Cabo de Gata, um oásis mediterrâneo no sul da Espanha

Com o verão chegando aqui no hemisfério norte, as fronteiras voltando a abrir e a possibilidade de poder voltar a viajar, planejamos uma semana de férias, mas tínhamos algumas questões: não queríamos um lugar muito cheio (por motivos óbvios), não estávamos animados pra pegar avião nem ter que fazer PCR, mas queríamos um destino bem de verão, pra ficar na praia o dia todo. Foi então que um amigo daqui nos disse: “Por que vocês não vão pro Cabo de Gata?”.

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre esse destino ou de repente, tudo o que você mais ouve falar nos últimos dias é sobre o Cabo de Gata e por isso você chegou a esse post. Eu fazia parte da primeira turma, nunca tinha ouvido falar 🤷‍♀️ , seja qual for seu caso, seja bem vinda/bem vindo.

Pesquisando sobre o destino no Google, o convencimento foi instantâneo:
O Cabo de Gata é um parque natural cheio de praias paradisíacas, muitas ainda selvagens, um deserto no meio do caminho, pueblitos com pouquíssimos habitantes… bora!

Antes de escrever esse post, perguntei no meu IG  o que queriam saber sobre essa viagem, então nesse post aqui respondo tudo. Obrigada a todos pelas dúvidas enviadas.

O que você vai ler nesse post:

O que é o Cabo de Gata y algunas cositas más…

Como diz o nome, é um cabo que fica em Almería, no sul da Espanha. O parque natural do Cabo de Gata-Níjar é um lugar paradisíaco, clima e paisagem de deserto, mas com playas de água cristalina. Isolado geograficamente, com escassa população local, sem muito luxo ou estrutura, o destino é uma espécie de Deserto do Atacama, mas com playas. Acho essa uma boa definição.

Com um importante legado histórico pra Espanha (já foi palco de batalhas, como a “de los Genoveses”), o Cabo de Gata é um desses poucos lugares onde você ainda pode vivenciar um mundo menos globalizado, parar um pouco o tic-tac do relógio pra contemplar a natureza, observar as espécies de fauna e flora endêmicas da região (muitas quase em extinção) e de quebra desfrutar de um destino ainda bem pouco explorado pelo turismo, o que é lindo nos tempos atuais onde viajar para lugares menos bombásticos “pode ser mais seguro”.

Pra essa viagem você precisa ir preparado para tomar muito sol no lombo, gostar de fazer farofa na praia, já que precisa levar o que comer e beber, e entender que fazer “siesta” não é deixar de aproveitar o dia dormindo e sim uma questão de sobrevivência no sol da Andalucía.

O que fazer no Cabo de Gata?

Entre praias com grande faixa de areia até calas escondidas, um pouco de esporte como trekking, kayak, standup paddle e corrida, pode ser uma das coisas que você queira fazer por lá. Nosso roteiro foi basicamente ir pra uma praia de manhã, voltar pra casa na hora do sol mais forte para fazer uma siestinha (pra gente foi impossível ficar na rua/praia entre 14h-17h) e no fim da tarde ir pra outra praia.

Conhecemos muitas praias nos 4 dias que ficamos no Cabo de Gata, as minhas preferidas foram: Playa de los Muertos, Cala Escondida e Calilla del Playazo de Rodalquilar.

praias_cabo_de_gata

As praias que mais aparecem nas pesquisas do Google quando você busca sobre Cabo de Gata são: Playa de los Genoveses, Playa de Mónsul y Media Luna. Nos posts diziam “praias de areia dourada”. Juro pra vocês, foram as praias que menos gostei.

São as praias mais cheias do parque (+ famoso = + cheio), nada de super especial na paisagem, grandes faixa de areia (eu gosto de praias menores), areia escura (diziam que era dourada, lembra?), e de quebra, essas são as únicas prais do parque que você precisa pagar para entrar (5 euros por carro ou 2,5 se você estiver de ônibus). Enfim, dei meu jeito de curtir, porque praia tá longe de ser um lugar que eu ache ruim, mas não posso dizer que são praias imperdíveis.

Também há outras praias famosas pelo parque como: Agua Amarga, Las Negras, Isleta del Moro e a famosa Cala de San Pedro, que você chega através de uma trilha de 2h caminhando ou de barco que sai do pueblo Las Negras. Essa última cala é famosa pois há uma comunidade hippie que vive ali. Fizeram suas casas nas covas do acantilado e ali vivem, do turismo.

Quais são as paradas e passeios imperdíveis?

Pergunta enviada pela Raquel @decoradoria55

Além de tentar ir a todas as praias que puder no tempo que estiver na região, diria que 2 passeios imperdíveis são: fazer kayak e ver o por do sol no moinho de Pozo de Los Frailes.

Nós fizemos o passeio de kayak com a Happy Kayak Cabo de Gata.  Queriamos fazer o tour Ruta Acantilados de San José, porém no dia que reservamos o passeio o vento mudou então acabamos fazendo a única opção de sobrou que foi o tour guiado de 3h pela Playa de los Genoveses. Foi legal, foi bonito, mas o dos Acantilados parece ser bem mais bonito. O passeio custa 35 euros por pessoa, são 2 pessoas por kayak e não precisa ter experiência.

kayak_san_joseO por do sol do no moinho de Pozo de Los Frailes é gratuito (tá passada?) e por isso você pode encaixar no seu roteiro para fazer a hora e o dia que quiser. Esse lugar é muito lindo pra fazer fotos, pra desfrutar do vento bagunçando o cabelo, e estar ali, presente, curtindo o fim do dia chegar. Uma coisa que não fiz porque não pensei nisso antes, mas te deixo aqui de presente é: leve um vinhozinho fresquinho pra acompanhar o sunset 😎

Molino_Pozo_de_Los_Frailes_Cabo_De_Gata

Depois do por do sol em Pozo de Los Frailes, fomos até o Bar Treze Sur, que é está no pueblo do moinho. Esse é um bar-filho do Bar Treze de Barcelona. Fica na rua principal do pueblo, a decoração é super bonita, bem vibe deserto. É preciso fazer reserva pra jantar. A gente não tinha feito reserva então nos sentamos ali na barra (balcão) mesmo e só comemos uns petiscos com gin tonic (a carta de gins é o diferencial do bar).

Quais são as calas mais secretas e localização das fotos lindas publicadas no Instagram?

Pergunta enviada pela Mariana @mlibardi

No Cabo de Gata a maioria das praias são selvagens, isso significa: praias de difícil acesso, sem insfraestutura turística (restaurantes, chiringuitos, chuveiro de água potável, guarda-sol e cadeiras de praia pra alugar… essas coisas). Não sei se pra você isso é bom ou ruim, pra mim, é o auge do luxo hoje em dia.

Com carro, você pode pegar a estrada e ir explorando, procurando as paisagens que mais te chamem atenção e ter a chance de descobrir ali a sua cala secreta. Isso aconteceu com a gente e acabamos descobrindo a “Cala Secreta” (que alguém descobriu e batizou antes, né? hehe).

Deixo aqui os nomes e localização no mapa dos lugares que mais gostei de conhecer e descobrir:
  • Playa de los Escullos ou Playa del Arco
  • Arrecife de Las Sirenas
  • Cala Secreta
  • Calilla del Playazo de Rodalquilar
  • Playa de los Muertos.
  • Molino del Pozo de los Frailes
  • Molino del Collado de los Genoveses

Arrecife_Las_Sirenas_Cabo_de_GataArrecife_Las_Sirenas_Cabo_de_Gata_

Quando ir e qual a melhor época do ano?

Acredito que as melhores épocas do ano são na primavera e no verão, sendo que no verão tentaria programar a viagem entre junho até no máximo 15 de julho. Não iria de meados de julho até o final de agosto que é quando entramos no alto verão aqui na Europa, porque a região lá fica absurdamente quente.

O mês de setembro também pode ser uma ótima opção, com as temperaturas mais amenas e as praias mais vazias, já que começa a baixa temporada.

Nós estivemos em Cabo de Gata na primeira semana de julho e foi impossível estar na praia no horário de pico do sol, entre 14h-17h. Entendemos porque no sul da Espanha realmente é preciso fazer a siesta. E gostamos viu, bom demais essa dormidinha no meio da tarde.

Quantos dias ficar?

Pergunta enviada pela Andrezza @drezza_souza

De 4 a 6 dias no mínimo, nós ficamos 4 dias inteiros e senti que faltou pelo menos mais 2 pra terminar de conhecer outras praias, por isso acredito que 6 dias inteiros seria o mais ideal.

O Parque Natural é bem grande e tem bastante praia linda pra conhecer e não, não são todas iguais. Se eu soubesse antes, teria planejado melhor o tempo pra poder dedicar mais tempo pra desfrutar desse oásis mediterrâneo.

Importante: pra uma roadtrip de Barcelona até o Cabo de Gata são 8 horas de carro. Nós não fizemos direto. Na ida fizemos Barcelona-Jávea-San José e na volta San José-Peñíscola-Barcelona. Recomendo super ambas paradas, as cidades e praias desses dois destinos de “pouso” são lindas.

Onde se hospedar?

Pergunta enviada pela Raquel @decoradoria55 e pela Paula @brigadeirosebarcelona

Ainda que seja um parque natural, há algumas cidades/pueblos dentro dele onde você pode fazer sua base de hospedagem. Tem gente que se hospeda em Almería e faz o trajeto de carro até o parque todos os dias, eu fortemente não recomendo isso, é perder muito tempo em estrada.

As principais cidades do Cabo de Gata são:

Níjar, Mojácar, San José, Las Negras, Agua Amarga, Rodalquilar, Carboneras, entre outras…

Nós optamos por San José que é uma das maiores cidadezinhas do parque, mas depois de conhecer a região, recomendaria hospedagem em Las Negras ou Agua Amarga. São pueblos menores que San José, mas com ótimas opções de restaurantes, bares e mercadinhos. Achei esses pueblos mais charmosos, quase parados no tempo, lugares pra desconectar mesmo da vida urbana.

Essas 3 cidades são as minhas sugestões, mas há também outras cidades como Mojácar e Carboneras que tem lá seu charme e bastante opções de hospedagem.

Se você não se importar de ficar mais isolado e depender do carro pra tudo, dá pra se hospedar nos Cortijos (equivalente a Casa Rural) que tem pelo parque.
Costumam ser os hotéis mais lindos, mas na minha opinião, muito afastados das cidades.

🏨  Dica: se você curtiu o Cabo de Gata, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem por lá. Através do link você também ajuda a gente, já que o Booking paga uma pequena comissão pela nossa indicação 😉

Como se locomover pelo Parque Natural? Dá pra depender de transporte público?

Pergunta enviada pelo Filipi @libooorio

Recomendo fazer essa viagem de carro para poder ter uma experiência mais completa.

Apesar de ser possível conhecer o parque com transporte público, não recomendo pois, não há muitas opções de linhas e horários, o que dificultará se mover entre os lugares pra conhecer, que são bem distantes um do outro.

Vimos que tem uma linha de ônibus que leva até a Playa de los Genoveses, saindo de San José e até mesmo vindo da cidade de Almería. Mas, como eu disse, a minha recomendação é ir de carro, depender do transporte público em um parque natural pode tornar suas férias nesse lugar paradisíaco (e quente bargarai), em um case pro perrengue chique.

🚗  Dica: se você precisar alugar um carro, clique aqui e veja as opções do nosso parceiro Rent Cars. Através do link você também ajuda a gente, já que eles nos pagam uma pequena comissão pela nossa indicação 😉

Onde comer?

Basicamente todos os restaurantes que comemos, gostamos. E olha sendo vegetarianos achar lugares que ofereçam boas opções pra gente é sempre mais trabalhoso.  No geral como os pueblos são pequenos, você vai achar algo entre 5-8 restaurantes em cada pueblo. Quanto maior o pueblo, mais opções.

No pueblito de Rodalquilar, por exemplo, tem uma rua principal com uns 5 restaurantes. Nós comemos no Lebeche e amamos demais. Acabamos lá sem querer e foi um desses casos de serendipity que acontecem na vida. Nós comemos coisinhas vegetarianas deliciosas, mas assuatamos porque no cardárpio tinha até coxinha. No final descobrimos que a cozinheira era brasileira e o mistério da coxinha foi resolvido.

Abaixo uma listinha então dos restaurantes que provamos e gostamos em cada pueblo:

  • Em San José: restaurantes La Abaceria (tapas, tostadas e vinhos), Bar Mandragora (tapas e cervejas) e Trattoria Tosca (italiano)
  • Las Negras: restaurante Las Barcas (paella vegetariana maravilhosa, não estava no cardápio mas fazem. A @danicusnir recomendou o arroz negro do Bar Manteca.
  • Rodalquilar: restaurante Lebeche (mediterrânea e espanhola) – atendimento maravilhoso, aliás, fomos super bem atendidos em todos esses restaurantes.

comer_Cabo_de_Gata

Quanto custa uma viagem pro Cabo de Gata?

Pergunta enviada pela Andrezza @drezza_souza e Grazi @mineiraabrod

A gente sempre ouve falar que a Andalucía é uma das regiões mais baratas pra se viajar na Espanha. Realmente, se compararmos com as grandes capitais, é mais barato, mas a verdade é que os grandes gastos de qualquer viagem sempre são hospegadem e transporte e nestes 2 quesitos, não notamos muita economia não.

Abaixo uma média de quanto gastamos:

  • Hospedagem: 5 noites ~690€
  • Aluguel de carro*: 7 dias de aluguel ~260€ (um Pegeout 308).
  • Gasolina + Pedágios: 250€ + 30€ (só tem pedágio na Catalunha)
  • Refeições: entre supermercado e alguns restaurantes ~400€
  • Passeios: só fizemos o kayak ~35€  por pessoa + 5€ para entrada na Playa de los Genoveses.

Total: algo entre 1500-1700€ pelo período de 7 dias de viagem.

Então assim, a Andalucía é mais barata? Hombre… sim e não. Sorry gente, acho muito pessoal esse tipo de pergunta ou afirmação. Tudo depende do seu bolso.

O Cabo de Gata é Petfriendly?

Pergunta enviada pelo Isa @isabela.quintes

Shiiiiiiim, pode levar seu catíoro ou catíora tranquilamente. É verdade que há bem menos opções de hospedagem quando colocamos o filtro “pet friendly ” no Boooking, mas tem opção.

A gente acabou optando por alugar um apê ao invés de um hotel porque assim poderiamos deixar o Apolo de boa em casa, já que na maioria dos hotéis eles pedem para não deixar o cachorro sozinho no quarto. O calor que faz lá é forte fortíssimo, e por isso não aconselho de jeito que você leve seu dog pra praia o dia todo. Eles podem ter uma insolação e morrer, é sério. Uma amiga perdeu seu doguinho assim 😢

O recado tá 🎲

A gente só levou o Apolo pra praia nos períodos da manhã, bem de manhãzinha, e no fim do dia, quando o sol já estava mais pet friendly também, rs.

Nas praias “selvagens” você pode levar seu catíoro, nas praias das cidades, geralmente não. Em San José, por exemplo, não podia.

Checklist do que não pode faltar na sua mala pro Cabo de Gata:

  • Snorkel ou óculos pra mergulho: mesmo se você não for fã, vai quere fazer, porque o mar convida
  • Boné/chapéu
  • Óculos de sol
  • Sapatilha para entrar no mar (pras praias de pedra/perigo de ouriço)
  • Kit básico de praia: guarda-sol e canga
  • Térmica e gelo reutilizável

Dá pra comprar todas essas coisas por lá também, claro, mas se você já tiver não esqueça de colocar tudo isso na mala junto com os bikininhos and lookinhos.

San-Jose-cabo-de-gata

É isso, pessoal.

Depois de quase 1 ano sem escrever um post (kkkrying), gostei que tenha sido esse o destino que tirou o “pó dos móveis” 😉 espero que você tenha gostado das dicas sobre o Cabo de Gata e já esteja aí olhando o calendário para programar suas próximas férias.

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Festas típicas de verão em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Ingressos para Atrações em Barcelona
10 lugares fotogênicos em Barcelona
Costa Brava: calas bonitas na costa da Catalunha
15 dicas para uma viagem segura e saudável

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.