Turistando em Joanesburgo
África do Sul Joanesburgo

Turistando em Joanesburgo

Se lança pra Joanesburgo – África do Sul

Joanesburgo pra mim é especial, pois é onde eu moro no momento em que vos escrevo, mas confesso que para turistas, não é o ponto alto da África do Sul. Em Joburg (ou Jozi), você vai encontrar ótimos restaurantes, shoppings e algumas outras atividades, como museus e parques. Vale a pena parar por aqui se estiver de passagem para Cape Town, Kruger ou outros países Africanos. Você com certeza ficará impressionado com a infra-estrutura de primeiro mundo que verá na cidade.

Turismo em Joanesburgo

Joanesburgo é uma cidade grande com ares de cidade pequena. Aqui tudo fecha cedo, meu primeiro estranhamento ao chegar foi ver que o supermercado fecha às 18h, eventualmente achei os que ficam abertos até às 20h. Vindo de São Paulo, foi um primeiro choque. Isso é um misto da herança dos tempos do Apartheid somados ao prezo que o Sul-Africano tem por qualidade de vida e tempo com a família.

Como se virar

Joanesburgo é conhecida internacionalmente por ser uma cidade com altos índices de violência e estupro. Mas visitantes ficam muito aquém dessa realidade, pois transitam apenas por lugares turísticos e seguros, enquanto a violência acontece nos bairros mais afastados. Então sinta-se confortável na cidade, mas não baixe a guarda. Nós brasileiros conseguimos tirar isso de letra.

Joanesburgo também é uma cidade muito seca, principalmente no inverno. Minhas visitas costumam sofrer com isso. Então tome bastante água e tenha sempre um protetor labial no bolso. Por ser uma cidade 1700m acima do nível do mar, a temperatura é amena, não faz muito calor no verão, mas o inverno é um pouco rigoroso, como no sul do Brasil. Não existe aquecimento central nos lugares, mas geralmente existe algum tipo de aquecedor nos quartos/restaurantes. E no verão, protetor solar, eu não sei porque, mas eu juro que o sol aqui queima mais que no Brasil.

Locomoção em Joanesburgo

Aqui é preciso alugar um carro com GPS, não existe um meio de transporte público confiável para turistas. Com execeção do Gautrain, que te levará do aeroporto para alguns bairros e vice-versa. Os moradores locais andam em vans, que aqui chamam de taxis. Essas vans param no meio da rua e a qualquer momento para pegar passageiros, então cuidado se estiver dirigindo atrás de uma. Outra precaução é que aqui dirige-se na mão inglesa, então é preciso cuidado e atenção. Precisa-se da carteira de motorista internacional, que pode ser emitida no Detran da sua cidade. (Veja como tirar a sua permissão internacional para dirigir aqui)

Em Joanesburgo tem todas as grandes locadoras de carro, nós recomendamos usar a RentCars pois é possível pagar em reais e sem IOF.

Se você tiver que andar de taxi, use o serviço do hotel, ou estes credenciados:
Cabs For women – taxis dirigido por mulheres e pegam somente passageiras do sexo feminino. Fone: 0861 777 778
Zebra Cabs – Fone: 086 1105 105
Santon Taxi Cabs – Fone: 011 039 4402
Enjoy the Journey – Para transportes, passeios, transfer, etc. Fone: 010 590 11 20

Onde ficar em Joanesburgo

Aconselho a ficar nos subúrbios ao norte do centro da cidade. Não é aconselhável ficar no centro, ainda é uma região perigosa. Recentemente algumas pessoas tem ficado em Maboneng, um abairro revitalizado no centro, mas ainda assim, eu ficaria nos subúrbios.

Você poderá escolher os subúrbios como Sandton (melhor, porém mais caro), Fourways, Randburg, Woodmead, Bryanston e outros próximos a essas regiões. Como moro aqui, não me hospedei em nenhum hotel pra assinar embaixo, mas de qualquer maneira, seguem algumas sugestões:

Marion Lodge – casa transformada em pousada, fica em uma rua residencial super tranquila e muito bem localizada, perto do Shopping Sandton City. Boa opção para fugir das grandes redes de hoteis. Bom custo benefício, diárias à partir de 1000 rands. Endereço: 15A Marion Street

Park Inn Sandton – quartos são pequenos mas o hotel é bem localizado. Bom custo benefício para ficar em Sandton. Diárias a partir de 1200 rands. Fone: +27 (0)11 303 1000, Endereço: 118 Katherine St

Rivonia Bed and Breakfast – esta pousada é uma boa opção para fugir dos hotéis luxuosos de Sandton, mas ainda estar localizado no centro do borbulho. São 50 quartos dos quais alguns tem até uma pequena cozinha dentro. Tem café da manhã e internet inclusos. Ambiente com jardins e tranquilidade. Diárias à partir de 1300 rands. Fone: +27 (0)82 496 5568, Endereço: 3 River Rd, Sandton

Protea Hotel Balalaika Sandton  – este hotel é um dos mais tradicionais em Sandton, tem duas piscinas e alguns jardins para relaxar. Pode-se ir à pé ao Sandton City e Mandela Square. Diárias a partir de 1500 rands. Fone: +27 (0)11 322 5000, Endereço: Maude St, Sandown

Radisson Blu Gautrain Hotel Sandton – hotel moderno, ao estilo Radisson. Localizado em frente ao Gautrain e muito perto do Sandton City, possível ir à pé. Excelente café da manhã, com qualidade e variedade excepcionais. Diárias à partir de 2000 rands. Fone: +27 (11) 286 1000, Endereço: Rivonia Rd & West Street

Holiday Inn Johannesburg-Rosebank – este hotel fica junto com o Shopping Rosebank, tem entrada direta para o complexo. Piscina, academia e café da manhã inclusos. Diárias a partir de 2000 rands. Fone: +27 (0)11 218 6000, Endereço: 187 Oxford Road

Protea Hotel Fire & Ice! Melrose Arch – este hotel fica dentro do complex do Melrose Arch, excelente localização pois tem inúmeras opçõe de excelentes restaurantes para ir caminhando. Quartos luxuosos e piscina ao ar livre. Tem transfer gratuito para o Gautrain em Sandton. Diárias de 3000 rands. Fone: +27 (0)11 218 4000, Endereço: 22 Whiteley Rd

Veja este post sobre onde ficar em Joanesburgo, bairro a bairro.

Onde comer

Você vai comer bem em qualquer restaurante aqui, e as porções são bem servidas. Algumas sugestões:

Moyo – É um restaurante de comidas de todo continente africano . É bem legal, eles lavam suas mãos e pintam seu rosto se você quiser. E dá pra comer comida “normal” pra quem não quer arriscar nada diferente.

Jantar africano no Moyo
Jantar africano no Moyo

Piza e Vino – Pra quem estiver com vontade de comer uma pizza, este lugar serve pizzas individuais com massa bem fina, estilo europeu. É muito gostoso. Recomendo a unidade do Melrose Arch.

The Baron – bar/restaurante em Sandown, bastante agitado às sextas-feiras no horário do Happy Hour.

Para comer carne, The Grill House ou Meat & Co. As carnes aqui são muito saborosas, mas os Sul-Africanos costumam comer carnes com molho, então se quiser ao estilo brasileiro, peça seu prato feito apenas com sal.

Parkhurst – um bairro com vários restaurantes na rua. É possível parar o carro na rua e escolher o lugar que achar mais atrativo. Recomendamos o Bottega Café.

O que fazer em Joanesburgo

Lion Park – Tem um mini safari que você pode fazer no seu próprio carro, não precisa pagar pra andar no camburão deles. A outra área é um espaço com filhotinhos de leão que você pode entrar e passar a mão neles. Também é possível alimentar a girafa. Passeio bem legal. (Atualização – com o passar do tempo, a gente vai aprendendo mais sobre a vida e evoluindo os conceitos né? Hoje tenho minhas dúvidas se é bacana mesmo a gente frequentar esses locais de interação com animais, que deve estressar muito esses bichos. Dá uma olhada neste post do Bastante Sotaque que me fez mudar de opinião).

IMG_2367

Gold Reef City é um parque de diversões, bom passeio se tiver com crianças. Ao lado é o Museu do Apartheid. É um museu de muita leitura, algumas fotos e videos falando sobre a época do Apartheid na Africa do Sul. É muito interessante e educativo, mas é um passeio triste.

Museu do Apartheid
Museu do Apartheid

Santuário dos Elefantes – É uma instituição que cuida de elefantes órfãos. Tem 3 visitas diárias. É um passeio bastante interativo, lá você escova o elefante, passa a mão nele, leva ele pra passear pela tromba e etc. Um pouco caro, mais ou menos 100 reais por pessoa, mas acho que vale a pena. Fica em Hartbeespoort Dam, aproximadamente 50 mins de Sandton.

elephant-sanctuary

Sandton City & Mandela Square – É um shopping center que no meio dele tem uma praça com uma estátua gigante do Mandela e alguns restaurantes. Boa opção para jantar a noite. Ou se o interesse for compras, Africa do Sul é mais barato que o Brasil (uns 30 a 40%).

Nelson Mandela Square
Nelson Mandela Square

Melrose Arch – espaço bem bonito com lojas e restaurantes. Boa pedida pra um almoço domingo a tarde.

Rosebank rooftop market – se quiser comprar artesanatos, aos domingos (das 9 as 16h) tem essa feira que é no telhado de um shopping. É muito grande, você vai achar de tudo e tem bons preços. Tem também roupas, artes e comidinhas.

Organic market – quinta e sábado de manhã tem uma feira muito gostosa com música ao vivo, comidas e artesanatos. Essa feira é de locais, não turistas. É pequena, mas muito bonita. Pode-se tomar café da manhã ou um lanchinho.

Montecasino – um casino ao estilo Las Vegas (bem mais simples claro) onde tem restaurantes, boliche, cinema. É bonitinho pra sair e jantar um dia.

Monte Casino
Monte Casino

Johannesburg Botanical Gardens and Emmarentia Dam – um parque muito bonito para caminhar, correr, andar de bicicleta ou até mesmo alugar um caiaque. Também bom para relaxar e fazer um picnic no jardim.

Jardim Botânico
Jardim Botânico

Maropeng , Cradle of the Humankind – a uma hora de Joanesburgo e Pretoria, está situado um sítio arqueológico, declarado patrimônio da humanidade. Esse local chama-se Maropeng, que é composto pelas cavernas (Sterkfontein Caves) e o Museu (Visitor Centre)

Market on Main / Maboneng – fica no centro de Joanesburgo, é uma antiga área industrial sendo transformada em residencial alternativo. Aos domingos tem uma feira de comidas e outros cacarecos das 10 as 15h.

SAB World of Beer – museu da cerveja com tour guiado e degustação.

Tour no ônibus vermelho – outra opção para quem tem pouco tempo e quer ter uma visão geral do centro da cidade é fazer o tour no ônibus turístico. Ele para em vários pontos turísticos e você subir e descer a qualquer momento. O bilhete para 1 dia custa mais ou menos 45 reais e para 2 dias 60 reais. Tome o Gautrain até Park Station, de lá o ônibus parte para o Apartheid Museum, Constituition Hill, Newtown entre outros. Você pode comprar o ingresso antecipado neste site aqui.

Emergências

Bombeiros/ Ambulância: 10177
Polícia: 10111
Embaixada do Brasil em Pretória: + 27 (12) 366.52.00
Plantão Consular apenas para cidadãos Brasileiros Plantão Consular (para contatos de extrema urgência apenas – ex: casos de prisão, morte, evacuação médica): + 27 (82) 653.64.68

*PS – A maioria das fotos aqui são da fotógrafa e minha amiga super talentosa Anna Theodora. Confira seu trabalho!

 

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Como se virar na África do Sul
O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Pretoria
Safari no Kruger Park, África do Sul
Pilanesberg, safari a somente 2 horas de Joanesburgo

 

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

25 Comments

  1. Lina Felicio

    Oi Tati
    O sandton city também fecha cedo? Pois chego em Joanesburgo as 7 da noite e meu voo para brasil só sai no dia seguinte pela manhã. Vale a pena irmos a te lá? Pois vi que tudo fecha muito cedo.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Lina, Acho que não dá tempo de desembarcar e chegar shopping a tempo, também fecha cedo.
      Uma opção perto do Gautrain em Sandton é o News Café (link), um barzinho que fica aberto até mais tarde.
      Dá pra pegar o trem do aeroporto até lá e um taxi até o bar, que fica pertinho.

      Responder
  2. Cláudio

    Olá eu não falo inglês. É muito ruim. Quero conhecer a África do sul. Não tenho muito tempo. Irei para a jonnesburgo quero conhecer Kruger park e a cidade de jonnesburgo. E Pretória. Vc consegue me dar umas dicas para quem tem um inglês péssimo irei em julho .

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Claudio, tenho uma sugestão. Tem um guia Português em Joanesburgo que faz safaris no Pilanesberg Park. Este parque é menor que o Kruger, mas a vantagem é que fica somente a a 2,5 horas de Joanesburgo. Se você tem pouco tempo na África do Sul, e dificuldade com o idioma, talvez realizar este passeio com o guia em português seja uma boa opção pra ti. Dá uma olhada neste post que explico tudo: Pilanesberg.
      Já viu aquele aplicativo do google que traduz o que você quer falar? Você fala em português no telefone e ele traduz pro ouvinte. POde ser um quebra galho tb.
      Abraço e boa viagem

      Responder
  3. ANA

    ola Tati
    estamos indo em casal, fica em Joanesburgo mas seguir para Nelspruti, para fazer safari no Kruger e ir ate Blyde voce ja foi?
    vamos de carro é seguro o trageto?
    vi que voce falou que tem regioes que nao é bom andar em joanesburgo ate estou vendo um hotel no bairro 15A Marion Street, Sandown, Sandton, Sandton, 2196. Joanesburgo, África do Sul, como voce falou
    De joanesburgo da pra irmos sozinhos para alguma vinicula?
    ou alguma cervejaria legal proximo, como sao as leis de digirir e beber ai?

    obrigada
    Ana

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Ana,
      Já fui de Joanesburgo para Nelspruit de carro sim. É super tranquilo o trajeto. Só é bom viajar de dia, à noite a visibilidade na estrada não é tão boa, às vezes tem muita neblina. Pode parar no caminho pra conhecer os canions, leia tudo neste post aqui, e neste sobre o Kruger.

      O Marion Lodge é super tranquilo de ficar. Suer bem localizado. Em Sandton não tem muitos perigos não.

      As vinícolas mais famosas da África do Sul são na região do Cabo. Eu não conheço, mas achei esta aqui na região de Joanesburgo. Pode ser uma opção. Uma cervejaria bacana, relativamente próximo de Sandton é a Griffin Pub.

      Beber e dirigir é proibido por lei na África do Sul, porém o limite não é zero alcóol como no Brasil. Pode tomar uma taça de vinho. Sempre tem opção de taxi tb, o pessoal do hotel pode te ajudar a chamar um de confiança.

      Boa viagem!

      Responder
  4. Jainara Queiroga

    Oi Tati, bem legal o blog!! Estou indo em Junho com meus pais já “maiores” e meu inglês não é fluente, vc tem algum guia para me indicar para fazer um city tour em Joanesburgo?? E conhece algum guia em português ou espanhol para nos acompanhar no Parque Kruger sem que eu tenha que vender um rins?? Obrigada!!!

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Jainara, legal que vai levar seus pais pra África!

      Em Joanesburgo, podem fazer o passeio do ônibus vermelho, que tem um audio-guia e existe a opção em português. Veja neste link os detalhes.

      Todas as outras atividades podem fazer por conta própria, sem necessidade de tradutor. A gente se vira até com gestos né!?

      Tenho indicação de guia de safari no Pilanesberg em Português. É o João, ele é português. O tour dele é este aqui. Infelizmente para o Kruger não tenho indicação de guia que fale português.

      Abraços e boa viagem!!

      Responder
  5. PEDRO VILACA NETO

    Ola Tati, estarei em Joaanesburg no dia 30 de Maio, e gostaria de ir Pilasnesberg e ficar por la uma noite, entao eu gostaria apenas de uns transfer, do tipo shuttle, ou ônibus que fosse pra aqueles lados, o que você me indicaria?…. O passeio eu contrataria por la mesmo.

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Pedro,
      A opção mais em conta, sem dúvida, é alugar um carro – mesmo que por 1 dia.
      Transfer pra lá é super caro, entre 1500 a 2000 rands cada perna!
      A opção criativa é: pegar um ônibus da Intercape até Rustenburg, custa uns 200 rands (cidade maiorzinha lá perto). De lá pedir para seu hotel te buscar.
      Espero ter ajudado um pouco!
      Abraço e boa viagem!

      Responder
  6. Matheus Dutra

    Oi Tati, estarei em Cape Town fazendo intercambio, e também darei uma passada em Joanesburgo. To querendo muito fazer um safari, você pode me dizer se é melhor procurar um em Joanesburgo ou em Cape Town?

    Responder
  7. Karen

    Olá Tati, gostei muito do seu post.
    Encontrei um pacote barato para Joanesburgo, porém para ficar somente 3 dias, com voo direto. Você acha que compensa? Da para conhecer a cidade?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Karen, 3 dias em joanesburgo da pra conhecer a cidade sim. Mas fique mais tempo na África do Sul pra conhecer outros lugares.
      Abraço

      Responder
  8. Waleska

    Oi Taty!
    Estou indo com minha família passar o Réveillon na África do Sul. A virada será em Joanesburgo. O que tem pra fazer na noite de Ano Novo?

    Responder
    • Tati Barro

      Oi Waleska, acho que em Joanesburgo tem que procurar festas em hotéis. Não sei de nenhum grande evento por lá.
      Boa viagem!

      Responder

LEAVE A COMMENT