Barcelona em Julho

Planejar sua viagem pra Barcelona em julho, vai ficar mais fácil com este post.

Com tudo o que estamos vivendo, acredito que esse post servirá  mais pra quem mora em Barcelona e quer fazer alguma escapada aqui pela Catalunha mesmo do que para quem vem de outro país, mas vamos lá, ano que vem atualizamos com dicas que sirvam para todos.

Julho é o primeiro mês do verão no hemisfério norte. Em Barcelona é um mês de dias muito ensolarados, calor pegando forte, geralmente sem chuvas, e em resumo um mês de aproveitar muito as praias da costa da Catalunha.

Dúvidas que podem surgir na cabeça de quem planeja viajar para Barcelona em julho: 

  • Como é Barcelona em julho? Qual a temperatura de Barcelona em julho?
  • Venta muito? Chove?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em julho?
  • O que tem pra fazer em Barcelona em julho?

Essas são algumas das perguntas que responderei nesse post, mas se você tiver mais alguma dúvida, é só mandar nos comentários no final do post, ok?

Julho é o alta temporada por aqui, então você vai:

  1. Pagar mais caro em hospedagem: até meados de junho, ainda dá pra encontrar os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, com preços mais baixos, mas já no mês de julho começa alta temporada e aí o preço acompanha.
  2. Turistar suando: julho é um mês bem quente, ainda não tanto quanto agosto, mas é quente, e o calor aqui é aqueles de baixar a pressão, porque não corre um ventinho, não chove e não é a coisa mais comum do mundo, encontrar lugares com ar condicionado.
  3. Oi, Verão: no dia 21 de junho começa oficialmente o verão no hemisfério norte e isso significa festa, alegria, gente sorridente nas ruas, bares cheios com mesas na calçada e, claro, abertura oficial da temporada de praia. Ir a Barcelona nos meses de baixa temporada é bom, mas curtir o verão aqui tem seu valor também viu.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em julho?

Julho É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Curtir as atrações turísticas da cidade, mas também curtir as praias de Barcelona.
  • Se você busca viajar em uma época do ano que já é verão, mas ainda não tão insuportavelmente quente, como é em agosto.
  • Quiser aproveitar a viagem para conhecer algumas praias da Costa Brava.

Julho NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você busca uma viagem mais zen, com menos turistas, e clima ameno, nem muito frio nem muito calor.
  • Se quiser encontrar preços mais baixos de hospedagem, julho e agosto são os meses de alta temporada.

Como é o clima de Barcelona em julho de 2020?

Julho é o primeiro mês de verão no hemisfério norte, por isso, temperaturas agradáveis entre 23º e 29ºC marcarão os dias da sua viagem.

Pode haver algum dia de chuva? Sempre pode, mas não é comum, já que o clima mediterrâneo é caracterizado por ter verões quentes e secos. Prepare-se para muitos dias de céu azul e zero nuvens no céu.

Este julho de 2020 é o último julho com horário de verão na Europa, então aproveite os dias mais longos durante suas férias: em julho amanhece por volta das 6h00 da manhã e anoitece por volta das 22h00. Amo!

Que roupa levar pra Barcelona em julho?

Pras meninas, check-list do que vale trazer na mala:

  • blusinhas de manga curta e regatas;
  • casaco? só pra usar no avião;
  • saia curta, shorts, vestidos curtos, calça de tecido leve;
  • traga um lenço leve para por nas costas caso queira entrar em igrejas (nessas atrações será preciso usar calça também);
  • biquini, biquini, biquini 👙 para ia a la playa;
  • canga pra levar pra praia é bom também – mas qualquer coisa dá pra comprar aqui também;
  • pros pés: tênis confortável, sapatilha, havaianas, rasteirinha e alguma sandália (baixa*) caso queira ficar mais fashion nas fotinhas.

*você vai andar muito em Barcelona, então super não aconselho trazer salto na mala.

Veja aqui nosso Guia Barcelona Instagramável e arrase nas fotos

Pros meninos, lista do que trazer na mala: 

  • uma jaqueta pra usar no avião;
  • bermuda, bermuda, bermuda;
  • camisetas de manga curta;
  • shorts/sunga pra pegar praia;
  • boné pra se proteger do sol;
  • pros pés: tênis confortável e havaianas.

O que fazer em Barcelona em julho de 2020?

Atividades que só acontecem em Barcelona em julho:

Por conta do ‘Coronavírus’, todas as atividades descritas neste post estão suscetíveis a mudanças de acordo a evolução ou não da pandemia.

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em julho de 2020 e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • FESTIVAL EL GREC: de 30/06 a 31/07, é um festival de teatro, dança, música, circo e cinema de longa data (este ano é a 44ª edição). Não é apenas a principal atração cultural do verão de Barcelona, ​​mas também uma referência no calendário de festivais europeus.

E de onde vem esse nome? De seu espaço principal, o Teatre Grec em Montjuïc, um teatro ao ar livre construído para a Exposição Universal de 1929 e inspirado nos teatros da Grécia antiga.

Barcelona_El_Grec
Na foto El Teatre Grec, em Barcelona

Geralmente esse festival conta com artistas internacionais, mas este ano por conta da pandemia, o grande destaque será para coletivos de artistas locais da Espanha e de Barcelona.

Entre as mudanças deste ano também está os novos formatos de palco e novas formas de chegar até o público, com um preço único e mais acessível para os shows. Tudo será desenvolvido seguindo rigorosas medidas de segurança que serão constantemente auditadas.

Para ver o calendário de atrações e comprar entradas para o festival, clique aqui.

  • PRAIAS NA COSTA BRAVA: esse é o ano pra aproveitar e tirar do papel aquele sonho de conhecer melhor a Catalunha, que tal aproveitar a chegada do verão para conhecer as maravilhosas calas da Costa Brava? Nesse post aqui você pode ver uma lista de 5 praias na Costa Brava que tem meu coração.
Cadaques_Costa_Brava
Na foto Cadaqués, a cidade que Dali e sua mulher Gala moraram.

Acho que a melhor forma de conhecer a Costa Brava é alugar um carro, fazer base em uma cidade e pensar em um roteiro dinâmico.

Por exemplo: escolha um hotel em Begur. De lá, aproveite uns dias nas praias de Begur (Aiguablava, Aiguafreda, Sa Tuna) e depois faça pequenos bate-volta pras calas das cidades vizinhas. A cala Tamariu em Palafrugell está a poucos minutos de Begur e é maravilhosa.

🏨 Dica: Se você curtiu a ideia de fazer base em Begur, recomendo o Hostal Ondina. Simples mas super limpo, agradável e perto da Cala Aiguablava. Tem mais umas 2 calas próximas que só se chega caminhando por uma trilha/escadas. Paraíso.

Sempre alugo pela RentCars, que é um site que compara os preços de aluguel de carro entre várias operadoras. Inclusive, depois de testar algumas dessas empresas, foi a que mais gostamos e associamos o blog a eles.

Eu sempre acabo escolhendo a Europcar mesmo, por preço e por ser a menos enganação. Os carros são novos, o preço anunciado e contratado é o que pago no balcão, então pronto, cansei de sofrer empresas de aluguel de carro. Também sempre escolho de pegar na Estação de Sants porque é mais próximo do que ir até o aeroporto.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familiaFotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).

  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 05/07/2020 museus liberados.

 

 

  • Outlet: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais com preço acessível comparado ao Brasil.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

  • Guia Se Lança para Barcelona: um guia escrito por mim, pra você conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU

Onde se hospedar em Barcelona em julho?

Em julho o preço da hospedagem em Barcelona começa a subir já que entramos oficialmente na alta temporada.

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em julho em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em julho, baixa temporada: 130€
Em ago-set, alta temporada: 150€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em julho.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

Outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar
Festas típicas de verão em Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados a cada ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro independente do ano.

 

Sydney com crianças: 7 atrações imperdíveis

Sydney é uma excelente cidade para viajar com as crianças. Sydney com crianças é agradável, muitas opções de lazer, clima agradável, praias próximas, parques e etc. Eu adoro conhecer cidades que levaram as necessidades das crianças em consideração em seu planejamento urbano.

Essa é uma lista dos lugares que fomos as crianças com 1 e 4 anos e que recomendamos para os pequenos e maiores também.

O que fazer em Sydney com crianças

1. Darling Harbour

Um excelente centro de entretenimento em Sydney. Lá tem pavilhão de eventos, restaurantes, lojas, jardim chinês, pedalinho, parquinho, aquário, mini zoológico, museu de cera e o pier em si.

É coisa pra caramba pra fazer, e se quiser ver tudo, tem que passar o dia todo lá.

Um dos pontos altos é o parquinho, além da área com balanço e trepadeiras, tem uma área aquática. Leve roupa de banho e uma toalha. É como se fosse uma grande poça de água. São três dedos de água pras crianças correrem e se molharem. Elas adoram.

Depois vale a pena sentar pra comer e aproveitar o fim de tarde. No restaurante Fratelli Fresh (na parte nova) as crianças comem de graça todos os dias. Basta comprar um prato adulto que tem um prato kids grátis junto. Se programe pois às segundas-feiras tem disconto de 50% no prato adulto.

E é lá que se encontra o Hard Rock Cafe, o queridinho dos brasileiros, esse fica na parte antig, perto do pier.

Ou seja, diversão não falta!

2. Powerhouse Museum

O museu aplicado de artes e ciência de Sydney é muito bacana. As crianças (até 16 anos) entram de graça, adultos pagam 15 AUD.

Tem trens antigos, aviões, motos, foguetes, máquinas antigas e tudo mais que um tunel do tempo pode ter. No entanto, a melhor parte são as áreas interativas.

As crianças podem fazer experimentos e ao mesmo tempo aprender sobre eletricidade, magnetismo, mecânica, robótica, além da área digital interativa.

Vale a pena passar umas 2 horas no museu.

Museu de ciência e tecnologia de Sydney

3. Maritime Museum

O museu marítimo é sensaional para ir com crianças. Lá é possível entrar em um submarino e navio de guerra e conhecer tudo por dentro. No entanto, crianças menores de 85 cm não podem entrar.

Tem um cinema 3D com os “monstros marinhos” e uma exposição de mesmo tema – que são os animais aquáticos pré-históricos. Muito interessante, além da exposição ser também interativa.

No museu tem também a exposição permanente que traz diversos objetos usados na navegação além de objetos pessoais de tripulantes e passageiros usados em navios. Para as crianças pequenas tem uma área de brincar.

Além disso, tem uma área de atividades para crianças (pescaria, montar bichos de papel, etc) que é inclusa quando compra-se um ingresso.

A exposição permanente do museu é grátis, mas nós compramos o ingresso de 25 AUD por adulto para ter acesso à todas às áreas (navios, cinema 3D e exposições temporárias). O museu fica no Darling Harbour.

4. Manly Beach

Conhecer a praia australiana é um programa mandatório. Manly Beach é menos famosa que a badalada Bondi Beach, mas é linda igual.

Manly é mais kids friendly na minha opinião. Apesar da orla de Bondi ter mais opções de restaurantes e lojas, Manly não deixa a desejar no quesito.

Ambas as praias são de extensa areia branca e mar bravo. A diferença é que em Manly existem muitas outras “prainhas” que não tem onda. Sugiro Shelly Beach e Manly Cove. Outra opção bacana em Manly é a piscina de pedra Fairy Bower Pool.

Ao lado da piscina tem uma ducha de água doce, trocador e banheiro.

Pra chegar em Manly tem que pegar o ferry na Circular Quay – o que por si só já é um passeio. No ferry é que se tem uma linda vista da Ópera House – prepare a máquina. Nós pegamos o fast ferry, que custou 9,90 por adulto. Foi tão rápido que mal deu pra tirar as fotos do caminho, chegamos em 10 minutinhos. O ferry comum leva uns 20 minutos e custa 7.60 AUD.

5. Taronga Zoo

Um dos programas preferidos das crianças. Eu particularmente não curto muito um zoo, mas como não levar as crianças pra verem coalas e cangurus? E além desses, encontra-se por lá outros animais nativos da Austrália, como o Taz e o ornitorrinco, além de roedores, pássaros e etc.

O zoo conta também com elefantes, girafas, gorilas e até nossas capivaras. Tem pinguins e show de focas.

Um atrativo bacana é fazer o “sky safari” – que nada mais é que uma votla de teleférico sobre o zoológico de Sydney.

É um passeio de um dia todo, bastante cansativo. Recomendo levar o carrinho, mesmo para as crianças um pouco maiores. Se você não tiver, a loja da entrada aluga por 15 AUD o dia. Leve uma garrafa de água, lá tem muitos bebedores espalhados para reabastecer. E capriche no protetor solar e tênis confortável.

Dica preciosa: compre o ingresso antecipado neste link. Além de evitar fila, alguns dias tem até desconto. Eu paguei 49 AUD lá na hora e no link estava 44. Não precisa nem imprimir, só salvar a entrada no celular.

Para chegar pegue o ônibus M30 – é a última parada. Outra opção é pegar um ferry no Circular Quay.

6. Royal Botanic Gardens

Jardim lindo e super bem cuidado – é o jardim botânico mais antigo da Austrália. Muito gostoso para passear e fazer um piquenique. Lá dentro tem também um café e lojinha. Tem banheiros e bebedouros.

Infelizmente não tem parquinho infantil, mas tem um trenzinho que passeia pelo parque. Custa 10 AUD. Eu queria muito ter feito o passeio, mas a fila de espera estava muito grande.

Dica: na pontinha do parque, em direção ao ponto ” Mrs Macquarie’s Chair” tem-se uma das vistas mais lindas da Ópera House e Harbour Bridge.

7. Australian Museum

Este aqui eu deixo de dica para vocês conhecerem e me contarem depois. Infelizmente ele está fechado para reforma por todo primeiro semestre de 2020. Perdi.

O que me atraiu nele foi a idéia de ver fósseis de dinossauros e conhecer sobre a história da Austrália.

Entre no site do museu (aqui) e veja se já re-abriram antes de ir.

Outras atrações em Sydney com crianças:

Essa lista acima são as atrações que eu daria prioridade, mas segue uma listinha de outras idéias.

* Art Gallery of NSW – o museu de arte da cidade, sempre tem várias atividades para as crianças. Confere no site antes de ir. A exposição permanente é gratuita. Eu gostei bastante.

* Centennial Parklands – alugar uma bicicleta e andar pelo parque – além de brincar no maior parque de natureza da cidade.

* Sea Life Aquarium – o aquário de Sydney que está no Darling Harbour. Tem tubarões, tartarugas, arrais e mais de 600 espécies. A fila é ENORME. Vale a pena comprar o ingresso antecipado. Eu não fui pois achei muito caro, 40 AUD. Outra opção é comprar o ingresso do aquário casado com outra atração (wild life, madame tussauds ou torre 360), aí sai por 60 AUS, ou seja, 30 cada.

* Wild Life Sydney – um pequeno zoo ao lado do aquário no Darling Harbour.

* Madame Tussauds – o museu de cera.

* The Grounds of Alexandria – o restaurante mais lindo que já conheci. São na verdade dois restaurantes em um espaço de jardim maravilhoso. No recinto tem também uma padaria e floricultura. É ótimo pra tirar fotos. A lado ruim é que é fora de mão e longe de qualquer outra atração turística.

* Escalar a Harbour Bridge – essa é para os adolescentes. É possível subir a torre da Harbour Bridge com uma excursão guiada, custa por volta de 170 AUD por pessoa. É caro, mas tem-se vistas espetaculares além da adrenalina claro. (Não recomendado para menores de 8 anos).

à esquerda e centro: Galeria de Arte de NSW / à direita: Grounds of Alexandria

 

🚑 Atenção: veja aqui um post sobre Seguro de Viagem Internacional e vá pra Australia sem preocupação

 

E você, tem alguma dica pra nos deixar?!

 

Leia mais um post:

10 dias pela Ilha Sul da Nova Zelândia
5 dias pela Ilha Norte da Nova Zelândia
Se lança para a Nova Zelândia Djáh!
Guia de sobrevivência na Nova Zelândia
Cavernas de Waitomo
Hotel perto do Aeroporto de Auckland
Ilot Maitre, ilhota perto de Noumea
Noumea com crianças, melhores passeios
Ilha dos Pinhos na Nova Caledônia

Ilhotas perto de Nouméa

Tem muitas ilhotas perto de Nouméa que são possíveis de visitar para passar o dia, pernoitar em hotel ou acampar.

As principais atividades a fazer nas ilhotas são snorkel, kayak, stand-up paddle e o bom e velho esticar no sol.

Cada ilha tem sua particularidade e tipo de estrutura diferente, leia abaixo e se organize para conhecer todas!

Île aux Canard

É a ilhota mais perto da cidade, essa que se vê da praia de Anse Vata. O taxi boat sai pra lá a cada 10 minutos e em 3 minutos se chega na ilha.

A ilha em si é bem pequena, não é a mais bonita, mas é a mais prática pra se visitar sem dúvida. Além da facilidade em chegar, na ilha tem um restaurante e estrutura de aluguel de cadeiras, guarda-sois e equipamentos de snorkel.  Então não tem que ter muito preparo prévio, só acordar e ir.

Pra quem não quer gastar, também é possível levar tudo de casa e esticar a canga num cantinho.

O snorkel da ilha é um dos mais bonitos. É tudo demarcado com bóias pra você ir seguindo a rota.

Uma das desvantagens da ilha é que não tem sombra. Se você não alugar um guarda-sol, vai se esturricar.

A ilha tem muitas pedrinhas e corais mortos, então tem que levar o sapatinho de praia. Pras crianças pode ficar um pouco mais difícil a brincadeira também, não tem como fazer aquele castelinho de areia.

No geral achei que valeu a pena, foi um bom passeio. Perto, prático, rápido e barato pra quem leva suas próprias coisas.

Preços na Île aux Canards

  • Taxi Boat: 1250 francos ida e volta
  • Aluguel de máscara de snorkel: 1100 francos por 1 hora
  • Diária para duas cadeiras e um guarda-sol: 3200 francos
  • Média de prato principal no restaurante Le Filao: 2500 a 3000 francos

Mais informações no site da ilha.

Dia nublado na ilha Canards

Îlot Maître

É a Ilha do hotel de bangalôs, o hotel L’Escapade. A ilha em si é muito bonita. Como tem um hotel na ilha, também tem bastante infra-estrutura.

Além do hotel, tem uma área de piquenique, um quiosque de aluguel de pranchas e kayaks e venda de alguns sanduiches, batatas e afins.

Você pode ir com o taxi boat por conta própria e levar sua comida e canga – ou então fazer o pacote de diária do hotel que inclui o translado e uma refeição (café da manhã ou almoço dependendo do horário).

Vale a pena conhecer pela beleza, facilidade de chegar e infraestrutura.

Preços na Îlot Maître

  • Taxi Boat: 2900 francos ida e volta
  • Pacote de café + transfer = 4900 por adulto e 3900 por criança
  • Pacote almoço + transfer (no fim de semana) 11000 por adulto 8900 por criança
  • Diárias para pernoitar no hotel: à partir de 20.000 francos. Veja disponibilidade e preços aqui.
  • Batata frita na barraquinha: 600 francos
  • Aluguel de kayak por 1 hora: 2000 francos

Îlot Signal

Um pouquinho mais longe que as outras duas ilhas, Ilot Signal é linda, paradisíaca e deserta.

Não tem estrutura nenhuma. Tem que se levar tudo pra lá. O máximo que se encontra na ilha são alguns poucos quiosques com mesas. E só. Ou seja, tem que levar comida, água e todas as tralhas que usará durante o dia.

Para ir com o taxi boat, tem que ligar e reservar com antecedência. São 30 minutos até a ilha, um pouco desconfortável, mas dá pra encarar. O retorno é às 15 horas. (Mais informações abaixo)

Preços na Îlot Signal

  • Taxi Boat: 4000 francos ida e volta por adulto, 2500 por criança (1 a 5 anos)

Pharee Amedée

A mais linda de todas!

Sem dúvida você verá enormes tartarugas marinhas por aqui. (Nas outras ilhas pode ser que você veja, mas nesta é certeza!)

Excelente estrutura na ilha, banheiro, parquinho infantil, espreguiçadeiras e o restaurante pra quem vai com o pacote turístico.

Nesta ilha existem duas opções, ir por conta própria no taxi boat, ou então comprar o pacote “all-inclusive” da operadora de turismo Mary D. Eu fiz a segunda opção, e apesar de caríssimo, valeu super a pena! Um passeio super bem estruturado, com muita atenção dos funcionários, almoço e todo tipo de bebida incluso, suco, cerveja, vinho, água e etc.

Mas como nem tudo é um paraíso, é preciso avisar que tem muitas cobras na ilha. A cobra típica da Nova Caledônia, chama Trico Rayé. Ela é uma cobra coral e é venenosa, porém dócil e não ataca humanos. É algo que tem que se conviver na ilha. Eu devo ter visto umas 7. Não tenho fobia, mas digo que não é a coisa mais agradável do mundo.

Ainda assim, é um dos melhores passeios que se pode fazer saindo de Nouméa. Recomendo.

Preços na Îlot Amédée

  • Taxi Boat: 5000 francos ida e volta por adulto, 3500 por criança (1 a 5 anos)
  • Passeio com o Mary D: 12950 francos (inclui translado, passeio em barco com fundo de vidro pela ilha, almoço (com bebida alcóolica), cadeiras e guarda-sois, apresentações típicas e café no retorno)
  • Bilhete para subir no farol: 300 francos

🚑 Atenção: Veja aqui um post sobre Seguro de viagem Internacional e vá pra Nova Caledônia sem preocupação.

Como chegar nas Ilhotas perto de Nouméa

Taxi Boat de Anse Vata

O taxi boat é a maneira mais rápida e prática de chegar às ilhas. É só chegar lá, comprar o ticket e pronto. No entanto, o taxi boat vai apenas para Ilê aux Canard e Ilot Maître.

Taxi Boat de Port Moselle

Em Port Moselle tem várias empresas que levam para as ilhotas mais longe, como a Ilôt Signal. A que conhecemos é a Coconut.

Barco próprio da Ilha / Operadora de turismo

As ilhas com mais estrutura de turismo, que são a Maître e Pharee Amédee tem barcos próprios para fazerem o translado dos turistas. São barcos grandes, confortáveis com ar condicionado e banheiro, que transportam dezenas de pessoas.

Porém o transporte não é vendido separadamente, faz parte do pacote turístico que inclui também a alimentação e a infraestrutura.

Fretar um Catamarã

A opção mais patrão é fretar um catamarã. Claro que não é a opção mais barata, mas se você conseguir uma galera pra ir em lotação máxima, fica super acessível.

Tem conforto pra passar o dia, geralmente tem quartos, banheiros, cozinha – além de não quicar tanto no mar como o taxi.

Você pode ir no seu ritmo e horário. Bem conveniente. É possível fretar o catamarã por alguns dias e conhecer todas as ilhas também.

Nós usamos a Aito Charters e fizemos um passeio de um dia para a Îlot Signal. Custou 110.000 francos a diária (com o skipper claro) e dividimos entre 15 pessoas.

Taxi boat ou catamarã?

Leia mais um post:

Ilha dos Pinhos na Nova Caledônia
O que fazer em Nouméa
Ilot Maitre, ilhota perto de Noumea
Noumea com crianças, melhores passeios
Hotel perto do Aeroporto de Auckland
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar

Pra quem está com viagem marcada para Barcelona entre os meses de junho a setembro, esse post vai ser como um menu degustação de restaurante chique, que só traz o que há de melhor, sabe? Então, aqui você irá conhecer as melhores praias perto de Barcelona e saber como chegar a quase todas, em trem.

A maioria dessas praias são acessíveis para fazer bate e volta desde Barcelona, mas acabei fazendo uma seleção de hotéis em cada uma delas, caso você resolva se hospedar 😉

Primeiramente, pra se localizar, saiba que a costa de Barcelona é banhada pelo mar mediterrâneo e essa mesma costa se divide em 4 partes: Costa Brava, Costa Maresme, Costa Garraf e Costa Dourada.

praias-perto-de-barcelona-costa
imagem via Uma Brasileira no Exterior

A Costa Brava fica ao norte da Catalunha, é a costa mais afastada de Barcelona, ainda que algumas praias sejam acessíveis em uma curta viagem de trem. Descendo pela Costa Brava sentido Barcelona, a próxima costa é a Maresme, e depois, passando Barcelona, chegamos a Costa Garraf e por fim a Costa Dourada.

O que você vai encontrar nas praias perto de Barcelona independente da costa que escolher:

  • Praias de todos os tamanho, mas principalmente praias pequenas, chamadas de calas.
  • Um mar azul-verde-transparente de fazer o coração bater mais forte de emoção e depois mais devagar por conta da temperatura, que é um pouco fria – entre 17º e 21º, mesmo no alto verão.
  • A maioria das praias são de areia de pedrinha.
  • Ótimas praias pra fazer snorkel. Dá pra comprar um snorkel basiquinho por até 5 euros em qualquer mercadinho na cidade.
  • Praias sem ambulantes e sem barraquinhas (aqui chamam “chiringuitos”).
  • Farofa: aqui a farofa tá liberada, literalmente. É bem comum ver as pessoas abrindo os tupperwares e comendo na praia, já que grande parte das calas não tem barraquinha e nem ambulante vendendo comida.
  • Topless e nudismo: aqui as peitolas nadam soltas e há várias praias de nudismo ao longo da costa.
  • Pequenas cidadezinhas litorâneas com vida pacata, muralhas medievais, uma praça, uma igreja, um mercadinho e poucas opções de restaurantes.
  • Guarda-sol e cadeiras de praia pra alugar somente nas praias maiores.
  • Poucas ou zero ondas. Surf aqui, só jacarezinho.
  • Aluguel de stand-up e pedalinhos são cada vez mais comuns na maioria das praias e calas.

Neste post você verá quais as melhores praias nas 4 costas:

Praias perto de Barcelona na Costa Brava

As praias da Costa Brava são as mais lindas. O mar é tranquilo, parece uma piscina e as águas conseguem ter as cores de um mar de filme: transparente-verde-azulada.

Saindo de Barcelona, de trem, em direção a Costa Brava, as praias mais bonitas na minha opinião são: Blanes e Tossa de Mar.

Há muitas outras praias beeeeem lindas, porém acessíveis somente de carro e não de trem. Caso você queira ver essas outras praias da Costa Brava e também dicas de onde se hospedar, veja o post sobre as 5 melhores praias na Costa Brava aqui.

Costa Brava | BLANES 

Fica há 70Km de Barcelona e se chega em 1h30 de trem. De carro, em 1h você já está dentro do mar 😉

As melhores praias em Blanes são: Cala Bona (ou cala San Francesc) e Cala Treumal. Para quem estiver de trem, a melhor opção é pegar um táxi na estação que vai custar entre 10-12 euros, no máximo. Pegue o telefone da central de táxis com o taxista pra ligar quando quiser voltar da praia para estação.

Praias-perto-de-Barcelona-blanes-cala-bona
Cala San Francesc ou Cale Bona em Blanes, na Costa Brava

Em Blanes, além das praias, também aproveite para visitar o Jardim Botânico Marimurtra. É um jardim a beira mar com plantas do mundo todo. A vista pro mediterrâneo desde o jardim é maravilhosa. A entrada custa 7 euros e não precisa ser comprada com antecedência.

Desde o jardim, se vê a Cala Sa Forcanera. Essa cala só é acessível de barco. Olha que linda:

Praias-perto-de-Barcelona-blanes-jardim
Cala Sa Forcanera vista do Jardim de Marimurtra e fotos do passeio pelo jardim

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis e até apartamentos beira-mar em Blanes.

Costa Brava | TOSSA DE MAR

Tossa de Mar é um dos destino mais familiares na Costa Brava. Suas pequenas calas de águas calmas de cor turquesa, convidam os turistas a curtir o verão desfrutando do visual medieval da cidade, já que há uma parte dela é rodeada por uma muralha do séc XII a.c.

Praias-perto-de-Barcelona-tossa-de-mar
Você pode andar por cima da muralha e depois descer para chegar a Cala Es Codolar, ou ir por dentro dela, passando pela área dos restaurantes.

Dentro da muralha você pode passear pela área que se chama casco antigo, ou Villa Vella, como é conhecida essa parte da cidade. As ruas são estreitas e cheias de edifícios de pedras cheios de encanto. Flores e roupas penduradas nas janelas adornam as fachadas de pedra.

A cala Es Codolar, que fica bem embaixo da muralha é uma das mais charmosas e a minha preferida quando vou a Tossa de Mar. Essas calas pequenas são mais tranquilas, ambiente familiar e você pode ir pro mar sem se preocupar com sua bolsa que fica na areia.

Praias-perto-de-Barcelona-tossa-de-mar-cala-es-codolar
Cala Es Codolar em Tossa de Mar, na Costa Brava

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Tossa de Mar.

Praias perto de Barcelona na Costa Maresme

A Costa Maresme fica ao norte de Barcelona, entre os municípios de Mongat e Blanes. A linha do trem passa bem rente as praias da Costa Maresme, deixando a viagem de trem super prazeirosa pra quem está no trem, mas tornando a praia menos bonita pra quem mora nessas cidades, já que para acessar a praia, precisam cruzar os trilhos do trem.

As praias da Costa Maresme são longas, tem grandes faixas de areia e são bem turísticas. Por serem tão próxima a Barcelona, muita gente local acaba indo pra essas praias do maresme pra fugir do mar de gente que ancora nas praias de Barcelona durante os meses de verão.

Como essas praias são muito próximas a Barcelona não vou deixar seleção de hotéis, ok? Acho que vale a pena se hospedar em Barcelona mesmo e fazer bate e volta de trem.

Costa Maresme | CANET DE MAR, CALELLA E MAGRAT MAR

Canet de Mar, Calella e Magrat Mar, essas são as 3 praias que mais gosto na Costa Maresme. Existem outras, como você verá no caminho do trem, mas essas são minhas preferidas por estarem mais afastadas da linha do trem e por oferecerem mais estrutura.

Estão entre 35-50min de trem desde Barcelona. São praias mais parecidas com as que temos no Brasil, com faixa de areia bem longa. Estão um pouco mais afastadas da linha do trem, mas não precisa andar muito pra chegar até a praia, coisa de 200m andando e já dá pra colocar a canga, o guada-sol e curtir.

Tem opções de chiringuitos, restaurantes, aluguel de cadeira e guarda-sol.

praias-perto-de-barcelona-canet
Foto aérea de Canet de mar por InSpain (as 3 praias do Maresme que menciono nesse post são bem parecidas)

O mar não é tão turquesa quanto na Costa Brava, são águas claras, mas mais esverdeadas e se tiver um pouco de vento, chega a ter umas ondinhas de leve.

Costa Maresme | SANT POL DE MAR

Sem dúvida, Sant Pol de Mar é a praia mais linda da Costa Maresme. Fica a 54km de Barcelona, e de trem, em 1h10 você já pode curtir Sant Pol. Fica entre Canet de Mar e Calella.

O trem para colado na praia, mas aconselho que você não pare já nesta praias. Atravesse o trilho do trem e caminhe pela esquerda em direção um calçadão com restaurantes. Passando esses restaurantes você já verá uma outra praia, essa é mais tranquila do que a que o trem chega.

Praias-perto-de-Barcelona-sant-pol-de-mar

As praias e calas em Sant Pol de Mar são: Can Villá (bonitas vistas da cidade), El Farrel (que é essa que menciono acima, fica há uns 500m da linha do trem), El Morer (a menor de todas e sempre muito cheia), La Murtra, Platjola, Roques Blanques, e uma muito legal que chama Les Escaletes (precisa descer uma escadas para chegar, praia bem familiar).

Praias perto de Barcelona na Costa Garraf

A pouco mais de 20km ao sul de Barcelona, ​​temos a: Costa del Garraf, que começa na cidade litorânea de Castelldefels e acaba em Cunit. São praias longas de areia, e a maioria com estrutura de chiringuitos. Quase todas possuem pequenas Marinas cheias de barcos, mostrando como os locais apreciam a vida ao mar.

Na Costa Garraf eu gosto de particularmente duas praias:

Costa Garraf | PLATJA DE LES CASETES DE GARRAF

A Platja de les casetes de Garraf fica há 30min em trem desde Barcelona e é uma praia bem pequena, sem chiringuito na areia e com ambiente bem jovem. As casas de pescadores em frente a praia dão um charme todo especial.

Praias-perto-de-Barcelona-garraf

Tem um restaurante que chama Chiringuito em cima de uma das rochas da costa. É um bom lugar pra comer paella. Nessa praia há aluguel de stand up e um pedalinho com escorregador pra ir curtir o dia no mar. O aluguel do pedalinho é 14 euros e do stand up 10 euros, por 1h de brincadeira.

Em 2018, o Soho Club Hotel que se instalou na praia e com ele deu uma elitizada na área esquerda da praia. Nessa área rola sempre um DJ no fim do dia. É uma praia pra você meio que se sentir em Mykonos, sabe?! Não? Tudo bem, eu também nunca fui a Mykonos, mas pelas fotos que vejo por aí, é meio que esse clima.

Não tem nenhum hotel além desse em Garraf. Não sócios do clube podem tentar se hospedar através da página do hotel direto. Eu não perderia tempo, mas se quiser tentar, deixei ai.

Costa Garraf | SITGES

Sitges fica há 45min de trem desde Barcelona e é uma das mais famosas por conta dos festivais que hospeda cada ano: Gay Parade em junho e Festival de Cinema em outubro.

Praias-perto-de-Barcelona-sitges
Foto via Dolce Sitges Blog

Da estação do metrô até o mar, você caminhará uns 15min pelo centrinho da cidade, onde os chalés de pedra e as fachadas das casas modernistas te chamaram o olhar. A caminhada a beira-mar é indispensável.⠀⠀

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Sitges.⠀⠀

Praias perto de Barcelona na Costa Dourada

Por fim, a última costa catalã, a Costa Dourada, que pertence à província de Tarragona. É uma das mais extensas costas da Catalunha, com mais de 60 praias.

Além das praias, a Costa Dourada é destino turístico bem atraente por conta do famoso parque de atrações de Portaventura, localizado na localidade de Salou. Essa região da Catalunha é ótima para turismo em família.

Pra quem se interessar por incluir um pouco de adrenalina nesse roteiro de praias, deixo aqui o link para entradas do Parque de diversões Portaventura.

O Portaventura é um parque de diversões que conta também com Resort, tipo Disney mesmo, só que da Catalunha. O parque tem montanha russa, shows temáticos, diversos brinquedos pra criançada, além do Parque Aquático e o Ferrari Land, tudo na mesma região.

Tem como comprar entrada casada pra todos os parques nesse link que deixei acima. Assim você economiza. Também é possível se hospedar no resort do Portventura! Aqui nesse link deixo o pack entradas + hospedagem que sai mais em conta.

Costa Dourada | ALTAFULLA

Altafulla fica há 1h de trem desde Barcelona, no caminho do trem você passará por: Castedefells (cidade onde o Ronaldinho Gaucho morava quando jogava no Barça); Garraf, Cunit, entre outras praias lindas, inclusive passará por Sitges.

Em Altafulla você enocntrará uma praia bem extensa, uma orla onde só se pode andar a pé (sem carros, nem trens cortando o caminho) e umas casinhas a beira-mar bem típicas, baixas e com grandes portas de madeira.

Praias-perto-de-Barcelona-altafulla
Foto via Vacaciones España

A praia de Altafulla é mais vazia quando comparada as da Costa Brava, o mar é quentinho, as casinhas com grandes janelas e portas de madeira dão um charme absurdo pra paisagem da praias, que é ainda completada pelo Castell de Tamarit na ponta extrema direita da praia (de frente pro mar).

Lá perto do Castell de Tamarit tem um chiringuito bem gostosinho pra comer ou tomar um drink.

Saindo da estação de trem, você caminhará por uns 10min até chegar a praia. Não há muitas indicações do caminho, por isso sugiro colocar no Google Maps, ou seguir quem passar por você com uma cadeira de praia de baixo do braço, hehe

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Altafulla.

Costa Dourada | CALA FONDA OU WAIKIKI

Pra quem tiver na pegada de praia nudista, dar uma chegadinha na Cala Fonda, também conhecida como Waikiki, pode ser uma boa experiência. É uma praia isolada, de difícil acesso e sem estrutura pra turismo, por isso, virou um cantinho especial pros praticantes do nudismo.

É uma praia de areia fina e dourada banhada por um mar cristalino, muito parecido com a tonalidade do mar da Costa Brava.

Praias-perto-de-Barcelona-WAIKIKI
Foto via PlayasCalas

Para chegar a Cala Fonda é preciso ir de carro. Você pegará a estrada Nacional 340, seguir  as indicações para à Playa de Mora onde você verá o Camping Torre de Mora. Neste camping tem um estacionamento para deixar o carro.

Depois de estacionar, você terá que caminhar em direção oposta ao camping, pelo meio de um bosque. Em 15 minutos de caminhada você chegará a praia Roca de Mora e em mais 6 minutos na praia Cala Fonda (Cala Waikiki). Pensa que é fácil chegar a um paraíso? Veja mais detalhes de como chegar no TripKay (post em espanhol).

Praias perto de Barcelona: Como chegar?

Para qualquer uma dessas praias é só escolher a estação de trem mais próxima a você: Sants, Plaça Catalunya, Passeig de Gràcia, Arc de Triomf e/ou Clot.

Mas para ter certeza de qual estação ir, sempre vale dar aquela conferida antes no Google Maps, ok?

O valor das passagens mudam de acordo ao destino e você precisa ficar atento a via onde o trem irá passar, já que o trem vem com nome da cidade de onde saiu ou com nome da cidade ponto final, não com o nome do seu destino.

A melhor coisa pra não se perder na estação de trem é pedir informação pros agentes de jaqueta laranja. Eles ajudam a comprar passagem e te indicam qual plataforma ir.

Algumas referências de valores ida e volta (valores aproximados 2019):

  • Barcelona-Blanes: 12 euros
  • Barcelona-Sant Pol de Mar: 10 euros
  • Barcelona-Garraf: 7 euros
  • Barcelona-Sitges: 12 euros
  • Barcelona-Altafulla: 17 euros
  • Barcelona-Tossa de Mar*: 12 euros até Blanes e depois 3 euros de ônibus até Tossa

*Para chegar a Tossa de Mar: essa é a única praia desse post que o trem não chega direto a ela. É preciso ir até Blanes primeiro e depois pegar um ônibus intermunicipal que passa na frente da estação de trem que vai te deixar direto na estação de ônibus em Tossa. De lá é só caminhar até a praia.

Outra opção, ainda mais fácil, é ir de ônibus direto de Barcelona a Tossa. Neste caso, você precisará ir até a Estació Nord. Veja aqui os dias e horários da semana. Você pode comprar o bilhete ida e volta direto na estação Nord.

E por último, assim como nos metrôs de Barcelona, os trens também são alvo dos batedores de carteira, principalmente no verão!

Uma vez eu vi 3 mulheres e uma menina que devia ter menos de 15 anos, em atuação. Elas se espalham pelos vagões, parecem turistas e quando você vê, lá se foi seu telefone ou carteira. Então já sabem, muita atenção. Mochilas pra frente.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios. Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar.

Clique aqui para fazer sua cotação.

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
As melhores praias de Barcelona
Oktoberfest de Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
5 lugares diferentes para conhecer em Barcelona
Festas típicas de verão em Barcelona 2019

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças pelo mundo no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

 

~ Se Lança ~

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava

Se você está com planos de fugir no inverno no Brasil e aproveitar o verão no hemisfério norte, fiz essa listinha topzera pra você aproveitar o melhor do Verão Europeu e conhecer as melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava, na Catalunha.

A Costa Brava, na Catalunha, é uma das costas mais lindas da Espanha e fica pertinho de Barcelona, por tanto, emendar um bate e volta ou uns dias de Costa Brava em seu Roteiro por Barcelona, é uma opção bem fácil, principalmente no verão.

A fama da Costa Brava se deve às suas vilas de pescadores, com paredes brancas, ruazinhas estreitas e cheias de charme. São mais de 200km de costa, começando na província de Girona, há 1h de Barcelona e indo até a Costa Vermelha, já no sul da França.

Cidades de pequeno a médio porte se espalham por toda a Costa Brava, que oferece, além de inúmeros tamanhos de praias, uma vasta rede hoteleira para todos os bolsos.

Todos esses destinos podem ser feitos de carro em uma deliciosa roadtrip pela costa. Nós fizemos uma viagem de carro pela Catalunha em março 2019 e alugamos um carro na Europcar através do site da RentCars. Gostamos desse site porque dá para comparar os preços das principais locadoras e já sair dirigindo do aeroporto ou da Estação de Sants, em Barcelona.

Tá, falei isso do carro porque para alguns dos destinos abaixo, coloquei também uma opção alternativa ao aluguel de carro. Ok?

Última coisa importante a dizer é que durante os meses de junho e setembro, você terá que dividir seu metrinho quadrado de areia com muitos turistas em todos esses destinos. Já entre outubro e abril, a probabilidade de ter a areia, o mar e as vistas só pra você e mais meia dúzia de turistas aumenta para 95%. 😉

1. | Tossa de Mar |

Pra mim, Tossa de Mar é a primeira das 5 melhores praias perto de Barcelona.

Fica há 86km de Barcelona e pode-se chegar de carro ou de ônibus desde Barcelona. Por ser um dos destinos mais próximos a Barcelona, acaba sendo o mais visitados para fazer um bate-volta desde Barcelona.

Os ônibus para Tossa saem da Estació del Nord, que fica há 5min caminhando da estação de metrô Arc de Triomf.

Tossa de Mar é o uma cidade de pouco mais de 6 mil habitantes e que conta com um dos cartões postais mais lindos da Espanha: um Castelo, do século XIII, que beira o mar mediterrâneo. O passeio por Tossa inclui passear através de suas muralhas. inclusive recomendo que você comece passeando pela cidadezinha, percorra toda a extensão da muralha e depois desça pra praia.

melhores_praias_perto_de_barcelona_Begur_Costa_Brava
Foto feita em Tossa de Mar no verão em julho 2019

As pequenas praias, chamadas de calas, são compostas por areia fina e dourada e banhadas pelo mediterrâneo em faixas esverdeadas. Algumas partes chegam até a ser cristalinas. A que eu mais gosto é a Cala Es Codolar. Um pequeno pedaço de areia, de fácil acesso através da muralha e rodeado por um alto paredão de rocha. Cenário de filme.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona, passando o dia na região da Vila Vella, ou se hospedar por lá.

Veja aqui as opções de hospedagem em Tossa de Mar.

2. | Platja d’Aro |

Passou de ser uma pequena cidade de pescadores para ser uma das maiores concentrações de grandes resorts por metro quadrado. A cidade é dividida em mar e montanha, sendo a parte mar Platja d’Aro e a parte montanha Castell d’Aro. Em Castell d’Aro há inclusive um castelo medieval, por isso o nome da cidade.

Essa cidade está bem localizada no “meio” dos 200km de litoral da Costa Brava, por isso, acaba sendo uma ótima opção de hospedagem para quem quer cada dia conhecer uma nova praia da Costa Brava.

melhores_praias_perto_de_barcelona_Platja_D'Aro_Costa_Brava
Cala bem em frente ao Park Sant Jordi. Foto feita durante nossa roadtrip feita pela Costa Brava em março de 2019, fim do inverno.

Os hotéis que recomendo em Platja d’Aro são os beira mar: Cap de Roig, Park Sant Jordi que foi o que nos hospedamos e conta com uma pequena cala quase que “particular”, que se acessa através do hotel e por último, o mais phyno de todos, o Hotel & Spa Cala del Pi.

3. | L’Escala |

Seguindo nossa listinha de melhores praias perto de Barcelona, temos L’Escala. Essa pequena cidadezinha litorânea de pouco mais de 10 mil habitantes, é conhecida por 2 coisas, além de suas lindas praias e calas: anchovas e ruínas Grego-Romanas.

Sim, um dos cartões postais e passeios obrigatórios em L’Escala é a visita as ruínas gregas do século V a.c e tanto o pequeno museu quanto as ruínas estão abertas durante todo o ano. O ticket custa 5 euros e não tem audio guia, mas há um mapa informativo sobre o local.

melhores_praias_perto_de_barcelona_La_Escala_Costa_Brava
Foto via Tripkay e Spain is Culture, respectivamente

Uma outra boa maneira de desfrutar de L’Escala é fazendo uma parada para almoço no restaurante Ultramar, bem no centro da cidade, beirando o mar.

E pra quem gosta, não deixe de provar anchovas, entradinha típica da região.

Veja aqui as opções de hospedagem em L’Escala

4. | Begur |

Já falei isso antes, eu sei, mas acho que dessa lista, Begur junto com Tossa de Mar, são as melhores praias perto de Barcelona. As duas são pequenas cidades litorâneas oferecendo tudo ao turista, de opções de restaurantes e bares a praias de águas cristalinas.

Nas outras também é possível curtir um dia de praia em águas claras, claro, mas essas duas tem mais vibe de passar o dia todo na praia só curtindo o sol e o mar, no entardecer ir pra um barzinho relaxar, comer algo e a noite ainda tem uma vida agitadinha acontecendo no centrinho da cidade, sabe?

Em Begur você pode pegar praia em Sa Tuna, Aiguablava, Aiguafreda e Sa Riera. As que eu mais gosto são Sa Tuna e as 3 pequenas calas de Aiguablava: Platja Fonda (acessível através de uma escadaria de madeira), Cala Smiroli e a minha preferida de todas Cala Aiguablava, que é inclusive onde me casei em 2010 😉

melhores_praias_perto_de_barcelona_Begur_Costa_Brava
Fotos feitas em Begur em julho no verão de 2009 (quando me casei em Begur).

Essas 3 calas em Aiguablava estão próximas a hotéis de todos tipos e tamanhos. Nos hospedamos no Hostal Ondina e super recomendo. É simples, mas super charmosinho.

Veja aqui outros hotéis em Begur.

p.s: vale lembrar que aqui hostal, com a, é um hotel pequeno, tá?

5. | Cadaqués |

Assim como grande parte das cidadezinhas litorâneas da Costa Brava, a cidade de Cadaqués também começou como uma pequena vila de pescadores e foi entre 1930-1982 que entrou no spotlight por ser a cidade escolhida por Salvador Dalí para ser sua casa. Por isso, Cadaqués não poderia estar fora dessa lista de melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava.

Entre idas e vindas, Salvador Dalí, um dos maiores artistas surrealistas do mundo, encontrou inspiração para suas grandes piras. Sua ex-casa, hoje é um museu e uma ótima opção de passeio em Cadaqués.

Mas o Museu Dalí não é o único atrativo da cidade não, pra mim, o maior atrativo da cidade é ela mesma. É caminha pela orla, é sentar em um de seus restaurantes para tomar um drinkzinho, almoçar, enfim… ficar ali, curtindo o “ver a vida passar”, sabe?

melhores_praias_perto_de_barcelona_Cadaques_Costa_Brava
Foto feita durante nossa roadtrip feita pela Costa Brava em março de 2019, fim do inverno.

Pra quem quiser se hospedar em Cadaqués, o Hostal Cristina é uma ótima opção. Não tanto pelo hotel em si, mas pela localização que é bem centrica e próxima as principal atração de Cadaqués: a praia.

Veja aqui outras opções de hospedagem em Cadaqués.

E também deixo uma dica de restaurante em Cadaqués: Coco Cocina Viva. Tem uma proposta de comida mais saudável e natural, misturando pratos asiáticos com mediterrâneos. Para quem quiser uma opção além dos clássicos restaurantes de frutos do mar que contornam a orla da praia.

O Cap de Creu, em Cadaqués, é um dos passeios obrigatórios a se fazer, ok? Fica há uns 15 minutos de carro do centro da cidade, venta muito como todo “cabo”, e tem vistas maravilhosas para o mar mediterrâneo.

TOUR GUIADO PELA COSTA BRAVA

Depois de ler esse post todo, você ficou com vontade de aproveitar as melhores praias perto de Barcelona, mas não está afim de alugar um carro, dirigir e tal?

Então você vai gostar dessa ideia aqui. Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona para conhecer algumas das principais cidades e praias da Costa Brava, com o tour guiado de 1 dia. Neste tour, você poderá conhecer Blanes e Tossa del Mar, duas das principais e mais bonitas cidades a beira mar da Costa Brava.

Clique aqui para ler mais sobre esse tour, verificar disponibilidade e valores.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para alguns países da Europa. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto).
É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar.
Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Veja estes outros posts pra curtir o verão europeu em Barcelona:

As melhores praias de Barcelona
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 atrações que você precisa conhecer em Barcelona
Casa Vicens, a primeira casa de Gaudí em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
Como ir de Barcelona a Paris em trem

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

 

~ Se Lança ~

Bombinhas (Santa Catarina) com crianças pequenas

É muito difícil escolher qual é a melhor praia de Santa Catarina para visitar, não é mesmo? É uma praia mais linda que a outra. Nós escolhemos conhecer Bombinhas, mas queríamos uma viagem tranquila, pois estávamos com nossa filha que na época tinha 1 ano e meio. Achamos que a escolha foi perfeita!

Melhores praias de Bombinhas com crianças

Canto Grande – esta foi a praia que nós escolhemos para chamar de nossa. Ficamos hospedados nesta região, no meio das duas praias de Mar de Fora e Mar de Dentro. É um pouco mais afastada do centro de Bombas e Bombinhas e o mar (de dentro principalmente) é bem calmo. Isso faz com que seja uma praia bem tranquila e propícia para os pequenos.

Tem também bastantes mercadinhos e lojinhas se precisar comprar alguma coisa de última hora.

Praia Mar de Fora em Canto Grande

Zimbros – é uma baía de águas bem calmas, ideal para os pequenos. A única desvantagem (ao meu ver) é a grande quantidade de barcos de pesca.

Baía de Zimbrós

Essas foram as duas praias que conheci, mas são MUITAS praias em Bombinhas. As mais badaladas, são Bombas e Bombinhas, ficam no fervo da cidade, onde estão a maioria das casas e comércios. Tem também as Praias de Quatro Ilhas e Mariscal – que são as mais propícias para o surfe.

O que saber antes de ir a Bombinhas

Trânsito na cidade

Nós fomos em Março e estava bem tranquilo. Depois de conhecer, eu não teria coragem de ir na altíssima temporada. Bombinhas é uma península, e não tem muito espaço para os carros transitarem. Na alta temporada está cheia de turistas e deve ser horrível andar de carro por lá. Se for, pegue um local bem legal que você possa estacionar o carro e fazer tudo à pé. Loucura ficar dirigindo por lá.

Pra quem está chegando de avião (em Navegantes, Joinville ou Florianópolis) – recomendamos alugar carro com a RentCars.

Taxa de Preservação Ambiental

Ao chegar na cidade de carro, você verá um posto policial. Tem que parar e cadastrar seu carro e pagar uma taxa de R$26,50 por veículo. Essa taxa só é paga entre 15 de Novembro e 15 de Abril. Se você não passou por esse posto policial na chegada, tem outros pontos de pagamento. Também é possível pagar antecipado pelo site da prefeitura. Leia mais sobre a TPA neste link.

Onde dormir em Bombinhas

Pousada Ala Moana – escolhemos esta pousada pelo custo x benefício que apresentava – e foi uma ótima escolha. É uma pousada simples, porém aconchegante com o pessoal super prestativo. Tem estacionamento, piscina e churrasqueira para os hóspedes, além de emprestarem cadeiras e guarda-sol para levar à praia. Fica super bem localizada, dá pra fazer tudo à pé. Diária foi 280 reais.

Piscina e estacionamento da Pousada Ala Moana

Veja aqui outras opções de hospedagem em Bombinhas.

Onde comer em Bombinhas

Essas sugestões são para quem está hospedado do lado de Canto Grande, Morrinhos e Zimbrós. Para quem está em Bombas/Bombinhas – acho que fica meio longe ir.

Tatuiranosso favorito! Um restaurante rústico, pé na areia com um menu delicioso. Um dia meu marido estava a fim de comer carne (eu sei… carne na beira da praia ;/) e estava também delicioso. Os preços são um pouco mais altos que a média, mas vale a pena jantar aqui ao menos um dia. Endereço: Rua João José da Cruz 1700

Tatuira

Berro d’água – é um dos restaurantes mais famosos da região. É grande e vive cheio, também tem uma entrada pela praia e algumas  mesas na areia. A comida é boa, mas com tanta propaganda, esperávamos mais. O ponto alto do restaurante é o parquinho (quem viaja com crianças sabe como isso ajuda…). Restaurante é bem bonito e vale a pena conhecer. Endereço: Rua Juquiá 578

Berro D’água

Armazém do Pescador – opção de comida mais conta, ambiente informal e descontraído e é pertinho da praia. Comemos um filé de peixe que estava muito bom. Fica na Rua Figueira.

Armazém do Pescador

Mar de Fora Pastelaria e Choperia – como o próprio nome diz, bom lugar para comer petiscos acompanhado de um bom chopp. Tem vários chopps artesanais da região. Av. Flamboyant 1347

O que mais fazer em Bombinhas

Nós fizemos um passeio bem tranquilo, só praia, restaurante e hotel – foi para descansar mesmo! Mas peguei as informações pra passar o que mais tem em Bombinhas:

Trilhas em Bombinhas: Trilha da Galeta, Trilha da Sepultura, Trilha do Retiro dos Padres, Trilha de Quatro Ilhas, Trilha do Morro do Macaco, Trilha da Tainha e Trilha da Costeira de Zimbros.

Mirantes: Mirante Morro do Macaco, Mirante de Bombas e o Mirante de Marsical.

Museus: Museu e aquário marinho, Museu naval casa do homem do mar, Museu comunitário engenho do sertão e o Museu e mirante eco-360.

Você já foi?! Deixe sua dica aqui pra gente.

Se Lança…

Leia mais estes posts também:

Cânions do Sul do Brasil
Oktoberfest de Blumenau com Bebê
5 passeios para fazer em Joinville e região com crianças pequenas
Osterfest, festa da Páscoa em Pomerode
Barco Príncipe com Crianças – Joinville
10 dicas para viajar de avião com bebê
Sua saúde e farmácia de viagem

4 praias perto de Los Angeles

Quando você pensa em praias no sul da california e praias perto de Los Angeles, qual a trilha sonora que vêm à mente?

Garota eu vou pra California, viver a vida sobre as ondas, vou ser artista de cinema… 

Não tem como não cantar né? Mas gente, só vira música aquilo que é coisa boa (ou pelo menos antigmente era assim né?).

Neste post vou falar de 4 praias perto de Los Angeles: Venice, Santa Monica, Malibu e Newport Beach.

Todas lindas, todas com águas geladas, todas super californianas!

Venice Beach

Essa é a praia mais eclética, esquisita, legal, “creepy” e diferentona da região. Tem que conhecer e incluir em seu roteiro!

Tem um calçadão com feira de artesanatos, ou melhor dizendo, feira de tudo. Tem gente que conta piadas, distribui abraços, toca música, vende coisinhas hippies e o que mais a imaginação permitir.

Calçadão em Venice Beach

Também é reduto de esportistas. Tem uma pista de skate, gente andando de bike, patins, correndo… Eu já aluguei roller pra andar no calçadão.

A cidade é toda formada por canais, eis seu nome “Venice”. Afaste-se um pouco do agito do calçadão e ande nas áreas mais residenciais que passará por lindas pontes.

Tem também areião pra tomar sol, é claro. Dá pra passar o dia na praia e no fim da tarde andar pelo calçadão. Mas não deixe de ir, mesmo que seja inverno, a praia está sempre cheia e movimentada.

Pista de Skate em Venice

Santa Monica

Esta praia é uma das mais populares. Todo mundo já deve ter visto uma foto do pier de lá. É bem legal. Tem restaurantes, cafés e um parque de diversões com roda gigante. Não tem nada muito chique, é Taco Bell, Starbucks e afins. Mas é super democrático, não paga nada pra entrar no pier e tem atrações pra todas as idades e bolsos.

Santa Monica Pier

Este também é um passeio bem legal, dá pra aproveitar a praia e estrutura do pier. Prepare-se que no verão lota!

É possível conhecer Venice e Santa Mônica no mesmo dia pra quem não tem muitos dias em Los Angeles. Elas estão pertos entre si.

Praia de Santa Mônica

Malibu

Acho que Malibu deve ser a praia mais famosa da California né? Onde todos os artistas tem casas de frente pro mar com seu pedaço exclusivo de terra.

A grande parte da praia de Malibu é “particular”, só tem acesso que tem casa lá ou está hospedado em hoteis com acesso. (Veja opções de hospedagem em Malibu aqui). Porém, nem só de riqueza vive o mundo, tem um trecho de areia aberta ao público. Este trecho está ao lado do Malibu Pier.

Malibu Pier

O Malibu Pier é beeem menor que o pier de Santa Mônica, tem uns 2 ou 3 restaurantes e cafés e umas 2 lojinhas. Mas são restaurantes mais bacanudos, do tipo onde você senta pra tomar vinho branco enquanto aprecia a vista. É uma opção legal pra aquele almoço em casal.

E pra quem tiver muiiiita curiosidade de ver como vivem os famosos em Malibu, pode contratar este passeio de duas horas por Malibu, vendo as casas de artistas (obviamente por fora) e também alguns sets de filmagem. O passeio custa 44 USD por pessoa e sai do Pier de Santa Monica.

Newport Beach

Esta é a única praia da lista que está ao sul de Los Angeles. Newport também tornou-se famosa pelo seriado “The O.C.”. É uma cidade de gente rica, só casarão!

Newport

Em Newport Beach tem muitos passeios no mar para avistar baleias e golfinhos. Fizemos este passeio em Dezembro, é muito bonito, mas fiquei um pouco decepcionada por não ver baleias. Porém os golfinhos deram o ar da graça. Passeio pra ver animais são assim mesmo…

Nós fizemos o passeio com o Davey’s Locker, dura mais ou menos 2 horas e sai da Península Balboa. Custa 30 USD por pessoa, mas às vezes tem cupom de desconto no site americano do Grupon, e aí é possível pagar 9,50 USD.

Onde se hospedar em Newport Beach neste link.

Mapa das praias perto de Los Angeles

Como se locomover entre as praias na California

Gente, já disse isso em vários outros posts, e repito aqui. A melhor maneira de se locomover pela California é alugando um carro. Nós usamos a RentCars, que traz um comparativo de várias empresas e dá pra pagar em reais e sem IOF. Pra dirigir nos Estados Unidos, só usar sua carteira de motorista brasileira junto com o passaporte.

Roteiro pelas praias do sul da California

Se eu tivesse que escolher somente 1 praia pra conhecer, esta seria sem dúvida Venice.

Duas praias, seriam Venice e Santa Monica. E se você tiver dois dias dedicados pras praias, pode fazer Venice, Santa Monica e Malibu pois são todas perto uma das outras.

Newport é legal, a cara da riqueza, mas já é bem mais distante de Los Angeles. Incluiria no roteiro se tivesse com muitos dias sobrando.

E você, diz pra gente qual sua praia preferida da Califa? Passa a coordenada daquela pérola escondida!

Se Lança!

Leia mais nests posts:

6 Parques de Diversões em Los Angeles e região
O que fazer em Big Bear Lake na California
Ski no sul da California – Big Bear
3 parques de diversões para ir com crianças em Los Angeles.
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
O que fazer em Pasadena na California

[Mikado id=’48’]

É seguro viajar para a África do Sul?

Muita gente ainda me pergunta: É seguro viajar para a África do Sul?!

A resposta curta é SIM. 

Como morei 1 ano e meio em Joanesburgo, pude conhecer bem a realidade desta cidade, e da África do Sul em geral. Fazer turismo por lá é bem seguro no geral – mas não é Suécia né gente!? Então vou recomendar os seguintes cuidados:

1. Polícia de trânsito e rodoviária

O meu maior medo no país sempre foi ser parada por policiais. Por vários motivos. Tem histórias de policiais falsos que roubam as pessoas, mas até mesmo os verdadeiros policiais podem ser motivo de dor de cabeça.

Tem o caso dos policiais que ficam na saída do aeroporto de Joanesburgo e param os turistas que acabam de alugar carros. Estes vão tentar te intimidar como se fossem alfândega. Uma vez encresparam com minha amiga que tinha levado uma banheirinha de bebê dizendo que ela tinha que pagar impostos. E advinha onde se pagava esses impostos? Ali mesmo em dinheiro… bizarro né? Como ela também era moradora de Joburg, não caiu na balela – mas não deixa de ser um stress chato.

2. Tire a Carteira de Motorista Internacional no Brasil

Tem muita gente que aluga carro na África somente com a CNH, e isso é permitido. Porém, contudo e todavia – baseado ainda no tópico de cima – tem policial que alega que não entende o que está escrito na CNH pois não está inglês. De novo, não é ilegal, mas vai te gerar um stress danado se passar por isso.

Melhor coisa é sempre andar com o passaporte e PID (permissão internacional para dirigir). Aqui neste post conto tudo sobre como tirar a sua. 

3. Ande SEMPRE dentro dos limites de velocidade

Então concluindo os dois tópicos acima, evite ser parado na estrada – não dê motivo. Respeite as leis de trânsito.

Agora, não precisa ter medo de alugar carro na África do Sul. As estradas são excelentes e é a melhor forma de se locomover no país. Leia nosso post: Vale a pena alugar carro na África do Sul?

Ser parado é a excessão, não a regra. Se isso acontecer contigo, apresente todos os documentos e mantenha a calma. Lembre-se que não está fazendo nada de errado. E se pedirem pra você pagar alguma “multa”  ali na hora, você pode optar por pagar e se livrar do stress – ou resistir e pedir para ser acompanhado à delegacia para resolver a questão. É bem provável que o policial irá desistir de te acompanhar pois perderia muito tempo.

Agora, destes 18 meses que morei na África do Sul, fui parada algumas vezes por blitz de rua e nunca tive que pagar nada, nem fui roubada. Então é mais um ponto de atenção do que de medo, OK!?

4. Pode andar a pé na África do Sul?

Gente, vamos lá. Somos brazucas e não suecos. A gente manja dos paranauês. Pode andar à pé sim, com os documentos no bolso da frente, atenção à mochila e pertences.

Cape Town é bem mais tranquila de andar à pé do que Joanesburgo. Começa que em Joanesburgo é tudo longe e tem poucas calçadas, então não dá pra andar muito à pé mesmo. Mas se precisar ir ali no mercado, farmácia ou parquinho perto do hotel, pode ir sim.

Em Cape Town eu acho mais tranquilo andar, só evite andar muito pelo centro da cidade à noite. Coisas que já sabemos, não andar sozinho, não andar por ruas desertas, etc.

5. Roubos

Nunca fui roubada na África do Sul. Meus amigos nunca foram roubados. Mas roubo acontece né. Nunca ouvi nada sobre cartão clonado lá, de qualquer maneira, sempre recomendo viajar com 2.

Se for sacar dinheiro em caixa eletrônico, dê preferência aos caixas dentro de shoppings. Tem no Sandton City em Joanesburgo e no Waterfront em Cape Town.

Um lugar para prestar atenção é em aeroportos. Às vezes tem gente se oferecendo para carregar suas malas. Não deixe. Se precisar de alguma assistência, procure funcionários uniformizados do aeroporto.

6. Tenha um seguro de viagens

Por mais que você esteja alerta – Shit happens. Adoro essa frase, simplesmente quer dizer que às vezes as coisas dão errado. E a vida é assim né. No Brasil, na África do Sul ou na Suécia…

Ter um seguro de viagens proteje sua saúde, se precisar ir pro hospital estará coberto. Te proteje contra extravio/roubo de malas (meu marido teve a mala extraviada pela SAA e ficou 2 dias sem roupas…). Eu sempre viajo com um seguro, ainda mais agora que virei mãe e levo a pequena a tiracolo. Outra frase que adoro é: Better safe then sorry. (melhor estar segura do que arrependida).

E gente, não é caro! Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na África custa à partir de 55 reais. Nós usamos o portal Seguros Promo, ,que traz um comparativo de preços de várias seguradoras. E você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto – ou seja 10%). É só inserir o cupom SELANCA5 pra ganhar. Então sem descupas tá, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

7. Relaxe

Esses pontos que destaquei acima são para ter ATENÇÃO, não é pra ter MEDO.

Eu me sinto mais tranquila na África do que andando pela 25 de Março ou praça da Sé. Seja brasileiro, não baixe a guarda mas divirta-se muito. A África do Sul é uma das viagens mais incríveis que você fará!

Photo by Mark Adriane on Unsplash

Se Lança…

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Viajar para a África do Sul – Post Índice
Como se virar na África do Sul
O que fazer na Cidade do Cabo, melhores dicas reunidas
Franschhoek e Stellenbosch, melhor região de vinícolas do mundo
Safari no Kruger Park, África do Sul
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
Sua saúde e farmácia de viagem

 

Dê uma olhada no nosso Guia Se Lança pra África do Sul:

[products ids=”3484″]

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.