26 dicas rápidas de Tóquio: O que preciso saber antes de ir a Tóquio?

Esse é um post completão com tudo o que você precisa saber antes de ir a Tóquio. Não perca nenhuma dica de como aproveitar ainda mais essa viagem.

Este é um guest post escrito por uma pessoa muito especial, André, marido da Flá. Apaixonado pela cultura japonesa desde que se conhece por gente, reuniu nesse post tudo o que ele procurou antes de realizar essa viagem e não encontrou.

Se você vai a Tóquio, já é uma pessoa de sorte. E agora que chegou a este post, está com mais sorte ainda.

Se lança nas dicas do André:

Meu sonho de conhecer o Japão começou na adolescência. Li os dois tomos de Eiji Yoshikawa sobre Musashi, o samurai mais famoso do Japão.

Lembro de uma passagem onde Musashi descobria que um jardineiro era na verdade um poderoso samurai, simplesmente observando os ramos de flores que ele havia podado.

Como assim? Que tipo de cultura produz este tipo de pessoa? Tudo isso pra dizer, que quando terminei o livro começou o sonho de conhecer o Japão.

Finalmente apareceu a oportunidade, mas a gente só podia ficar 1 semana no Japão. Decidimos ficar apenas em Tóquio para evitar correria (pega trem, pega avião, check in, check out) e desse jeito podermos relaxar e conhecer a cidade mais a fundo.

O objetivo deste post é reunir dicas de Tóquio para diminuir sua ansiedade e aumentar sua diversão. Vamos lá?

Dicas gerais sobre Tóquio

1. Vala a pena ficar 1 semana em Tóquio? Cada segundo, cada centavo.

2. 1 semana é suficiente em Tóquio? Tóquio é infinita. Templos, jardins, parques, museus, bairros, casas de banho, restaurantes, atrações, monumentos, comércios. Aceite que você não vai conseguir ver tudo. Nem em uma semana, talvez nem em 1 mês. Mas eu não recomendaria menos de uma semana na cidade.

3. Perder-se em Tóquio não é um castigo, é uma recompensa. Cada esquina traz uma surpresa. Planeje o que você quer ver, mas deixe tempo suficiente para deixar sua curiosidade te guiar. Cheiros, sons, vitrines e vielas são convites a surpresas.

4. Não pense em Tóquio como atrações, pense mais em bairros. Cada bairro tem uma pegada diferente e dá pra explorar 1 dia em cada bairro. Quanto mais bairros você explorar, mais vai se surpreender. Tenha certeza de ver os bairros tradicionais também como Asakusa (nos hospedamos nele e foi recompensador).

5. Em que bairro de Tóquio ficar? Em qualquer um, desde que seja bem localizado. Afinal, você vai visitar vários. Você encontra hotéis de todos os preços. O tamanho dos quartos por padrão é menor que o resto do mundo, mas o nível de atenção ao detalhe com as coisas vai te surpreender (em tudo na verdade). Os bairros mais comuns de ficar são (clique nos nomes pra ver o preço dos hotéis):

      • Shinjuku (vida noturna)
      • A área em volta da estação de Tokyo Station (amamamos aqui, muito fácil de se locomover)
      • Ginza/Hibiya (bairro mais chique)
      • Shibuya (bem localizado, muito comércio e diversão)
      • Roppongi (é um bairro bem cosmopolita e um pouco mais gringo)
      • Asakusa (bairro tradicional, ficamos neste bairro e foi muito legal pelo contraste. Um pouco mais longe, mas mais barato também)
      • Ueno (Maioria dos museus nacionais)

6. Você pode beber água da torneira, é potável.

7. Tóquio é limpa e segura. Ultra limpa e ultra segura. Não há lixeiras nas ruas, cada um carrega seu lixinho na bolsa/bolso e joga em casa. E quanto a segurança, é incrível experimentar esse nível de segurança na vida. Nos fez repensar muito sobre o mundo ocidental que vivemos.

8. Os banheiros públicos são limpos. Até de estação de metrô. Esforce-se para mantê-los assim.

9. Tenha paciência ao comunicar-se. Parta do princípio que quase ninguém fala inglês. Você pode se comunicar com algumas palavras chave em inglês e japonês. Nem todos os restaurantes tem menu em Inglês.
Se você não tem restrição alimentar pode jogar um jogo: aponte para algo no cardápio e surpreenda-se.

10. Comer em Tóquio: é fácil. É delicioso. É surpreendente. É barato. Pode ser caro se você quiser também. Nunca vi tantos restaurantes na minha vida e dizem que Tóquio tem mais estrelas Michelin que Nova York, Paris e Londres juntas. Conheça a cultura através do seu paladar. É óbvio que vai ser diferente do que você espera, mas de um jeito melhor. Coma com os olhos, com o nariz e finalmente com a boca. Ah, e com hashis, difícil encontrar garfos.

11. É possível comer vegetariano em Tóquio? Sim. A Flávia e eu somos vegetarianos e conseguimos. Dá mais trabalho e requer mais paciência. Parece que o conceito de vegetarianismo não é bem difundido na cultura japonesa ainda, mas Tóquio é uma cidade global. Nós encontramos Lamen (eles chamam de Ramen) Vegano/Vegetariano e outros pratos mais. Existe um app chamado Happy Cow que pode te ajudar um pouco.

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-ramen
A esquerda um lamen vegetariano no T’s Tantan na estação de metrô Ueno e a direita lamen vegano no Soranoiro na estação de metrô Tokyo. Os dois são bons, mas achamos o da Tokyo Station mais gostoso. Na Tokyo Station tem a Ramen Street, com vários restaurantes, um atrás do outro, especializados em ramen.

12. Coma em barraquinhas da rua. Coma em restaurantes que só tem um balção e poucas  cadeiras em volta.

13. Faça um happy hour. Golden Gai é cheia de turistas (mas você também é um) e cabe uma média de 8 pessoas em cada Izakaya (bar/pub). Encontre uma cadeira vazia, peça um Sake (não existe sakerinha haha) e deixe a conversa fluir.

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-golden-gai
Vintage gueto de Golden Gai. Tem que se lança por lá. Na foto, nossos amigos por uma noite, no bar do Takeshi san, que ama filmes americanos e é fã do Nicolas Cage.

14. Olhe para cima e para baixo. O comércio de rua que conhecemos geralmente está no andar térreo dos edifícios. Em Tóquio não é diferente, mas a maioria dos comércios também é vertical. Ou seja, suba e desça escadas porque existem prédios onde cada andar é um restaurante. Ou um prédio inteiro só de Karaokê. Ou um edifício onde cada andar oferece uma diversão diferente.

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-harajuku
Comércios verticais no bairro de Harajuku e Shibuya.

15. Dinheiro de papel é o que eles usam. Em lojas maiores você pode até usar cartão, mas uma grande parte dos comércios/restaurantes só aceita dinheiro. Você pode sacar dinheiro em caixas eletrônicos ou trocar dinheiro em caixas eletrônicos dedicados a câmbio (procure no Google maps).

16. Você pode escolher o idioma de caixas eletrônicos e pontos de venda do metrô/trem.

17. Lawson, 7 Eleven e Familymart são lojas de conveniência que você encontra tudo. Refeições baratas e boas, guarda-chuvas e ternos. Inclusive os caixas eletrônicos pra sacar dinheiro.

18. Compre um SIM Card antes de ir ao Japão. Você precisa do Google Maps pra se locomover por lá. Nós compramos o nosso no Japan Rail Pass se você não fizer isso, pode comprar quando chegar no aeroporto. Tem dezenas de lojas. Vai ser um pouco mais caro, mas nada absurdo. O nosso era só um pacote de dados por 8 dias e custou 19 euros.

19. Tóquio é GIGANTE. No mapa parece tudo perto, mesmo de metrô. Mas é bem comum ter trajetos de 40minutos de metrô.

Dicas sobre o metrô de Tóquio e como se locomover em geral:

20. O Metrô de Tóquio não é como geralmente conhecemos, onde você compra um passe e vale pra tudo. O meio de transporte subterrâneo de Tóquio é composto por pelo menos 2 companhias de metrô e sei lá quantas outras de trem. Não existe um bilhete integrado que você compra e que te dá acesso a tudo. Algumas empresas vendem, mas cuidado, elas dão acesso à todas as estações que eles gerenciam. E isso não vai ser suficiente pra você porque vai limitar as estações de metrô que pode usar. E como comentei, Tóquio é GIGANTE.

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-metrô
os trens dos metrôs são outra viagem: super diferentes, coloridos, a maioria cheios de propaganda. Lindos, cada um do seu jeito. É proibido comer ou ouvir música nos trens.

21. A solução é comprar um SUICA card ou PASMO card (qualquer um serve). Você compra direto na maquininha do metrô da Suica ou da Pasmo. Ao comprar, coloque crédito neles, este crédito serve para qualquer meio de transporte que você usar. No dia que for embora, pode devolver este cartão na estação de trem/metrô do aeroporto e pegar o depósito de volta. Gastamos uma média de 1000 yens por dia com transporte (9 euros).

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-suica-pasmo-card

22. Se você está usando Google Maps, preste atenção nas direções exatas de entrada/saída do metrô. Algumas tem dezenas de entradas e saídas. As vezes um caminho errado não tem volta. Mas Tóquio está aí pra te surpreender quando isso acontecer 🙂

23. Reserve tempo para conhecer as estações de Metrô principais como a Estação de Tóquio, Shibuya e Ueno. São labirintos e shoppings subterrâneos com lojas e restaurantes incríveis. As estações são GIGANTES.

24. Ande a pé e surpreenda-se. Não vá simplesmente de ponto a ponto. É legal conhecer ruas residenciais e outros lugares que não estão nas “rotas” turísticas.

Concluindo

25. Vá do tradicional ao excêntrico. Do luxo ao essencial. Do futurista ao tradicional. Tente experimentar um pouquinho de cada coisa.

26. Sorria, diga muito:

  • konnichiwa – olá
  • oishi – delicioso
  • arigato gozaimasu – muito obrigado
  • moshi moshi – alô

Este texto é fragmentado porque Tóquio é assim. Cada esquina que você vira, cada pessoa que você encontra, cada cheiro que você sente vai ajudando você a montar mais uma pecinha do quebra cabeças.

O-que-saber-antes-de-ir-a-Tóquio-andré
Guest post sobre Tóquio por André Barro para o Se Lança Blog.

Espero que essas 26 dicas te ajudem a curtir melhor essa cidade de outro mundo que é Tóquio.
Qualquer dúvida pode mandar aqui nos comentários que respondemos.

LEMBRETE

Seguro de viagem não é obrigatório pro Japão. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo.

Clique aqui para fazer sua cotação

Outros posts sobre Tóquio que podem te interessar:

Melhor hotel em Tóquio: review do The Gate Hotel Asakusa
Tour Curiosidades Culturais em Tóquio
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
7 dicas importantes sobre seus documentos antes de viajar
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.