roteiro de 4 dias – Cuzco e Machu Pichhu
Arequipa e Canion de Colca no Peru
Como ir de Machu Picchu para o Deserto do Atacama
Do Atacama ao Salar de Uyuni
7 Passeios em Santiago e Região
Roteiro de duas semanas no Chile + Dicas de viagem
Circuito dos Lagos Andinos no Chile

Comentários

comments

02 Comments

  1. Dudu

    Legal o teu roteiro.
    Fiz quase tudo, mas separado, em 3 viagens, rsrsrs
    Falta ir para Arequipa e Nazca. Pelo teu relato, parece ser bem legal!!!

    Responder

LEAVE A COMMENT