Sydney com crianças: 7 atrações imperdíveis

Sydney é uma excelente cidade para viajar com as crianças. Sydney com crianças é agradável, muitas opções de lazer, clima agradável, praias próximas, parques e etc. Eu adoro conhecer cidades que levaram as necessidades das crianças em consideração em seu planejamento urbano.

Essa é uma lista dos lugares que fomos as crianças com 1 e 4 anos e que recomendamos para os pequenos e maiores também.

O que fazer em Sydney com crianças

1. Darling Harbour

Um excelente centro de entretenimento em Sydney. Lá tem pavilhão de eventos, restaurantes, lojas, jardim chinês, pedalinho, parquinho, aquário, mini zoológico, museu de cera e o pier em si.

É coisa pra caramba pra fazer, e se quiser ver tudo, tem que passar o dia todo lá.

Um dos pontos altos é o parquinho, além da área com balanço e trepadeiras, tem uma área aquática. Leve roupa de banho e uma toalha. É como se fosse uma grande poça de água. São três dedos de água pras crianças correrem e se molharem. Elas adoram.

Depois vale a pena sentar pra comer e aproveitar o fim de tarde. No restaurante Fratelli Fresh (na parte nova) as crianças comem de graça todos os dias. Basta comprar um prato adulto que tem um prato kids grátis junto. Se programe pois às segundas-feiras tem disconto de 50% no prato adulto.

E é lá que se encontra o Hard Rock Cafe, o queridinho dos brasileiros, esse fica na parte antig, perto do pier.

Ou seja, diversão não falta!

2. Powerhouse Museum

O museu aplicado de artes e ciência de Sydney é muito bacana. As crianças (até 16 anos) entram de graça, adultos pagam 15 AUD.

Tem trens antigos, aviões, motos, foguetes, máquinas antigas e tudo mais que um tunel do tempo pode ter. No entanto, a melhor parte são as áreas interativas.

As crianças podem fazer experimentos e ao mesmo tempo aprender sobre eletricidade, magnetismo, mecânica, robótica, além da área digital interativa.

Vale a pena passar umas 2 horas no museu.

Museu de ciência e tecnologia de Sydney

3. Maritime Museum

O museu marítimo é sensaional para ir com crianças. Lá é possível entrar em um submarino e navio de guerra e conhecer tudo por dentro. No entanto, crianças menores de 85 cm não podem entrar.

Tem um cinema 3D com os “monstros marinhos” e uma exposição de mesmo tema – que são os animais aquáticos pré-históricos. Muito interessante, além da exposição ser também interativa.

No museu tem também a exposição permanente que traz diversos objetos usados na navegação além de objetos pessoais de tripulantes e passageiros usados em navios. Para as crianças pequenas tem uma área de brincar.

Além disso, tem uma área de atividades para crianças (pescaria, montar bichos de papel, etc) que é inclusa quando compra-se um ingresso.

A exposição permanente do museu é grátis, mas nós compramos o ingresso de 25 AUD por adulto para ter acesso à todas às áreas (navios, cinema 3D e exposições temporárias). O museu fica no Darling Harbour.

4. Manly Beach

Conhecer a praia australiana é um programa mandatório. Manly Beach é menos famosa que a badalada Bondi Beach, mas é linda igual.

Manly é mais kids friendly na minha opinião. Apesar da orla de Bondi ter mais opções de restaurantes e lojas, Manly não deixa a desejar no quesito.

Ambas as praias são de extensa areia branca e mar bravo. A diferença é que em Manly existem muitas outras “prainhas” que não tem onda. Sugiro Shelly Beach e Manly Cove. Outra opção bacana em Manly é a piscina de pedra Fairy Bower Pool.

Ao lado da piscina tem uma ducha de água doce, trocador e banheiro.

Pra chegar em Manly tem que pegar o ferry na Circular Quay – o que por si só já é um passeio. No ferry é que se tem uma linda vista da Ópera House – prepare a máquina. Nós pegamos o fast ferry, que custou 9,90 por adulto. Foi tão rápido que mal deu pra tirar as fotos do caminho, chegamos em 10 minutinhos. O ferry comum leva uns 20 minutos e custa 7.60 AUD.

5. Taronga Zoo

Um dos programas preferidos das crianças. Eu particularmente não curto muito um zoo, mas como não levar as crianças pra verem coalas e cangurus? E além desses, encontra-se por lá outros animais nativos da Austrália, como o Taz e o ornitorrinco, além de roedores, pássaros e etc.

O zoo conta também com elefantes, girafas, gorilas e até nossas capivaras. Tem pinguins e show de focas.

Um atrativo bacana é fazer o “sky safari” – que nada mais é que uma votla de teleférico sobre o zoológico de Sydney.

É um passeio de um dia todo, bastante cansativo. Recomendo levar o carrinho, mesmo para as crianças um pouco maiores. Se você não tiver, a loja da entrada aluga por 15 AUD o dia. Leve uma garrafa de água, lá tem muitos bebedores espalhados para reabastecer. E capriche no protetor solar e tênis confortável.

Dica preciosa: compre o ingresso antecipado neste link. Além de evitar fila, alguns dias tem até desconto. Eu paguei 49 AUD lá na hora e no link estava 44. Não precisa nem imprimir, só salvar a entrada no celular.

Para chegar pegue o ônibus M30 – é a última parada. Outra opção é pegar um ferry no Circular Quay.

6. Royal Botanic Gardens

Jardim lindo e super bem cuidado – é o jardim botânico mais antigo da Austrália. Muito gostoso para passear e fazer um piquenique. Lá dentro tem também um café e lojinha. Tem banheiros e bebedouros.

Infelizmente não tem parquinho infantil, mas tem um trenzinho que passeia pelo parque. Custa 10 AUD. Eu queria muito ter feito o passeio, mas a fila de espera estava muito grande.

Dica: na pontinha do parque, em direção ao ponto ” Mrs Macquarie’s Chair” tem-se uma das vistas mais lindas da Ópera House e Harbour Bridge.

7. Australian Museum

Este aqui eu deixo de dica para vocês conhecerem e me contarem depois. Infelizmente ele está fechado para reforma por todo primeiro semestre de 2020. Perdi.

O que me atraiu nele foi a idéia de ver fósseis de dinossauros e conhecer sobre a história da Austrália.

Entre no site do museu (aqui) e veja se já re-abriram antes de ir.

Outras atrações em Sydney com crianças:

Essa lista acima são as atrações que eu daria prioridade, mas segue uma listinha de outras idéias.

* Art Gallery of NSW – o museu de arte da cidade, sempre tem várias atividades para as crianças. Confere no site antes de ir. A exposição permanente é gratuita. Eu gostei bastante.

* Centennial Parklands – alugar uma bicicleta e andar pelo parque – além de brincar no maior parque de natureza da cidade.

* Sea Life Aquarium – o aquário de Sydney que está no Darling Harbour. Tem tubarões, tartarugas, arrais e mais de 600 espécies. A fila é ENORME. Vale a pena comprar o ingresso antecipado. Eu não fui pois achei muito caro, 40 AUD. Outra opção é comprar o ingresso do aquário casado com outra atração (wild life, madame tussauds ou torre 360), aí sai por 60 AUS, ou seja, 30 cada.

* Wild Life Sydney – um pequeno zoo ao lado do aquário no Darling Harbour.

* Madame Tussauds – o museu de cera.

* The Grounds of Alexandria – o restaurante mais lindo que já conheci. São na verdade dois restaurantes em um espaço de jardim maravilhoso. No recinto tem também uma padaria e floricultura. É ótimo pra tirar fotos. A lado ruim é que é fora de mão e longe de qualquer outra atração turística.

* Escalar a Harbour Bridge – essa é para os adolescentes. É possível subir a torre da Harbour Bridge com uma excursão guiada, custa por volta de 170 AUD por pessoa. É caro, mas tem-se vistas espetaculares além da adrenalina claro. (Não recomendado para menores de 8 anos).

à esquerda e centro: Galeria de Arte de NSW / à direita: Grounds of Alexandria

 

🚑 Atenção: veja aqui um post sobre Seguro de Viagem Internacional e vá pra Australia sem preocupação

 

E você, tem alguma dica pra nos deixar?!

 

Leia mais um post:

10 dias pela Ilha Sul da Nova Zelândia
5 dias pela Ilha Norte da Nova Zelândia
Se lança para a Nova Zelândia Djáh!
Guia de sobrevivência na Nova Zelândia
Cavernas de Waitomo
Hotel perto do Aeroporto de Auckland
Ilot Maitre, ilhota perto de Noumea
Noumea com crianças, melhores passeios
Ilha dos Pinhos na Nova Caledônia

O que fazer em Los Angeles e Região

Tem muito o que fazer em Los Angeles e região. Morei mais de 5 anos por lá, e sempre que volto com uma visita nova, este é o tour básico que fazemos para conhecer os pontos altos de Los Angeles e arredores.

Este roteiro em Los Angeles é ideal para uma semana a uns 10 dias, para poder fazer tudo com calma e ainda sobrar um tempinho pras compras, resturantes e etc.

Vá mesclando as atividades pra ter bastante variedade – um dia de parque, um dia de estúdio, um dia de praia, outro dia de parque e assim por diante.

1. Estúdios de Cinema

Warner Bros

É um passeio guiado por dentro dos estúdios da Warner Bros. Tem um trecho feito à pé, pela cidade cenográfica e o restante no trenzinho do estúdio.

Aqui você tem a oportunidade de conhcer o antigo set de Friends, estúdios famosos – como o que foi gravado toda série de E.R. – um museu com carros de filmes famosos e mais um monte de coisa de cinema. O passeio dura 3 horas.

A entrada do passeio pode ser comprada com antecedência neste link. Custa 65 USD por pessoa e você pode apresentar o voucher no seu celular quando chegar nos portões do estúdio. Super tranquilo.

Endereço: Fica na cidade de Burbank, em: 3400 W Riverside Dr. Tem estacionamento pago no local.

Universal Studios

Tem que incluir este passeio em seu roteiro por Los Angeles. A Universal é um misto de estúdio de cinema com parque de diversões. Tem shows de dublês, tem o famoso tour de trem pelos estúdios, tem shows de música, montanha-russa, cinema 4D e mais.

Na saída é obrigatório ficar pela noite no City Walk – um calçadão super animado com lojas e restaurantes. Vale a pena separar um dia todo pra Universal.

O ingresso custa 105 USD no portão, mas é bom comprar com antecedência pra evitar filas. Pode ser comprado neste link aqui, que é o mesmo preço do guichê lá na hora. Quem quiser voltar no dia seguinte, pode comprar o ingresso de 2 dias, que custa 129 USD. Mas eu acho que chegando bem cedinho e ficando até bem tardinha, dá pra curtir tudo em um dia só.

2. Parques de Diversão

Disneyland

O primeiro parque do grupo Disney nos Estados Unidos. Para quem conhece Orlando, é uma espécie de Magic Kingdom. A Disney é sempre mágica, não importa onde né? Aqui o tamanho do parque é bem menor que seus irmãos na Florida, mas o legal é não comparar – cada um é cada um.

Aqui você encontra o castelo da Cinderela, a casa do Mickey, a Tomorowland a montanha russa Space Mountain e muita diversão. Para os que viajam com crianças pequenas, tem muita opção de brinquedos. Vale a pena conhecer este parque fofo!

Os ingressos variam de 97 a 135 USD dependendo da data e temporada.

Foto por Travis Gergen em Unsplash

Knott’s Berry Farm

Este é o parque mais antigo de todo Estados Unidos. Comceçou como uma fazenda, onde eram vendidas geléias na estrada. Aos poucos o dono foi adicionando entretenimento ao local para atrair as famílias. Hoje é um parque temático – com a turma do Snoopy – e o forte são as montanhas russas.

Eu particularmente gosto muito daqui, é grande mas não enorme e dificilmente está socado de turistas. Tem seu valor não ficar horas e horas em filas. Não tem muita opçãao para crianças muito pequenas – mas as maiores vão se divertir.

Outra vantagem é o preço. O ingresso custa 79 USD no portão, porém se pesquisar direitinho, tem alguns dias (principalmente na baixa temporada) que podem ser encontrados ingressos com descontos. Ingressos à partir de 43 USD no site oficial.

O mais conhecido sem dúvida é a Disney,  mas antes de decidir, veja essa lista com 6 sugestões de Parques de diversão na região de Los Angeles.

3. Beverly Hills

Rodeo Drive

Lojas chiquérrimas (sem ofensas – mas provalvelmente não é pro seu bolso), Ferraris e outros carros chiques (que não entendo nada) estacionados pela rua, muito glamour, consumo e grana.

Essa é a rua mais famosa de Beverly Hills – onde a Julia Roberts fez suas compras no filme Pretty Women.

Tem que conhecer e ao menos tomar um café (provavelmente orgânico colhido por monjas tibetanas rs). Um local bem bonito de andar.

Tour Casa das Estrelas

Ok, pra falar a verdade, nunca fiz este tour. O máximo que fizemos foi andar de carro alugado pelos bairros de Beverly Hills e admirar as mansões – independetemente se lá habita ou não um artista de cinema. Só de passear de carro por lá é suficiente pra cair na real e ver o quanto você é pobre. 😉 haha

Mas então, quem quiser conhecer onde mora Jenifer Aniston ou Tom Cruise, pode fazer um passeio guiado por Beverly Hills e West Hollywood. É um passeio muito tradicional e tem muitas operadoras deste serviço – geralmente saem da Hollywood Boulevard.

No Get Your Guide tem algumas opções onde se pode comprar o ingresso antecipado. Este passeio custa 39 USD e este outro 45 USD. Confira os detalhes nos links.

4. Hollywood

Gente, pra ser super sincera, Hollywood é um pouco decepcionante ok? A região não é glamurosa, pelo contrário, anda meio caída. Mas ainda é lá que tem a entrega do Oscar, a rua com as estrelas, o teatro onde os artistas ganham placas dos pés e mãos. Tem lojinhas de bujigangas, o Museu de Cera, muita gente esquisita na rua, brechós vintage, artistas de rua e por aí vai. Dá pra ver a placa de Hollywood bem de longe. O que você definitivamente não vai encontrar é um artista de cinema.

Eu acho que meio período dá pra conhecer a Hollywood Boulevard.

5. Conhecer uma praia

Não tem como ir à Califa e não conhecer uma praia né?!  Só de pensar imagina loiras de maiô vermelho – ou musculosos de calção –  resgatando pessoas super gatas no mar. Entregei a idade né! S.O.S Malibu.

Eu sugiro conhecer Venice ou Santa Monica. Se for inverno e só for passar na praia, pode conhecer as duas em 1 dia só. Se for verão e quer se esticar ao sol, melhor ficar mais tempo curtindo cada uma delas. E melhor ainda, se couber no roteiro, faça dois dias de praia.

Neste post eu conto em detalhes um pouco sobre estas e outras praias do sul da California: 4 praias perto de Los Angeles

6. Staples Center

É super legal conhecer o principal estádio da cidade. Se puder, assista a um jogo de basquete – entretenimento e diversão garantida. Neste link oficial você pode conferir toda a lista de eventos na Arena, desde jogos a shows. Os ingressos também podem ser comprados neste mesmo link.

Já pensou conseguir um ingresso pra assistir a um jogo do LA Lakers? Não custa tentar a sorte né!?

7. Outras opções não tão batidas…

Big Bear

O Big Bear é uma montanha linda que fica a mais ou menos duas horas de Los Angeles. No inverno tem 2 estações de ski, que são as únicas da região. É uma delícia passar uns dias nas cabanas de madeira super fofas no meio do vilarejo. No verão tem atividades como canoagem no lago e hiking. Confira mais detalhes do que fazer por lá:

O que fazer em Big Bear Lake na California
Ski no sul da California – Big Bear

Pasadena

Eu sou suspeita para falar sobre Pasadena, pois foi nesta cidade que vivi boa parte da minha infância. Mas confira você mesmo este post sobre lá – O que fazer em Pasadena – tem muita coisa pra fazer! Tem museus renomados, um centrinho histórico charmoso, planetário, hipódromo e mais. Se sobrar um tempo no seu roteiro, confira Pasadena.

Se Lança…

 

Leia estas dicas antes de viajar:

Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
10 dicas para viajar de avião com bebê
Sua saúde e farmácia de viagem
15 dicas para uma viagem segura e saudável
Como tirar sua Permissão Internacional para Dirigir (PID)
Como viajar bem e barato pelo mundo

Ainda não sabe pra onde ir?
A gente te ajuda! Escolha um destino.