Safari no Kruger Park na África do Sul
África África do Sul

Safari no Kruger Park na África do Sul

Se lança pro Kruger Park na África do Sul

A África do Sul possui muitos parques e reservas onde se possa fazer safari, mas o maior parque é o Kruger Park. Vale a pena ir até lá, experimentar e experienciar a vida no mato.

Como qualquer safari, a experiência depende de muita sorte. A experiência mais incrível que tive foi no Kruger, ver três leoas caçando um veado, mas tenho consciência da sorte gigantesca que estava do meu lado neste dia. E mesmo que você não veja algo dessa grandeza, estar na natureza e ver os animais em seu habitat natural é algo incrível.

lioness-killing-kudu no kruger park

Resumindo, se está vindo para a África, faça um Safari!

E se puder, vá ao Kruger, se não existem outras excelentes opções, como o Pilanesberg (post aqui) e Madikwe (post aqui).

Como funciona o Kruger

Para ajudar no planejamento, é importante entender como funciona o parque. O Kruger tem 9 portões, todos na África do Sul. Não é possível entrar pelos países fronteiriços.

Além do Parque Nacional do Kruger, dentro dele existem as concessões privadas com lodges (pousadas luxuosas) e além destas, existem as reservas privadas ao redor do Kruger, com diversos lodges também. Todas fazem parte do “Greater Kruger National Park” e não existe cerca entre eles. Os animais transitam livremente.

Essa diferença existe apenas nas estradas e hospedagem. As estradas que fazem parte das concessões e reservas privadas, só podem ser utilizadas por quem está hospedado nelas. Mas não se preocupe se não irá ficar em um lodge privado, as estradas públicas do Kruger são extensas e suficientes para ver tudo. Como disse, os animais andam livremente no parque, então tudo depende de sorte.

As reservas privadas são luxuosas e costumam ser all-inclusive: hospedagem, safari guiado e pensão completa.

A hospedagem do próprio Kruger tem dormitórios, apartamentos com infraestrutura para cozinhar, cabanas, camping e etc. Estes são muito mais acessíveis ($) que os lodges nas reservas privadas, por isso mesmo, mais disputados – tem que reservar com alguns meses de antecedência.

Nas hospedagens do Kruger também é possível contratar safaris guiados, reserve aqui no site do Kruger ou você pode contratar lá na hora se for baixa temporada.

Você pode entrar no Kruger com comida, mas não bebida alcóolica. Também existem alguns pontos com restaurantes e área de descanso. Na entrada do parque você pode comprar o mapa das estradas – aliás – se irá fazer safari por conta própria isso é fundamental.

São muitas opções, mas o parque é grande suficiente para todos, importante mesmo é se planejar e se organizar para aproveitar bem, seja lá qual for a opção que escolher.

filhote de leão no kruger park

Como planejar seu safari?

A melhor maneira de começar seu planejamento é definir de onde você irá partir para chegar ao Kruger. É possível dirigir desde Joanesburgo, é possível voar até Nelspruit ou se você está em Moçambique, também é possível chegar lá de carro.

Vou escrever sobre essas três possibilidades, como chegar e onde ficar.

Se é seu primeiro Safari, eu recomendo que o faça com profissionais!

regent-safari-group-kruger-park

Andar no seu carro lá dentro é legal, mas um guia pode te oferecer mais. Ele conhece os “pontos”, tem o olho mais treinado para achar os animais e responde todas as suas dúvidas sobre o parque e as espécies lá dentro.

1 . Dirigindo de Joanesburgo para o Kruger

De Joanesburgo você pode dirigir até Hazyview (4 horas) ou Nelspruit (3,5 horas). A vantagem de ficar em Hazyview é que fica a somente 10km do portão do Kruger. De Nelspruit para o Kruger você vai levar pelo menos 50 minutos.

É possível dormir em (1) Hazyview, em (2) Nelspruit, ou (3) dentro do Kruger.  Para quem for dormir fora do parque, eu recomendo Hazyview – veja a lista dos hotéis em Hazyview aqui – por ser mais próximo do Kruger.

Dormir em Nelspruit é uma boa opção para quem quer algo mais urbano, como frequentar restaurantes, shoppings, etc. Listamos nossos hotéis preferidos em Nelspruit neste post.

Use seu GPS para viajar desde Joanesburgo até a cidade escolhida.

No caminho você pode passar por Pilgrams Rest para comer panquecas e também ir ao Blyde River Canyon – conhecido como Panorama Route. Se for fazer esse percurso, planeje um dia inteiro para isso, roteiro e dicas da rota panorâmica neste post aqui.

Three Rondavels
Three Rondavels

Quando fiz meu primeiro safari no Kruger, fiz com a Regent Safaris, que recomendo muito. Com eles você pode fechar diversos tipos de pacotes: dormindo dentro, dormindo fora, vários dias, um dia só, etc. Entre em contato e veja quais opções são mais adequadas pra você. Na época dormi em Hazyview em um hotel 3 estrelas, o Hotel Numbi & Garden Suites.

Em outra oportunidade, fizemos safari por conta própria e nos hospedamos no Protea by Mariott Kruger Gate. Este hotel está localizado no portão Paul Kruger e é enorme, bem legal! Tem restaurante, piscina, academia e oferece muitas atividades que podem ser contratadas lá mesmo, como safaris guiados, safari walks e etc. Acho que é uma boa opção para quem viaja com crianças ao Kruger.  

Se for fazer Safari por conta própria, use o site oficial do parque para se guiar e reservar acampamentos para dormir. Os mais famosos são o Skukuza e Satara.

Portões mais próximos:

De Nelspruit –> Crocodile Bridge Gate, Malelane Gate, Numbi Gate

De Hazyview –> Paul Kruger Gate, Numbi Gate, Phabeni Gate

leoas no kruger park

2 . Dirigindo de Maputo para o Kruger

Não existe entrada para o Kruger em Moçambique, você tem que cruzar a fronteira em Ressano Garcia e então chega na cidade de Komatipoort do lado Sul-Africano. Os portões mais próximos para entrar no Kruger são o Crocodile Brigde e Malelane. Você pode dormir na região do lado de fora do parque, se quiser dormir lá dentro, tem que reservar pelo site do Kruger.

leopardo comendo caça no kruger park
Servido?

Desta vez eu optei por ficar em um lodge privado, o Shishangeni Lodge. Foi muito bom! A área que o hotel está situada é muito rica pela proximidade de dois rios. O guia era excelente e vimos leões e um leopardo! Além claro dos elefantes, girafas, rinocerontes, etc. É uma experiência mais cara, mas nós gostamos bastante.

hopopótamo no kruger park
Tá olhando o que?

3 . Voando para Nelspruit

Honestamente eu nunca fiz esse roteiro, mas se você está em Cape Town e quer ir ao Kruger, a melhor opção é de avião. Chegando em Nelspruit, você pode seguir as quaisquer das dicas acima, pois de Nelspruit para Komatipoort ou de Nelspruit para Hazyview levam igualmente mais ou menos 1 hora.

Veja neste post 5 sugestões de onde dormir em Nelspruit.

rinocerontes no kruger park

Outras dicas para fazer Safari na África do Sul

Melhor época para fazer safari

Você pode ir ao Kruger em qualquer época do ano. A vantagem do verão é que a paisagem está mais verde, a desvantagem é o calor. No inverno o mato está seco e baixo, então fica mais fácil ver os animais.

Quanto tempo ficar no Kruger

Claro que isso é pessoal, mas na minha opinião, dois dias inteiros de safari são suficientes. Não conte o dia da chegada e da partida. Então isso geralmente soma 4 dias no total: 1 para ir + 2 no parque + 1 para voltar. Quem tem pouco tempo, pode apertar em 3 dias: sai cedo e já faz um safari noturno no dia da chegada + 1 dia de safari inteiro + safari de manhã e partida.

Cuidados com a saúde no Kruger

A região do Kruger apresenta baixo risco de malária, leia mais sobre cuidados de saúde aqui neste post.

Lembre-se de fazer um seguro de viagem! Aquele tipo de coisa que ninguém que usar, mas é bom ter, não se brinca com saúde! Um seguro de viagem de 7 dias na África custa menos de 45 reais.

Nós usamos o site Seguros Promo, que faz comparação de preços de vários seguros. Neste site você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 pra ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Fotografia em Safari

Para fotos, leve uma máquina SLR, caso contrário, não conseguirá boas fotos. E digo mais, leve uma lente a partir de 200 mm.

Dica final para aproveitar o Kruger Park

Safari é uma expedição em busca de animais selvagens no seu habitat natural. Uma das coisas mais fascinantes que se pode fazer na terra. É quase uma meditação, então tenha paciência!

É bom ter expectativas realistas também, safari não é zoológico. É possível ver muita coisa legal, como é possível não ver nada… Afinal, os animais são mestres em camuflagem.

Ficou alguma dúvida!? Escreva aí nos comentários abaixo que a gente responde 😉

tirando fotos no kruger park

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Onde dormir em Nelspruit – 5 sugestões de hotéis e pousadas
Panorama Route na África do Sul
Turistando em Joanesburgo
Pilanesberg, safari a somente duas horas de Joanesburgo
Cidade do Cabo, o guia definitivo
Cape Town – além do roteiro tradicional
Praias de Cape Town

Veja também o post sobre o Kurger da Liliane do Blog Trilhas e Cantos, super completinho.

Se Lança…

Tudo sobre Safaris na África do Sul no nosso guia:

Comentários

comments

52 Comments

  1. Tayanne

    Olá meninas,

    Descobri o blog de vocês hoje e estou amando.
    Eu e meu marido vamos ficar 1 mês na africa em agosto.
    2 semanas ficaremos na região de porto elizabeth no Kariega Game Reserve fazendo trabalho voluntário com animais e duas semanas viajaremos pela africa.

    Queria pedir um conselho. O ultimo destino da viagem será Joanesburgo onde ficaremos 3 dias. Vocês acham mais interessante fazer o Kruger ou ir para a região de SunCIty?

    Pensei em ir para Sun City, mas lendo este post fiquei em dúvida.
    Como faremos o Kariega e tb Addo Park não sei se seria bem parecido.

    Muito Obrigada

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Tayanne, que bom que está curtindo o blog!

      Olha, não conheço o Kariega, mas olhei aqui e parece ser bem bacana. Acho que você ir ao Kruger, seria um pouco mais do mesmo. Claro que o Kruger é infinitamente maior, mas seria fazer mais safaris… Como você já vai a dois parques, talvez seria bacana variar um pouco.

      Sobre o Sun City, eu particularmente não acho um passeio muito legal. É um hotel com cassino e piscinas. Te dou outras sugestões, dependendo do que você e seu marido gostam.

      Ficar em Joanesburgo mesmo, e fazer um bate e volta no mesmo dia a Sun City ou Pilanesberg. Aqui e Aqui.

      Se quiserem viajar um pouco mais, tem Drakensberg. Fica a 4 horas de Joburg. Link AQUI.

      De qualquer maneira, você vai AMAR a Africa do Sul, se prepare!

      Beijos

      Responder
  2. cida

    Gostaria de saber sobre calças e camisas para o safári onde comprar em sp ou lá na África?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Cida! Não precisa nenhuma roupa especial para fazer safari. Apenas atente com a época do ano, se for verão, roupas leves. Se for inverno, vista-se em “cebolas”(camadas) caso esquente para ir tirando as blusas. Uma idéia legal é usar calça comprida e manga longa no anoitecer, pra evitar picadas de mosquitos.
      Agora, se você quiser comprar umas roupas legais, com cara de safari, recomendo a Cape Union, tem várias lojas na Africa do SUl, inclusive no aeroporto de Joanesburgo.

      Responder
  3. Maiara de Carvalho Trega

    Oi! Adorei seu blog!
    Vou para a África do Sul em março de 2017 mas vou chegar por Maputo. Você sabe como faço pra ir do aeroporto para o Kruger sem ser alugando carro? Estou tendo muita dificuldade para encontrar essa informação.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Maiara, olha, não sei ao certo, mas posso te dar algumas dicas por onde começar.
      Existe um ônibus que vai de Joanesburgo a Maputo e vice-versa, as companhias que fazem esse trajeto são a Greyhound e a Intercape. Aí você pode tentar descer em Komatipoort, Malelane ou Nelspruit. Sei que quando o ônibus sai de Joburg para Maputo ele faz uma parada de 20 minutos em Malelane. Para pegar este ônibus, você pode tomar um taxi do aeroporto de Maputo para o terminal rodoviário.
      Daí pra chegar dentro do Kruger, veja se o seu hotel pode te buscar na cidade ou recomendar um taxista.
      Importante – se você vai voltar pra Maputo depois, precisa ter o visto de múltiplas entradas em Moçambique.
      Espero ter ajudado.

      Responder
      • Maiara de Carvalho Trega

        Obrigada Tati,
        Vou buscar informações sobre esse ônibus! Eu posso descer em Nelspruit e pegar um taxi até o aeroporto para alugar um carro.
        A burocracia para atravessar a fronteira de ônibus é muito grande?
        Vou verificar a questão do visto.

        Obrigada!

        Responder
        • Tati Barro

          Oi Maiara, acredito que a burocracia seja igual para todos.
          Talvez seja apenas um pouco mais demorado de ônibus pois terá que esperar todos os passageiros passarem pelos trâmites.
          É um pouco bagunçado à primeira vista, mas é tranquilo.

          Responder
  4. Daiana

    olá!!! adorei as informações 🙂
    estou com uma dúvida, vou para maputo e pretendo ir ao Kruger PArk e depois retornar para Maputo.
    Eu tenho o visto simples, eu consigo solicitar uma nova entrada na fronteira?

    Responder
    • Tati Barro

      Olá Daiana, que bom que está gostando do blog!
      Olha só, na teoria, é possível pedir visto de entrada na fronteira, mas eu particularmente acho arriscado.
      Eu tentaria tirar o visto de múltiplas entradas antes de ir, ou, se já está em Moçambique, entrar em contato com algum despachante para garantir que consiga entrar de volta em Moçambique depois do passeio na África do Sul.
      A regra é a seguinte, se o seu país de origem (no caso Brasil) tiver uma Embaixada de Moçambique, é preciso pedir o visto com antecedência. Se o seu país de origem não tiver uma Embaixada (digamos Estônia por exemplo) aí então você tem direito de pedir o visto de fronteira.

      Responder
  5. Lorena

    Obrigada pela resposta! Vou com um grupo de 6 amigos e a maioria já pediu o visto simples e não vai haver tempo de trocar. Ficaremos 10 dias em Moçambique e nossa idéia é visitar tofo, inhanca e kruger. Será que existe uma alternativa ao kruger perto de Maputo? Olhei o gorongosa mas é longe. Obrigada mesmo!

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Lorena, tenho algumas sugestões pra vocês:
      1 – Se estiverem voando via Joanesburgo, tentem fazer um stop de 2 dias lá. E aí podem fazer um safari no Pilanesberg, fica só 2 horas de lá. Dá pra passar o dia e voltar. Detalhes aqui no blog.
      2 – Em Moçambique, tem a Reserva dos Elefantes, agora acho que chama Reserva de Maputo. Já vou começar dizendo que é um passeio beeeem roots. Eu nunca fiz, peguei essas infos com amiga de amiga. Essa reserva está em processo de revitalização pelo banco mundial, vão construir um lodge lá e estão trazendo alguns animais também. Ela abriga muitos elefantes que sofreram traumas e ficaram órfãos durante a guerra civil, então são bem selvagens/bravos. Tem também girafas, hipopótamos, zebras e pássaros. Pra chegar lá tem que ir de carro 4×4 pois passa por dunas de areia. Não tem onde dormir, só acampar. Não tem chuveiro, banheiro, nada. Tem uma casa de apoio bem simples e com uma torneira. O visual do parque é super lindo, pois é próximo a praia também. É melhor ir com quem conhece, tem uma pessoa em Maputo que leva. Se interessar, posso buscar o contato. Mas como disse, tudo bem roots. Essa amiga da minha amiga que foi AMOU! rs
      3 – Diria que este é o último recurso. Quando você chegar no aeroporto de Maputo, tem um guichê que dá visto de fronteira para estrangeiros de países onde não tem Embaixada Moçambicana (não é o caso do Brasil). Converse com o representante lá. Explique a situação de vocês, e quem sabe ele oferece uma alternativa.
      Espero ter ajudado!

      Responder
      • Lorena

        Mtooo obrigada. Vou me informar no aeroporto na chegada. Estava pesquisando sobre essa reserva de elefantes de Maputo mas tem bem poucas informações mas a opinião de uma pessoa que foi ajuda mto. Se vc conseguir o contato da pessoas em Maputo vai ser ótimo.

        Responder
  6. Welisson

    Tati/Flavia, bom dia!

    Novamente, parabéns pelo excelente site.

    Já fiz alguns questionamentos no post sobre a Panorama Route, e agora gostaria de perguntar algumas coisas sobre o Kruger. Estou indo dia 08/12 para a África do Sul. Em todos os lugares que pesquisei, li que deve ser reservado com meses de antecedência para ficar dentro do parque, mas olhando hoje parece que ainda tem vagas. Seguem as perguntas, rs:

    1) Onde recomendam ficar dentro do Kruger? Skukuza?
    2) Se eu ficar hospedado dentro do parque (pretendo chegar no dia 12 no final da tarde e sair no dia 14 na metade do dia, ou seja, ficaria dois dias), eu pago o valor da diária? Estou indo de carro de Joanesburgo.
    3) Pretendo fazer um game drive a noite no dia 12, ficar o dia 13 por minha conta de carro e fazer outro na parte da manhã do dia 14. Qual o horário dos games a noite? Tem outra indicação de empresa alem da Regent Safaris?
    4) A diária no parque funciona como em hotéis, por exemplo horario de check in e check out? Ou é por dia?

    Desde já o meu muitíssimo obrigado.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Welisson,
      1 – sim, pode ficar no Skukuza, mande um email aqui neste link para fazer a reserva: http://www.krugerpark.co.za/Kruger_National_Park_Lodging_&_Camping_Guide-travel/skukuza-camp.html
      2 – tanto os rest camps quanto os lodeges são como hoteis, tem check-in/check-out
      3 – quando mandar email para reservar o skukuza, pergunte sobre os games drives, eles também podem ser contratados lá no alojamento. Os drives de noite costumam sair antes do pôr do sol, entre 16, 17hrs
      4 – A entrada no parque custa 304 rands por pessoa por dia, independente da hora de entrada e saída

      Responder
  7. Laila

    Olá! Nossa, seu post esclareceu mta coisa! Tenho 1 dúvida: vou em março, de Joanesburgo de carro – daí volto de carro tb . Quero saber como faço para chegar no Camp ( to pensando em ficar no skukuza). Passo pelo portão e vou entrando no meu pp carro pelo parque adentro???? Obrigada.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Laila, que bom que você está achando as informações de que precisa.

      Sim, só passar pelo portão do parque com seu carro. Paga no portão uma taxa por carro e uma taxa por quantidade de pessoas – por dia.

      Dentro do parque tem que dirigir 40 a 50 km/h, então planeje o tempo direitinho pra chegar no skukuza.

      Não se preocupe, muita gente anda com seus próprios carros lá dentro, não é difícil, se tiver GPS ele lê as estradas lá dentro até o skukuza, se não tiver, compre o mapa na entrada do parque.

      Boa viagem!

      Responder
  8. Caio Nogueira

    Boa tarde Laila, tudo bem?

    Parabéns pelo blog, certamente o melhor conteúdo que achei sobre a africa, e olha que nao estou pesquisando pouco. O ruim foi ter te achado somente hoje de tarde. ;( Acabei ja fazendo algumas reservas antes de ler suas dicas.

    Vou pra africa em março, com chegada e saida por Capetown, ficaremos pela africa 10 dias. No dia 05 de março iremos de CPT para Jo`burg (Chegamos as 07:00 da manha) e vamos direto para o krugger de carro. Reservamos somente 2 noites no skukuza, ou seja, teremos a noite do dia 05 (faremos um night drive), o dia todo do dia 06 (Faremos um morning walk e um sunste drive) e retornaremos para Jo`burg no dia 07 pela manha, pensei em sair as 5:30/06:00. A pergunta que nao quer calar… Devido ao pouco tempo no país, temos que voltar o mais rapido para CPT para conhecermos o que a cidade. Você acharia muito arriscado sairmos do skukuza as 06:00, com um voo marcado para o mesmo dia as 19:00hrs?

    Faltando apenas esse detalhe para comprar a passagem do trecho domestico. Confesso que gastar com 1 diaria a mais em Jo`brug, além do tempo “perdido”, já que devido ao horário não iríamos conhecer as atrações de Jo`burg, não seria muito agradável.

    Parabéns mais uma vez, seu blog é SENSACIONAL!

    Abraços

    PS: Fechei o skukuza hoje, se tivesse te achado antes teria feito o Pilanesberg devido a distancia. Mas vida que segue… hahaha

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Caio, fico mito feliz que esteja gostando do blog.

      Uma pequena correçãozinha… nós do Se Lança somos a Tati e a Flávia 😉

      Vamos para sua pergunta, acho que dá tempo sim de vc ir do Skukuza a Joanesburgo pra pegar esse vôo à noite.

      Uma outra opção que você pode verificar é quanto custaria devolver o carro alugado em Nelspruit e voar de Nelspruit (Aeroporto chama: Kruger Mpumalanga International (MQP)) para Cape Town.

      Pena que você já fez suas reservas, mas sei que vai lembrar da gente em uma próxima viagem!

      Abraços

      Responder
      • Caio Nogueira

        Tati e Flávia, mil desculpas! hahahaha

        Acabei olhando o nome do comentário que estava acima do meu e não percebi que era uma resposta de vocês para outro leitor. 😉

        Agradeço a resposta e todas as dicas que tem no blog. Vamos pra Jo`burg mesmo, o preço da passagem tem uma diferença bem significativa. hahahaha

        Obrigado e vou me lançar na africa do sul, depois volto pra contar pra vocês.

        Abraços

        Responder
        • Tati Barro

          Legal Caio! Você vai amar a viagem e o Kruger também! Conta depois pra gente sim!

          Responder
  9. Roseley

    Parabens muito bons os posts!
    Espero ser sortuda como vocês e desfrutar as maravilhas da Africa do Sul :)!

    Meu marido e eu iremos para a AFS em março.
    GRU LAD, LAD CPT previsto para chegar as 14:15 do dia 17/03, sexta-feira.
    Retornaremos no dia 24/03, sexta-feira, embarque as 17:50 em CPT.
    Gostariamos de conhecer CPT e fazer um safari. Pensamos em passar 2 ou 3 dias no Kruger, hospedados lá dentro mesmo.
    Ficarei muito grata se puderem me ajudar e indicar qual o melhor dia para ir até o Kruger, penso que via Nelspruit.
    Roseley

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Roseley, fico feliz que nossos posts estejam te ajudando.

      Você poderia tentar ir direto para Nelspruit no próprio dia 17, nem sair do aeroporto. Ficar no Kruger dias 18 e 19 e retorno no dia 20 cedinho para Cape Town.

      Infelizmente você tem pouco tempo no país, e está voando via Luando e não Joanesburgo – então talvez ir até o Kruger você gaste muito tempo com logística.

      Outra sugestão que tenho para você é ir aos Games Reserves Inverdoorn ou Aquila. Não é propriamente um parque selvagem (não se pode comparar ao Kruger nem de longe), mas lá tem vários animais e que ficam soltos na reserva, você os procura também naquele camburão de Safari. A vantagem é que fica somente a 2/3 horas de Cape Town de carro.

      Nesse site você encontra várias empresas que realizam este passeio: Get Your Guide.

      Abraços

      Responder
  10. Carol

    Oi Tati, tudo bem?
    Seu post me ajudou muito! Estou querendo ir de carro de Joanesburgo mas estava com um pouco de medo..

    Também estou pensando em ficar no Protea, quando você ficou lá, fechasse os safaris lá mesmo? Estou vendo pra fechar num site desses tipo booking, mas ali não inclui os safaris, gostaria de já fechar junto..

    Bjs
    Carol

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Carol, que bom que o post te ajudou!
      Pra te ajudar a dirigir na África do Sul, leia este post também.

      Sobre o Protea, quando eu me hospedei lá, estava fazendo safari no meu próprio carro. Minha dica para você é a seguinte, entre no site deles diretamente e faça uma cotação apenas da hospedagem – se o valor for o mesmo do booking – vá em frente e reserve o pacote todo com eles.

      Se você conseguir um preço melhor no booking, reserve a hospedagem no booking. No Protea o centro de serviços para clientes é bem grande. Lá com certeza eles vão conseguir te atender e recomendar passeios baseado nos seus gostos, tempo, disposição, etc.

      Mas eu também sou do tipo de pessoa que gosta de viajar com tudo organizado 😉 Este hotel é bem bacana, pode reservar sem receio!

      Abraço, Tati

      Responder
      • Tati Barro

        PS – se optar por usar o Booking, por favor use o link aqui do blog, vc não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o Se Lança!

        Responder
  11. victor

    Olá Tati, boa tarde! Primeiramente obrigado pelas ricas informações. Estou planejando ir ao Kruger no fim de setembro e gostaria de saber o melhor horário para o Game (manhã ou fim de tarde). Pergunto isso, porque estou pensando em fazer o tour em três dias, escolhendo o melhor horário em duas oportunidades. Ficarei em Lazyview. Muito Obrigado!

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Victor!
      Fico feliz que o blog esteja te ajudando!
      Olha só, já que vai ficar 3 dias em Hazyview, faça vários safaris. Manhã e fim do dia são melhores para ver animais, pois estão mais ativos. Entre estes dois, eu particularmente prefiro de manhã. O safari de fim de tarde é bem legal, mas quando começa a escurecer fica difícil enxergar a noite.
      Mas safari é sempre sorte, um dos safaris que tive mais sorte foi às 2 da tarde! Teoricamente o pior horário rs. Então escolha o que for mais conveniente pra vc, mas se der, faça um safari de manhã e outro de noite.
      Abracos!

      Responder
  12. Bruna

    Boa tarde,

    Li o seu post e gostei muito. Curti muito a dica sobre camêras SLR.
    Tenho uma dúvida, se puder me ajudar, eu agradeço. 🙂
    Vou começar minha viagem em Cape Town, ai pego um voo e vou para Joanesburgo. Neste mesmo dia queremos ir para o Kruger. Sabe dizer se existe algum ônibus de viagem que leve até o safári? Sempre vejo todo mundo dando a dica de ir de carro, mas com ônibus nunca vi.

    Obrigada 🙂

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Bruna, fico feliz que gostou do post.
      Você pode ir de ônibus até Nelspruit pela Intercape ou Greyhound.
      De lá para o Kruger, é melhor organizar com seu hotel, ou na Get Your Guide tem várias opções de operadoras de turismo.
      Abraços

      Responder
  13. Jane

    Olá!
    Quando fez seu safári pela Regent Safari? Tem acompanhado a agência de alguma forma desde então? Alguma outra recomendação de agência? Localizei várias agências na internet, mas gostaria de contratar uma com referências.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Jane, foi em 2012, faz tempo ja.
      Acompanho eles no face e vira e mexe trocamis emails. A empresa ainda tem os mesmos donos de quando eu fui. Recomendo! Abraço

      Responder
  14. Camila

    Olá!
    Parabéns pelo blog! dicas ótimas para viajantes, principalmente de primeira viagem!

    Tenho uma dúvida: estou indo com meu marido para África agora em outubro, chegaremos em Joanesburgo e pretendo ir de carro para Nelspruit ou Hazyview, qual das duas cidades seria melhor se hospedar, para poder visitarmos o Kruger Park?!

    Desde ja, muito obrigada

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Camila, Hazyview é menorzinha mas mais perto do Kruger, recomendo ficar nela ou se conseguir, dormir dentro do parque! Abraços

      Responder
  15. Marília

    Olá Tati!
    Parabéns pelas dicas nos ajudam MUITO, já esclareci várias dúvidas. Vou chegar em Cape Town dia 20/12/17 e retorno 08/01/18, eu adoro CT vou levar meu marido e filha(20 anos) para conhecerem. Estava querendo fazer o Safari no Kruger Park, o safari próximo a CT eu já fiz. Chego em CT por Luanda, estava pensando em chegar em CT e ir direto para Nelspruit, Hazyview ou Skukuza(na sua opinião qual melhor opção?), o vôo está previsto chegar em CT 15 hs. Como tenho tempo, poderia chegar em CT e ir no outro dia, mas com é próximo do Natal estava querendo ir para o Kruger Park mais rápido e ficar 2 ou 3 dias. As passagem de CT para Nelspruit é bem mais cara que para Joanesburgo, mas acho que não compensa ir para Joanesburgo e pegar um carro, a menos, que a viagem de carro seja muito boa, estrada bonita. Obrigada, Marília.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Marília, fico feliz que as dicas estão te ajudando!
      Realmente voar de CPT para Nelspruit é um pouco caro, mas como seu objetivo é justamente conhcer o Kruger, sugiro que se possível faça isso.
      Voar para Joanesburgo e pegar o carro é mais cansativo. Valeria a pena se fosse passar uns dias em Joburg, mas aí a viagem vai se esticando né.
      A parte bonita da estrada é a Rota Panorâmica, mas esta – caso queira ver – pode dedicar meio período saindo de Nelspruit mesmo. Dá uma olhada nas fotos aqui neste post ó.
      De qualquer maneira, pelo seu relato, o objetivo é conhecer mesmo o Kruger, então vá sem delonga rs.
      Pra dormir, eu acho Hazyview melhor que Nelspruit por ser mais perto do parque. Nelspruit é maior e tem outras opções de shoppings e restaurantes, mas pra fazer safari, Hazyview está na boca do gol.
      O Skukuza é dentro do Kruger, se conseguir uma vaga, fique lá dentro!
      Abraço

      Responder
  16. ANA PAULA MARTINS LARA

    Olá Tati,

    Excelentes dicas! Não encontro a informação de como chegar ao Kruguer sem alugar um carro. Quero ir de avião de Joanesburgo para algum aeroporto que seja mais próximo do Skukuza camp. Seria o aeroporto de Neilspruit, Skukuza ou outro. Talvez o aeroposrto de Skukuza seja somente vôos fretados para reservas privadas.
    Obrigada

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Ana Paula, excelente pergunta!
      Olha só, tenho a seguinte sugestão. Se estiver em Joanesburgo, pode chegar no Kruger de ônibus – ou melhor – a passagem é de Joanesburgo para Nelspruit.
      Para ir ao Kruger precisa de carro ou estar fazendo safaris com operadoras de turismo, não se entra no Kruger à pé. Ou então, se for se hospedar em um lodge lá dentro, combine com o seu hotel de te buscar.
      As companhias de ônibus que fazem esse trajeto são a Intercape e Greyhound, é possível comprar as passgens online.
      Respondi sua pergunta ou ainda tem alguma dúvida?!
      Qualquer coisa é só falar que a gente tenta descobrir algo bom pra vc!
      Abraço

      Responder
  17. Barbara

    Tati, descobri seu blog e estou adorando as dicas. Vou para a África mês que vem e não consigo me decidir quanto ao safári. Minha vontade é ficar em um lodge (obviamente, rsrs), mas como vou passar 1 mês no país, o orçamento está curto para algo mais luxuoso. Entretanto, uma coisa que eu acho muito legal dos lodges é o carro totalmente aberto e a presença do tracker, coisa que ainda não encontrei contratando em parte, caso eu opte por uma hospedagem mais simples.

    Todos que vi o carro tem cobertura, só tem ranger e a maior parte do tempo andam pelo asfalto ou trilhar demarcadas. Você tem conhecimento de alguma empresa que faça games similares ao serviço dos lodges?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Barbara! Que bom que está aproveitando as dicas!

      Vamos por partes:

      1 – Jeep com ou sem teto – a grande maioria tem cobertura, um teto, que na minha opinião é bem favorável. Ficar rodando com o sol no lombo é bem desgastante lá, e este teto não atrapalha em nada a visão do animais. Os jeeps de lodge ou de fora variam, cada um faz do seu jeito. Os lodges que eu fiquei tinham jeeps com teto.

      2 – Tracker – é legal quando tem sim, principalmente quando eles param e mostram as pegadas no chão. Massss, na prática não faz tanta diferença assim para achar os animais, o grande amigo dos rangers é o rádio! Eles todos se comunicam e um avisa o outro onde tem animal interessante de ver. Por isso o safari guiado é quase sempre melhor que o self-drive, pois um ranger avisa o outro onde ir. Então se o seu tour não tiver tracker, não se preocupe.

      3 – Asafalto e trilhas demarcadas. Aqui existe uma diferença. Deixa eu tentar explicar. Os lodges que ficam dentro do Kruger possuem uma concessão privada sobre a terra deste lodge, e apenas os hóspedes daquele lodge em particular podem rodar sobre as trilhas de terra deste lodge. Ou seja, se você ficar no lodge A, não pode entrar no Lodge B e vice-versa.
      No entanto, dentro do Kruger existem muitas estradas e estas são públicas – todos podem rodar por elas, inclusive os hóspedes de todos os lodges. Quem faz self-drive ou quem entra no parque com operadora de fora tem que se manter nestas estradas – que são muitas e extensas e geralmente são suficientes para ver muita coisa! Apenas os jeeps de lodges se aventuram por dentro do mato, em lugares sem trilhas, pois apenas eles tem a concessão de explorar sua área.

      4 – Outra coisa importante para lembrar é que dentro do Kruger não existem cercas. Os animais que um dia estão perto do Lodge particular, no outro dia estão na estrada de asfalto. Os animais não ficam parados, por isso safari é SORTE! Para aumentar a chance de ver os animais que quer, tem que aumentar o número de vezes que vai “à caça”.

      Espero ter ajudado! Abraços!

      Responder

LEAVE A COMMENT