Roteiro de 1 dia em Paris: do Jardim de Luxemburgo a Torre Eiffel caminhando

Começando pelo começo, este Roteiro de 1 dia em Paris, não é um roteiro clássico.

O que quero dizer com isso? Que não é um roteiro pra quem vai pela primeira vez a Paris ou pra quem está fazendo uma escala e tem só 1 dia na cidade.

E porque digo isso? Porque se você tem apenas 1 dia pra conhecer Paris, my friend, começou mal! hehe é impossível ver tudo que Paris tem a oferecer em apenas 1 dia.

Mas entendo que às vezes uma escala é tudo o que temos e queremos dar uma espiada no potencial da cidade, pra voltar uma outra vez, certo? Neste caso aconselho que você faça um passeio de Bus Turístico (vê tudo por cima, desce onde tem interesse e não se perde em transporte público poupando seu pouco tempo) ou vai na raça, pegue o metrô até os principais pontos turísticos: Arco do Triunfo, Torre Eiffel e Louvre.

Agora se você já conhece Paris e está voltando pra conhecer novos lugares ou quer rever lugares que já viu só que de um jeito mais tranquilo, sem pressa, vendo uns lugares novos no meio do caminho e principalmente, se você estiver com vontade de caminhar bastante, este roteiro de 1 dia em Paris que acaba de chegar aos seus olhos, é O Roteiro (obrigada, de nada).

Pernocas preparadas? Então vamos lá:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⁣

ROTEIRO DE 1 DIA EM PARIS:⁣

Comece o dia tomando um café da manhã com 🥐  em uma boulangerie (café) próximo ao seu hotel.

Sério, aproveite sua estadia em Paris para fazer degustação de croissant pois, como os de lá, não há em lugar algum no mundo.⁣ Derretem na boca, tudibão!

cafe-da-manha-croissant-paris
perdi as contas da quantidade de croissants comidos nessa viagem 😍

Nós ficamos hospedados em Montmartre e amei me hospedar neste bairro, super recomendo porque é de fácil acesso as principais linhas do metrô, tem vários barzinhos e restaurantes, além de vááárias boas Boulangeries pelo bairro.

Pra encontrar lugares pra comer, você pode baixar o app Foursquare para te ajudar a escolher uma próxima a sua localização. Sim, é meio velho esse app, mas funciona super bem ainda aqui na Europa.

🏨 Dica: se você quiser ver algumas opções de hospedagem em Montmartre clique aqui

Tá, barriga cheia, agora vamos começar de verdade esse Roteiro de 1 dia em Paris e vamos começar lá no Jardim de Luxemburgo, que é pra logo de cara você se sentir dentro de um filme romântico em Paris.⁣ Ouquei?

1ª parada do roteiro: Jardins de Luxemburgo

  • A ex-residência de Maria di Médici é hoje um lugar aberto ao público, ideal para caminhar, sentar pra ouvir os pássaros, admirar as flores, fazer um picnic… enfim, ver a vida passar sem pressa.
jardim_luxemburgo-paris
Jardim de Luxemburgo: construído entre 1615 e 1617 por ordem de Maria de Médici, que estava cansada de morar no Louvre e queria viver em uma residência de estilo italiano, pra matar a saudade de sua terra natal.

Para chegar lá, fomos de metro linha 12 e descemos na estação Notre-Dame-des-Champs. De lá caminhamos até o Jardim que tem entrada gratuita.

2ª parada do roteiro: Rue Mouffetard

  • Depois de ver a vida passar calmamente pelo Jardim de Luxemburgo, volte a sua caminhada em direção a Rue Mouffetard. Coloque o nome dessa rua no Google Maps, opção caminhando e vai. São 20 minutos mais ou menos de caminhada, subindo pela Rue Soufflot de onde se tem uma impactante vista do monumental Panthéon.⁣
pantheon_paris
Panteão em Paris, atualmente local de exposições de arte e onde estão enterrados os poetas Victor Hugo e Alexandre Dumas, além do filósofo Voltaire
  • Nós não entramos no Panteão, mas acho que vale dar uma passada para apreciar a arquitetura interna, alguma exposição que esteja rolando no momento e uma passada pelos túmulos dos grandes nomes que estão enterrados lá: Victor Hugo, Voltaire, Alexandre Dumas, além de outros sessenta e tantos “personagens” importantes da história da França.
rue_mouffetard_paris-
Comércios da Rue Mouffetard em Paris. Vale uma passadinha na La Maison des Tartes pra comer uma tortinha doce deliciosa.
  • Chegando a Rua Mouffetard você verá um monte de restaurantes, lojinhas de vinho e decoração, cafés fofos com área externa pra sentar e tomar algo apreciando o movimento (que é intenso). Lá você vai encontrar uma grande variedade de souvenirs bacanas também.
  • Paradinha pro Almoço: na rua Mouffetard, opções de restaurante é o que não falta. Tem restaurante italiano, árabe, grego, mexicano, vietnamita, francês e até lugar só de frango assado. Mas se você não quiser comer por lá, aconselho que você desça um pouco mais essa rua em direção ao Café Léa, que foi a nossa escolha (tem várias opções veganas/vegetarianas).

cafe_lea_paris

3ª parada do roteiro: Notre Dame

  • Depois do almoço siga sua caminhada por dentro do bairro Quartier Latin, o famoso Bairro Latino, agora em direção a Notre Dame.⁣ Outra vez: por Notre Dame no Google Maps e caminhar.

notre-dame-paris

  • Na Notre Dame, faça seus clicks com a igreja que é a única coisa que dá pra fazer. Desde o incêndio em abril de 2019, a visitação está fechada por motivos óbvios. Depois passe na famosa livraria @shakespeareandcoparis .
shakespeareandcompany_paris
Shakespeare and Company Livraria e Café: paradas obrigatórias pra quem passa pelo Bairro Latino.
  • A Shakespeare and Company é uma livraria é icônica e vale a visita. Fechada pelos oficiais Alemães Nazistas durante a 2ª Guerra Mundial, após o fim da Guerra, reabriu com novo dono que a manteve a maior parte da estrutura da época. Por dentro, um labirinto de livros e passagens apertadas que a fazem tão característica e especial.
  • A libraria já apareceu em filmes como Antes do Por do Sol e Meia Noite em Paris 🧡. Por lá já passaram todos, ou a maior parte dos grandes escritores do mundo. A impressionante e chamativa fachada e seu curioso interior, cheio de escadas, livros por todos os lados, palavras escritas nas prateleiras e paredes, convidam os visitantes a uma pausa a observar o mundo mágico das letras.
  • Além de uma livraria, acabou virando um ponto turístico, então sempre está um pouco cheio, vá com calma para apreciar entre os pequenos instantes entre um entra e sai de turistas. Dica: um livro comprado lá ganha um carimbo da livraria. Pra mim, foi como ter comprado um souvenir – útil.
livro-shakespeareandcompany-paris
meu carimbo souvenir da Shakespeare and Company 😉
  • Pausa rápida pra relaxar tomando um café: na esquina tem o café da própria livraria ou então na rua de trás, está a Odette. Se você for até a @chouxodette, peça um choux, um doce típico com diversos recheios que combinam perfeitamente com um cafézinho.
  • Depois dê uma voltinha pelas ruazinhas desse miolinho do Quartier Latin, cruzando a rua do café Odette, em direção a Praça Saint Michel, Rue de la Huchette por ali.

4ª parada do roteiro: Torre Eiffel

  • Depois de dar uma passeadinha pelo Bairro Latino, agora vamos trazer um pouco de adrenalina pra esse roteiro: baixe um app de patinete e vá da Notre Dame até a Torre Eiffel de 🛴  pelas vias especificas pra patinete que ficam à margem do Rio Sena.
patinete-paris-bird
Sério, melhor passeio! Vibe incrível. Se for fim de tarde então, mais lindo ainda com o sol de pondo no horizonte.
  • Nós usamos o app da Bird. O trajeto saiu 9€ e fizemos o caminho todo pelo Sena. Foi L I N D O!!

P.s: eu nunca tinha andado de patinete, mas deu zero medo. Paris está cheia de pistas exclusivas pra patinete, então dá pra você conduzir tranquilo, sem medo dos carros.

  • Faça suas fotinhas com a Torre, observe a belezura toda desse monumento e depois caminhe por baixo dela em direção a Place du Trocadéro para ver o por do sol lá de cima.

5ª parada do roteiro: Place du Trocadéro e despedido do roteiro de 1 dia

trocadero-paris-roteiro-1-dia
Fotinha clássica na escada do Trocadéro com Torre ao fundo e lá em cima com os melhores amigos e companheiros de viagem 🧡
  • Depois das fotinhas clássica no Trocadéro, sente nas escadas pra ver o por do sol ouvindo os músicos de rua embalarem esse momento com algum ritmo que te fará lembrar com carinho essa viagem.
  • Termine seu Roteiro de 1 dia em Paris com um vinho rosé e uma bela pizza no @mokusparis que fica ali pertinho do Trocadéro. Atención especial ao banheiro desse lugar, é mto sensacional (veja no meus stories).

Você pode ver mais fotos e detalhes de como foi esse Roteiro de 1 dia em Paris no meu Instagram clicando aqui.⁣
No Insta compartilhei todos os passeios que fiz nos 2,5 dias em que fiquei na cidade nesta vez, que foi minha 5ª, em Paris (insupor, ela! chyyyyque)

Espero que este roteiro colabore com o planejamento da sua viagem.

Bon voyage 😘⠀⠀⠀⠀⠀⁣

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Roteiro de 1 semana no sul da França
Fast-Paris o que fazer em 3 dias
Narbonne e Les Grands Buffets
Como ir de Barcelona a Paris em trem
7 dicas importantes sobre seus documentos antes de viajar
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
10 dicas para viajar de avião com bebê
Sua saúde e farmácia de viagem
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

Quanto custa morar em Barcelona?

“Quanto custa morar em Barcelona?”

Essa sempre foi uma pergunta que me fizeram muito, mas juro que com essa história toda de corona, aumentou tanto o volume dessa pergunta lá no meu Instagram, que resolvi criar esse post, onde trago as principais dúvidas de vocês.

Esse post está pensado em responder principalmente as dúvidas financeiras, então vai ser bastante “quanto custa…” isso ou aquilo, tá?

Neste post você vai ler sobre:

Quanto custa o aluguel de um apartamento em Barcelona?

Tudo depende do tamanho do apartamento que você procura e também do bairro, mas de modo geral, um apartamento de 2 quartos, 1 banheiro, de uns 70-90m² num bairro bem comunicado, custará em torno de 900-1300€. Tem excessão? Sempre tem, mas a média é essa.

Se você quiser morar perto da praia, no bairro de Barceloneta você pode achar apês entre 900-1100€, mas eu fortemente não recomendo morar por lá. O bairro já não é mais tão seguro como era antigamente, é muito barulhento, sujo…

Há muitas outras ofertas de apês perto da praia, no bairro do Poblenou e Vila Olímpica, mas quanto mais perto, mais caro. Pra esses apês, prepara o bolso pra um aluguel de pelo menos 1.450€ pra cima.

Os principais sites/apps para achar apartamento para alugar em Barcelona são: idealista.com, fotocasa.es, habitaclia.com. No Instagram das imobiliárias @thehomehunter_ ou @dinmo.es você também pode achar um apê maravilindo.

Se você quiser dicas sobre quais bairros são mais legais para morar, dá uma olhada nesse post aqui no meu Instagram.

O que levar em consideração na hora de buscar um apartamento em Barcelona?

Primeiro de tudo, vou te ensinar sobre nomenclaturas dos apês:

  • Piso: apartamento normal, sem sacada ou com uma sacadinha minúscula
  • Ático: apartamento com sacada, geralmente são o último andar dos prédios e são mais caros que os pisos.
  • Sobreático: apartamento com sacada, em cima do ático, ou seja, acima do que deveria ser a cobertura do prédio e são na mesma faixa de preço dos áticos.
  • Entresuelo: é o apartamento que está no “primeiro andar” do prédio, mas ao invés de chamar 1º andar, é entresuelo, geralmente carecem de luz natural e por isso são mais baratos.
  • Principal: é o apartamento que está acima do Entresuelo e abaixo do 1º andar. Acima dele começam os andares normais: 1º, 2º, 3º… e preço é parecido com dos pisos dos andares de cima, mas geralmente no Principal bate menos luz natural do que nos andares superiores.

Com essa diferença de nomenclaturas clara na cabeça, vamos então ao que levar em consideração na hora de visitar o apê:

  • Observar se entra luz natural, há muitos apês em Barcelona onde não bate absolutamente nada de sol. Morar em um lugar sem luz, deprime, vai por mim.
  • Perguntar onde nasce e onde se põe o sol, pra você saber se e qual luz do dia vai bater na sua casa: manhã/tarde.
  • Janelas: veja se tem janelas nos quartos, banheiros, observe o fluxo de entrada de ar na sua nova casa.
  • Ver se os quartos dão pro pátio interior ou pra rua. Se a rua for barulhenta, vai ser complicado dormir tranquilo.
  • Ar condicionado e Calefação: a maioria tem calefação, mas nem todos tem ar condicionado e juro, no verão é insuportável dormir sem ar. Você pode comprar um móvel, claro, mas se o apê já vier com ar, melhor né?
  • Cozinha equipada: a maioria vem com os eletrodomésticos básicos de cozinha instalados, como forno/fogão, geladeira. Microondas e máquina de lavar, geralmente tem, mas não é incomum não ter.
  • Lavadora e Secadora de roupa: pode ser que já tenha no apê, pode ser que não. O que é bem comum, é ter a maquina dentro da cozinha ou do banheiro, rs. Estranho, né? Mas com o tempo acostuma.

Quanto custa pra mobiliar uma casa?

Dá pra alugar apartamento mobiliado já, que vai vir com o básico de móveis e decoração, mas o mais comum é o não mobiliado.

Eu aluguei sem móveis e gastamos entre algo entre 3-4 mil euros pra comprar tudo, incluindo decoração. Nosso apê tinha cozinha equipada e só, então nós tivemos que comprar tudo porque viemos do Brasil trazendo na mala só roupas e um cachorro, rs.

Resumo da nossa lista: 2 camas de casal, 2 colchões, 2 guarda-roupa, mesinha de noite, lençol, toalha de banho, tapetes, sapateira, 1 sofá, 1 televisão, 1 rack pra TV, 2 cadeiras pra sacada, 1 mesinha pra sacada, máquina de lavar, pratos, talheres, copos, panelas, utensílios de cozinha em geral, aspirador de pó… e plantas, claro. Muitas plantas 😍

As principais lojas para compra de móveis são: IKEA e Leroy Merlin. Nos sites Sklum, Luderna Design e Maison du Monde, Pilma e Tikamoon.es, tem uns achados que valem a pena.
Para decoração: H&M Home, Zara Home, Anthropologie e todas as lojas acima também.
E pra roupa de cama, mesa e banho, além de todas as lojas acima tem, na Cotton Reus, marca local, você também pode encontrar peças legais.

Quanto custa uma faxina?

Vou te contar que ter uma faxineira não é tão comum, é considerado um luxo por aqui. Geralmente as pessoas daqui contratam alguém para limpar 1 vez por mês e o resto vão mantendo.

Em geral elas cobram por hora, em torno de 10€ por hora. Você pode achar faxineiras em sites especializados, como Clintu.es ou perguntando em grupos no Facebook. As meninas do grupo Brasileiras em Barcelona costumam ser super solicitas, sempre tem alguém que conhecem alguém que pode indicar alguém que vai te ajudar, hehe

Quais são os mercados e quais os gastos médios com alimentação?

Os principais mercados da cidade são: Caprabo, Condis, Consum, Mercadona, Sorli Discau, Bon Preu e SuperCor (a rede de supermercado do El Corte Inglés).

Aqui é bem comum os mercados terem produtos de linhas próprias e eles são mais baratos do que as marcas conhecidas e de ótima qualidade.

Há outros mercados mais especializados, com produtos de marcas mais locais, diferenciados, orgânicos, KM0, etc, como: Amatller Origem, OBBIO e Molsa.

E há também uma infinidade de mercadinhos bem pequenos em todos os bairro, podem ser só de frutas e verduras, ou especializados em produtos veganos, a granel, etc…

Agora sobre gastos médios com alimentação, vou dar por base o que gastamos aqui em casa: 40-50€ por semana. A maior parte de nossas compras são de produtos orgânicos, então acabamos gastando um pouco mais, e esse gasto médio aí considera 2 pessoas e sem comprar carne, já que somos vegetarianos.

Se somar aí compra de carne, pode ser que seu gasto semanal seja um pouco maior, já que carne aqui é bem carinho. As carnes mais baratas são de porco e frango, e as de boi mais cara.

Quanto custa um plano de saúde e quais são as empresas de saúde?

Aqui todo plano de saúde é bem aceito pela maioria dos médicos particulares. Os valores mudam muito pouco entre eles, o que muda é sempre em função da sua idade, se é plano familiar ou individual, essas coisas… igual acontece no Brasil.

O gasto mensal com plano de saúde começa em torno de uns 9€. Nós pagamos 120€ em um plano para 2 pessoas. É o mais completo da empresa que contratamos (Sanitas).

Tem muita gente que pega a versão média dos planos e é ótimo, tá? Nós só optamos por esse mais completo porque estamos em uma fase onde precisamos de especialidades e serviços que apenas o plano mais completo cobriria.

As empresas de plano de saúde (aqui se chama mutua privada) mais conhecidas aqui são: Sanitas, Adeslas, Asisa, e AXA. Você pode contratar diretamente através do site de cada uma.

Vale lembrar que a saúde pública aqui é muito boa e altamente recomendada para situações mais graves de saúde. Todo cidadão europeu ou com permissão de residente tem direito ao Cat-Salut.

Quais são e quanto custa academia em Barcelona?

Barcelona tem opções de academia para todos os bolsos. Inclusive as academias subsidiadas pela prefeitura são super acessíveis e muito boas.

As principais redes de academia (aqui chama gym, como em inglês), são: Claror, DIR e Metropolitan. Essas são as principais redes que tem em diferentes bairros da cidade, sendo as 2 primeiras mais acessíveis, em torno de 20€ por mês enquanto na Metropolitan, que é um club com pegada mais SPA, você vai pagar uns 50€ ao mês.

Assim como os mercados, cada bairro costuma ter também uma academia menor, do bairro. Tem redes de academia de yoga também, como a Yogabody e redes de pilates, como a Pilates1o.

Quais os gastos médios com transporte?

Barcelona é uma cidade que você não precisa de carro, a não ser que você tenha alguma condição muito específica pela qual necessite ter um.

Se você precisar ter carro, você vai gastar algo entre 100-150€ por mês com estacionamento, caso seu prédio não tenha garagem, o que é bem comum por aqui.

Pra quem usa o transporte público todo dia, o bilhete T-Usual é a melhor opção, custa 40€ por mês e o número de vezes de uso é ilimitado, além de ser integrado com ônibus e algumas linhas de trem.

A cidade é super plana o que favorece a locomoção em bicicleta também. O incentivo ao uso da bike é grande aqui, tem faixa preferente pela cidade toda e há também um plano de assinatura mensal de bicicleta municipal, chamada Bicing. São 2 tarifas, de acordo ao tanto que você acha que irá usar, sendo a mais barata de 35€ e a mais cara 50€ ao ano.

Tenho cachorro: quais os gastos médios com veterinário e ração?

É, não sei se essa é a notícia que você esperava, mas ter um catíoro aqui não é muito barato não, ainda mais se ele tiver probleminhas de saúde que demandem muitas idas ao ano ao vet.

 

quanto-custa-morar-em-barcelona-

A primeira visita ao veterinário costuma ser a mais cara, em torno de 80€ depois, as demais visitas são entre 35-50€, dependendo do veterinário, dependendo do bairro, mas a média é essa.

Gastos fixos com seu dog:

  • Vacina anual: 40€
  • Ração: 15-30€
  • Sacolinha pra recolher as 💩 na rua: entre 1-9€ o pacotinho com até 4-5 rolinhos (lembra de comprar sempre biodegradável, hein?)

Quanto custa estudar em Barcelona?

Trabalhar e/ou estudar em Barcelona acabam sendo os principais motivos pelos quais os brasileiros se mudam para Barcelona.

Aqui tem opção de estudos para todos os bolsos, desde um curso de espanhol até um curso de especialização, MBA, etc…

Você pode achar cursos de espanhol que começam na faixa dos 25€ por semana, como é o caso dos valores da Escuela Mediterraneo. Se você precisar de um visto de estudando, as escolhas de espanhol geralmente dão suporte nesse processo, fique atento apenas a quantidade de horas mínimas que você precisa pagar e frequentar as aulas, pois tem essas regras pra aprovação do visto.

Já para um curso de especialização, pode ser desde 2 mil euros  até 90-100 mil euros. O céu não é o limite, pois como eu disse, depende muito do curso em si e da escola.

Algumas das escolas com cursos de especialização, pos-graduação e MBA mais famosas: ESADE, EAE Business School, La Salle, Ramón Llul, EADA, além das próprias UAB (Universidad Autónoma de Barcelona) e UB (Universidad de Barcelona).

Ainda com dúvidas?

É isso gente, essas são as principais dúvidas que já respondi, tentei escrever com detalhes do que eu gostaria de encontrar se estivesse nesse processo de mudança pela primeira vez, mas deixo aqui o convite para que você me mandar qualquer dúvida a mais que possa estar rodando em sua cabeça agora.

O que eu souber, pode ter certeza que ajudarei.

quanto-custa-morar-em-barcelona
Vem que essa cidade linda te espera

Boa sorte e boa mudança.

😘

Costa Brava: calas bonitas na costa da Catalunha

A Costa Brava é uma das regiões mais pitorescas da Espanha e com certeza a mais bonita das costas da Catalunha.

Cheia de pequenas calas (praias) e vilarejos idílicos, a costa é banhada pelas águas cristalinas do Mediterrâneo. A vegetação é densa, e nela se escondem calas fascinantes, dessas de filme cult.

A Costa Brava conserva ainda um ar de “pueblo de pescadores” com casas branquinhas, gastronomia fresca que valoriza os produtos regionais, tudo isso completado por um estilo de vida pacato, sem lugar para pessoas com pressa.

Já falei sobre algumas praias mais conhecidas da Costa Brava neste outro post aqui, por isso, aqui resolvi fazer uma lista com outras opções, que por terem um acesso mais difícil , já que não chega transporte público até elas, acabam sendo mais “desconhecidas” ou pelo menos menos visitadas.

Para visitar essas calas, você vai precisar ter um carro ou alugar um, então deixo aqui o link da RentCars. Você pode pegar um carro na estação de Sants em Barcelona que é mais perto do que ir até o aeroporto e partiu Costa Brava.

No nome de cada uma das calas, já deixei o link pro Google Maps partindo de Barcelona 😉

Calas bonitas na Costa Brava:

Cala Trons

Fica em Lloret de Mar é super super pequena, tem areia fina, águas cristalinas e peixinhos o que a torna ótima pra fazer snorkel.

costa-brava-cala-trons
foto via blog.costabravas

🏨 Dica: se você curtiu a Cala Trons, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem em Lloret de Mar

Platja Fonda

Em Begur, próxima a Aiguablava, é uma praia bem bem bem pequena, de pedrinhas, que fica escondida em um acantilado. Muitas escadas pra descer até ela.

costa-brava-platja-fonda
foto via visitbegur.cat

🏨 Dica: se você curtiu a Platja Fonda, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem em Begur eu já me hospedei no Hostal Ondina, é simples mas gostei bastante. de lá da pra ir caminhando até a Platja Fonda, além da cala de Aiguablava que é a principal desta região.

Cala Futadera

Há 6 km de Tossa de mar, é acessível de carro até uma parte, depois é preciso deixar o carro estacionado na beira da estrada e continuar a pé. Há um trecho longo de escadas pra descer até a praia, mas pensa que quanto  mais difícil acesso, mais paradisíaca, então vai na fé.

É super pequena, não tem nenhum serviço no local. Aliás, a maioria das calas pequenas e de difícil acesso tem. A maior parte de sol nesta cala é pela manhã, pela tarde fica sombra.

costa-brava-cala-futadera
foto via Info Tossa

🏨 Dica: se você curtiu a Cala Futadera, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem em Tossa de Mar

Cala de l’Illa Roja

Em Llafranc, é uma praia nudista, mas frequentada por não nudistas também. Praia de areia, águas claras, uma das mais bonitas da Costa Brava.

costa_brava_cala_illa_roja
Fotos Cala de l’Illa Roja via @daniloc

🏨 Dica: se você curtiu a Cala de l’Illa Roja, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem em Llafranc ou em Pals

Cala Aigüa Xelida

Fica em Tamariu. Ótima opção pra quem curte fazer kayak ou tem um stand up. Espaço de areia bem pequeno, muitas rochas é também uma das calas preferidas para quem gosta de fazer snorkel.

costa-brava-cala-aigua-xelida
foto via costabrava.org

🏨 Dica: se você curtiu a Cala Aigüa Xelida, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem em Tamariu

Camino de Ronda

E por fim, uma dica pra self-discovery de calas cheias de encanto pela Costa Brava que é fazer o Camino de Ronda.

Se trata de uma trilha construída ao longo da costa da Costa Brava para ajudar a Guardia Civil a controlar a costa e parar o contrabando. As origens estão localizadas no século XIX. Hoje em dia são trilhas para fazer turismo pela região.

Um dos trechos mais bonitos do Camino de Ronda está entre Calella de Palafrugell e Llafranc. Eu nunca fiz um trecho completo, mas já caminhei por algumas partes da Ronda em Platja d’Aro e também em Blanes.

costa-brava-camino-de-ronda
Ambas fotos são em trechos de Camino de Ronda. A esquerda em uma torre em Platja d’Aro e a direita em Blanes, entre a Cala San Francesc (Cala Bona) e Cala Treumal.

Outros trechos recomendados são entre Tossa de Mar e Cala Pola, de Aiguablava a Begur, de Port de la Selva a Llançà, de L’Estartit a Toroella de Montgrí ou o mais próximo de Barcelona que seria o de Lloret de Mar a Tossa.

No site oficial da Costa Brava, você pode ler um post com a sugestão de 4 trechos para fazer o Camino de Ronda com crianças.

Vale lembrar que como são caminhos construídos bem na “borda” de penhascos, podem haver áreas fechadas para restauração.

Antes de ir, obviamente veja bem no Google Maps se esse tipo de trilha é pra você, são caminhadas longas portanto não esqueça de garantir uns snacks e de se hidratar.

Escolha a sua cala preferida e buen veranito.

🏖

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
As melhores praias de Barcelona
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Festas típicas de verão em Barcelona
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar
Ingressos para Atrações em Barcelona
10 lugares fotogênicos em Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Barcelona em Julho

Planejar sua viagem pra Barcelona em julho, vai ficar mais fácil com este post.

Com tudo o que estamos vivendo, acredito que esse post servirá  mais pra quem mora em Barcelona e quer fazer alguma escapada aqui pela Catalunha mesmo do que para quem vem de outro país, mas vamos lá, ano que vem atualizamos com dicas que sirvam para todos.

Julho é o primeiro mês do verão no hemisfério norte. Em Barcelona é um mês de dias muito ensolarados, calor pegando forte, geralmente sem chuvas, e em resumo um mês de aproveitar muito as praias da costa da Catalunha.

Dúvidas que podem surgir na cabeça de quem planeja viajar para Barcelona em julho: 

  • Como é Barcelona em julho? Qual a temperatura de Barcelona em julho?
  • Venta muito? Chove?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em julho?
  • O que tem pra fazer em Barcelona em julho?

Essas são algumas das perguntas que responderei nesse post, mas se você tiver mais alguma dúvida, é só mandar nos comentários no final do post, ok?

Julho é o alta temporada por aqui, então você vai:

  1. Pagar mais caro em hospedagem: até meados de junho, ainda dá pra encontrar os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, com preços mais baixos, mas já no mês de julho começa alta temporada e aí o preço acompanha.
  2. Turistar suando: julho é um mês bem quente, ainda não tanto quanto agosto, mas é quente, e o calor aqui é aqueles de baixar a pressão, porque não corre um ventinho, não chove e não é a coisa mais comum do mundo, encontrar lugares com ar condicionado.
  3. Oi, Verão: no dia 21 de junho começa oficialmente o verão no hemisfério norte e isso significa festa, alegria, gente sorridente nas ruas, bares cheios com mesas na calçada e, claro, abertura oficial da temporada de praia. Ir a Barcelona nos meses de baixa temporada é bom, mas curtir o verão aqui tem seu valor também viu.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em julho?

Julho É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Curtir as atrações turísticas da cidade, mas também curtir as praias de Barcelona.
  • Se você busca viajar em uma época do ano que já é verão, mas ainda não tão insuportavelmente quente, como é em agosto.
  • Quiser aproveitar a viagem para conhecer algumas praias da Costa Brava.

Julho NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você busca uma viagem mais zen, com menos turistas, e clima ameno, nem muito frio nem muito calor.
  • Se quiser encontrar preços mais baixos de hospedagem, julho e agosto são os meses de alta temporada.

Como é o clima de Barcelona em julho de 2020?

Julho é o primeiro mês de verão no hemisfério norte, por isso, temperaturas agradáveis entre 23º e 29ºC marcarão os dias da sua viagem.

Pode haver algum dia de chuva? Sempre pode, mas não é comum, já que o clima mediterrâneo é caracterizado por ter verões quentes e secos. Prepare-se para muitos dias de céu azul e zero nuvens no céu.

Este julho de 2020 é o último julho com horário de verão na Europa, então aproveite os dias mais longos durante suas férias: em julho amanhece por volta das 6h00 da manhã e anoitece por volta das 22h00. Amo!

Que roupa levar pra Barcelona em julho?

Pras meninas, check-list do que vale trazer na mala:

  • blusinhas de manga curta e regatas;
  • casaco? só pra usar no avião;
  • saia curta, shorts, vestidos curtos, calça de tecido leve;
  • traga um lenço leve para por nas costas caso queira entrar em igrejas (nessas atrações será preciso usar calça também);
  • biquini, biquini, biquini 👙 para ia a la playa;
  • canga pra levar pra praia é bom também – mas qualquer coisa dá pra comprar aqui também;
  • pros pés: tênis confortável, sapatilha, havaianas, rasteirinha e alguma sandália (baixa*) caso queira ficar mais fashion nas fotinhas.

*você vai andar muito em Barcelona, então super não aconselho trazer salto na mala.

Veja aqui nosso Guia Barcelona Instagramável e arrase nas fotos

Pros meninos, lista do que trazer na mala: 

  • uma jaqueta pra usar no avião;
  • bermuda, bermuda, bermuda;
  • camisetas de manga curta;
  • shorts/sunga pra pegar praia;
  • boné pra se proteger do sol;
  • pros pés: tênis confortável e havaianas.

O que fazer em Barcelona em julho de 2020?

Atividades que só acontecem em Barcelona em julho:

Por conta do ‘Coronavírus’, todas as atividades descritas neste post estão suscetíveis a mudanças de acordo a evolução ou não da pandemia.

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em julho de 2020 e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • FESTIVAL EL GREC: de 30/06 a 31/07, é um festival de teatro, dança, música, circo e cinema de longa data (este ano é a 44ª edição). Não é apenas a principal atração cultural do verão de Barcelona, ​​mas também uma referência no calendário de festivais europeus.

E de onde vem esse nome? De seu espaço principal, o Teatre Grec em Montjuïc, um teatro ao ar livre construído para a Exposição Universal de 1929 e inspirado nos teatros da Grécia antiga.

Barcelona_El_Grec
Na foto El Teatre Grec, em Barcelona

Geralmente esse festival conta com artistas internacionais, mas este ano por conta da pandemia, o grande destaque será para coletivos de artistas locais da Espanha e de Barcelona.

Entre as mudanças deste ano também está os novos formatos de palco e novas formas de chegar até o público, com um preço único e mais acessível para os shows. Tudo será desenvolvido seguindo rigorosas medidas de segurança que serão constantemente auditadas.

Para ver o calendário de atrações e comprar entradas para o festival, clique aqui.

  • PRAIAS NA COSTA BRAVA: esse é o ano pra aproveitar e tirar do papel aquele sonho de conhecer melhor a Catalunha, que tal aproveitar a chegada do verão para conhecer as maravilhosas calas da Costa Brava? Nesse post aqui você pode ver uma lista de 5 praias na Costa Brava que tem meu coração.
Cadaques_Costa_Brava
Na foto Cadaqués, a cidade que Dali e sua mulher Gala moraram.

Acho que a melhor forma de conhecer a Costa Brava é alugar um carro, fazer base em uma cidade e pensar em um roteiro dinâmico.

Por exemplo: escolha um hotel em Begur. De lá, aproveite uns dias nas praias de Begur (Aiguablava, Aiguafreda, Sa Tuna) e depois faça pequenos bate-volta pras calas das cidades vizinhas. A cala Tamariu em Palafrugell está a poucos minutos de Begur e é maravilhosa.

🏨 Dica: Se você curtiu a ideia de fazer base em Begur, recomendo o Hostal Ondina. Simples mas super limpo, agradável e perto da Cala Aiguablava. Tem mais umas 2 calas próximas que só se chega caminhando por uma trilha/escadas. Paraíso.

Sempre alugo pela RentCars, que é um site que compara os preços de aluguel de carro entre várias operadoras. Inclusive, depois de testar algumas dessas empresas, foi a que mais gostamos e associamos o blog a eles.

Eu sempre acabo escolhendo a Europcar mesmo, por preço e por ser a menos enganação. Os carros são novos, o preço anunciado e contratado é o que pago no balcão, então pronto, cansei de sofrer empresas de aluguel de carro. Também sempre escolho de pegar na Estação de Sants porque é mais próximo do que ir até o aeroporto.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familiaFotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).

  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 05/07/2020 museus liberados.

 

 

  • Outlet: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais com preço acessível comparado ao Brasil.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

  • Guia Se Lança para Barcelona: um guia escrito por mim, pra você conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU

Onde se hospedar em Barcelona em julho?

Em julho o preço da hospedagem em Barcelona começa a subir já que entramos oficialmente na alta temporada.

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em julho em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em julho, baixa temporada: 130€
Em ago-set, alta temporada: 150€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em julho.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

Outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar
Festas típicas de verão em Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados a cada ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro independente do ano.

 

9 exercícios para fazer no avião

Para muitas pessoas, voar é bastante emocionante, especialmente quando você está a caminho de se bronzear em um destino exótico ou a caminho de um reencontro com pessoas queridas.

Para muitas outras, é um mau necessário. Seja de férias ou a trabalho, o medo de voar tensiona nervos e músculos, além de todo o controle psicológico exigido.

No entanto, voar também significa ficar sentado por longos períodos de tempo, o que implica em cansaço, inchaço e até um certo tédio, mesmo maratonando entre vários filmes.

Seja você alguém que voa numa boa ou não, esse post com 9 exercícios para fazer no avião, é pra te ajudar a fazer uma viagem mais tranquila, chegar mais bem disposto e, principalmente, evitar problemas como a trombose, que é causada pela má circulação sanguínea formando coágulos. Deus me free, certo?

Esse post é completamente inspirado no livro Alongue-se de Bob Anderson, que além de inúmeros alongamentos pra fazer em casa, no trabalho, antes de atividades físicas etc, conta ainda com essa dica top de exercícios para fazer no avião.

9 exercícios para fazer no avião

Exercicios-em-aviao-alongamentos-bobanderson
Ilustrações do livro Alongue-se de Bob Anderson

Se alongar no avião alivia a tensão e a rigidez dos músculos e nervos e esses exercícios podem ser feitos durante o voo e também momentos antes da aterrissagem.

A série de exercícios é bem fácil, são 9 movimentos que podem ser repetidos algumas vezes durante a viagem.

Outras dicas para ter um bom voo:

  • Beber muita água para se manter hidratado;
  • Usar roupas confortáveis que não aperte ou incomode nenhuma parte do seu corpo;
  • Simplemente caminhar pela cabine quando for seguro fazê-lo;
  • Dica de uma aeromoça: nunca usar água da torneira do banheiro do avião para escovar os dentes ou o rosto, pois é quimicamente tratada, use água mineral;
  • Usar um creme hidratante a base de água no rosto já que durante o voo a pele perde muita humidade, principalmente em voos longos – o mineral89 da Vicky é ótimo pra isso.

Boa viagem 😎

📧 Leia também:

7 dicas importantes sobre seus documentos antes de viajar
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
10 dicas para viajar de avião com bebê
Sua saúde e farmácia de viagem
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.

E não deixe de seguir nossas andanças pelo mundo no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

Barcelona com crianças: 25 coisas pra fazer e se divertir

Esse último ano tive a oportunidade de curtir Barcelona com crianças de diferentes idades. Meus sobrinhos de 13 e 6 anos vieram me visitar e pude vivenciar a cidade desde uma perspectiva ainda mais divertida e lúdica.

Se você irá visitar Barcelona com crianças e tem dúvidas se essa é uma boa ideia, esse post vai te mostrar que Barcelona é uma cidade incrível que oferece praticamente de tudo para todos os tipos de viajantes, desde adultos a crianças.

Desde passeios mais clássicos como uma visita a famosa Sagrada Família, até parques de diversões, museus, ​​a cidade oferece diversão sem fim e uma lista interminável de coisas para se fazer, que a família toda irá curtir.

Aqui estão as 25 melhores coisas para fazer em Barcelona com crianças + 1 bônus no final pra facilitar o roteiro. 

Leia também: onde se hospedar em Barcelona – melhores bairros com dicas de hotéis

O que você vai ler neste post:

  1. Las Ramblas com crianças
  2. La Boqueria
  3. Praça Reial
  4. Monumento a Colombo
  5. Museu de Cera
  6. Museu Marítimo
  7. Museu do Chocolate
  8. Museu de Ciência Cosmocaixa
  9. Aquário de Barcelona
  10. Parque de la Ciutadella
  11. Zoológico de Barcelona
  12. Parque del Laberinto d’Horta
  13. Gaudí para Crianças: Sagrada Família
  14. Gaudí para Crianças: Casa Batlló
  15. Gaudí para Crianças: Park Güell
  16. Praias de Barcelona
  17. Ônibus Hop-on Hop-off
  18. Catalunha em miniatura
  19. Teleférico de Montjüic
  20. Castelo de Montjüic
  21. Fontes Mágicas de Montjüic
  22. Tibidabo parques de diversão
  23. Bate e volta: Port Aventura e Ferrari Land
  24. Las Golondrinas
  25. Estádio F.C Barcelona Camp Nou
  26. Dica Extra – Rotas no Google Maps – salve algumas sugestões de passeios e facilite seu passeio

1. Las Ramblas

A La Rambla, ou Las Ramblas, é um ícone de Barcelona e um passeio por ela está no roteiro de todo turista.

Se trata de um dos principais calçadões da cidade. A parte mais turística começa na Praça Catalunha e desce até o Port Vell (Porto Velho), bem ao pé do Monumento a Colombo.

Caminhar por ela já é um passeio, mas atenção porque tem sempre muita gente, principalmente nos meses de alta temporada (junho a setembro e final de ano).

barcelona-com-crianças-las-ramblas
Minha família visitando a La Rambla em Barcelona (obrigada pelas fotos irmão e cunha 🧡)

Em toda sua extensão de 1,2km vocês verão alguns de quiosques de sorvete, waffles, crepes, souvenirs, plantas, até chegar as estátuas humanas, que cobram para tirar uma foto com elas, mas que as crianças geralmente gostam de ver.

Nos finais de semana, próximo ao Monumento a Colombo, barraquinhas de artesanato são instaladas na La Rambla para promover o comercio local.

2. La Boqueria

Descendo a La Rambla sentido mar, mais ou menos no meio do passeio, a direita, vocês encontrarão o famoso mercado municipal La Boqueria. Logo na entrada principal, a criançada já ficará alucinada com os quiosques de doces (tipo fini), chocolates e frutas.

Os maiores morangos que já vi na vida foram na Boqueria. Também tem várias quiosques com sucos de frutas naturais que custam 2€ e são uma delicia. Vale a pena uma parada neste mercado independente da idade. Mas atenção com as crianças porque é sempre bem cheio de gente.

3. Praça Reial

Depois de tomar um suco na Boqueria, continuem descendo a La Rambla sentido mar. Após passar o metrô Liceu, vocês verão a esquerda a Praça Reial. É um praça retangular, com coqueiros, uma fonte no meio, cheia de bares e restaurantes ao seu redor.

Uma curiosidade sobre a praça Reial: as luminárias vermelhas foram as primeiras obras de Gaudí na cidade.

barcelona-com-crianças-praça-reial
Meus sobrinhos Henrique e Manu na Praça Reial em Barcelona

Como é uma praça fechada e não passa carro, é um lugar seguro pras crianças correrem um pouco e gastarem energia. Enquanto os filhos brincam, os pais podem tomar um chopp (aqui chama caña) no bar Ocaña que leva esse nome em homenagem a um artista trans que morou na praça até o início dos anos 80.

Se preferirem fazer uma pausa pro almoço recomendo o restaurante Les Quince Nits. Não precisa reservar, sempre tem fila, mas anda rápido.

4. Monumento a Colombo

Chegando ao final da La Rambla, vocês podem subir ao Mirador de Colombo para apreciar vistas 360º da cidade. O mirador lá em cima é bem pequeno então se alguém na família tiver claustrofobia, não recomendo. A subida e descida é feita de elevador.

Clique aqui e garanta as entradas para o Mirador de Colombo.

5. Museu de Cera

Inaugurado em 1973 e está localizado em um emblemático edifício onde ficava o Banco de Barcelona, um palacete construído no século XIX que guarda um ar de mistério e encanto perfeito para abrigar um Museu de Cera.

Com mais de 300 personagens em cera, vocês vão encontrar desde reis, bailarinos de flamenco, aventureiros, cantores, até artistas catalães, como Salvador Dalí. A visita é super interativa, com projeções e efeitos sonoros que farão as crianças vibrarem.

Clique aqui e garanta as entradas para o Museu de Cera de Barcelona.

6. Museu Marítimo

Do lado esquerdo do Monumento a Colombo, instalado no antigo estaleiro de Barcelona (séculos XIII e XVIII), está o Museu Marítimo, um lugar para conhecer a evolução da cidade de Barcelona através do mar mediterrâneo. Aqui vocês poderão aprender sobre cultural naval através de maquetes de navios, filmes, instalações interativas que mostram quais eram os tipos e como eram feitos os navios na época da expansão dos reinos de Aragón através do esplendor naval da Catalunha durante os séculos XIII-XV.

O ponto alto do museu é caminhar pela réplica em escala real da Galera Real que venceu a Batalha de Lepanto contra os otomanos em 1571.

As entradas para o Museu Marítimo de Barcelona são compradas na hora. Todo domingo a partir das 15h a entrada é gratuita.

7. Museu do Chocolate

No Museu de la Xocolata conheça a origem do cacau, como este veio para na Europa e como aqui foi utilizado e transformado em chocolate. Aprenda curiosidades como o uso do chocolate pelas tropas do exército Bourbon no século XVIII, entre outras. As atividades propostas pelo museu permitem aos visitantes experimentar e interagir em todos os sentidos com os produtos.

Localizado no bairro do Born, próximo ao Parque Ciutadella, o museu fica no antigo convento de Sant Agusti, na calle Comerç 36. Acho que criança alguma nesse mundo irá se opor a este passeio.

Clique aqui e garanta as entradas para o Museu de la Xocolata

8. Museu de Ciência Cosmocaixa

É um museus incrível do começo ao fim, inúmeras áreas interativos para estimular todos os sentidos, o museu propõe uma viagem de descoberta e saber para crianças e adultos. Mantido pelo banco “La Caixa”, a entrada custa apenas 6€ e pode ser comprado na hora.

As exposições permanentes Bosque Inundado e Sala Universo são o ponto alto da visita. O bosque habitado por peixes, aves e insetos amazônico formam um ecossistema completo e a forma como os visitantes podem ver e percorrer pelo bosque é espetacular. Já a Sala Universo nos convida a reviver o Big Bang e entender os seus impactos até os dias de hoje.

barcelona-com-crianças-cosmocaixa
Família se divertindo no Museu Cosmocaixa

Há várias atividades paralelas para crianças, tem também cafeteria e área para brincar na em fontes de água durante os meses de verão.

Não fica em uma região central e de fácil acesso, mas vale a pena. A ida ao CosmoCaixa pode ser casada com a ida ao Parque de diversões Tibidabo, exemplo: Tibidabo de manhã e CosmoCaixa após o almoço.

Veja aqui endereço, horário de funcionamento e exposições

9. Aquário de Barcelona

O Aquário de Barcelona oferece uma viagem pelo fundo do mar mediterrâneo. Diferentes espécies de corais, tubarões e arraias presentes no mediterrâneo podem ser vistas neste passeio. O ponto alto é uma esteira que te leva pra passear por dentro do tanque de tubarões, peixe lua e arraias.

O Aquário oferece ainda uma área de lanchonete, uma réplica de submarino onde as crianças poderão entrar para brincar e até alimentar carpas.

O Aquário fica na região do Port Vell e pode ser unido ao dia que forem passear pela La Rambla ou pelas Praias.

Clique aqui e garanta as entradas para o Aquário de Barcelona

p.s: No MC Donalds você pode pegar um cupom de desconto para o Aquário, um cupom vale para até 5 pessoas e dá 3€ de desconto por pessoa. Caso você não encontre o cupom, compre online.

barcelona-com-crianças
Aquário de Barcelona em parceria com @visitbarcelona

10. Parque de la Ciutadella

Situado próximo ao bairro do Born, entre a Estação de França, o Arco do Triumfo e a Vila Olímpica, o Parque de la Ciutadella foi construído em cima de uma antiga fortaleza militar (dai o nome Cidadela) para a Exposição Universal de 1888, numa altura em que Barcelona se revelava ao mundo internacional.

O parque conta uma uma grande extensão de gramados, jardins, um lago onde se pode alugar um barco para passear com as crianças para ver os patos, uma majestosa Cascata Monumental, projeto de Antoni Gaudí, bem como amplas sombras de árvores para fazer um picnic e ficar a toa.

O acesso ao parque é gratuito e a entrada principal está após o final do Passeig de Lluís Companys o mesmo onde encontra-se o Arco do Triumfo. No final do parque encontra-se o Zoológico de Barcelona.

11. Zoológico de Barcelona

O famoso Jardim Zoológico de Barcelona concentra-se em três temas principais: a divulgação de informações, a pesquisa e a proteção dos animais em risco de extinção. O zoológico abriga mais de 4 mil animais de mais de 400 espécies, incluindo golfinhos, pássaros tropicais, répteis e os descendentes do gorila albino Floco de Neve.

O zoológico oferece uma série de atividades e serviços, como: restaurantes, bares, passeios de pônei, ferrovias em miniatura, lojas e áreas de piquenique.

Clique aqui e garanta as entradas para o Zoológico de Barcelona

12. Parque del Laberinto de Horta

O do Parque do Laberinto é o mais antigo parque da cidade, construído entre os séculos XVIII e XIX. Tem pontes, riachos, esculturas, lagos, mas o grande destaque fica pro jardim do labirinto, conservado até hoje. Nele a criançada vai correr até não aguentar mais, procurando o centro do labirinto.

Dica: vista as crianças com roupas escuras e tênis, porque eles vão ficar imundos de tanto correr e brincar. Delícia, né?

Tem banheiro para troca de roupa e na entrada do parque tem uma pequena lanchonete. Dá pra levar uns comes e bebes pra fazer um picnic também.

O parque fica aberto o ano todo e custa apenas 2,5 euros pra entrar. A entrada é comprada na hora em dinheiro. Veja aqui o horário de funcionamento pra programar bem seu pedido.

13. Gaudí para Crianças: Sagrada Família

Uma vez vi uma criança saindo do metrô Sagrada Família e assim que ele se virou e viu a igreja disse: “MEU DEUS, COMO ELA É GRANDE!!”

A reação de espanto e fascínio com que ele olhada pra Sagrada Família me chamou muito a atenção e ali percebi que a Sagrada Família é sim um lugar pra se visitar com as crianças. Tudo vai depender de como os pais contam a história sobre esse passeio, né?

Pra te ajudar nessa história: a Sagrada Família não é uma igreja normal, não há santos e nem ouro em seu interior. Pelo contrário, ao entrar na igreja você se sentirá em um bosque com altas árvores. Há vários elementos na decoração que remetem a natureza, de plantas a insetos. Ambas fachadas, contam a história de Cristo, de um lado seu nascimento e do outro a paixão, através de esculturas. Aqui, sugiro aos pais irem ouvindo a história no audio guia e incentivarem as crianças a encontrarem os elementos que o audioguia vai narrando.

barcelona-com-crianças-sagrada-familia
Pelas carinhas dá pra ver que gostaram de visitar a Sagrada Família. né?

Compre o ingresso para Sagrada Família aqui. Crianças menores de 11 anos não pagam.

Leia também: Dicas de hotéis familiares para se hospedar próximo a Sagrada Família

14. Gaudí para Crianças: Casa Batlló

A Casa Batlló é mais um passeio que facilmente se pode fazer com crianças, já que se trata do tour mais interativo que as atrações de Barcelona oferecem. Construída pelo arquiteto modernista Catalão, Antoni Gaudí, o mesmo que construiu a Sagrada Família e a La Pedrera, a Casa Batlló foi uma casa privada construída para a família Batlló, em 1906.

Inspirada na lenda do São Jorge e o Dragão, a fachada da casa lembra as escamas de um dragão, as colunas que sustentam as sacadas fazem alusão a ossos, e há um sem fim de elementos lúdicos como: flores, cores, texturas, ou seja, kit completo pra você deixar as crianças com a imaginação aflorada.

Minha sobrinha Duda pirando no tour 3D da Casa Batlló

O tour pela casa é sensorial, com audioguia em 3D e vale a pena se você tiver curiosidade para conhecer um pouco mais sobre o Modernismo Catalão e o como este movimento transformou a cidade, assim como conhecer mais sobre Antoni Gaudí.

Economize comprando seu ingresso para Casa Batlló aqui. A entrada online custa 4€ a menos que comprado na hora.

A loja da Casa Battló tem vários artigos para crianças, livros para colorir inspirados no estilo de Antoni Gaudí, lápis colorido, peças únicas e que estimulam bem a criatividade.

15. Gaudí para Crianças: Park Güell

Inspirado na natureza, do mar a montanha, é um parque com vistas espetaculares de Barcelona, uma grande área verde para explorar, além da área da Zona Monumental, área paga onde se tem acesso a arquitetura modernista de Gaudí.

É na Zona Monumental onde está a esplanada de bancos de azulejos da foto. É nesta área onde vocês poderão ver de perto a incrível arte de mosaicos coloridos característica de quase todas as obras de Gaudí, como a Escadaria do Dragão com a sua famosa salamandra.

barcelona-com-crianças
Sobrinhos no Park Güell 🧡

A entrada nessa área é paga e com hora marcada. O ideal é comprar o ingresso online para evitar as filas da bilheteria e também porque com este ingresso vocês tem direito ao translado do metrô Alfons X até a entrada do parque. Caso contrário, recomendo irem de táxi, pois o parque fica em uma área de difícil acesso de transporte público.

Garanta as entradas por Park Güell sem filas e com transfer do metrô ao parque aqui.

Embora você tenha que entrar no parque no horário de sua reserva, você poderá permanecer no local por quanto tempo quiser para conferir tudo que ele tem a oferecer.

Leia também: Roteiro Gaudí em Barcelona

16. Praias de Barcelona

Barcelona tem 11 praias em total e que dependendo da época do ano podem ser uma maravilha ou um caos. Na verdade só tem uma época do ano em que é um caos e essa época é no ápice do verão, de julho a final de agosto.

praias-de-barcelona
foto via Hotel SB Icária

Então se você vier em qualquer época que não seja julho a final de agosto, pode passear e ir pra qualquer uma das 8 praias com as crianças tranquilamente. Agora se sua viagem for exatamente nesses meses, recomendo que vocês evitem as praias mais próximas ao centro como Barceloneta, Somorrostro até Nova Icária.

Vocês terão um pouco mais de sossego em Nova Mar Bella ou Llevant. A praia de Sant Sebastià, bem ao pé do Hotel W (hotel vela) é uma praia nudista.

Agora se quiser paz e tranquilidade mesmo, peguem um trem na estação de Sants para aproveitarem o verão em alguma das Praias da Costa Brava ao norte de Barcelona ou nas Praias da Costa Dourada ao sul de Barcelona.

Leia também: post completo com as melhores praias perto de Barcelona e como chegar

17. Ônibus Hop-on Hop-off

A quem diga que é a melhor coisa da vida quando o assunto é fazer turismo com crianças, já que em um ônibus hop-On hop-Off você tem um ambiente controlado, sobe no ônibus, desce no ponto turístico que deseja, sobe de volta e segue pro próximo destino sem stress de se perder no metrô ou de entrar na linha pro lado contrário ao que precisava ir, sobe e desce escada pra lá e pra cá… Enfim, cada um sabe o ritmo da própria família.

Assim como toda grande cidade turística, Barcelona também oferece esse tipo de tour: o Hop-on Hop-off de Barcelona conta com três circuitos diferentes e mais de 40 paradas. Ou seja, os 3 circuitos cobrem todos os principais pontos turísticos da cidade.

Vocês podem desembarcar em qualquer parada que desejarem e ficarem o tempo que quiserem. A frequência dos ônibus é a cada 25 minutos e vocês podem alternar entre circuitos no mesmo dia. Exemplo: começar o dia na linha vermelha e depois mudar pra linha azul porque o ponto turístico que querem ir está dentro do roteiro da linha azul. E depois voltar pra vermelha, etc…

Confira aqui os pontos turísticos dos 3 circuitos e valores do bus turistico Hop-on Hop-off de Barcelona.

18. Catalunha em Miniatura

Não é um passeio caro e pode ser bem interessante, principalmente se não tiver dado tempo de ver as principais atrações turísticas da cidade. Ou bem, pra que as crianças vejam as mesmas atrações, porém de uma perspectiva mais lúdica, do tamanho deles.

A Catalunha Miniatura é um parque temático em miniatura, onde há uma exposição de maquetes dos edifícios e monumentos mais importantes e representativos de toda a Catalunha e principalmente de Barcelona. Miniaturas da Sagrada Família, Montserrat, Camp Nou, Rupit e o Monumento a Colombo, estão entre os mais de 48 miniaturas, que contam até com maquetes das Ilhas Baleares.

O parque também oferece outros serviços, como: área de piquenique, bar, restaurante, trem, anfiteatro e playground.

Garanta as entradas pra sua família para o parque temático Catalunha em Miniatura aqui.

19. Teleférico de Montjüic

É uma forma especial de descobrir os encantos de Barcelona. O teleférico liga a cidade ao topo da montanha de Montjuïc, chegando no castelo de mesmo nome. São 750 metros de área percorrida em teleférico chegando a uma altura máxima de 85m.

Além do meio de transporte em si já ser diferente pra fazer com as crianças, do teleférico vocês poderão desfrutar de vistas únicas de Barcelona, de onde se pode ver os edifícios mais emblemáticos da cidade, como: a Sagrada Familia, o Camp Nou e até mesmo as Fuentes Mágicas na Praça Espanha, além das vistas pro mar mediterrâneo.

O teleférico possui três estações: Parc de Montjuïc (ponto inicial e acessado facilmente através do Funicular de Montjüic no metrô Paral-lel), Miramar e Castell de Montjüic.

Compre aqui o ticket de ida e volta  do Teleférico de Montjuïc. Menores de 4 anos não pagam.

20. Castelo de Montjuïc

A última parada do Teleférico de Montjuïc é o Castelo de Montjuïc. Vale super a pena descer, fazer um passeio pelo castelo antes de voltar a descer pelo Teleférico. Vale até levar comidinhas pra fazer um picnic nos arredores do Castelo.

O castelo passou de farol a forte militar em 1640 e se tornou um castelo durante o século XIX.  Teve uma papel importante em sua primeira guerra em 1641 durante a Revolta Catalã e muito outros durante os séculos XVIII, XIX, a Guerra Civil Espanhola, se tornou até um museu militar na época da ditadura de Franco, até finalmente se tornar um local público e para o povo.

 

barcelona-com-crianças-castelo-montjuïc
Irmão mais velho trolando o mais novo? Temos! 😎

No verão aconselho que o passeio seja com roupas leves e muito protetor solar, já que o passeio pelo castelo é quase todo externo e não há muitas áreas de sombra, a não ser no jardim.

O ticket para o Castelo de Montjuïc pode ser comprado na hora, custa apenas 5 euros. A visita é gratuita todo domingo a partir das 15h e gratuita o dia todo cada primeiro domingo do mês.

21. Fontes Mágicas de Montjuïc

Também localizada na montanha de Montjuïc, mas precisamente aos pés do Museu de Arte Nacional da Catalunha (MNAC), estão as Fuentes Mágicas. É um passeio gratuito e bem legal pra fazer com as crianças.

Se trata de um show de águas que “dançam” ao som de músicas e cores, desde músicas catalãs até músicas internacionalmente famosas como Barcelona do Queen.

Há fontes por todo o caminho da Praça Espanha até o MNAC. A maior concentração de pessoas fica ao redor da fonte principal do museu, que é onde as águas “dançam”.

Atenção aos pertences pessoais, pois todo lugar onde há muita gente os “mão-leve” fazem a festa.

Veja aqui os dias e horários de funcionamento.

Para chegar desça na estação de metrô Plaza España, L1, linha vermelha. Saída sentido Fira de Montjuïc e caminhe em direção ao Museu.

22. Tibidabo

Tibidabo é o nome da montanha que domina a paisagem de Barcelona. Com 512 metros é o ponto culminante da Serra de Collserola e o ponto mais alto da cidade, de onde se tem lindas vistas da cidade e do litoral.

Para as crianças, além da vista da cidade, há um parque de diversões, o Parque do Tibidabo. No topo da montanha, colada ao parque, em uma área de acesso gratuito há também uma Igreja Católica, o templo do Sagrat Cor. Projetada por Enric Sagnier, a igreja levou 60 anos para ser construída e tem no seu topo uma escultura do Sagrado Coração feita por Josep Miret Llopart.

O Parque de diversões é o mais antigo da cidade e tem a maior parte das atrações ainda originais, muitos dos quais datam do início do século XX, em 1901. Ainda que modernizado, a atmosfera do parque ainda é de um parque temático antigo, criando uma atmosfera bem nostálgica.

O ingresso de 1 dia dá acesso a todas as atrações do parque que são mais de 25, com opções para todas as idades.

Compre aqui os ingressos de acesso ao Parque de Atrações do Tibidado. Crianças com menos de 90cm têm entrada gratuita e entre 90-120cm pagam o ingresso infantil.

23. Bate e volta: Port Aventura e Ferrari Land

São 2 parques temáticos que estão em Tarragona, há 1h desde Barcelona, onde a família poderá passar um tempo de relax e diversão explorando aventuras incríveis.

Sobre o Parque PortAventura: são 6 mundos de aventura completamente diferentes: Mediterrània, Polinésia, SésamoAventura, China, México e Velho Oeste. São mais de 40 atrações, entre show e brinquedos que quebram records de altura, velocidade e tamanho.

Sobre o Ferrari Land: pra vocês se seintirem dentro do Mundo da Ferrari. O parque conta com o acelerador vertical mais alto e mais rápido da Europa e tem um circuito de corrida em uma pista de 570 metros. Se sobrar coragem, tem ainda 8 simuladores de velocidade que criam uma autêntica experiência de dirigir um carro de Fórmula 1.

barcelona-com-crianças-port-aventura

Caso vocês resolvam alugar um carro e se hospedar na cidade próxima ao parque para ir mais de 1 dia, clique aqui para comprar direto só o ingresso para ambos parques, pela quantidade de dias que desejam.

Também dá pra comprar ingresso bate e volta desde Barcelona, fazendo uma excursão de 1 dia.

Pelo Booking também há ofertas de hospedagem direito no PortAventura Resort. O resort oferece opção de hospedagem em 4 diferentes hotéis temáticos e fazendo a reserva por este link acima, vocês já tem incluído as entradas para o PortAventura e FerrariLand, além da hospedagem.

24. Las Golondrinas

‘Las Golondrinas’ é um clássico com mais de 130 anos no Porto de Barcelona. Se trata de um passeio de barco pelo Porto e o litoral de Barcelona, a bordo de uma emblemática embarcação. Ótimo passeio para ser feito com as crianças, além de ser um passeio diferente, é super barato.

Garanta os ingressos da sua família para o passeio de barco Las Golondrinas aqui.

25. Estádio F.C Barcelona Camp Nou

Um passeio pra fazer quem é fã do time virar fanático e quem não é fã do time ou de futebol também fanático, hehe.

Brincadeiras a parte, é um passeio que a criançada pira porque é uma visita onde o público passa pelos ambientes do estádio e podem sentir a emoção de um partido do Barça, de uma forma mais barata, já que ir a um clássico é um pouco mais salgado ($).

Leia também: como é a visita pelo Camp Nou, o estádio do Barcelona

A visita pelo Camp Nou, contempla sala de troféus e títulos do clube, acesso ao estádio, ao campo, banco do time reserva, banheiro do time visitante, sala de imprensa, museu do clube com taças, troféus e história, área interativa e termina em uma mega store do clube.

barcelona-com-crianças-camp-nou
Há uma parte do tour onde você pode ter uma experiência 3D de como é um partido do time, o valor é pago a parte do ingresso, na hora.

Clique aqui e garanta as entradas ao Camp Nou Experience. Os tickets são com dia e hora marcados, com limite de pessoas por sessão, pra não ficar sem, compre com antecedência. Crianças menores de 5 anos não pagam.

26. Dica Extra – Rotas no Google Maps

Sugestões de passeios por proximidade dos pontos turísticos para facilitar o passeio com as crianças:

  1. La Rambla, Boqueira, Praça Reial, Museu de Cera, Monumento a Colombo e Museu Marítimo: salve essa rota no Google Maps
  2. La Rambla, Boqueira, Praça Reial, Monumento a Colombo e Aquário de Barcelona: salve essa rota no Google Maps
  3. La Rambla, Boqueira, Praça Reial, Monumento a Colombo,  Museu Marítimo e Las Golondrinas: salve essa rota no Google Maps
  4. Museu de la Xocolata, Arc de Triomf/Parque Ciutadella e Zoológico de Barcelona: salve essa rota no Google Maps
  5. Parque Tibidabo e Museu de Ciência CosmoCaixa (ir de taxi): salve essa rota no Google Maps
  6. Teleférico, Castelo e Fuentes Mágicas de Montjuïc: salve essa rota no Google Maps

Eaí, gostou do post?

Espero que ele te ajude a planejar um roteiro bem massa para curtir Barcelona com as crianças.
Qualquer dúvida é só mandar aqui nos comentários que te ajudo.

📧 Leia também:

As melhores praias de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Onde comer brunch em Barcelona
Onde comer comida vegetariana e/ou vegana em Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

O Se Lança visitou as atrações Monumento a Colombo, Aquário de Barcelona e Museu de Cera de Barcelona com apoio da Oficina de Turismo Oficial, a Barcelona Turisme.

 

~ Se Lança ~

 

Barcelona em Junho

Planejar sua viagem pra Barcelona em junho de 2020, vai ficar mais fácil com este post.

Fiz uma curadoria bem especial de tudo o que vai rolar na cidade só nesta época do ano pra não te escapar nada e tornar a sua viagem ainda mais especial.

Junho é final de primavera no hemisfério norte. Em Barcelona é um mês de dias ensolarados, é o mês da festa de Sant Joan que dá as boas vindas ao tão esperado verão, é mês de “vamos a la playa”, é tudibão, gente.

Dúvidas que podem surgir na cabeça de quem planeja viajar para Barcelona em junho: 

  • Como é Barcelona em junho? Qual a temperatura de Barcelona em junho?
  • Venta muito? Chove?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em junho?
  • O que tem pra fazer em Barcelona em junho?

Essas são algumas das perguntas que responderei nesse post, mas se você tiver mais alguma dúvida, é só mandar nos comentários no final do post, ok?

Junho é o mês limite, entre final da baixa temporada e começo da alta, então você vai:

  1. Pagar um pouco menos em hospedagem: até meados de junho, ainda dá pra encontrar os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, com preços mais baixos no mês de julho, por exemplo, que já começa alta temporada.
  2. Turistar tranquilo: Barcelona é uma cidade turística e sempre vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em junho, principalmente na primeira quinzena, ainda dá pra passear tendo menos filas nas atrações, menos espera nos restaurantes, menos gente no metrô… ainda assim, há atrações que independente da época do ano, você precisa comprar as entradas com antecedência, veja quais são elas neste post.
  3. Oi, Verão: no dia 21 de junho começa oficialmente o verão no hemisfério norte e isso significa festa, alegria, gente sorridente nas ruas, bares cheios com mesas na calçada e, claro, abertura oficial da temporada de praia. Ir a Barcelona nos meses de baixa temporada é bom, mas curtir o verão aqui tem seu valor também viu.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em junho?

Junho É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quiser pegar uma festa típica, como a festa de San Juan que celebra a chegada do verão.
  • Curtir as atrações turísticas da cidade, mas também curtir as praias de Barcelona.
  • Se você busca viajar em uma época do ano que não é nem muito quente e nem muito fria, junho é o mês perfeito em termos de clima.
  • Quiser aproveitar o clima mais quente, para fazer um bate e volta pra conhecer algumas praias na Catalunha.

Junho NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Pra quem curte viajar no inverno.
  • Se quiser encontrar preços mais baixos de hospedagem, porque apesar da primeira quinzena de junho ainda ser mais acessível, junho como um todo já é um mês mais caro se comparado a meses de baixa temporada, como fevereiro e março, por exemplo.

Como é o clima de Barcelona em junho de 2020?

Junho marca a chegada oficial do verão no hemisfério norte, por isso, temperaturas agradáveis entre 15º e 24ºC marcarão os dias da sua viagem.

Pode haver algum dia de chuva, mas não é comum, já que o clima mediterrâneo é caracterizado por ter verões quentes e secos. Prepare-se para muitos dias de céu azul e zero nuvens no céu.

Este junho de 2020 é o último junho com horário de verão na Europa, então aproveite os dias mais longos durante duas férias: em junho amanhece por volta das 6h20 e anoitece por volta das 21h30.

Que roupa levar pra Barcelona em junho?

Pras meninas, check-list do que vale trazer na mala:

  • blusinhas de manga curta e regatas;
  • um casaco leve mais quentinho pra usar a noite e no avião;
  • jaqueta corta vento, se for com capuz ou a prova d’agua, melhor ainda, vai que chove;
  • calça jeans, saia curta, shorts, vestidos curtos, calça de tecido leve;
  • biquini, biquini, biquini 👙 para ia a la playa;
  • canga pra levar pra praia é bom também – mas qq coisa dá pra comprar aqui também;
  • pros pés: tênis confortável, sapatilha, uma havaianas pra praia, rasteirinha e alguma sandália (baixa*) caso queira ficar mais fashion nas fotinhas. *você vai andar muito em Barcelona, então super não aconselho trazer salto na mala.

Veja aqui nosso Guia Barcelona Instagramável e arrase nas fotos

Pros meninos, lista do que trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento e/ou a prova d’agua, com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon no Brasil;
  • uma jaqueta de frio mais quentinha pra usar de noite se der uma esfriadinha;
  • calça jeans e bermuda;
  • camisetas de manga curta;
  • shorts/sunga pra pegar praia;
  • pros pés: tênis confortável e havaianas.

O que fazer em Barcelona em junho de 2020?

Atividades que só acontecem em Barcelona em junho:

Por conta do ‘Coronavírus’, todas as atividades descritas neste post foram canceladas/postergadas. A Espanha está em quarentena obrigatória desde o início de março e com fronteiras fechadas, a princípio até 26/04, mas com possibilidade de prorrogação.

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em junho de 2020 e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • FESTA DE SANT JOAN: San Juan (em espanhol), é a festa de São João. Acontece todo ano, no dia 24 de junho, que é a noite mais curta do ano. É a noite que se celebra o santo e junto com ele a chegada do verão ao hemisfério norte.
festas-tipicas-de-verao-barcelona-Sant-Juan-2
A esquerda, um pica-pica de Sant Juan na terraza de uns amigos e a direita Barceloneta (fotos divulgação)

O costume na Catalunha na noite de San Juan é receber os amigos em casa para um pica pica (comilança de aperitivos) e depois muitas pessoas descem até às praias de Barcelona. A ideia é curtir a nooite mais cuta do ano até o sol chegar. Pra manter a galera animada, sempre há quem solte fogos, rojões, quem toque música e também quem faz fogueira na praia. A ideia é se soltar e se divertir.

A praia de Barceloneta, que é mais próxima ao centro da cidade, é sempre a mais lotada. Quanto mais você for caminhando pela orla, mas longe do centro estará e dá pra ver o público mudando. Em Barceloneta costuma haver mais turistas (e onde há turistas há furtos) e nas praias mais afastadas como Bogatell, Marbella, Llevant, tem mais gente local e é onde dá pra curtir uma festa de São João mais familiar.

  • OUTRAS FESTAS TÍPICAS EM JUNHO: Corpus Christi no dia 11 de junho, Sonar (festival de música eletrônica nos dias 18, 19 e 20 de junho, e o Pride Barcelona, a parada gay da cidade, nos dias 26 e 27 de junho.

No feriado de Corpus Christi em Barcelona você poderá ver algumas manifestações de cultura popular como o baile de sardanas, o L’ou com balla (ovo que baila) e desfile de gigantes. Além de procissões e ruas enfeitadas no bairro de Gràcia.

O Baile de Sardanas acontece na Praça Jaume I e o L’ou com balla, que é uma casca de ovo vazia colocada em algumas fontes de água da cidade, pode ser visto na Catedral  de Santa Eulália e no pátio interno do Museu Frederic Marès que fica bem ao lado da Catedral.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familiaFotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).

  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 07/06/2020 museus liberados.

 

 

  • Outlet: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais com preço acessível comparado ao Brasil.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

  • Guia Se Lança para Barcelona: um guia escrito por mim, Flávia, pra você conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
  • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em junho?

Em junho o preço da hospedagem em Barcelona começa a subir, principalmente próximo ao feriado de Corpos Christi e a San Juan. Em geral a primeira quinzena é mais barata e depois já entra oficialmente na alta temporada.

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em junho em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho, baixa temporada: 119€
Em ago-set, alta temporada: 137€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em junho.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

Outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar
Festas típicas de verão em Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados ano a ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro.

~ Se Lança ~

Barcelona em Maio

No momento em que escrevo este post, estamos em quarentena por conta do Coronavírus e não há previsão alguma de que tenhamos um maio movimentado e turístico aqui em Barcelona, mas resolvi manter a programação de posts de Barcelona por mês, porque isso tudo vai passar e com certeza esse post irá ajudar quem venha a Barcelona em Maio, seja lá de que ano for.

Como todos os posts de Barcelona por mês são atualizados ano a ano, todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro.

Dúvidas que podem surgir na cabeça de quem planeja viajar para Barcelona em Maio: 

  • Como é Barcelona em maio? Qual a temperatura de Barcelona em maio?
  • Venta muito? Chove?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em maio?
  • O que tem pra fazer em Barcelona em maio?

Essas são algumas das perguntas que responderei nesse post, mas se você tiver mais alguma dúvida, é só mandar nos comentários no final do post, ok?

Maio ainda é considerado baixa temporada em Barcelona, então você vai:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de maio, principalmente na primeira quinzena.
    Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível em maio do que em outros meses do ano 😎
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística e sempre vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em maio, a cidade ainda recebe menos turistas do que em outras épocas do ano, isso significa menos filas nas atrações, menos espera nos restaurantes, menos gente no metrô… ainda assim, há atrações que independente da época do ano, você precisa comprar as entradas com antecedência, veja quais são elas neste post.
  3. Oi, Primavera: em maio a primavera está bombando no hemisfério norte, isso significa um clima bom pra turistar, calor de dia, mas com alguns dias de chuva, podendo até dar uma esfriadinha de noite. Por tanto, prepare-se para variações de temperatura.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em maio?

Maio É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quiser pegar preços mais camaradas quanto a hospedagem, por ainda ser baixa temporada.
  • Curtir a cidade como um local indo a feirinhas gastronômicas e de artistas locais.
  • Se você busca viajar em uma época do ano que não é nem muito quente e nem muito fria, maio é o mês perfeito em termos de clima.

Maio NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Quiser curtir as praias da Costa Brava. Pode até ser que dê pra pegar um dia de sol na areia, mas entrar na água, só para os fortes, pois o mar ainda é bem frio nesta época do ano.
  • Fazer um bate e volta pra esquiar nos Pirineus. Até abril ainda rolava um pouco de neve, de maio pra frente já era.

Como é o clima de Barcelona em maio de 2020?

Com o termómetro subindo e a primavera bombando, maio é um mês perfeito em relação ao clima. Com dias quentes e manhãs e noites frescas, as temperaturas de maio variam entre 12ºC e 23ºC.

Alguns dias de chuva e céu nublado podem acontecer também, em média chove até 4 dias em maio, então se amanhecer um céu nublado, saia com guarda-chuva ou capa de chuva, mas não se preocupe, porque o tempo pode virar e surgir um sol maravilhoso no meio dia.

Este maio de 2020 é o último maio de horário de verão na Europa, então aproveite os dias mais longos durante duas férias: em maio amanhece por volta das 6h50 e anoitece por volta das 21h.

Que roupa levar pra Barcelona em maio?

Pras meninas, check-list do que vale trazer na mala:

  • blusinhas de manga curta;
  • um casaco sobretudo leve e algum casaco mais quentinho caso pegue um dia mais friozinho;
  • jaqueta corta vento, se for com capuz ou a prova d’agua, melhor ainda, vai que chove;
  • calça jeans, saia curta e calça de tecido leve já dá pra usar de boa nessa época;
  • pros pés: tênis confortável, sapatilha e botinha de cano curto caso queira ficar mais fashion nas fotinhas.

Veja aqui nosso Guia Barcelona Instagramável e arrase nas fotos

Pros meninos, lista do que trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento e/ou a prova d’agua, com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon no Brasil;
  • uma jaqueta de frio mais quentinha caso pegue algum dia mais friozinho;
  • calça jeans e bermuda;
  • camisetas de manga curta;
  • uma camisa de flanela pra usar em cima da camiseta;
  • pros pés: tênis confortável.

O que fazer em Barcelona em maio de 2020?

Por conta da pandemia do ‘Coronavírus’, todas as atividades que só acontecem em maio estão postergadas de momento, por isso nesse post vou deixar apenas as atividades atemporais e a medida que as notícias forem mudando, vou atualizando aqui. 

Lembrando que a Espanha está em quarentena obrigatória desde de 14 de março e com fronteiras fechadas, a princípio até 26/04, mas com possibilidade de prorrogação.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familiaFotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).

  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 03/05/2020 museus liberados.

 

 

  • Outlet: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais com preço acessível comparado ao Brasil.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

  • Guia Se Lança para Barcelona: um guia escrito por mim, Flávia, pra você conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
  • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em maio?

Em maio o preço da hospedagem em Barcelona ainda é menor do que quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em maio em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em maio, baixa temporada: 117€
Em ago-set, alta temporada: 137€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em maio.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

Outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Coronavirus: Super-Posts de 10 blogueiros de viagem

Me sinto como um dinossauro, que sem imaginar, sem farejar, sem sentir, viu a sua Terra ser atingida por um meteoro. Do nada. Chegou e acabou.

A comparação do Coronavírus com um meteoro, pode ser em certo nível catastrófica demais, afinal de contas ele não vai acabar com a nossa raça como acabou com os Dinossauros, mas a verdade é que essa comparação me ajuda a ilustrar esse sentimento, de que do nada, algo que a maioria de nós nem imaginávamos, simplesmente chegou e mudou tudo em nossas vidas.

Inúmeras famílias, milhares de indivíduos, estão sendo profundamente atingidos de alguma maneira por essa pandemia do Coronavírus. É um pesar e um sentir gigantesco pelos que se vão e uma incerteza esperançosa por tudo o que há por fim.

Mas fora isso, há também um nível preocupante a frente, que é o nível negócios. O que será de tantos negócios a partir dessa crise?

Dentre tantos ramos impactados, o de turismo está sendo esmagado e o gráfico abaixo do Neil Patel nos mostra visualmente, o quanto:

 

CORONAVIRUS-IMPACTO-MARKETING
Fonte: Neil Patel

Viagem e Turismo é o setor mais impactado com a pandemia como vocês podem ver. Muita gente perderá emprego, muitos hotéis e atrações turísticas serão fechados, e possivelmente, alguns de nós, blogueiros de viagens, poderemos até entrar em extinção hehe 

Bom, isso tudo pra dizer que, existe uma preocupação em relação ao futuro de diversos setores, incluindo o nosso, mas através desse post queria mostrar pra vocês como há tantos blogueiros de viagem que, mesmo sendo impactados em cheio, continuam criando conteúdo relevante, trazendo informações com imparcialidade, dedicados a verdadeiramente ajudarem a todos os que estão sendo impactados aqui e agora, por esta pandemia que atinge a todos.

Neste post listo 10 blogs de viagem, que possivelmente já te ajudaram a viajar, mas que agora vão te ajudar a adiantar sua viagem, a saber como proceder, a se proteger, a voltar pra casa e por fim a ficar em casa (com dicas pros que tem filhos também) até isso tudo passar e a gente poder se encontrar de novo falando sobre viagens, férias, sonhos e coisas boas.

Muito obrigada a todos os blogueiros que listo aqui nesse post pela colaboração de vocês com o mundo.

Espero que este post ajude você que teve uma viagem dos sonhos postergada.

1. Blog Diário de Navegador

A Marcela Falco, do Diário de Navegador, fez um post índice incrível onde ela fala sobre tudo o que você precisa saber sobre a pandemia.

coronavirus-viagem-internacional-pinterest

No post, a Marcela responde as principais dúvidas dos viajantes, desde o que é o coronavírus e os sintomas, até onde ele efetivamente impacta nossas viagens, esclarecendo dúvidas sobre cancelamento de viagem internacional e/ou nacional, seguros de viagem e a pandemia, passagens aéreas, hospedagem, passeios e como se não bastasse toda essa informação, ela ainda lembrou da galera que está em processo de emissão de vistos e ajuda esse pessoal a entender como devem proceder. Deusa, né mores?

Clique aqui para ler o post do blog Diário de Navegador

2. Blog Viagens e Menus

Se você já estava viajando por algum dos países que fechou a fronteira e está “preso” em algum país, a Lívia e o Samuel do blog Viagens e Menus fizeram um post com excelentes dicas de como se proteger e evitar a disseminação do Coronavírus durante a viagem, incluindo a viagem de volta pra casa.

viagens-e-menus-corona

No post eles também ajudam os leitores a identificarem os sintomas e dão dicas sobre cancelamento ou postergação da viagem em função da pandemia.

Clique aqui para ler o post do blog Viagens e Menus.

3. Blog Mala de Viagem

A Anna, do Mala de Viagem, é advogada e nos fala sobre os aspectos jurídicos das remarcações e cancelamentos, com um excelente passo a passo de como proceder em cada situação no post Coronavírus e cancelamento/remarcação de passagens e hospedagem.

Sobre-o-Mala-de-Viagem-300x300
Fada blogueira, fala aí? 

 

Ela aborda ainda o tema de direitos do consumidor diante da pandemia. O post está sendo atualizado diariamente.

Clique aqui para ler o post do blog Mala de Viagem

4. Blog Andarilho

Imagina você, preso no hotel, não podendo sair pra não correr risco de se infectar ou infectar outras pessoas e aí finalmente você consegue remarcar a passagem e precisa pegar um avião: ambiente fechado, cheio de gente. Bate um medo, não?

É sobre isso que o Anchieta Dantas fala em seu post como se proteger do coronavírus em viagens de avião.

Como-se-prevenir-do-coronavírus-em-viagens-de-avião

Clique aqui para ler o post do Blog Andarilho

5. Blog Top5Tour

Em um post atualizado diariamente, a Andrea do Top5Tour, em seu post sobre Coronavírus e Viagens, nos traz um pouco de histórico de como surgiu o coronavírus, a evolução de surto para epidemia para pandemia pelo mundo, o impacto nas viagens e o que fazer caso você tenha uma viagem programada justo nesse período de fronteiras fechadas.

Coronavírus-e-as-viagens-1-683x1024

Clique aqui para ler o post do blog Top5Tour

6. Blog Ligado em Viagem

E não só de posts sobre Coronavírus vive um blogueiro de viagens nos dias atuais, já temos PODCAST também 🙌

O Edson do Blog Ligado em Viagem, mora com a família na Alemanha e nesse podcast de 4 minutos, ele conta um sobre a situação na cidade onde ele mora e sobre como os alemães estão se protegendo através de um causo engraçado. A situação é grave, mas às vezes a gente precisa dar uma descontraída, né?

podcast-alemanha-coronavirus

Clique aqui para ouvir o podcast do blog Ligado em Viagem

7. Blog Aprendiz de Viajante

A Cláudia do Aprendiz de Viajante, mora nos Estados Unidos e no post Coronavírus e o Impacto em Viagens, ela já começa com uma imagem que faz os olhos arregalarem. Sim, galera, é como a CardiB disse: “this shit is real!”

coronavirus-aprendiz-de-viajante

O post da Cláudia que também é atualizado diariamente, achei muito legal a comparação que ela traz dos casos de Corona vs outras pandemias mundiais como o Ebola. Isso dá uma perspectiva mais tangível do quão sério é o momento que estamos vivendo.

Além das informações primordiais sobre o assunto, o post traz também o impacto da pandemia em cruzeiros, além de uma super ajuda relacionada ao fechamento de atrações nas principais cidades turísticas dos Estados Unidos: Nova York, Las Vegas, Orlando e São Francisco.

Clique aqui para ler o post do blog Aprendiz de Viajante

8. Blog D&D Mundo Afora

A Dani Almeida do D&D Mundo Afora, fez um post para ajudar quem não foi impactado exatamente agora, mas tem uma viagem programada para os próximos meses e ainda está na dúvida se deve ou não cancelar/remarcar.

coronavirus-ded_mundoafora

No post Coronavírus no mundo e o impacto no turismo, a Daniela ajuda quem já tinha tudo programado, comprado a saber o que fazer.

Clique aqui para ler o post do blog D&D Mundo Afora

9. Blog Mel a Mil Pelo Mundo

A Juliane, do blog Mel a Mil Pelo Mundo mora em Madrid, a cidade com maior número de casos na Espanha, e no post Quarentena por Coronavírus nos conta como é fazer quarentena com 3 crianças em casa.

quarentena-melamilpelomundo
a ‘Santa’ Ju com a família de quarentena em Madrid 🤪

No post a Juliane traz um pouco do contexto de como começou o Coronavírus aqui na Espanha, explica sobre o decreto de Estado de Alarme do dia 14 de março (lockdown – proibição de sair de casa), mas o foco do post é ajudar as pessoas trazendo dicas e ideias do que fazer em casa pra entreter as crianças durante a quarentena, principalmente se você, assim como ela, tem crianças em idades diferentes dentro de casa. Imagina?

Clique aqui para ler o post do blog Mel a Mil Pelo Mundo

10. Blog Ases a Bordo

A Ane e o André, do Ases a bordo, tem 1 ano de experiência com homeschooling (educação domiciliar) e neste vídeo, trouxeram uma ajuda pros papais que além de ter que adiar a viagem de férias, precisam também ajudar os filhos a estudarem em casa durante a quarentena.

Clique aqui para ver o vídeo do blog Ases a Bordo e deixar o seu muito obrigado direto pra eles.

Telefones úteis para brasileiros no Exterior

Os Consulados do Brasil em todos os países emitiram um comunicado oficial, oferecendo números de telefone para os turistas brasileiros que não estão conseguindo retornar a casa ou que estejam com qualquer dificuldade relacionada ao Coronavírus.

“O Ministério das Relações Exteriores, atento às diversas limitações à circulação de pessoas entre países, estabelecidas nos últimos dias em decorrência da pandemia da COVID-19, criou o Grupo Especial de Crise para auxiliar os cidadãos brasileiros que se encontram impedidos de retornar ao Brasil.

O Itamaraty permanecerá empenhado em solucionar a presente situação e continuará prestando todo apoio consular aos brasileiros impedidos de retornar ao Brasil.

No momento, os esforços estão concentrados em gestões diplomáticas com autoridades nos diversos países, para abertura excepcional de espaços aéreos, e em entendimentos com companhias aéreas, para a realização de voos destinados a repatriar os brasileiros.

Américas: +55 61 98260-0610
Europa: +55 61 98260-0787
África e Oriente Médio: +55 61 98260-0568
Ásia e Oceania: +55 61 98260-0613”

Pra quem está em Barcelona e precisa de suporte, segue contato do Consulado:

⚠️Para solicitar assistência, envie e-mail para [email protected] OU entre em contato pelo telefone de plantão +34 659 07 80 57, em caso de emergência.

⚠️Em razão do elevado número de demandas recebidas pelo consulado-geral, é importante não multiplicar as consultas por vias diferentes. Se você está acompanhado de outros brasileiros na mesma situação, sugere-se concentrar todas as informações em uma única solicitação, de modo a tornar o atendimento mais rápido e eficiente.

Espero que este post e todos os posts listados aqui possam ajudá-los de alguma maneira, seja a voltar pra casa, seja pra saber como proceder nos diferentes casos que estão acontecendo em decorrência da pandemia.

 

Se cuidem e #fiquememcasa

 

~ Se Lança pra casa ~

 

 

 

10 lugares fotogênicos em Barcelona

Se você está planejando uma viagem a Barcelona e já andou vendo a hashtag de Barcelona no Instagram, acho que você não vai achar um exagero se eu disser que Barcelona é uma das cidades mais lindas do mundo, vai?

A arquitetura dos edifícios, as curvas das praias,  o paisagismo dos parques, os grandes monumentos construídos na época do Modernismo Catalão, deixaram, além de uma herança cultural, uma herança fotogênica que fascina moradores e turistas.

Neste post reuni 10 lugares fotogênicos em Barcelona para te inspirar a fazer fotos bem Instagramáveis durante sua viagem.

No post você também vai conhecer contas de Instagram de meninas que moram em Barcelona e produzem um conteúdo lindo sobre a cidade. Um post pura inspiração, hein?

Se você gostar dessa lista e quiser ver mais lugares, não deixe de ver o ebook digital Guia Barcelona Instagramável onde proponho 6 roteiros que passam por 27 lugares para fazer fotos bem lindas em Barcelona, além de dicas de horários, hashtags, fotógrafos na cidade e muito mais.

1. Sagrada Família

O monumento mais importante de Barcelona é uma igreja, na verdade uma basílica. Sim, a Basílica da Sagrada Família, projeto do arquiteto catalão Antoni Gaudí, está em construção há mais de 130 anos (previsão finalização 2026), é sem dúvidas o ponto turístico mais fotografado da cidade.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por MARTA SIERRA (@marta__sierra) em

No Guia Barcelona Instagramável mostro 3 lugares para fazer fotos junto a Sagrada Família, esse da foto da Marta Sierra é um deles, em frente ao lago na Plaça Gaudí.

Recomendo muito que você entra na Basílica da Sagrada Família, não é barato, mas é algo único no mundo e vale cada centavinho de euro investido, juro.

Clique aqui para garantir seu ingresso.

Melhor horário para fotos na Sagrada Família:

Quanto mais cedo, mais chances de você conseguir fazer suas fotos em paz. Em frente ao lago sempre há umas filas de grupos de turistas, se você chegar no horário de pico, terá que ter um pouco de paciência. Mas aí te re-lembro que você está de férias e todo mundo quer tirar foto no mesmo lugar, então paciência

De terça a quinta o movimento é menor, exceto nos meses de alta temporada, julho a setembro, e final de ano.

2. Casa Batlló

Também construída pelo gênio do Modernismo Catalão, Antoni Gaudí, a Casa Batlló é inspirada na lenda do São Jorge e o Dragão. A fachada da casa lembra as escamas de um dragão, as colunas que sustentam as sacadas fazem alusão a ossos, há flores, cores, texturas, kit completo pra você fazer um click bem colorido e inspirador.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Albert & Raquel (@lanoiadelbarret) em

O tour pela casa é bem sensorial, com audioguia em 3D e vale a pena se você tiver curiosidade para conhecer um pouco mais sobre o Modernismo Catalão e o como este movimento transformou a cidade, assim como conhecer mais sobre Antoni Gaudí. A entrada online custa 4€ menos que comprado na hora.

Economize comprando seu ingresso para Casa Batlló aqui.

Melhor horário para fotos na Casa Batlló:

Essa foto da Raquel do @lanoiadelbarret foi feita bem cedo, antes mesmo do comércio abrir. Quanto mais cedo, mais chances de você conseguir tirar fotos sem muitas pessoas em frente a casa e carros passando na rua. De terça a quinta o movimento é menor.

3. Park Güell

Adivinha de quem é esse parque super Instagramável? Acertou, também foi feito pelo Gaudí. Inspirado na natureza, do mar a montanha, é um parque com flores instagramáveis, azulejos instagramáveis, formas instagramaveis. É lindo, delicado, feminino, colorido, com certeza você vai ficar umas 3 horas fazendo fotos nesse lugar.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por by Soledad Abella (@thebarcelonadiaries) em

Há várias áreas no parque para fazer fotos, porém a Zona Monumental, que é essa da foto da Sol do @thebarcelonadiaries, é paga.

Garanta seu ingresso pro Park Güell aqui.

Melhor horário para fotos no Park Güell:

Assim como quase todos os pontos turístico, quanto mais cedo você for, mais chances de sucesso. Além do que, a luz da manhã também traz um tom mais bonito pras fotos. A dica é: assim que entrar no parque já vá direto pra Zona Monumental, depois explore a área gratuita do parque.

Leia mais sobre as obras de Gaudí no post: Roteiro Gaudí em Barcelona

4. Casa Vicens

A última obra de Gaudí dessa lista, a Casa Vicens foi a primeira casa particular que ele construiu. Antes da Casa Batlló e Casa Milá. Tem um estilo misturado entre o modernismo Catalão e algo de influência árabe, evidenciando uma fase do Gaudí onde ainda estava encontrando seu estilo arquitetônico.

A casa fica em uma rua estreita e movimentada do bairro de Gràcia. Encontrar um ângulo para uma boa foto na sua fachada por ser um pouco frustrante. A parte boa é que não precisa chegar cedo ou fazer fila pra tirar fotos em frente a casa.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Se Lança | Viagem (@selanca.blog) em

Ela foi a última a ser aberta ao público e é bem menos conhecida do que as outras, o que a torna menos movimentada também.

Clique aqui e garanta seu ingresso para Casa Vicens.

Leia mais sobre: Casa Vicens, a primeira casa de Gaudí em Barcelona

Melhor horário para fotos na Casa Vicens:

Por ter menos movimento, você pode chegar a hora que quiser, porém não tire fotos apenas na fachada, as fotos mais bonitas são de dentro da casa. Eu recomendo a visita a Casa Vicens por volta das 12h-14h, pois a posição do sol neste horário favorece a entrada de luz natural na casa.

5. Carrer del Bisbe

Junto a Sagrada Família, a Carrer del Bisbe é um dos cartões postais de Barcelona e um dos lugares mais clicados. É ultra movimentada independente da época do ano, pois está em uma rua de passagem entre a Praça Jaume, onde está a prefeitura de Barcelona e a Praça da Catedral de Barcelona, no meio do bairro Gótico.

Fazer uma foto aqui vai te requerer paciência pra esperar um momento com menos gente passando ou técnicas avançadas de photoshop para retirar algumas pessoas da sua foto, hehe

Ainda assim, o clique vale a pena:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Brigitte Desanne (@brigittedesanne) em

Melhor horário para fotos na Carrer del Bisbe:

Com a luz da manhã e sem ninguém, assim como a foto da Brigitte, só bem cedo mesmo, por volta das 7h da manhã.

6. Palau de la Musica Catalana

É uma sala de concertos de música construída entre 1905-1908 pelo arquiteto Lluís Domènech i Muntaner, professor de Gaudí. Se o cara era o professor do Gaudí você já pode imaginar o que vem por aí, né?

Formas orgânicas inspiradas na natureza, ladrilhos coloridos formando figuras de flores, janelas com cristais coloridos que brincam com a luz natural do sol.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Se Lança | Viagem (@selanca.blog) em


O prédio fica em uma rua super estreita do bairro do Born, bem difícil fazer uma foto da fachada. Recomendo que você entre no espaço da cafeteria e vá até o banheiro, para poder ver um pouco do prédio. Para fazer uma foto entre essas colunas, como a minha, é preciso pagar para fazer o tour. E adivinha? Vale a pena.

Compre aqui o seu tour pelo Palau de la Musica Catalana.

Melhor horário para fotos no Palau de la Musica Catalana:

Por volta das 11h-13h é o melhor horário, por conta da luz natural do sol. Ainda que não incida diretamente no Palau, é a hora do dia que o sol está passando bem perpendicular a ele, trazendo claridade pra sua foto.

O tour pelo Palau tem um número de pessoas limitado por horário, por isso é importante você comprar com antecedência a entrada. Quando estiver no tour, tente sempre ficar por último para fazer as fotos, assim a maioria das pessoas já terá feito seus cliques e sobrará espaço para você tirar fotos sem se preocupar com os figurantes, hehe

7. Parc Ciutadella

Eu havia comentado acima que a Casa Vicens era a última obra de Gaudí dessa lista, né? Pois, então… eu menti haha

A Cascata Monumental do Parque Ciutadella é com certeza a área mais instagramável do parque. Feita por Gaudí, não tinha como ser diferente, né?

No Guia Barcelona Instagramável eu mostro alguns ângulos e lugares para fazer fotos no parque, mas abaixo mostro pra vocês a foto da querida da @milavasconcellos que comprou o nosso guia e arrasou nas fotos que fez em Barcelona.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ✮ (@milavasconcellos) em

Essa foto da Mila no Ciutadella é uma das minhas preferidas porque mostra como nem sempre a gente vai ter um dia com céu azul lindo pra tirar foto, mas se a gente sabe o ângulo certo, a roupa, a postura e faz uma edição legal, podemos transformar o mood da foto. Todas essas dicas estão no nosso guia

Melhor horário para fotos no Parque Ciutadella:

Eu sempre prefiro fotos de dia com sol. De um jeito fácil de explicar, em Barcelona o sol nasce no mar e se põe na montanha. Ele estará passando por cima do Parque Ciutadella, entre 8h-15h no inverno e entre 9h-17h no verão.

Aproveita que tá no parque e faz uma pausa pra um pic-nic.

8. Bunkers del Carmel

O que um dia já foi um refúgio militar utilizado durante a Guerra Civil Espanhola, hoje, as ruínas dos Bunkers del Carmel, são um dos lugares mais trendys da cidade única e exclusivamente por conta da super vista panorâmica de Barcelona e do mar mediterrâneo que banha a cidade. É um local público e não paga nada pra entrar.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Se Lança | Viagem (@selanca.blog) em

Melhor horário para fotos no Bunkers del Carmel:

O dia todo, o ideal é você programar de ir em um dia que a previsão do tempo seja de sol firme e poucas nuvens no céu, já que o ponto alto de ir fazer foto no bunker é a vista.

Importante: aos finais de semana lota muuuuito, principalmente no fim da tarde onde os xóvens se reunem para estourar um banza e ver o por do sol. Aqui só trabalhamos com verdades. And, nada contra.

9. Recinto Modernista Hospital Sant Pau

Não rejeite a ideia ao ler a palavra hospital. Apesar de ser ter sido construído e funcionado como um dos principais hospitais de Barcelona, hoje, o local carrega apenas a graça de ser um dos edifícios Modernistas mais bonitos abertos ao público. Difícil é imaginar que aquilo tudo, um dia foi um hospital de verdade.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sol ☼ (@ssolalessa) em


Também construído pelo arquiteto Lluís Domènech i Muntaner, o Hospital Sant Pau fica em uma das extremidades da Avenida Gaudí, a outra é a Sagrada Família. Então fica a dica de um roteiro, faça Sagrada Família e na sequencia suba até o Sant Pau.

É umas das pérolas do modernismo Catalão e patrimônio da Unesco, tamanha beleza e inovação arquitetônica pra época. São vários espaços que se pode visitar, desde sala de cirurgia a sala de concertos. No Guia Barcelona Instagramável eu mostro alguns espaços e ângulos bem lindos para fotografar.

Compre aqui seu ingresso para entrar no Recinto Modernista Hospital Sant Pau.

Melhor horário para fotos no Hospital Sant Pau:

Entre 10h-14h você terá a luz natural do sol mais linda incidindo sobre o Hospital Sant Pau. Vai na fé.

10. Tibidabo

O Tibidabo é uma parque de diversões que fica na montanha de Tibidabo, o ponto mais alto de Barcelona.

Foi construído em 1899 e inaugurado em 1905, época que o modernismo catalão estava bombando. As características dessa época são presentes até hoje no estilo de decoração e até mesmo nos tipos de brinquedos do parque. É meio vintage e super nostálgico.

O parque é um dos mais antigos do mundo ainda em funcionamento e subir até ele, apesar de longe, é recompensador. Tem uma das vistas mais bonitas da cidade, parecida as do Bunker, porém mais alto.

Olha só quem foi fazer fotos comigo lá no Tibidado:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Amandinha • Prefiro Viajar (@prefiroviajar) em

Nos meses de verão é preciso pagar o acesso a área panorâmica, que é essa aí da foto da Amandinha do @prefiroviajar. Nos outros meses do ano, somente o acesso aos brinquedos é pago.

Compre aqui seu ingresso para o parque de diversões Tibidabo.

Melhor horário para fotos no Tibidabo:

O dia todo, o ideal é você programar de ir em um dia que a previsão do tempo seja de sol firme e poucas nuvens no céu pra que as fotos captem bem a vista da cidade.

 

Se você ainda não reservou seu hotel em Barcelona, veja nossas dicas dos melhores bairro e hoteis para se hospedar em Barcelona aqui.

 

Espero que tenha gostado da lista de 10 lugares fotogênicos em Barcelona. Comenta nesse post se você gostou.

E não esqueça que no Guia Barcelona Instagramável tem mais 27 lugares divididos em 6 roteiros para fazer fotos bem lindas em Barcelona, além de dicas de horários, hashtags, fotógrafos na cidade e muito mais.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU

E se você quiser aprender mais sobre luz, ângulos e alguns segredinhos que podem te ajudar a fazer fotos mais bonitas usando apenas o seu celular, leia o post 7 dicas para arrasar nas fotos com o celular.

 

Leia também: 5 lugares diferentes para conhecer em Barcelona

 

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para alguns países da Europa. Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto).
É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar.
Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

 

Outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

As melhores praias de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Como ir de Barcelona a Paris em trem

Barcelona em Abril de 2020

Planejar sua viagem pra Barcelona em abril de 2020, vai ficar mais fácil com este post. Fiz uma curadoria bem especial de tudo o que vai rolar na cidade só nesta época do ano pra não te escapar nada e tornar a sua viagem ainda mais especial.

Abril é começo de primavera, é mês de dias ensolarados, é mês em que as flores começam a renascer após um puxado inverno, é mais gente nas ruas, é um clima mais ameno e ainda é baixa temporada, ou seja, é tudibão, gente.

Agora, as perguntas que podem estar passando na sua cabeça, como por exemplo:

  • Como é Barcelona em abril? Qual a temperatura de Barcelona em abril?
  • Venta muito? Chove?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em abril?
  • E que raios tem pra fazer em Barcelona em abril?

Acertei alguma? Todas? Vou tentar responder todas nesse post, mas se você tiver mais alguma dúvida, é só mandar nos comentários no final do post, ok?

Abril ainda é baixa temporada em Barcelona, então você vai:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de abril (exceto semana santa de 4 a 13/4).
    Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível em abril do que em outros meses do ano 😎
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística e sempre vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em abril, a cidade ainda recebe menos turistas do que em outras épocas do ano, isso significa menos filas nas atrações, menos espera nos restaurantes, menos gente no metrô… ainda assim, há atrações que independente da época do ano, você precisa comprar as entradas com antecedência, veja quais são elas neste post.
  3. Oi, Primavera: em abril temos a primavera chegando com tudo no hemisfério norte e com ela um clima mais ameno chega a Barcelona pra você, turista, turistar tranquilão. Você verá mais gente nas ruas, nos parques e mais atividades ao ar livre.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em abril de 2020?

Abril É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quiser pegar preços mais camaradas quanto a hospedagem, por ainda ser baixa temporada (exceto semana santa de 4 a 13/4).
  • Curtir a cidade como um local indo a feirinhas gastronômicas e de artistas locais.
  • Estiver em busca de festas típicas e tradicionais: em abril acontecem alguns eventos típicos como a Feira de Abril, o feriado de Sant Jordi (São Jorge) e a Páscoa. Vou contar mais sobre eles no tópico “o que fazer”.

Abril NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Quiser curtir as praias da Costa Brava. Neste caso é melhor vir no verão mesmo.
  • Fazer um bate e volta pra esquiar por ser final de inverno/começo de primavera. Não nevou muito esse ano no inverno e as chances das montanhas já estarem fechadas em abril é alta.

Como é o clima de Barcelona em abril de 2020?

O termómetro tá subindo, mas a verdade é que as temperaturas de Barcelona em abril não estranhas. Já não é tão frio quanto no inverno, mas também não é tão quente quanto no verão. Ou seja, em um mesmo dia você pode passar frio e calor.

Temperaturas entre 8ºC e 18ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite e de manhãzinha e as mais altas ao longo do dia.

Alguns dias de chuva e céu nublado podem acontecer também, em média chove até 5 dias em abril, então se amanhecer um céu nublado, saia com guarda-chuva ou capa de chuva. No restante dos dias você terá um céu bem ensolarado a sua espera, vem na fé 😎

Dando “adios” aos dias mais curto de inverno, em abril os dias começam a ficar mais longos, amanhecendo por volta das 7h30 da manhã e anoitecendo por volta das 20h (considerando horário de verão, que acabará em toda União Européia em 2021).

Que roupa levar pra Barcelona em abril?

Pras meninas, check-list do que vale trazer na mala:

  • blusinhas de manga comprida pra usar embaixo do casaco pros dias mais fresquinhos;
  • blusinha de manga curta, tipo camiseta, pras calorentas como eu;
  • um casaco sobretudo leve e algum casaco mais quentinho caso pegue um dia mais friozinho;
  • jaqueta corta vento, se for com capuz ou a prova d’agua, melhor ainda;
  • calça jeans, saia curta pra usar com meia calça e calça de tecido leve já dá pra usar de boa nessa época;
  • cachecol de tecido leve, caso você seja friorenta ou só pra dar um estilinho mesmo. Não precisa de gorro e luvas;
  • pros pés: tênis confortável, botinha de cano curto caso queira ficar mais fashion nas fotinhas. Acho que em abril já rola até usar uma sapatilha, dependendo de quão calorenta você é.

Pros meninos, o que trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento e/ou a prova d’agua, com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon no Brasil;
  • uma jaqueta de frio mais grossa e quentinha caso pegue algum dia mais friozinho;
  • calça jeans e uma bermuda, caso você tenha sorte de pegar um dia quentão ou for calorento mesmo;
  • camisetas de manga curta;
  • jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela se você for mais friorento ou pra usar em cima da camiseta;
  • pros pés: tênis confortável.

O que fazer em Barcelona em abril de 2020?

Atividades que só acontecem em abril:

Atualização 30 de Março 2020: Por conta do ‘Coronavírus’, todas as atividades descritas neste post foram canceladas/postergadas. A Espanha está em quarentena obrigatória desde o início de março e com fronteiras fechadas, a princípio até 26/04, mas com possibilidade de prorrogação.

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em abril de 2020 e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • FERIA DE ABRIL: a Feria de Abril acontece na Catalunha desde 1971 e é uma ótima opção pra quem quiser ter um gostinho do que é a cultura Espanhola.

A Feria de Abril te levará até a Andaluzia, local de origem da feira, onde em 1846 se inventou uma feira para exposição de gados, corrida de touros e muito flamenco. As características da feira mudaram muito desde então, pelo menos na versão Catalã. Aqui não se expõe nenhum animal. Hoje em dia, o que se vê na Feria de Abril em Barcelona são 10 dias de muita festa, de pessoas alegres dando boas vindas a primavera embaladas pela cultura flamenca.

barcelona-em-abril-feria-abril
Feria de Abril em Barcelona – foto by timeout.es

Todos os anos a Feria de Abril acontece no Parque del Fórum. É uma atração bem familiar e um espaço onde você poderá assistir dança flamenca de adultos e de crianças, comer comidas típicas da Andaluzia e brincar nas barraquinhas de jogos.

A data da Feria de Abril em Barcelona 2020 ainda está por confirmar. A entrada ao evento é gratuita.

 

  • DOMINGO DE RAMOS: no dia 05 de abril se celebra o Domingo de Ramos. Próximo as principais igrejas da cidade (Barcelona tem 243 igrejas católicas), você verá muitas barraquinhas vendendo uma rama de palha. Elas são usadas no Domingo de Ramos. Vale a pena ir na manhã deste domingo até uma igreja (na Sagrada Família, por exemplo), para presenciar esse ritual religioso. Evento gratuito.

 

  • SEMANA SANTA: de 05 a 11 de abril é comemorada a Semana Santa na Espanha, é nessa época que os hotéis ficam mais caros, mas é também quando há mais coisas pra ver e fazer na cidade. As datas mais importantes e com festividades durante a Semana Santa são: Domingo de Ramos 05 Abril, Sexta-feira Santa 10 Abril, Sábado Santo 11 Abril e Domingo de Páscoa 12 Abril, no entanto, aqui também celebramos Segunda-feira de Páscoa no dia 13 Abril. A segunda de páscoa também é chamada de “Dia da Mona”, ou dia em que comemos Monas de Páscoa (explicação no tópico seguinte).

No ano passado eu fui ver uma Sexta-feira Santa, Viernes Santo, em Girona, uma cidadezinha medieval há 40 minutos de trem desde Barcelona.

Durante a Semana Santa acontecem algumas celebrações católicas na cidade, sendo o viernes santo, o dia em que há atuação da “Cofradía de Jesús Crucificado – os Manaies de Girona”. Após cavalgada e apresentação dos Manaies, que acontece no fim do dia ao pé da catedral de Girona, há uma procissão para acompanhar o Santo Enterro, bem na frente da Catedral.

barcelona-em-abril-pascoa-em-girona

O centro da cidade fica lotado de locais e turistas, religiosos ou não. Eu adorei a experiência.

  • PÁSCOA: durante a páscoa as vitrines das lojas de doces da cidade ficam especialmente mais enfeitadas, com as Monas de Páscoa. A mona é uma torta da Páscoa cuja degustação simboliza que a Quaresma e suas abstinências chegaram ao fim. Elas tem cara de pão, mas a verdade é que podem ter vários formatos, desde inspirações em atrações da cidade como o Camp Nou ou a Sagrada Família, até qualquer outro desenho que esteja na moda, como: Procurando o Nemo, Rei Leão, Pepa Pig, etc.

barcelona-em-abril-mona-pascoa

Na páscoa também é típico comer Bunyols de Quaresma, que é tipo um bolinho de chuva, só que um pouco diferente. Você pode encontrar facilmente em qualquer padaria da cidade. Vale a pena provar.

  • SANT JORDI: dia 23 de abril, um dos dias mais esperados do ano na Catalunha. É o dia do padroeiro da Catalunha e por isso, muito celebrado por aqui. Além de caminhar pelo Passeig de Gràcia que estará cheio de bancas de livros e de rosas, observar a decoração de rosas vermelhas das lojas e dos edifícios da cidade, recomendo que você vá a um lugar muito especial: Visitar a Casa Punxes.

Em clima medieval, a Casa Punxes oferece um tour de 1h todo interativo, com projeções em paredes e “passagens secretas” que vão te levando de um ambiente a outro através da narrativa da mais famosa versão da lenda de São Jorge e o Dragão, a que o cavaleiro resgata a princesa e mata o feroz dragão. Faça o tour pela Casa de les Punxes de manhã e depois saia na rua pra vivenciar a lenda e entender porque há tanta rosa vermelha nas ruas. A entrada custa 13,50 e pode ser adquirida clicando aqui.

barcelona-em-abril-casa-batllo-casa-punxes
A esquerda a Casa Batlló cheia de rosas vermelhas no dia de Sant Jordi e a direita a fachada da Casa de les Punxes que conta a lenda de São Jorge e o Dragão em uma experiência interativa.

Deixo aqui o link pra outro post onde conto mais como é a visita a Casa Punxes e outros 4 lugares diferentes para conhecer em Barcelona.

 

  • ASSISTIR A UM JOGO DO BARÇA: nos dias 12 e 26 de abril tem 2 jogaços acontecendo no Camp Nou, ambos do campeonato espanhol La Liga. Que tal incluir a emoção de assistir o Barça jogando em casa depois de fazer um tour pelo Camp Nou? Compre as entradas pra qualquer um dos jogos, direto o site do F.C Barcelona para evitar tickets falsos.
barcelona-em-marco-campnou
Foto feita no tour pelo Camp Nou que termina com acesso a Mega Store do F.C Barcelona.

 

  • CCCB GAMEPLAY: até o dia 03 de maio de 2020, estará rolando no Centro de Cultura Contemporanea de Barcelona, a exposição Gameplay. A exposição é uma viagem às origens dos videogames, analisa sua linguagem e valoriza o impacto que tiveram na cultura popular digital, na arte e na sociedade. A exposição pretende ser um espaço recreativo e reflexivo, onde possamos jogar e (re) descobrir a cultura do videogame. Com 28 pontos de jogo, desde as primeiras máquinas recreativas e jogos históricos de computador até novas propostas imersivas, “Gameplay” é uma exibição para jogar e, ao mesmo tempo, entender e apreciar a cultura do videogame.
barcelona-em-abril-game-play-cccb
No Instagram do Se Lança você pode ver os stories sobre a exposição Game Play no CCCB em Barcelona.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familiaFotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).

  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 05/04/2020 museus liberados.

 

 

  • Outlet: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais com preço acessível comparado ao Brasil.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

 

  • Guia Se Lança para Barcelona: um guia escrito por mim, Flávia, pra você conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
    • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em abril?

Em abril o preço da hospedagem em Barcelona ainda é bem menor do que quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro). Exceto na semana santa, como já comentei aqui neste post.

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em abril em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em abril, baixa temporada: 102€
Em junho-julho, alta temporada: 180€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em abril.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

Outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados ano a ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro.

~ Se Lança ~

Narbonne e Les Grands Buffets

Quando você começar a planejar sua viagem pra Barcelona tenha em mente que vale a pena considerar pelo menos um dia pra fazer um tipo de turismo que é bem diferente pra nós, brasileiros: a possibilidade de fazer bate e volta de trem.

Devido a posição geográfica da Catalunha, bem ao norte da Espanha, fazendo fronteira com a França, há uma infinidade de pequenas e históricas cidades tanto na Catalunha como no sul da França que merecem ganhar o seu roteiro e uma delas é a charmosa Narbonne.

Narbonne ou Narbona, em português, é uma cidadezinha do sul da França e ainda bem pouco conhecida pelos brasileiros. A cidade fica há 2 horas de trem bala desde Barcelona e é uma ótima opção pra quem quer aproveitar a estadia em Barcelona para conhecer algo mais.

narbonne-e-grands-buffets-centre-ville
Narbona já foi parte Império Romano que dominou inúmeras cidades do mediterrâneo do século I ao V d.c. Traços desse época são vistos a céu aberto em um passeio pelo centro da cidade, com pedaços de colunas romanas (foto esquerda) e a réplica da lenda da Loba que deu origem a Roma (foto direita).

E algo mais é justamente o que a cidade oferece. Além de ser uma cidade com uma bagagem histórica do período do Império Romano que pode ser visto passeando pelo centro da cidade, Narbona conta também com um grande atrativo gastronômico: o primeiro restaurante buffet livre da França, o Les Grands Buffets.

Hmmm grandes coisas “buffet livre”, você pode estar pensando.
Gente, atenção, é um buffet livre na França, então esqueça qualquer conceito que você tenha sobre buffet livre, porque o que vou te mostrar neste post é na verdade uma orgia gastronômica.

Roteiro de 1 dia em Narbona: como chegar, o que fazer na cidade e o Les Grands Buffets

Como chegar em Narbonne?

Para chegar a Narbona em um bate e volta sucesso desde Barcelona você terá que pegar um trem bala na estação de Sants. O trem é operado pela empresa Renfe-SNCF, você precisa comprar a passagem pelo site da empresa com antecedência e chegar no dia da viagem 15 minutos antes do trem partir.

Os trens Barcelona-Narbonne saem diariamente da estação de Sants. Esses trens conectam na verdade Madrid a Paris, sendo Barcelona e Narbonne algumas das paradas.

narbonne-e-grands-buffets-renfe
Principais cidades de parada do trem bala da Renfe-SNCF que liga Espanha a França: Madrid, Barcelona, Girona, Figueres, Perpignan, Narbonne, Montpellier, Lyon, Paris.

Aliás, fica aqui mais essa dica pra quem esteja planejando uma eurotrip: você pode optar por fazer o trecho Barcelona-Paris de trem. Eu já fiz essa viagem e escrevi como foi a experiência neste post.

Eu peguei o trem que sai da estação de Sants em Barcelona as 10h15 da manhã e em 1h59minutos exatamente, cheguei em Narbonne. Pra voltar, escolha qualquer trem após as 18h que dará tempo suficiente de fazer esse roteiro + almoço no Les Grands Buffets.

O que fazer em Narbonne?

Narbona é uma cidade pequena de 55 mil habitantes, não há muito o que se fazer por lá, por isso passar um dia na cidade já é o suficiente, mas Narbona já foi um importante porto na época do Império Romano que dominou inúmeras cidades do mediterrâneo do século I ao V d.c.

Essa bagagem histórica tornou a cidade um ponto turístico da região da Occitania, no sul da França. Relíquias do período serão expostas dentro de alguns meses com a abertura do Musée de la Romanité (Museu Romano de Narbona), projetado pelo arquiteto Norman Foster (arquiteto do estádio do Camp Nou em Barcelona).

Após sair da estação de trem, siga as placas caminhando em direção ao Centre de Ville, que é o centro da cidade. Lá você poderá ver os principais pontos turísticos da cidade:

Cathédrale Saint-Just et Saint-Pasteur

É a 3ª catedral de estilo gótico mais alta da França e sua construção começou no ano 1272, porém o projeto nunca foi concluído, porque para isso teriam que derrubar parte da muralha da cidade. Por isso o que acabamos vendo dela é  somente essa parte lateral da foto. A Catedral é aberta ao público e a entrada é gratuita, tanta a catedral quanto ao jardim.

narbonne-e-grands-buffets-catedral
Cathédrale Saint-Just et Saint-Pasteur

Canal de la Robine

Continue caminhando, passe pela praça da Prefeitura, pela Via Domitia, e siga em direção ao Canal de la Robine, até chegar em uma espécie de calçadão de pedestres as margens do rio Aude. Este é o Cana de la Robine.

narbonne-e-grands-buffets-canal-robine
Canal de la Robine e Pont des Marchands

Este canal foi construído no século XVII e é hoje patrimônio mundial da Unesco. Ele liga o rio Aude ao canal midi e este ao Mar Mediterrâneo favorecendo a troca de mercadorias na época.

As quintas-feiras e domingos você irá encontrar feirinha de produtos locais ao longo do canal.

Pont des Marchands

Atravessando o canal, você poderá ver a Pont des Marchands (ponte dos comerciantes). Ela foi construída entre a antiga cidade romana de Narbo Martius, na margem direita do rio, e a antiga vila medieval na margem esquerda. Na época romana, a ponte tinha seis arcos, mas atualmente só tem um, cerca de 15 m. É uma das poucas pontes ainda habitadas da França. Repare nas casinhas acima dela.

Les Halles Marché

Do outro lado do Canal de la Robine você verá um imponente edifício em estilo artnoveau. Construído no século XX, este é o mercadão municipal de Narbona. Lá você encontrará tudo o que há de bom na França: queijos, vinhos e pães. Além disso, há alguns restaurantes especializados em frutos do mar. Aconselho que você aguente a larica e reserve sua fome para o tesouro gastronômico de Narbona e assunto do nosso próximo tópico.

narbonne-e-grands-buffets-les-halles
Les Halles Marché

🏨 Dica: Se você curtiu Narbonne e quiser dormir uma noite na cidade pra aproveitar com mais calma, clique aqui e veja algumas opções de hospedagem

Les Grands Buffets: o tesouro gastronômico do sul da França

Depois dessa passeada a pé pelo centro de Narbona, é hora de matar quem está te matando: a fome!

Do Les Halles, pegue um táxi com destino ao primeiro buffet livre da França, o Les Grands Buffets. São menos de 10 minutos de táxi, não sai mais de 10€.

Ao chegar você vai achar que eu te enganei, mas não julgue um livro pela capa.
A entrada é bem comum, uma espécie de meia-pirâmide do Louvre que não dá pra entender bem se chegou ao lugar certo ou não. Sim, você chegou!

narbonne-e-grands-buffets-entrada
Entrada do Les Grands Buffets

Ao entrar, a hostess irá te receber a la francesa (educada, delicada, sorridente), pedir sua reserva (sim, é preciso reservar antes de ir) e te explicar como funciona enquanto apresenta a casa, que eu acho mais digno chamar de palácio.

Essa foi a impressão que tive ao entrar no restaurante, um palácio. Eu esperava algo no estilo buffet livre que conhecemos muito bem no Brasil, mas ao entrar, parecia que estava chegando para almoçar no salão do Palácio de Versailles a convite da Maria Antonieta. Não tô zuando.

narbonne-e-grands-buffets-interior
Alguns detalhes da decoração do salão principal do Les Grands Buffets, parece ou não um palácio?

O grande diferencial do lugar é o seguinte: tem comida pra todo mundo, a vontade, com grande variedade e máxima qualidade.

O restaurante se orgulha de ter a maior oferta de queijos franceses e do mundo, são 111 variedades pra provar assim, livremente, com direito até a dicas de um especialista que está ali solicito pra te apresentar a sessão de queijos.

A oferta é realmente a maior oferecida por um restaurante e isso aparentemente é tão impressionante que estão a ponto de entrar para o Guiness Book.

narbonne-e-grands-buffets-queijos
Mais de 111 variedades de queijos do mundo todo, mas principalmente da França

Além dos queijos, o restaurante ostenta ainda: uma cascata de lagostas, algumas quantas variedades de pata de jamón com diferentes anos de maturação, área de carnes assadas de todos os tipos, pratos quentes típicos da culinária francesa como ovo bio poché ao molho de vinho (maravilhoooooso), vegetais cultivados na região e livre de agrotóxicos and uma parte onde me acabei: mais de 100 diferentes doces, com direito a fonte de chocolate e tudo.

Perdi a classe na sobremesa, confesso. Voltei com dois pratos, a foto abaixo não me deixa mentir 🙈

narbonne-e-grands-buffets-doces

O restaurante atende em média 600 pessoas para almoço e 600 para jantar. No verão esses números sobem pra 1000 pessoas por período. No entanto você não se sentirá em um lugar barulhento. Não sei o que acontece com o som ambiente lá, talvez seja o efeito sonoro do palácio 😜

Tem ambiente Kids para os papais que queiram comer em paz enquanto os filhos se divertem. E outro diferencial legal é que criança até 5 anos não pagam.

Por falar em pagar, essa orgia gastronômica toda é super acessível. Por 37,90€, você come o que quiser e o quanto quiser.

As bebidas são a parte e valem cada centavo. Assim como tudo o que o Les Grands Buffets oferece, os vinhos também são franceses e de vinícolas próximas.

Quando você pedir uma taça de vinho, repare nas sutilezas. Ela virá com o nome do vinho e da vinícola. Se você quiser levar uma caixa do vinho pra casa, saiba que o preço será o mesmo, sim, o mesmo, se fosse comprado na vinícola, e de quebra, não pagará pelo vinho que tomou. A ideia é estimular as pessoas a conhecerem e valorizarem os vinhos da região.

Comer no Les Grands Buffets é como se estivesse comendo em sua casa, em um grande almoço de domingo em família.

Não sei você, mas só de escrever esse post, já estou morrendo de fome e de vontade de ir ao Les Grands Buffets de novo.

Me conta aqui nos comentários como eu deixei as suas lombrigas? As minhas estão revoltadíssimas!

Ah, e não esquece o mais importante de tudo: tem que fazer reserva com antecedência. Deixo o link direto pra reserva do Les Grands Buffets aqui.

 

Leia também: Seguro de viagem Internacional e vá pra Europa sem preocupação.

Veja aqui outros posts que podem te interessar:

Como ir de Barcelona a Paris em trem
Roteiro de 3 dias em Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Roteiro de 1 semana no sul da França
Fast-Paris: o que fazer em 3 dias

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

Nota: O Se Lança viajou a Narbonne de trem a convite da Renfe-SNCF. Este conteúdo foi criado com base na experiência da viagem como um todo, sem interferência da empresa nas opiniões expressas no texto.

 

~ Se Lança ~

Barcelona em Março de 2020

Panejar sua viagem pra Barcelona em março de 2020, vai ficar mais fácil com este post. Fiz uma curadoria bem especial de tudo o que vai rolar na cidade só nesta época do ano pra não te escapar nada e tornar a sua viagem ainda mais incrível.

Primeiro, é importante te preparar para o pior: março ainda é frio em Barcelona. Apesar do inverno terminar oficialmente no dia 20 de março, pros nossos padrões de frio no Brasil, março ainda é bem frio por aqui.

Agora, as perguntas que podem estar passando na sua cabeça, como por exemplo:

  • Como é Barcelona em março? Qual a temperatura?
  • Venta muito? Chove?
  • Neva em Barcelona em março? Onde ver neve em Barcelona?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em março?
  • E finalmente, o que fazer em Barcelona em março?

Acertei alguma? Todas? Vou tentar responder todas nesse post, mas se faltar alguma manda nos comentários, ok?

Como comentei acima, março ainda é inverno em Barcelona, mas apesar do frio, principalmente na primeira quinzena do mês, há várias vantagens de viajar pra Barcelona no inverno.

Como março ainda é baixa temporada, você vai:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de março (primeira quinzena). Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível nos meses de inverno do que nos outros meses do ano 😎
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística e sempre vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em março, a cidade ainda recebe menos turistas do que em outras épocas do ano, isso significa menos filas nas atrações, menos espera nos restaurantes, menos gente no metrô… ainda assim, há atrações que independente da época do ano, você precisa comprar as entradas com antecedência, veja quais são elas neste post.
  3. Tchau, Inverno. Oi, Primavera: na segunda quinzena de março começa a primavera e com ela um clima mais ameno chega a Barcelona pra você, turista, turistar. Você verá mais gente nas ruas, nos parques e mais atividades ao ar livre começam a surgir.

Pra você que animou em conhecer Barcelona em março, neste post você verá:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em março de 2020?

Março É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem, por ser baixa temporada.
  • Gostar de esquiar ou quiser ver neve. Apesar de ser fim do inverno, ainda dá tempo de fazer bate e volta desde Barcelona. Neste caso, veja este post.
  • Curtir a cidade como um local indo a feirinhas gastronômicas e de artistas locais.

Março NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

Como é o clima de Barcelona em março?

As temperaturas de Barcelona em março ficam entre 8ºC e 15ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite e de manhãzinha e as mais altas ao longo do dia.

A temperatura de março é aquela efeito cebola, conhece? Te faz você sair do hotel*de manhã bem agasalhado, mas ao longo do dia você precisa tirar o cachecol, depois tirar o casaco, depois tirar a blusa de manga e assim vai… mas depois a tarde/noite já precisa começar a colocar tudo de novo haha

Então já sabe, a temperatura de março vai fazer você se vestir em camadas, fique bem agasalhado de manhã e de noite, mas mantenha por baixo uma blusinha de manga curta pros dias que pegar mais calorzinho.

Quanto a chuvas, podem haver dias chuvosos em março, mas a probabilidade e frequência é baixa, de 4 a 5 dias de chuva durante todo o mês. O mais provável é que você pegue dias frios, porém bem ensolarados 😎

*os hotéis são bem aquecidos. Se você alugar alguma casa, fique de olho se tem calefação, pois como há muitos imóveis antigos na cidade, é comum alugar um apartamento sem calefação central ou com calefação por ambiente e que nem sempre funcionam bem. Dê uma olhada nos reviews e/ou pergunte ao proprietário antes.

Por já ser fim de inverno, em março os dias começam a ficar um pouco mais longos, amanhecendo por volta das 7h30 da manhã e anoitecendo entre 18h-18h30.

Que roupa levar pra Barcelona em março?

Pras meninas, aí vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • se você for friorenta, vale trazer uma meia calça normal pra usar embaixo da calça;
  • blusa segunda pele de manga pra colocar entre uma blusa mais quente e o casaco;
  • cachecol de tecido leve, nada de lã porque já não faz frio pra isso. Não precisa de gorro e luvas;
  • creme de mão, hidratante pro corpo e protetor labial – a pele fica mais ressecada no frio; Se esquecer de trazer, na loja Primor, na calle Portaferissa no bairro Gótico, você pode comprar cosméticos e perfumes com 15% e 10% de desconto do preço normal. Eles tem absolutamente todas as marcas, os preços são muito bons, vale muito a pena.
  • jaqueta corta vento se for com capuz melhor ainda;
  • um casaco sobretudo leve e um casaco mais quentinho tipo desses de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • blusinhas de manga comprida pra usar embaixo do casaco;
  • blusinha de manga curta, tipo camiseta, pras calorentas como eu (lembra do efeito cebola!);
  • pros pés: tênis confortável, botinha de cano curto caso queira ficar mais fashion nas fotas. Apesar de já ser menos frio, em março ainda não aconselho trazer na mala sapatilhas, a não ser que você use com meia calça.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon no Brasil;
  • casaco de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • calça jeans;
  • camisetas de manga curta;
  • jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela se você for mais friorento ou pra usar em cima da camiseta;
  • uma jaqueta de frio mais grossa e quentinha caso pegue algum dia mais friozinho;
  • pros pés: tênis confortável e/ou botinha tipo coturno. Manter o pé aquecido é essencial pra minimizar o frio.

O que fazer em Barcelona em março de 2020?

Atividades que só acontecem em março:

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em março e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • O MAR ROSA DE AITONA: um evento na natureza que só acontece no mês de março – a floração das árvores de pêssego na cidade de Aitona, há 2h de carro desde Barcelona. O ideal é alugar um carro na Europcar da estação de Sants, e fazer um bate e volta a Aitona entre semana, que há menos gente.

Por conta da chegada da primavera, as árvores de pêssego começam a florescer e colocam a zona rural de Aitona na rota turística pela Catalunha. Não precisa se hospedar em Aitona, pois não há nada além do passeio pelos pessegueiros.

barcelona-em-marco-2020-aitona

Para conhecer o chamado “Mar rosa de Aitona”,  é preciso reservar com antecendência sua visita pelo site da Fruiturisme, única empresa que faz os passeios pela região. O passeio custa 12€ por pessoa.

  • FIESTA DE SAN MEDIR: Não é uma super festa imperdível, mas caso queira ver algo diferente, no dia 03 de março, por toda extensão da Calle Gran de Gracia até Jardinets de Gracia, acontecerá a festa anual de San Medir. São mais de 60 toneladas de balas doces, dos mais variados tipos e tamanhos. Uma festa familiar e frequentada por moradores “do bairro”.

 

  • ASSISTIR A UM JOGO DO BARÇA: nos dias 08, 18 e 22 de março tem 3 jogaços acontecendo no Camp Nou, 2 do campeonato espanhol La Liga e um da Champions League. Que tal incluir a emoção de assistir o Barça jogando em casa depois de fazer um tour pelo Camp Nou? Compre as entradas pra qualquer um dos jogos, direto o site do F.C Barcelona para evitar tickets falsos.
barcelona-em-marco-campnou
Foto feita no tour pelo Camp Nou que termina com acesso a Mega Store do F.C Barcelona.

 

  • CALÇOTADA: a melhor época pra comer Calçots é em fevereiro, mas ainda em março dá pra pegar uma boa calçotada. Pra dar uma ideia do é um calçot: o formato é de um alho poró, mas não tem nada a ver com alho poró. É uma cebola mesmo, mais doce. É assado na brasa e se come com um molho especial para calçots. Os calçots são só a entrada, depois ainda há um churras e a comilança geralmente termina com o doce típico chamado crema catalana.

A calçotada é mais que uma comida, é um evento social onde grupos de amigos e famílias costumam ir aos domingos a restaurantes ou masias (antigas casas rurais transformadas em restaurantes) próximas a Barcelona para comer calçots.

 

No ano passado nós alugamos um carro na Europcar da estação de Sants, e fomos até o restaurante Cal Ganxo, na cidadezinha de Masmolets, há 1h de Barcelona.
É um lugar super tradicional para comer calçots, famoso desde os anos 80. Funciona em uma antiga masia rural, onde se produzia azeite. O lugar é lindo e uma ótima oportunidade para desconectar da cidade e ter uma experiência de calçotada bem autêntica.

Em Barcelona você pode comer calçots no: Can Cortada (bairro Horta-Guinardó), no Can Vador (bairro Eixample Dreta) ou no Can Carmen (bairro de Sants), sendo o Can Cortada, mas também o restaurante mais lindo.

 

  • ST PATRICK’S DAY: é cada vez mais comum vermos o dia de São Patrício, originário da Irlanda, se tornando uma data celebrada ao redor do mundo. Em Barcelona, graças a globalização e a alguns quantospubs irlandeses que há na cidade, você pode experimentar um pouco da festança. Acontece no dia 17 de março e um dos pubs onde você pode celebrar o St. Patrick’s day é o Temple Bar de Barcelona, que fica na Calle Ferran.

 

  • CCCB GAMEPLAY: até o dia 03 de maio de 2020, estará rolando no Centro de Cultura Contemporanea de Barcelona, a exposição Gameplay. A exposição é uma viagem às origens dos videogames, analisa sua linguagem e valoriza o impacto que tiveram na cultura popular digital, na arte e na sociedade. A exposição pretende ser um espaço recreativo e reflexivo, onde possamos jogar e (re) descobrir a cultura do videogame. Com 28 pontos de jogo, desde as primeiras máquinas recreativas e jogos históricos de computador até novas propostas imersivas, “Gameplay” é uma exibição para jogar e, ao mesmo tempo, entender e apreciar a cultura do videogame.

barcelona-em-marco-gameplay

 

  • OUTLET: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais e que além de terem preços reduzidos por ser um outlet, em janeiro também aderem as rebajas… ai o jogo fica mais interessante pra gente que ganha em real, neam??

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

 

  • ESQUIAR: março ainda é um ótimo mês para fazer um bate de volta em uma das estações de esqui próximas a Barcelona. No post “Onde esquiar perto de Barcelona”, mostro todas as opções, como chegar, quanto custa os forfaits e tudo mais que você precisa saber.

fevereiro-em-barcelona-esquiar-perto-de-barcelona

Em janeiro 2020, nós alugamos um carro na Europcar da estação de Sants, e fomos até a estação de esqui de Port del Comte. Não esquiamos mas brincamos na neve mesmo assim. Nessa estação há uma área para quem quer apenas brincar na neve com trenó e bóias. O “passe” do trenó custa 14,50€ por pessoa e é válido por 1h30.

A estação de Port del Comte é uma ótima opção para família, pra quem quer apenas subir até a montanha para ver neve e não necessariamente esquiar. Fica há 2h de carro de Barcelona, a estrada é super bonita e a estação oferece um pequeno quiosque onde você pode comer hotdog ou pizza e/ou subindo até a área dos trenós tem o restaurante Centre Excursionista de la Comarca de Bages, onde você pode almoçar algo mais legal ou apenas esquentar tomando um café.

Lembre-se que seguro de viagem é obrigatório para Espanha e ainda mais se sua intenção for esquiar, é importante estar coberto. Clique aqui para orçar o seguro que melhor cabe no seu bolso.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

  • Roteiro Gaudí: se puder visite as principais obras do arquiteto, que são: Casa Batlló, La Pedrera, Park Güell e Sagrada Família. Se a grana tiver curta e só puder escolher uma atração, escolha a Sagrada Família. Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para garantir seu ingresso antecipado.
barcelona-em-marco-2020-sagrada-familia
Fotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).
  • Museus: eu adoro o CosmoCaixa, o Macba e o CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 01/03/2020 museus liberados.

 

  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.

 

  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
  • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em março?

Em março o preço da hospedagem em Barcelona ainda é bem menor do que quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra você ter uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em março em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em março, baixa temporada: 90€
Em junho-julho, alta temporada: 180€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em março.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados ano a ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro.

~ Se Lança ~

O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis

Um post rápido e direto ao ponto: o que conhecer em Tóquio, ou pelo menos, 5 lugares que são imperdíveis e deveriam estar no roteiro de todo mundo que vai a capital do Japão.

Inumeráveis templos, museus, restaurantes, cafés, bairros, lojas, comidas, artesanatos… e tudo isso é somado a um nível cultural que eleva qualquer padrão que você achava conhecer sobre qualidade e expertise, a outro patamar. Essa é Tóquio.

Tóquio é uma cidade que me surpreendeu absurdamente, acho que já deu pra perceber bem isso em todos os meus posts sobre Tóquio, né?

Então vamos lá, abaixo os 5 lugares que mais amei conhecer em Tóquio e que amaria ter a chance de voltar.

O que conhecer em Tóquio: 5 lugares imperdíveis

1.HARAKUJU&TAKASHITA STREET:

Harakuju é o bairro onde o que nós do ocidente pensamos sobre o futuro acontece, ali mesmo, no presente. É o bairro da moda, a da moda vintage misturada com a moda futurística. É hipster, é a zona de adolescentes criativos, irreverentes. Jovens que tem coragem o suficiente de desafiar milênios de um comportamento padrão e repleto de tabus e expor a sua personalidade através de suas roupas, cabelos, jeito de andar.

Vá passear pelo bairro de Harajuku e principalmente pela Takashita Street se você quiser ver cosplays e comer algodão doce colorido. Quando entrei nessa rua, tive a certeza que estava entrando em um jogo de videogame e não queria mais sair.

o-que-conhecer-em-Tóquio-harakuju
Takashita Street no bairro de Harakuju

Além de gente diferente, na Takashita você verá prédios inteiros com várias lojinhas diferentes, um tema por andar, de tudo o que você imaginar, ou melhor, de tudo o que você nunca imaginou que existia.

Não deixe de passear pela Omotesanto Avenue onde há várias lojas de luxo das marcas Dior, Ralph Lauren, Louis Vuitton, eu sei, você já tá cansado de ver essas marcas aqui no nosso mundo ocidente, mas se for uma pessoa curiosa como eu, vale ir pra ver como elas se adaptam ao público oriental.

Destaques do que fazer no bairro de Harajuku:

  • ver muitos cosplays.
  • comer no Ichiran Ramen.
  • comer algodão doce colorido em qualquer barraquinha de rua.
  • passear pelas pequenas ruas e lojas.
  • andar a Takashita Street de ponta a ponta.
  • dar uma espiada em como vivem e compram os japoneses abastados na chiquérrima Omotesanto Avenue.
  • veja opções de hospedagem em Harajuku aqui.
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

2. SHINJUKU:

É o bairro mais frenético de Tóquio, dos negócios a diversão. Muita diversão e tudo misturado.
É um bairro bem turísticos, a maioria dos blogs que li antes de ir a Tóquio recomendavam se hospedar em Shinjuku. Nós não seguimos a recomendação, porque não queríamos ficar tão no meio do fervo. Mas caso você queira ficar bem localizado, próximo a muitos lugares pra sair à noite, saiba que Shinjuku é uma ótima opção.

Prédios de escritórios, infinitos prédios de games, produtos eletrônicos, bares, compras e uma vida noturna frenética que fazem de Shinjuku uma bairro que tem vida 24 horas por dia.

É neste bairro que tem o famoso Pokemon Bench de Tokyo. Um lugar com vários bancos decorados com o logo do desenho onde os aficionados sentam pra jogar (Shinjuku Station’s West Exit, bem na frente da loja Yodobashi Camera).

o-que-conhecer-em-Tóquio-pokemon-bench
Gachapons na Capsule Toy Jungle e Pokemon Bench de Tokyo (Shinjuku Station’s West Exit, bem na frente da loja Yodobashi Camera)

Não deixe de se perder nas ruelas de Golden Gai. As ruas são praticamente becos com largura suficiente pra esticar os braços. Até 1958, os bares em Golden Gai eram conhecidos por prostituição ilegal nos andares de cima. Embora hoje em dia o distrito já seja limpo e seguro e esteja super na moda, ainda mantém esse ambiente nostálgico, com ar de “prostíbulo” underground. No começo ficamos meio receosos, mas depois entramos na vibe do lugar e foi uma noite memorável.

o-que-conhecer-em-Tóquio-shinjuku
Entrar pra jogar um pouco de video game em um dos mil prédios e andares dedicados a jogos, tomar uns sakês em Golden Gai, passear pelas ruas ultra iluminadas de Shinjuku. Um bairro fervente, dia e noite.

Se perca também na Tokyo Hands e seus 6 andares de produtos com absolutamente tudo o que você pode imaginar. Só no andar da papelaria eu fiquei umas 2h 🙈

Destaques do que fazer no bairro de Shinjuku:

  • tomar uns sakes nos micro bares da Golden Gai.
  • passear pelo Gyoen Garden.
  • Capsule Toy Jungle: lojinha subterrânea com mais de 500 máquinas de Gachapon
  • Pokemon Go Bench: bancos pros fãs de pokemon jogarem – bem na frente da loja Yodobashi Camera
  • desbravar todos os diferentes andares da loja Tokyo Hands. É uma perdição, produtos que você nunca imaginou existir, existem e são TOP.
  • se perder no laberinto de ruas estreitas cheias de pequenos restaurantes da Omoide Yokocho Alley. Similar a Golden Gai, porém mais focado em restaurantes pra comer frango frito entre outras iguarias japonesas. Fica  perto da saída oeste da estação de Shinjuku.
  • visitar o Hanazono Shrine (santuário xintoísta).
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

3. SHIBUYA:

É o bairro onde tem o mais famosos e populoso cruzamento do planeta – Shibuya Crossing. Lá também onde rodaram o épico racha de Velozes e Furiosos.

É um cruzamento barulhento, cheio de luzes e muita gente. Todos os outdoors falam ao mesmo tempo, é uma bagunça organizada, mas bagunça. Muitos turistas com os celulares pra cima, filmando o cruzamento. Você será mais um.
Eu atravessei algumas vezes, por todas as faixas, hahah. Nem todas filmando, algumas só cruzando mesmo, pra ver as pessoas, pra sentir aquele lugar.

o-que-conhecer-em-Tóquio-shibuya
O cruzamento mais famosos e populoso cruzamento do planeta – Shibuya Crossing – veja mais dicas sobre nosso roteiro completo por Tóquio e como foi nossa experiência no Shibuya Crossing nos stories Japão no nosso Instagram clicando aqui.

Depois de atravessar por todas as faixas, recomendo subir até o Starbucks que fica bem em uma das esquinas ou no Shibuya Crossing View, pra melhores vistas do formigueiro humano. O Shibuya Crossing fica no último andar do prédio Magnet, fácil de localizar em uma das esquinas do cruzamento. Se você olhar pra cima, já vai ver onde é. Você sobe pelo elevador e lá na entrada paga 300 yens para entrar na área de vidro de onde se vê o cruzamento.

Destaques do que fazer no bairro de Shibuya:

  • atravessar todas as vezes que sua paciência e curiosidade permitir pela Shibuya Crossing.
  • subir no rooftop da Magnet para melhores vistas do cruzamento.
  • conhecer a mega store Don Quijote – tem em vários bairros, mas a de Shibuya é uma das maiores.
  • Meiji Sanctuary – pra ir de dia. É gigante, vale caminhar pelos jardins além da área central.
  • tire a sorte no Meiji Sanctuary (500 yens – paga na hora).
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

4. ASAKUSA:

É o bairro mais legal pra você poder comparar o Japão dos anos 50 com o Japão mais moderno de Ginza ou Odaiba.

É neste bairro que está o templo budista mais antigo de Tóquio, o Senso-Ji. Andando pelas ruas próximas ao templo, você se sentirá em um parque temático, por conta do visual e da música instrumental japonesa que toca em alto e bom som o tempo todo.

Neste bairro também está a Tokyo Sky Tree, a estrutura mais alta do Japão. De lá dá pra ver a imensidão da cidade de Tóquio. Há observatório em 2 plataformas, a Tembo Deck  que fica a 350 metros de altura e a Tembo Galleria, a 450 metros. Bem abaixo da Torre está o Rio Sumida, de onde também se pode pra fazer passeios de barco pela baia de Asakusa até a ilha artifical de Odaiba.

Dividimos nossos 6 dias em Tóquio nos hospedando em 2 hotéis diferentes pra conhecer mais opções pra recomendar pra vocês. Ambos em Asakusa que é um bairro mais afastado, porém mais barato pra se hospedar. Escolhemos um hotél mais em conta e outro mais chiquezinho.

Pra quem for do time hotéis mais em conta, recomendo o APA Hotel Asakusa Ekimae. Fica exatamente em frente a estação de metrô de Asakusa e há 2 quarteirões do Templo Senso-ji. É muito bem localizado. O APA é uma rede de hotel com ótimo custo benefício e tem vários APAs em todos os bairros de Tóquio. Os quartos são pequenos, mas super confortáveis e bem equipados. É uma rede que se posiciona como “luxo-acessível”.
O outro hotel mais chiquezinho que ficamos foi também em Asakusa e contei mais sobre ele neste post aqui.

Acho que a pluralidade cultural do Japão se encontra e se mescla todinha nesse bairro tão tradicional que é Asakusa. Acho que por isso amei tanto ter me hospedado lá.

o-que-conhecer-em-Tóquio-tokyo-asakusa
Nas fotos: a entrada principal do templo Senso-ji, o rio Sumida com a Sky Tree ao fundo, uma pessoa amarrando a “má sorte que tirou na visita ao templo”, eu na entrada do templo de dia e depois de noite (que comentei pra vocês acima como fica lindamente vazio e fantasmagórico).

Destaques do que fazer no bairro de Asakusa:

  • visitar os templos Senso-ji e Kaminarimon.
  • caminhar e comprar na Nakamise – shopping street.
  • caminhar pelas ruas laterais ao templo Senso-ji, deixar-se guiar pela música ambiente e os cheiros da rua.
  • alugar um kimono em qualquer uma das lojinhas ao lado do templo pra fazer umas fotos maneirudas.
  • subir no observatório da Tokyo Sky Tree.
  • ver o skyline de Tóquio a partir de um cruzeiro de barco pelo Rio Sumida de Asakusa a Odaiba, passando pela ponte Arco Iris.
  • se gostar de parque de diversões: Hanayashiki Amusement Park.
  • fazer um passeio com o típico Riquixá, só tem em Asakusa. É uma carroça guiada por um humano. Passa por vários pontos turísticos do bairro, além do próprio passeio ser uma aventura.
  • se você se hospedar em Asakusa*, vale programar um passeio a noite pela rua principal do templo, fica vazia, com as luzes acessas criando uma atmosfera fantasmagóricamente linda.
  • caminhe e se perca pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉

5. TOKYO STATION:

Não é um bairro, mas é um dos lugares que mais pirei em conhecer. É uma estação de metro que nem se você somar os shoppings Morumbi, Ibiraquera e Eldorado juntos, daria pra ter a quantidade de lojas que tem apenas nessa estação do metrô. E o mais legal: são lojas incríveis!

Roupas, sapatos, papelaria, cosméticos, brinquedos, gachapon, farmácia, tem de tudo!
Mas o ponto alto e que torna a Tokyo Station muito famosa é uma rua cheia de restaurantes que servem ramen (lamen no Brasil) – a Ramen Street. É um restaurante atrás do outro. Simplesmente imperdível e o melhor ramen que comi em Tóquio foi lá.

o-que-conhecer-em-Tóquio-tokyo-street
Melhor ramen que comi em Tóquio (restaurante Soranoiro na Ramen Street dentro da Tokyo Station)

Destaques do que fazer no bairro de Tokyo Station:

  • se perder pelas inúmeras ruas subterrâneas da estação e ver os diferentes tipos de lojinhas
  • comer um ramen na Ramen Street (nós comemos no Soranoiro).
  • dentro da estação também tem a Tokyo Gachapon Street. Se divirta comprando alguns brinquedinhos encapsulados. Gachapon é uma feeeebre no país e apesar de algo totalmente inútil, pode ser um souvenir legal pra trazer pros amigos. Custam em média 300 yens.
  • saia da estação e caminhe pelo bairro – observe a vida cotidiana e descubra algo que não tenha lido em lugar nenhum 😉.

Ufa! É isso, aí estão os 5 lugares que acho imperdíveis pra você que está querendo saber o que conhecer em Tóquio 😉
Espero que este post tenha aguçado ainda mais a curiosidade de vocês.

 

🚑 Atenção: veja aqui sobre Seguro de Viagem Internacional e vá pro Japão sem preocupação

Outros posts sobre Tóquio que podem te interessar:

Melhor hotel em Tóquio: review The Gate Hotel Asakusa
Tour Curiosidades Culturais em Tóquio
26 Dicas rápidas de Tóquio: O que preciso saber antes de ir
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

 

Barcelona em Fevereiro de 2020

Não é nem de longe o mês com mais atividades turísticas do ano, mas se você vai visitar Barcelona em Fevereiro de 2020 e chegou a esse post, fica sussa que sua viagem acabou de ganhar um plus a mais 😜

Primeiro, é importante te preparar para o pior: fevereiro em Barcelona é frio pacas, então traga seus melhores e mais quentinhos casacos.

Tô aqui pensando nas perguntas que podem estar passando na sua cabeça, como por exemplo: sobre como deve ser Barcelona em fevereiro…

  • Como é Barcelona em fevereiro? Qual a temperatura?
  • Venta muito? Chove?
  • Neva em Barcelona em fevereiro? Onde ver neve em Barcelona?
  • Que roupa levar na mala?
  • É caro viajar pra Barcelona em fevereiro?
  • E finalmente, o que fazer em Barcelona em fevereiro?

Acertei alguma? Todas? Vou tentar responder todas nesse post, mas se faltar alguma manda nos comentários, ok?

Pra começar, te conto que tem há várias vantagens viajar pra Barcelona no inverno. Os meses de janeiro e fevereiro são oficialmente baixa temporada por aqui, isso quer dizer que você vai:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de fevereiro. Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível nos meses de inverno do que nos outros meses do ano 😉
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística, isso é fato. Sempre vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em fevereiro, a cidade recebe menos turistas, isso significa menos filas nas atrações, menos espera nos restaurantes, menos gente no metrô…
  3. Oi, frio: em fevereiro o bicho pega, principalmente pra quem tá vindo do verão no Brasil e cai direto no ápice do inverno aqui. Vai tá frio pra valer, mas a parte boa é que essa cidade tem um sol e um céu azul absurdo em quase todas estações do ano, que ajudam a diminuir a sensação de frio.

Pra você que animou em conhecer Barcelona em fevereiro, neste post você verá:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em fevereiro de 2020?

Fevereiro É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem, por ser baixa temporada.
  • Gosta do charme do clima frio Europeu. Bem frio, tá?!
  • Quer  curtir um carnaval diferente do carnaval muvucado do Brasil.
  • Gostar de esquiar ou quiser ver neve. Dá pra fazer bate e volta desde Barcelona. Neste caso, veja este post.
  • Curtir a cidade como um local indo a feirinhas gastronômicas e de artistas locais.

Fevereiro NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer agito e festas cheia de gente. É frio, tá todo mundo mais reservado, recolhido.
  • Não gostar de frio, porque as temperaturas de fevereiro ficam entre 5-14ºC.
  • Quiser curtir as praias da Costa Brava. Neste caso é melhor vir na primavera ou verão.
  • Quiser enlouquecidamente ver neve na cidade de Barcelona. Isso é raridade e se acontecer de nevar, você pode jogar na Mega Sena, porque a sorte está ao seu lado, rs.

Como é o clima de Barcelona em fevereiro?

As temperaturas de Barcelona em fevereiro ficam entre 5ºC e 14ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite e de manhãzinha e as mais altas ao longo do dia.

Não é raro a temperatura ficar negativa em algumas noites/madrugadas de fevereiro, por isso é bem importante você ficar atento ao tipo de hospedagem, pra que haja aquecimento.

Ainda que seja bem frio, não é comum nevar em Barcelona. As 2 últimas vezes que nevou em Barcelona foi 1 dia em fevereiro de 2010 e 1 dia em fevereiro de 2018. E não é que nevou nevooou, nada disso, nevou o suficiente só pra pintar o chão de branco e as crianças se divertirem.

Quanto a chuvas, a probabilidade e frequência é baixa, de 4 a 5 dias de chuva durante todo o mês, mas é comum dias mais nublados neste mês. O restante dos dias costumam ser bem frios, porém bem ensolarados.

Apesar do frio mais acentuado em fevereiro, saiba que Barcelona é uma cidade bem preparada pro frio: dentro dos estabelecimentos, dos transportes públicos, das atrações turísticas e onde você estiver hospedado* terá aquecimento (aqui chama calefación), o que te ajudará a não passar tanto frio 😉

*os hotéis são bem aquecidos. Se você alugar alguma casa, fique de olho se tem calefação, pois como há muitos imóveis antigos na cidade, é comum alugar um apartamento sem calefação central ou com calefação por ambiente e que nem sempre funcionam bem. Dê uma olhada nos reviews e/ou pergunte ao proprietário antes.

Em fevereiro os dias são mais curtos em Barcelona, amanhece por volta das 8h da manhã e anoitece entre 17h-17h20, por isso, leva te cedo pra curtir bem a cidade.

Que roupa levar pra Barcelona em fevereiro?

Pras meninas, aí vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • meia calça fio 100 e meia térmica pra usar embaixo da calça;
  • blusa segunda pele de manga e blusa térmica pra colocar entre uma blusa mais quente e o casaco. Na Decathlon no Brasil tem, mas se não achar, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia custa entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica lá também;
  • cachecol de lã, gorro e luvas – vão ser seu melhor amigo – nas lojas Zara, H&M, Pull&Bear aqui vendem e são baratos, em torno de 6-10 euros cada peça.
  • creme de mão, hidratante pro corpo e protetor labial – a pele fica mais ressecada no frio; Se esquecer de trazer, na loja Primor, na calle Portaferissa no bairro Gótico, você pode comprar cosméticos e perfumes com 15% e 10% de desconto do preço normal. Eles tem absolutamente todas as marcas, os preços são muito bons, vale muito a pena.
  • jaqueta corta vento se for com capuz melhor ainda;
  • casaco sobretudo bem quentinho e/ou casacão grande de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • blusinhas de manga comprida quentinhas dessas de pelinho ou tricot pra usar embaixo do casacão;
  • pros pés: tênis confortável, bota coturno, e pra quem tiver aquelas botinhas de pelo por dentro tipo UGG, pode trazer também. Nada de trazer sapatilhas e nem sapato com salto, aqui você vai andar muito, por isso não compensa trazer salto. Mas você quem sabe.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon no Brasil;
  • casaco sobretudo bem quentinho e casacão grande de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • calça jeans e ceroula térmica. Se não encontrar no Brasil, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia tem e custa entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica lá também;
  • camisetas de manga longa, pra usar embaixo de camisa de manga comprida;
  • jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela;
  • cachecol, gorro e luva – nas lojas Zara, H&M, Pull&Bear aqui vendem e são baratos;
  • jaqueta de frio bem grossa e quentinha;
  • pros pés: tênis confortável e/ou botinha tipo coturno. Manter o pé aquecido é essencial pra minimizar o frio.

O que fazer em Barcelona em fevereiro de 2020?

Atividades que só acontecem em fevereiro:

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em fevereiro e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

 

  • LA FIESTA DE SANTA EULÁLIA: ou Laia, é a festa de inverno de Barcelona. Seria o equivalente a festa de verão La Mercè (que acontece no verão), porém em menor proporção. De 07 a 12 de fevereiro inúmeras atividades de cultura popular para todas as idades. Dentre as atrações da festa estão: uma procissão a Santa Eulália, o festival dos Castellers (torres humanas), danças de sardanas na Praça Jaume I e os correfocs, com a participação de fogueiras e demônios. Acontece pelo centro da cidade, principalmente no bairro Gótico, entre a praça da Catedral de Barcelona e a Praça Jaume I.
barcelona-em-fevereiro-2020-castellers
Apresentação de Castellers
  • LLUM BCN POBLENOU: de 14 a 16 de fevereiro, o Llum (pronuncia lhum), é um festival de luz que desde 2012 aspira a combater a escuridão do inverno com o esplendor da luz (“llum”, em catalão). As projeções acontecem em alguns dos mais belos edifícios e espaços da cidade. Este ano, o Llum BCN é realizado novamente pelas ruas do bairro Poblenou. Para chegar pegue a linha amarela L4 e desça na estação Poblenou. De lá siga o fluxo pelas ruas, entre nas instalações permitidas e caminhe – a festa é na rua.

 

barcelona-em-fevereiro-2020-llum-bcn
Fotos do Llum BCN de 2019 – esse ano prometo fazer fotos mais bonitas 😉

 

  • DIA DOS NAMORADOS – DIA DE SAN VALENTIN: dia 14 de fevereiro se comemora o dia dos namorados na Espanha e na maior parte do mundo (só no Brasil é em junho, acho). Se você estiver em Barcelona com a gata/o nesta data, que tal surpreender com uma noite em um hotel bacana ou uma hora de SPA pros dois? Se escolher por algum hotel, eu sugiro uma noite no Hotel W bem de frente pro mar, vai ser especial. Ou, alguns hotéis com jacuzzi no quarto e com preços mais acessíveis que o W, como: Pestana Arena, Sixtywo Hotel, ou pra sensualizar de vez o H La Paloma que tem até cama redonda no quarto, além da jacuzzi, claro.

Pra quem optar por SPA, sugiro o AIRE ANCIENT BATHS que fica no bairro do Born. Funciona em um antigo armazém de finais do século XVIII que foi convertido em um templo para desconexão total do corpo e mente. É um espaço lindo e cheio de história que darão pra vocês uma experiência de relaxamento inesquecível, através de rituais sofisticados de massagens e banhos termais.

 

fevereiro-em-barcelona-san-valentin
Que tal um SPA a dois para comemorar o Dia dos Namorados em Barcelona? Clique aqui pra infos sobre o Aire Ancient Baths

 

  • CARNAVAL EM BARCELONA: de 20 de fevereiro a 26 de fevereiro, você poderá curtir um pouco de Carnaval em Barcelona. Geralmente é uma festa menos comemorada que outras festas típicas da Catalunha, mas abaixo listo algumas atividades que rolarão pra você poder curtir a data.

1. Carnaval da Monumental Club: no ano passado curtimos um super carnaval na antiga Praça de Touros Monumental organizada pelo grupo Monumental Club. Dia 22 de fevereiro será o especial de Carnaval. Imperdível pra quem estiver em Barcelona e quiser ouvir um batuque. Veja mais informações clicando aqui.

fevereiro-em-barcelona-carnaval-la-monumental
Carnaval de 2019 na Praça Monumental que teve bateria da escola de percussão Unidos de Barcelona

2. A “chegada” do Rei do carnaval: no dia 20 de fevereiro, o rei Carnastoltes e seus 7 embaixadores chegam a Barcelona e dão início oficial as comemorações de carnaval. Acontece um “grande desfile”, conhecido como “Pasacalle de los Siete Embajadores”. Para ver o desfile e fazer parte da festa é só andar pelas ruas do bairro Gótico até chegar à Plaça Sant Jaume I. Este é o caminho que fazem o Rei, seus embaixadores e seus carros alegóricos até chegarem em frente a prefeitura de Barcelona, na praça Jaume, onde os Carnestoltes proclamam o início dos sete dias de farra de carnaval.

3. Carnaval nos bairros e Taronjada: no dia 22 de fevereiro há algumas festas de carnaval nos bairros, organizada pelos próprios moradores. É comum encontrar alguma festinha e algum grupo de percussão fazendo uma boa farra nos bairros de Gràcia, Sant Antoni, Barcelona a até mesmo algo próximo a Sagrada Família. No dia 23 acontece a Taronjada, que é uma “batalha” de confetes e balões laranjas. É uma festa em homenagem a festas medievais onde as pessoas se atiravam laranjas. La Taronjada acontece nos bairros na parte da tarde, então saiba que se você ver uns balões laranjas pela cidade, são por conta dessa festa. Eu recomendo Gràcia como um bom bairro para ver essa festa.

4. Entierro de la Sardina: ou Quarta-feita de cinzas. Geralmente acontece um cortejo fúnebre bem satírico em alguma rua emblemática da cidade. Geralmente pelo centro. O Rei do Carnaval se despede e encerra o fim das festas. Eu fui há mais de 10 anos atrás e me lembro vagamente, mas a fama ainda é de que o melhor lugar para curtir o carnaval em Barcelona é na verdade, na cidade vizinha de Sitges.

5. Curtir o carnaval em Sitges: você pode ir de trem fazendo um bate e volta desde Barcelona, passar o dia e voltar ou diretamente se hospedar em Sitges durante o carnaval, neste caso, clique aqui para ver opções de hotéis em Sitges.

Como a cidade é menor e as festas de carnaval lá são mais organizadas a cada ano, acho que é até mais legal do que passar em Barcelona. Veja o site oficial do Carnaval de Sitges para ver a programação e escolher qual quer participar. Dizem que a quarta de cinzas é o dia mais engraçado de todos, várias drags vão vestidas de negro chorar o enterro da sardinha = a morte do carnaval.

 

  • CALÇOTADA: fevereiro é a época perfeita do ano para comer um prato típico daqui que se chama Calçots. Pra dar uma ideia do é um calçot: o formato é de um alho poró, mas não tem nada a ver com alho poró. É uma cebola mesmo, mais doce. É assado na brasa e se come com um molho especial para calçots.

Os calçots são só a entrada, depois ainda há um churras e se termina a comilança com o doce típico crema catalana. A calçotada é mais que uma comida, é um evento social onde grupos de amigos e famílias costumam ir aos domingos a restaurantes ou masias próximas a Barcelona para comer calçots.

No ano passado nós alugamos um carro na Europcar da estação de Sants, e fomos até o restaurante Cal Ganxo, na cidadezinha de Masmolets, há 1h de Barcelona. É um lugar super tradicional para comer calçots, famoso desde os anos 80. Funciona em uma antiga masia rural, onde se produzia azeite. O lugar é lindo e uma ótima oportunidade para desconectar da cidade e ter uma experiência de calçotada bem autêntica.

Em Barcelona você pode comer calçots no: Can Cortada (bairro Horta-Guinardó), no Can Vador (bairro Eixample Dreta) ou no Can Carmen (bairro de Sants), sendo o Can Cortada, mas também o restaurante mais lindo.

  • OUTLET: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais e que além de terem preços reduzidos por ser um outlet.

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

 

  • ESQUIAR: fevereiro é um ótimo mês para fazer um bate de volta em uma das estações de esqui próximas a Barcelona. No post “Onde esquiar perto de Barcelona”, mostro todas as opções, como chegar, quanto custa os forfaits e tudo mais que você precisa saber.

fevereiro-em-barcelona-esquiar-perto-de-barcelona

Em janeiro de 2020 nós alugamos um carro na Europcar da estação de Sants, e fomos até a estação de esqui de Port del Comte. Não esquiamos mas brincamos na neve mesmo assim.

Nessa estação há uma área para quem quer apenas brincar na neve com trenó e bóias. O “passe” do trenó custa 14,50 euros por pessoa e é válido por 1h30.

A estação de Port del Comte é uma ótima opção para família, pra quem quer apenas subir até a montanha para ver neve e não necessariamente esquiar. Fica há 2h de carro de Barcelona, a estrada é super bonita e a estação oferece um pequeno quiosque onde você pode comer hotdog ou pizza e/ou subindo até a área dos trenós tem o restaurante Centre Excursionista de la Comarca de Bages, onde você pode almoçar algo mais legal ou apenas esquentar tomando um café.

Em fevereiro você pode curtir a neve nessa estação de esqui, pois é o mês mais frio do inverno e terá ainda mais neve do que vimos em janeiro.

Lembre-se que seguro de viagem é obrigatório para Espanha e ainda mais se sua intenção for esquiar, é importante estar coberto. Clique aqui para orçar o seguro que melhor cabe no seu bolso.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

barcelona-em-marco-2020-sagrada-familia
Fotos do interior da Sagrada Família e vista da cidade desde a torre do Nascimento de Cristo (lembrando que o acesso a torre é pago além do ingresso de entrada a igreja).
  • Museus: são sempre uma boa alternativa quando o clima tá frio. Eu adoro o CosmoCaixa, Macba e CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 02/02/2020 museus liberados.

 

  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.

 

  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, enfim… tudo o que precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também lancei o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona. O guia conta ainda com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
  • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em fevereiro?

Em fevereiro os preços da hospedagem em Barcelona ainda são bem menores quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra te dar uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em fevereiro em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho-julho, alta temporada: 180€
Em fevereiro, baixa temporada: 111€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família, que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos, como o Hotel Ayre Rosselló da foto acima.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em fevereiro.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Nota: todos os posts de Barcelona por mês são atualizados ano a ano, portanto todas as informações que você encontrará aqui poderão te ajudar a montar um bom roteiro.

~ Se Lança ~

Barcelona em janeiro de 2020

Parece que tem alguém aí vindo passar frio comigo aqui em Barcelona em Janeiro de 2020? 😜

Uma das perguntas que mais me fazem é: Barcelona em janeiro é frio mesmo?

Sim, gente, não vou mentir não, janeiro e fevereiro são os meses mais frios aqui, mãs…

Janeiro e Fevereiro são os meses mais frios em Barcelona, mas fica tranquilo que neste post vou te dar várias dicas de como aproveitar essa cidade maravilhosa, mesmo com o queixo tremendo 😉

Tô aqui pensando nas perguntas que podem estar passando na sua cabeça sobre como é a cidade em janeiro…

  • Qual a temperatura de Barcelona em janeiro?
  • Se venta muito?
  • Se chove em janeiro?
  • Se neva em Barcelona?
  • Que roupa levar na mala?
  • Se é caro viajar pra Barcelona em janeiro?
  • O que fazer em Barcelona em janeiro?

Acertei todas? Faltou algum (manda nos comentários)?
Se todas elas estiverem em sua cabeça e se você quiser saber tudo sobre Barcelona em janeiro, continue lendo que aqui tem tudo o que você precisa saber para aproveitar bem a sua viagem.

Pra começar, te conto que tem vantagens viajar pra Barcelona no inverno. Janeiro por aqui (exceto período pós ano novo) é oficialmente a baixa temporada, isso quer dizer que você vai:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de janeiro. Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível nos meses de inverno do que nos outros meses do ano 😉
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística, vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em janeiro, principalmente nas três últimas semanas do mês, a cidade recebe menos turistas, isso significa menos filas nas atrações, menos espera em restaurantes, menos gente no metrô…
  3. Oi, frio: em janeiro o bicho pega, principalmente pra quem tá vindo do verão no Brasil e cai direto no ápice do inverno aqui. Vai tá frio, mas a parte boa é que essa cidade tem um sol e um céu azul absurdo em quase todas estações do ano, que ajudam a diminuir a sensação de frio.

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em janeiro?

Tome nota, viajante!

Janeiro É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem, por ser baixa temporada (exceto primeira semana do mês).
  • Gosta de clima frio.
  • Quiser ver uma celebração típica “Natalina”: a chegada dos Reis Magos no dia 06 de janeiro.
  • Animar de dar uma esticada pra esquiar fazendo algum bate e volta desde Barcelona. Neste caso, veja este post.
  • Fazer compras 😈 💸: TODAS as lojas entram em promoção em janeiro – o período chama “REBAJAS” (meu coração chega bater mais forte de alegria ao escrever essa palavra?! rs)

Janeiro NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer agito e festas cheia de gente. É frio, tá todo mundo mais reservado, recolhido.
  • Quiser ver fogos de artifício estilo Copacabana na virada do ano.
  • Não gostar de frio, porque as temperaturas de janeiro ficam entre 4-13ºC.
  • Quiser enlouquecidamente ver neve! Nevar na cidade de Barcelona é raridade e se acontecer de nevar, você pode jogar na Mega Sena, porque a sorte está ao seu lado, rs.

Pra você que animou em conhecer Barcelona em janeiro, neste post você verá:

Como é o clima de Barcelona em janeiro e que tipo de roupa levar?

As temperaturas de Barcelona em janeiro ficam entre 4ºC e 13ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite e de manhãzinha e as mais altas ao longo do dia. Não é raro a temperatura chegar a 0ºC em algumas noites/madrugadas do mês.

Quanto a chuvas, a probabilidade e frequência é baixa, de 3 a 5 dias de chuva durante todo o mês. O restante dos dias costumam ser bem frios, porém bem ensolarados. Em média temos 9 dias sem uma nuvem no céu durante o mês de janeiro, por tanto, não esqueça do óculos de sol e curta o céuzão azul.

Já o vento, quando vem do norte (Pirineus), não vou mentir, me gela até o osso, haha. Mas nada que um bom casacão de frio, cachecol, gorro e luva, não resolvam.

Apesar do frio mais acentuado em janeiro, com , saiba que Barcelona é uma cidade bem preparada pro frio: dentro dos estabelecimentos, dos transportes públicos, das atrações turísticas e onde você estiver hospedado* terá aquecimento (aqui chama calefación), o que te ajudará a não passar tanto frio 😉

Antes de viajar, é importante conferir como está a previsão do tempo pra ter certeza de estar levando as roupas adequadas. Eu gosto muito do site Weather Channel que dá pra ver a previsão dos próximos 10 dias a partir do dia que você consulta. O app nativo do iPhone, Clima, funciona bem também e a fonte é o Weather Channel.

*os hotéis são bem aquecidos. Se você alugar alguma casa, fique de olho se tem calefação, pois como há muitos imóveis antigos na cidade, é comum alugar um apartamento sem calefação central ou com calefação por ambiente e que nem sempre funciona bem. Dê uma olhada nos reviews e/ou pergunte ao proprietário antes.

Importante comentar também que em janeiro os dias são mais curtos, amanhece por volta das 8h da manhã e anoitece entre 17h-17h20. No verão, por exemplo, anoitece por volta das 22h.

Pras meninas, ai vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • meia calça fio 100 e/ou meia térmica pra usar embaixo da calça ajuda a segurar o frio nas pernoca;
  • blusa segunda pele de manga e/ou térmica pra colocar entre uma blusa mais quente e o casaco. Se não achar no Brasil, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia tem e custa entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica lá também;
  • cachecol de lã, gorro e luvas – vão ser seu melhor amigo – nas lojas Zara, H&M, Pull&Bear aqui vendem e são baratos, ainda mais no período das “rebajas”;
  • creme de mão, hidratante pro corpo e protetor labial – a pele fica mais ressecada no frio;
  • jaqueta corta vento com capuz é essencial, ajuda muito a controlar o frio se tiver ventando;
  • casaco sobretudo e/ou casacão grande de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • blusinhas de manga comprida quentinhas dessas de pelinho ou tricot pra usar embaixo do casacão;
  • pros pés: tênis, bota coturno, e pra quem tiver aquelas botinhas de pelo por dentro tipo UGG, pode trazer também. Nada de trazer sapatilhas e nem sapato com salto, aqui você vai andar muito, por isso não compensa trazer salto. Mas você quem sabe.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon;
  • casaco sobretudo e casacão grande de pluma – sintética, please, poupemos os bichinhos;
  • calça jeans e ceroula de algodão e/ou térmica. Se não encontrar no Brasil, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia tem e custa entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica lá também;
  • camisetas de manga longa, pra usar embaixo de camisa de manga comprida;
  • jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela;
  • cachecol, gorro e luva – nas lojas Zara, H&M, Pull&Bear aqui vendem e são baratos;
  • jaqueta de frio bem grossa e quentinha;
  • pros pés: tênis confortável e/ou botinha tipo coturno. Manter o pé aquecido é essencial pra minimizar o frio.

O que fazer em Barcelona em janeiro?

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em janeiro e na sequencia umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • REBAJAS DE ENERO 2020: de 07 a 31 de janeiro, todas as lojas entram no período de Rebajas, ou seja, promoções. Começam com promoções de 10-20-30% e chegam até 70% mais pro fim do mês. Mas assim como no Brasil, quando antes você for, mais chances de encontrar peças legais e com opções de tamanho. Cuidado com peças muito baratas, olhar bem se não tem nenhuma parte rasgada, mau costurada. Ás vezes acontece.

Os lugares mais frequentados para compras em Barcelona são: Portal del Ángel, Passeig de Gràcia, lojas próximas a Praça Catalunha e os shoppings (centros comerciais) Glóries e L’Illa Diagonal.

  • OUTLET: os outlets na Espanha não são aquela pechincha dos outlets nos Estados Unidos, mas tem um outlet próximo a Barcelona chamado La Roca Village que vende marcas internacionais bem legais e que além de terem preços reduzidos por ser um outlet, em janeiro também aderem as rebajas… ai o jogo fica mais interessante pra gente que ganha em real, neam??

Dá pra fazer um bate e volta desde Barcelona pro La Roca Village, clique aqui para saber mais informações sobre esse passeio de compras.

  • CAVALGADA DE REIS: no dia 05 de janeiro às 18h acontecerá a Cavalgada de Reis. Os Reis do Oriente chegam a Barcelona, ​​acompanhados por sua comitiva tradicional de criaturas mágicas e em seus carros alegóricos incríveis.

Depois de atravessar o Mediterrâneo a partir das terras distantes do Oriente, Melchor, Gaspar e Baltasar e sua comitiva de criaturas fantásticas chegarão ao Moll de la Fusta, onde serão recebidos pela prefeita da cidade. Então o passeio começará nas principais ruas de Barcelona até chegar às Fontes Mágicas de Montjüic.

desfile-reis-magos-barcelona-2020
foto via barcelona.cat

A Cavalgada de Reis de 2020 começa às 18:00 na Av. Marquès de l’Argentera e depois passarão por Pla de Palau, P. Isabel II, Vía Laietana, pl. Urquinaona, Fontanella, Pl. Catalunha, Pelai, Pl. University, Rda. Sant Antoni, Sepúlveda, Av. Paralelo, Av. Rainha Maria Cristina, Av. Francesc Ferrer e Guàrdia.

mapa_cavagada-de-reis
Percuso total dos Reis Magos 2020 em Barcelona – foto via barcelona.cat
  • ESQUIAR: janeiro é um ótimo mês para fazer um bate de volta em uma das estações de esqui próximas a Barcelona. No post “Onde esquiar perto de Barcelona”, mostro todas as opções, como chegar, quanto custa os forfaits e tudo mais que você precisa saber.

Lembre-se que seguro de viagem é obrigatório para Espanha e ainda mais se sua intenção for esquiar, é importante estar coberto. Clique aqui para orçar o seguro que melhor cabe no seu bolso.

  • Palo Alto Market Fest Edição XMAS : como a troca de presentes real oficial na Espanha é no dia 06 de janeiro, uma edição especial de Natal do mercadinho mais hipster de Barcelona acontecerá nos dias 04 e 05 de janeiro: produtos inspirados na magia dessa época do ano em versões alternativas e sustentáveis.
    É frequentado por locais e gente cool. Ambiente familiar de dia e festinha com DJs à noite. Além de presentinhos de Natal alternativos, você vai encontrar lá comidinhas gostosas, drinks e shows de música ao vivo. O mercado fica no bairro do Poblenou.

 

  • SA POBLA EM GRÀCIA: O festival dos Foguerons de Sant Antoni, no bairro de Gràcia, é uma celebração da cultura de Mallorca, que acontece todos os anos em janeiro no bairro Barcelones. Consiste principalmente em algumas amostras da cultura popular da ilha, com danças típicas, castellers, correfocs, fogueiras, entre outros.

barcelona-em-janeiro-sa-pobla

Apesar de ser uma tradição importada, criou raízes no bairro de Gràcia e é uma festa que cresce a cada ano.
Os Foguerons de Sa Pobla a Gràcia serão realizados de 24 a 26 de janeiro. A festa rola ao redor de 1o ruas do bairro, mas o foco principal acontece nas praças La Virreina, Diamant e Sol.

Agora as atividades atemporais, já que qualquer programa turístico é uma boa ideia para essa época do ano por ter menos filas e menos gente no geral nas atrações.

Lembrando que os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas. Clique de acordo ao seu interesse:

  • Roteiro Gaudí: se puder visite as principais obras do arquiteto, que são: Casa Batlló, La Pedrera, Park Güell e Sagrada Família. Se a grana tiver curta e só puder escolher uma atração, escolha a Sagrada Família. Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para garantir seu ingresso antecipado.
  • Museus: são sempre uma boa alternativa quando o clima tá frio. Eu adoro o CosmoCaixa, Macba e CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 05/01/2020 museus liberados.
  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.
  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, enfim… tudo o que precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.
  • Pra quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em Barcelona em janeiro?

Em janeiro os preços da hospedagem em Barcelona diminui bastante quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra te dar uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em janeiro em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho, alta temporada: 186€
Em janeiro, baixa temporada: 69€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família, que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em janeiro.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Ingressos para atrações em Barcelona

Pra quem já está com passagem comprada pra Barcelona e está planejando o roteiro pela cidade, vai chegar a hora de também precisar comprar os ingressos para atrações em Barcelona.

Nessa hora perguntas como: Quais atrações de Barcelona preciso comprar ingressos antecipados?” ou
“Mas será que precisa comprar todos ingressos com antecedência?” vão pipocar aí na sua cabeça e esse post é pra resolver todas elas.

Neste post você vai saber quais ingressos sim ou sim deve comprar com antecedência e o restante deixarei apenas para facilitar a sua vida mesmo, para estar tudo em um lugar só: clicou, comprou, foi.

Com esses links você vai pular as longas filas das atrações e ir direto pro que interessa: conhecer, se divertir, se surpreender e curtir.

Links para compra de ingressos para atrações em Barcelona:

Quais ingressos devem ser comprados com Antecedência?

Basicamente, são apenas 4 atrações que você deve comprar com antecedências, todas de Antoni Gaudí: Sagrada Família, Park Güell, La Pedrera (ou Casa Milá) e Casa Batlló.

Essas 4 atrações são os principais monumentos da cidade!
Todo turista que visita Barcelona faz o trajeto pelas obras do arquiteto catalão, não importa o dia da semana e nem a temporada, sempre tem muita gente visitando.

Além disso, os ingressos a todas elas são limitados por dia e horário, então se você deixar pra comprar em cima da hora, corre o risco de não conseguir pro dia que quer e/ou pegar mais de 4h de fila só pra comprar o ingresso e depois mais fila pra entrar, principalmente na alta temporada (primavera-verão).

veja aqui o post Roteiro Gaudí para conhecer mais sobre as obras.

1. | SAGRADA FAMÍLIA |

Você pode fazer alguns tipos de visita à Sagrada Família: com tour guiado, com audio guia, sem audio guia (não recomendo de jeito nenhum) e com acesso as Torres. Abaixo, as opções que recomendo:

Ingresso Comum Sagrada Família
Valor: 22,50€
Contempla: acesso a Sagrada Família sem fila, audio guia em português e acesso ao museu
Compre aqui o ingresso comum para Sagrada Família

Ingresso com Tour Guiado + Torre:
Valor: 51€
Contempla: acesso a Sagrada Família sem fila, guia turístico orientando o tour, acesso ao museu e acesso a uma das Torres Paixão ou Nascimento (varia de acordo a disponibilidade da igreja).
Compre aqui o ingresso Sagrada Família Tour Guiado + Torre

Obs 1: a opção tour guiado + torre é mais cara só que juro que vale a pena. É muito legal subir a uma das Torres e ver a cidade e a igreja lá de cima. Os detalhes da construção, a riqueza dos detalhes, tudo. Vale muito a pena.

Obs 2: se na hora você tiver a chance de escolher qual torre subir, sugiro que você suba na torre da fachada do Nascimento, que são as torres mais antigas e as únicas que o Gaudí viu em vida.

2. | CASA BATLLÓ |

Ingresso Comum Casa Batlló com Smart Guide
Valor: 25€
Contempla: ingresso com acesso prioritário e smart guide – um audio guia com realidade aumentada que te guiará pela casa. Audio guia com opção de idiomas em português (de Portugal – quase todos são), espanhol ou inglês.
Compre aqui o ingresso Casa Batlló com Smart Guide

Ingresso Casa Batlló com entrada antecipada
Valor: 39€
Contempla: um tipo de privilégio pros mais abastados. Com esse ingresso você entra na Casa Batlló antes da abertura oficial e pode visitá-la mais tranquilo, sem tantos turistas. É uma ótima opção pra quem quer fazer boas fotos. Inclui o smart guide (audio guia 3D). Os cômodos da Casa Batlló são pequenos, entrar antecipadamente com menos pessoas, tornará sua experiência mais prazeirosa.
Compre aqui o ingresso Casa Batlló com entrada antecipada

3. | LA PEDRERA |

Ingresso Comum La Pedrera
Valor: 22€
Contempla: ingresso com acesso prioritário e audio guia com opção de idiomas em português (de Portugal – quase todos são), espanhol ou inglês.
Compre aqui o ingresso comum para La Pedrera 

Ingresso La Pedrera com entrada antecipada
Valor: 39€
Contempla: pra quem tiver bem de grana, com esse ingresso você entra na La Pedrera antes da abertura oficial e pode visitá-la mais tranquilo, sem tantos turistas. Como a La Pedrera é maior que a Batlló, dá pra caminhar por ela mais tranquilo, sem trombar em tantas pessoas. Então se tiver que escolher entre uma ou outra pra entrar antecipadamente, eu escolheria a Batlló. Este ingresso inclui o audio guia e um café no El Café de La Pedrera.
Compre aqui o ingresso para La Pedrera com entrada antecipada 

Ingresso La Pedrera by Night
Valor: 34€
Contempla: ingresso com acesso prioritário, semi guiado onde em cada andar um guia compartilhará informações sobre a casa e o grande diferencial do passeio – um pequeno show audiovisual, ou seja, música e projeções de luzes na cobertura da casa acompanhado de uma taça de champagne para cada visitante.
Compre aqui o ingresso para La Pedrera by Night

3. | PARK GÜELL |

Ingresso Comum Park Güell
Valor: 13€
Contempla: ingresso com acesso prioritário, inclui acesso a zona monumental do Parque Güell, entrada gratuita na Casa del Guarda e traslado de ônibus do Parque Güell entre a estação de metrô Alfons X e o parque.
Compre aqui o ingresso comum para Park Güell

Obs 1: pode ser que você veja por ai uns ingressos mais caros pro Park Güell que incluem passeio com guia turístico, não acho que seja extremamente necessário para entender e curtir o parque, por isso não recomendo aqui.

Quais ingressos não precisam ser comprados com antecedências, porém…

Esses ingressos não precisam necessariamente ser comprados com antecedência, mas te aconselho a comprar mesmo assim, pra você evitar de perder tempo em filas de compra de ingresso e depois filas para entrada nas atrações, além de que a compra antecipada te ajuda a planejar melhor seu roteiro por Barcelona e evitar de perder alguma atração.

Na lista abaixo, estão todas as atrações turísticas mais visitadas na cidade, clique e compre de acordo ao seu interesse:

INGRESSOS PARA OUTRAS CASAS DE ANTONI GAUDÍ:

Ingresso Tour guiado pelo Palau Güelll, Las Ramblas e Mercado da La Boqueria
Valor: 30€
Contempla: um tour guiado com guia bilingue que te levará a conhecer a história de Barcelona, ​da época medieval até o século 20 através de um passeio pela famosa La Rambla, o Mercado da Boqueria até chegar ao Palácio Güell (ingresso incluso no valor do tour), uma das primeiras grandes ordens que recebeu Gaudí no início de sua carreira. Neste tour, você é livre para permanecer dentro do edifício pelo tempo que desejar. Há ainda opção de tapas no Café de l’Òpera, um lugar elegante, em frente a Ópera Liceu, decorado em estilo modernista, em funcionamento desde o final do século XVIII.
Compre aqui o ingresso para o Palau Güell

Ingresso Casa Vicens:
Valor: 12€
Contempla: a Casa Vicens, a primeira casa de Gaudí, além da primeira obra de grande importância do  arquiteto e a última a ser aberta ao público em 2017. Este ingresso te permite entrar na casa sem fila, há um guia ao vivo em todos os andares da casa explicando sua história e curiosidades.
Compre aqui o ingresso para Casa Vicens

veja aqui um post sobre a Casa Vicens

Ingresso Torre Bellesguard:
Valor: 9€
Contempla: construída por Antoni Gaudí entre 1900 y 1909. Sua história remonta a história da Catalunha medieval. A entrada contempla audio guia e uma parte do tour feito pela casa com guiada por um especialista, onde se percorre os jardins e o interior da Torre Bellesguard.
Compre aqui o ingresso para Torre Bellesguard

Ingresso Cripta e Colônia Güell:
Valor: 9,50€
Contempla: A Gaudí Crypt está localizado em Colonia Güell, uma vila têxtil cheio de surpresas, a apenas 20 minutos de distância de Barcelona. Com este ingresso você tem acesso a cripta de Gaudí e à Colonia Güell com audio guia. O transporte até o local não está incluso.
Compre aqui o ingresso para Cripta e Colônia Güell

INGRESSOS PARA CONHECER OUTRAS CASAS MODERNISTAS DE ARQUITETOS CONTEMPORÂNEOS DE GAUDÍ:

Ingresso Palau de la Musica Catalana:
Valor: 20€
Contempla: ingresso com acesso prioritário ao Palau de la Musica Catalana. Inclui guia turístico que explicará tudo sobre o Palácio e acesso a salões exclusivos, como o dos músicos, que geralmente são fechados para visitação.
Compre aqui o ingresso para o Palau de la Musica Catalana

Ingresso Recinto Modernista Hospital Sant Pau:
Valor: 15€
Contempla: um hospital desativao e uma das obras mais emblemáticas do modernismo Catalão, construído pelo arquitecto Lluís Domènech i Montaner entre 1905-1930. A visita pode ser feita livremente ou com audio guia em espanhol ou inglês.
Compre aqui o ingresso para o Recinto Modernista Sant Pau

Ingresso Casa de les Punxes:
Valor: 13,50€
Contempla: aberto ao público em 2016 descubra a lenda de São Jorge e o Dragão (Sant Jordi), uma parte essencial da história da Catalunha através da arquitetura modernista de Josep Puig i Cadafalch, a Casa de les Punxes. A visita a Casa de Les Punxes conta projeções, passagens secretas, acesso a cobertura da casa. Áudio guia por todo trajeto.
Compre aqui o ingresso para a Casa de Les Punxes

veja aqui um post sobre a Casa Punxes

INGRESSOS PARA CURTIR BARCELONA COM CRIANÇAS:

Ingresso Aquário de Barcelona:
Valor: 21€
Contempla: ingresso com acesso prioritário ao aquário de Barcelona que abrigam 450 espécies diferentes de regiões tropicais e mediterrâneos, além de caminhar por baixo de um tanque de vidro cheio de tubarões. É um passeio muito legal para fazer com crianças.
Compre aqui o ingresso para o Aquário de Barcelona

Ingresso Zoológico de Barcelona:
Valor: 21,40€
Contempla: o zoológico abriga mais de 4 mil animais de mais de 400 espécies, incluindo golfinhos, pássaros tropicais, répteis e os descendentes do gorila albino Floco de Neve. Este ingresso dá acesso aos jardins do zoo, bares, restaurantes, passeios de pônei, ferrovias em miniatura, carros elétricos, lojas e áreas de piquenique, além do espetáculos dos golfinhos realizados diariamente (exceto às segundas).
Compre aqui o ingresso para o Zoológico de Barcelona

Ingresso Poble Espanyol:
Valor: 12,60€
Contempla: são 117 edifícios de diferentes regiões espanholas em escala real, construído em 1929 para a Exposição Internacional. O Ingresso dá acesso ao Poble, que conta ainda com o Museu Fran Daurel, de arte contemporânea e espetáculos audiovisuais “Feeling Spain” e “Fiesta!”
Compre aqui o ingresso para o Poble Espanyol

Ingresso Parque de Atrações Tibidabo:
Valor: 12,70€
Contempla: Tibidabo é o parque de diversões de Barcelona, localizado na montanha de mesmo nome, o ponto mais alto da Serra de Collserola. Pode ser visto desde vários pontos da cidade. Possui hoje mais de 25 atrações, com opções para todas as idades. Este ingresso dá acesso a todas atrações do parque, ao museu Automaton, e ao Tibidabo Sky Walk, a 500 metros de altura, um local que possui as melhores vistas de Barcelona. Crianças com menos de 90 cm têm entrada gratuita.
Compre aqui o ingresso para o Tibidabo

Ingresso Las Golondrinas – passeio de barco pelo mediterrâneo:
Valor: a partir de 6,93€
Contempla: ‘Las Golondrinas’ é um clássico com mais de 130 anos no Porto de Barcelona. Se trata de um passeio de barco pelo Porto e o litoral de Barcelona, a bordo de uma emblemática embarcação. Ótimo passeio para ser feito com crianças.
Compre aqui o ingresso para Las Golondrinas

Ingresso Parque PortAventura:
Valor: 71€
Contempla: este ingresso conta com viagem ida e volta de trem desde Barcelona e ticket de entrada ao parque de atrações PortAventura, um parque temático repleto de atividades de entretenimento. O parque conta com seis diferentes áreas com apresentações e atrações para todas as idades, além da montanha-russa Shambhala – a maior em toda a Europa.
Compre aqui o ingresso para o PortAventura

INGRESSOS PARA QUEM QUER EXPERIÊNCIAS DIFERENTES EM BARCELONA:

Ingresso Camp Nou com Tapas Experience:
Valor: 49€
Contempla: ingresso com acesso prioritário, excursão guiada de 3h pelo estádio do F.C Barcelona onde você terá acesso ao estádio, ao campo, banco do time reserva, banheiro do time visitante, sala de imprensa, museu do clube com taças, troféus e história, área interativa e acesso a mega store do clube. Ao final, uns tapas típicos para celebrar.
Compre aqui o ingresso para o Camp Nou Experience

Ingresso Camp Nou Tour padrão:
Valor: 26€
Contempla: ingresso com acesso prioritário, ticket simples para visita ao estádio sem guia, mas como o percurso é bem interativo, dá pra fazer tranquilamente. Este ticket dá acesso acesso ao estádio, ao museu do time, ao campo, banco do time reserva, banheiro do time visitante, sala de imprensa, sala de taças, troféus e história, área interativa e acesso a mega store do clube. Audioguia e experiência 3D podem ser comprados a parte na hora.
Compre aqui o ingresso para o Camp Nou Experience

veja aqui um post sobre o Camp Nou Experience

Ingresso show de Flamenco:
Contempla: absorva a magia e deixe-se levar pela sensualidade da música flamenca em uma hora de show apresentado por um extraordinário grupo de dançarinos, músicos e cantores. Selecionei 3 renomadas Casas de Flamenco de Barcelona, cada uma oferece um diferencial, pra que você escolha de acordo a seu gosto pessoal e investimento financeiro que deseja fazer. Nos links você pode ler a descrição de cada uma para decidir.

Show de Flamenco por 17€: Compre aqui o ingresso para Flamenco no Los Tarantos da Plaça Reial

Show de Flamenco por 35€: Compre aqui o ingresso para Flamenco no Palacio del Flamenco

Show de Flamenco por 44€: Compre aqui o ingresso para Flamenco Catalão no El Cordobés

Ingresso para Paella Experience
Contempla: Aprenda a preparar uma típica paella Espanhola. Selecionei 3 experiências diferentes, todas acompanhadas por chefs de cozinha. Algumas contemplam visita a típicos mercados da cidade para compra dos ingredientes. Escolha de acordo a seu gosto pessoal e investimento financeiro que deseja fazer. Nos links você pode ler a descrição de cada uma para decidir.

Paella+Mercado Boqueria+Tapas+Sangria por 39€:
Compre aqui o ingresso para Aula de Culinária c/ Paella e Tour La Boqueria

Aprenda a fazer paella e sangria 90€ – (opção de paella de carne e vegetais ou paella vegetariana): Compre aqui o ingresso para Aula de Culinária da Paella Espanhola e Visita ao Mercado

Aprenda a fazer paella em edifício histórico + visita aos mercados de la Boqueira e de Santa Catarina por 99,50€:
Compre aqui o ingresso para Tour de Mercados e Paella Cozinhando com um Chef

veja aqui um post sobre onde comer paella em Barcelona

INGRESSOS PARA EXPERIÊNCIAS BATE E VOLTA DESDE BARCELONA:

Ingresso Excursão Montserrat com Trem Cremallera
Valor: 50€
Contempla: tour guiado de ônibus, ida e volta desde Barcelona até a cidade de Monistrol de Montserrat para pegar o trem cremallera (trilho de roda dentada) que subirá pra montanha. O passeio tem duração de 6 horas, onde você irá conhecer o Mosteiro de Montserrat, assistirá uma apresentação do coro de Escolania, e terá 3 horas livres para desbravar o local que conta com 2 trilhas pela montanha e passeios de funiculares (bondinho – pago a parte no local).
Compre aqui o ingresso para Montserrat com trem cremallera

veja aqui um post sobre Montserrat

Ingresso Excursão para Excursão para Girona, Figueres e Museu Dalí
Valor: 80€
Contempla: Excursão guiada de um dia inteiro. Sai do centro de Barcelona em direção a Girona onde você irá explorar os monumentos medievais de Girona com uma excursão guiada a pé. Depois parte para Figueres para mergulhar no mundo surrealista de Salvador Dalí no Teatro-Museu Dalí. O valor já conta com transporte as cidades, ingresso prioritário ao Teatro-Museu Dalí, guia no Teatro-Museu Dalí e entrada gratuita para a exposição “Dalí Joies”, em Figueres. Crianças até 8 anos não pagam por esta excursão.
Compre aqui o ingresso para visitar Girona, Figueras e Museu Dalí

Ingresso Excursão Gastronômica Tapas e Vinho em Montserrat
Valor: 79,95€
Contempla: passeie em trem cremallera (trilho de roda dentada) até o topo do Cerro de Montserrat, visite o mosteiro de Montserrat e experimente bons vinhos e a deliciosa gastronomia local em uma aclamada vinícola da região. Este tour está incluso transporte compartilhado em ônibus com ar-condicionado, guia fluente em inglês, bilhete para o trem, visita ao Parque Nacional e Santuário de Montserrat, visita a Oller del Mas, almoço de tapas ou almoço com vários pratos (dependendo da opção selecionada) e degustação de três vinhos locais.
Compre aqui o ingresso para Excursão Gastronômica de Tapas e Vinhos

INGRESSOS DE TRANSPORTE EM BARCELONA:

Passagem para Aerobús – ônibus Aeroporto-Centro de Barcelona:
Valor: 5,90€
Contempla: Aerobús é o serviço de transporte oficial que liga os terminais 1 e 2 do Aeroporto de Barcelona – El Prat ao centro da cidade. A viagem leva apenas 35 minutos, com paradas nos pontos mais estratégicos de Barcelona. USB e Wi-Fi a bordo no ônibus incluso no valor da passagem.
Compre aqui o ingresso para o Aerobús

veja aqui o post sobre como ir do Aeroporto ao centro de Barcelona e vice versa

Ingresso Teleférico de Montjüic:
Valor: 12,70€ ida e volta
Contempla: passeio no teleférico de Montjuïc que possui 3 estações: Parc de Montjuïc, Miramar e Castell de Montjuic. Parte da estação Parc de Montjuïc até chegar ao Castelo de Montjuïc de onde você desfrutará de vistas imbatíveis do porto e da cidade. O acesso ao Castelo é opcional e pago no local.
Compre aqui o ingresso para o Teleférico de Montjüic

Ingresso Barcelona Express Card – 2 dias de transporte público ilimitado: 
Valor: 20€
Contempla: acesso livre ao transporte público de Barcelona a preço fixo com o Barcelona Express Card válido por 2 dias. Este cartão dá ainda descontos em museus, centros culturais, atrações, casas noturnas, lojas, restaurantes e muito mais.
Compre aqui o transporte Barcelona Card

Ingresso Ônibus Turístico Oficial de Barcelona – Hop On Hop Off:
Valor: 27€
Contempla: ônibus turístico estilo hop on hop off (suba e desça em qualquer parada que deseje). Conta com 3 rotas que cobrem todos os principais pontos turísticos da cidade. A bordo do ônibus há um guia turístico para dúvidas, audio guia em português e wi-fi gratuito.
Compre aqui o ingresso para o Bus Turístico oficial de Barcelona

Como funciona a compra de ingressos para atrações em Barcelona pelo Se Lança:

Todas as compras de ingressos indicadas neste post te levam para o site dos nossos parceiros do Se Lança: A Oficina de Turismo de Barcelona ou o Get Your Guide.

Cada link vai te direcionar para um desses parceiros de acordo a curadoria que fiz, buscando as melhores ofertas custoxbenefício pra vocês.

Estes parceiros oferecem uma série de vantagens para quem visita Barcelona, como:

  • tours e guias exclusivos operados por empresas de turismo locais;
  • sites idôneos e 100% confiáveis.
  • ingressos são enviados direto pro seu email e podem ser apresentados no celular nas atrações sem necessidade de imprimi-los (*confira sempre a regra da atração)
  • descontos exclusivos para grande parte das atrações pra quem faz a compra online.
  • fura-fila: com a compra dos ingressos online você não perde tempo em intermináveis filas.
  • além das atrações turísticas, há ainda uma série de shows, passes turísticos de transporte e até curso de paella dentre as opções oferecidas, basta navegar pelo site deles para encontrar.
  • fácil de comprar: pagamento com cartão de crédito
  • os valores dos ingressos neste post tem como base os valores praticados em dezembro de 2019 e foram colocados para referência. Podem alterar de acordo a época do ano e/ou promoções das atrações.

E já que está planejando sua viagem à Barcelona:

Aproveite para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem através do Guia Se Lança para Barcelona. Escrito por mim, nele você poderá tudo sobre como turistar por Barcelona como se fosse um local.

São 105 páginas com dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, enfim… tudo o que precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo.

Clique aqui para fazer sua cotação

Boa viagem 😉

Se Lança pra Barcelona!

 

 

 

 

 

Natal em Barcelona: tradições Catalanas e passeios natalinos

Passar o Natal em Barcelona pode ser uma experiência mágica e diferente na sua viagem por aqui.

Mágica porque, independente da sua crença, o Natal é sempre uma época onde as pessoas ficam mais sorridentes e as ruas das cidades ganham cores e luzes que dão um encantamento ainda maior à sua experiência na cidade. Mas, mais do que mágico, passar o Natal em Barcelona te apresentará algumas tradições bem diferentes e curiosas que você irá descobrir neste post.

Portanto, além de chegar e encontrar uma cidade ainda mais linda e toda iluminada, neste post trouxe também algumas atrações totalmente gratuitas especiais dessa essa época do ano. Aproveite!

Primeiro, te conto algumas curiosidades sobre o Natal em Barcelona, ou melhor, na Catalunha:

  • Assim como no Brasil, é comum celebrar o Natal em família, um jantar no dia 24 e almoço no dia 25.
  • Aqui não costumam comer peru e tender no Natal. O prato típico do Natal na Catalunha é um cozido a base de frango, carne e porco chamado escudella. E a bebida típica é o cava, espumante da região da Catalunha (talvez você conheça a marca Freixenet, que tem bastante no Brasil já)
  • A troca de presentes não acontece no dia 24/12 e sim no dia 06/01, dia dos Reis Magos. Esse dia, inclusive, tem um grande evento que todo Barcelonês vai assistir: a chegada e desfile dos Reis Magos no centro da cidade.
  • As crianças ganham doces na noite de 24/12 de um pedaço de tronco de árvore chamado Caga Tío. Mais abaixo explico melhor sobre ele.
  • As lojas costumam ficar abertas até o finalzinho da tarde do dia 24, dando pra fazer compras até o último segundo praticamente.

Tradições de Natal em Barcelona: Caga Tío e Caganers, curiosidades natalinas que você só encontrará na Catalunha.

Eu já falei sobre o Caga Tío no post Barcelona em dezembro, onde escrevi sobre como aproveitar melhor a cidade neste mês do ano, mas basicamente é assim óh:

| Caga Tió |

Caga Tió é um pequeno tronco de madeira com um rosto pintado. O tronco tem olhos, boca, um pequeno cobertor e usa um gorro vermelho típico Catalão chamado: Barret.

Ficou difícil imaginar? Eles estão na primeira foto deste post, mas aí vai mais alguns Caga Tiós pra vocês verem:

natal-em-barcelona-cagatio
São diversos tamanhos de Caga Tiós e tipos de pintura na cara. Todos esses eu vi na feirinha de Natal da Sagrada Família.

O nome Caga Tió significa “tronco de 💩”.
Ele é quem traz alguma lembrancinha na Noite de Natal, não o Papai Noel. Geralmente são guloseimas doces pras crianças comerem após a ceia de Natal, já que a troca de presentes de Natal, não é no dia 24/12 e sim no dia 06/01, dia de Reis.

Do dia 08 Dezembro até a Noite de Natal as crianças “cuidam” do Caga Tió dando doces ou pequenos pedaços de turrón (doce a base de amêndoas) pra mantê-lo bem alimentando. O cobertor que vem colado na “cauda” do tronco é pra mantê-lo quentinho e é também de onde sairão doces na Noite de Natal.

Bom, na Noite de Natal, após a grande ceia, as crianças pegam um pedaço de pau e com ele batem forte no Caga Tió, cantando uma música popular pro tronquinho.

Abaixo um vídeo de como batem no tronco e como ele “caga” doces:


Tem vários vídeos no youtube sobre o Caga Tió, vale a pena ver, são engraçados e fofos.

Depois de bater no tronco, elas tiram o cobertor do Caga Tió e encontram os doces.

| Caganers |

Já os caganers, são uns bonecos, que estão sempre agachadinhos, digamos que… “pego no ato”, dando uma cagotinha.
Tá assustado com a quantidade de 💩 neste post? haha
Não sei explicar, gente, mas a Catalunha tem uma atração peculiar com elementos escatológicos e eles são a grande atração na época do Natal por aqui. Papai Noel, se vê pouco, mas bonequinho 💩 tem de monte, rs.

Nas feirinhas de Natal você verá várias barraquinhas de Caganers. Os mais tradicionais são uns bonequinhos com camisa branca, gorro vermelho na cabeça e a calça arriada, fazendo 💩.
Esses bonequinhos são a representação do homem Catalão, com roupa típica de campo.

natal-em-barcelona-caganers
Caganers representando o homem típico Catalão. Foto feita na feirinha de Natal da Sagrada Família.

Mas se engana quem pensa que só os catalães viraram bonecos cagando, tem um monte de celebridade, personagens de desenhos, políticos, jogadores de futebol… até a Frida Kahlo eu já vi, rs.

Na barraquinha Caganer.com da feirinha de Natal da Catedral de Barcelona tem até fila pra ver os bonequinhos e descobrir as novas celebridades pegas no ato. Esse ano a grande atração está sendo a cantora catalana Rosalía.

natal-em-barcelona-caganers-catedral
Esses são os Caganers da Feirinha de Natal de Santa Llúcia, bem enfrente a Catedral de Barcelona

Passeios de Natal em Barcelona: 4 atrações gratuitas

1. | As ruas mais decoradas e iluminadas|

No dia 28 de novembro se inicia oficialmente o período de Natal em Barcelona com o “ascender” das luzes de Natal. Todos os bairros acendem as luzes neste dia, cada um em um horário a partir das 17h30 da tarde, mas todos até as 19h.

natal-em-barcelona-portal-del-angel
Decoração de Natal em Barcelona: a esquerda o El Corte Inglês Praça Cartalunha e a direita o Portal del Ángel (calçadão com vários lojas, local de compras)

Os lugares mais bonitos pra ver as luzes de Natal são: Passeig de Gràcia, Plaza Urquinaona, Via Laietana, Calle Ferrán e Portal del Ángel no bairro Gótico.

natal-em-barcelona-passeig-de-gracia
Decoração de Natal em Barcelona: avenida Passeig de Grácia. É a avenida onde estão grandes lojas de luxo e as famosas casas modernistas do arquiteto Antoni Gaudí: Casa Batlló e Casa Milá.

No geral, as principais avenidas da cidade estarão enfeitadas e algumas das pequenas ruas do Gótico e do Raval também.

Pra quem gostar de ver as luzes de Natal, tem um passeio do ônibus turístico oficial muito legal, lançado exclusivamente pra essa época do ano que é o Barcelona Night Tour Christmas Light.

De 29 de novembro a 04 de janeiro, a rota do Bus de Natal passará pelos lugares e monumentos mais emblemáticos da cidade para ver a magia das luzes de Natal. O tour dura 1h30 e é explicado em inglês e espanhol.

Clique aqui para ver mais detalhes sobre o Barcelona Night Tour Christmas Light.

2. | Recinto Modernista Sant Pau |

Na ponta oposta a Sagrada Família, na Avenida Gaudí, está o antigo Hospital de Sant Pau, hoje chamado de Recinto Modernista Sant Pau.

Todos os anos, a fachada principal do hospital é iluminada para o Natal, em uma projeção de luzes e efeitos especiais de encher os olhos. Esse ano, o tema da projeção será uma homenagem ao arquiteto do hospital, Lluís Domènech i Montaner, professor de Antoni Gaudí. Luzes, cores e música brindaram os olhos de quem passar por lá pra admirar.

natal-em-barcelona-sant-pau
foto divulgação Sant Pau Barcelona

A projeção acontecerá de 21 de dezembro a 6 de janeiro, das 18h às 22h, com ciclos de início a cada 30 minutos.

O Recinto Modernista de Sant Pau é uma das paradas do Ônibus Turístico oficial de Barcelona.

3. | Presépio na Praça Jaume I |

Todos os anos, a Praça Jaume I, onde ficam os prédios da prefeitura de Barcelona e do Governo da Catalunha, vira palco para um dos passeios que os Barceloneses e turistas que vem passar o Natal em Barcelona mais adoram fazer: ver o presépio de Natal.

Cada ano o presépio tem um tema e é feito por um artista diferente. Esse ano, o presépio foi feito pela artista Paula Bosch. Através de caixas empilhadas de diferentes tamanhos, decoradas com objetos e ornamentos de Natal, o conjunto dos elementos faz uma alusão as caixas que abrimos em casa quando chega o Natal.

O presépio tem 2 faces. Uma delas com as caixas onde podemos ver os objetos natalinos como guirlandas, quadros, flores, além de Jesus, Maria e José e a outra que parece a fachada de vários prédios e casas iluminados, se preparando para o Natal.

natal-em-barcelona-presepio-natal
Foto divulgação La Vanguardia

A obra é relativamente pequena comparada aos presépios de anos anteriores e custou algo em torno de 90 mil euros. A quantidade de falatório que rolou nas mídias sobre a obra é inumerável.

Um absurdo de caro para o que é ou não, o presépio está lá, bem no meio da praça e pode ser visitado gratuitamente de 29 de novembro 2019 a 06 de janeiro 2020.

natal-em-barcelona-presepio-natal-praca-jaume
Natal em Barcelona: presépio da Praça Jaume I

Para quem quiser ver versões de presépio mais tradicionais, esse ano no Museu Frederic Marés, que fica coladinho na Catedral de Barcelona, haverá um presépio inspirado na montanha de Montserrat de 29 de novembro até 02 de fevereiro 2020.

4. | Feirinhas de Natal |

E por fim, um dos passeios gratuitos de imperdíveis de se fazer no Natal aqui em Barcelona é visitar as feirinhas de Natal.

As mais famosas são as da Sagrada Família, rodeando toda a Praça de la Sagrada Família e a feirinha de Santa Llúcia, a maior e mais antiga feira de Natal de Barcelona, bem em frente a catedral de Barcelona no bairro Gótico.

natal-em-barcelona-feira-santa-llucia
A feira de Santa Llúcia é a mais antiga e tradicional feira de Natal de Barcelona. Em 2019 está em sua 232ª edição.

O que é comum encontrar nessas feiras:

  • Comidinhas: turróns (doce a base de amêndoas), churros com chocolate, algodão doce e waffles. Na feirinha da Sagrada Família tem uma barraquinha perto da calle Provença especialista em turróns, dos mais diferentes e deliciosos possível. Comi um turrón de kinder bueno incrível e preciso voltar pra comer o de snickers, rs.
  • Enfeites de natal: pinheiros, objetos para decorar a árvore, Caga Tió, Caganers, figuras pra presépio e flores.

Visitas e horários:

  • Feirinha de Natal da Sagrada Família: de 29 de novembro a 23 de dezembro das 10h-22h todos dos dias. Dias 21 e 22 terá visita do Papai Noel.
  • Feirinha de Natal de Santa Llúcia: de 29 de novembro a 23 de dezembro de 10h-21h30 nos fins de semana e de 11h-20h30 durante a semana.

Aconselho passarem por essas feiras uma vez de dia e uma vez de noite. As barraquinhas não mudam, mas a luz muda, o ambiente muda, é um passeio bem gostoso.

Uma outra novidade deste ano é que a partir de 05 de dezembro, no Porto de Barcelona se inaugurará uma nova feirinha de natal em Barcelona, a feira do Por Vell, que contará com diversas lojinhas de artigos natalinos, além de um presépio flutuante e uma grande árvore de Natal.

A feira ocupará quase toda área da Plaça del Portal de la Pau, bem na frente do Monumento a Colombo, no final da La Rambla.

Essas são minhas dicas de como você pode aproveitar melhor o Natal em Barcelona. Espero que tenham ficado com bastante vontade de conhecer as feirinhas e comprar um Caga Tío pra levar pra casa, rs.

Se tiverem dúvidas ou quiserem deixar um comentário sobre o que acharam do post, vou adorar saber.

Pra quem ainda não resolveu em que bairro se hospedar em Barcelona, confira esse post aqui que ele vai te ajudar a decidir agora mesmo.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Barcelona em dezembro
Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Casa Vicens, a primeira casa de Gaudí em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde esquiar perto de Barcelona
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Tour curiosidades culturais do Japão em Tóquio

Estivemos no Japão pela primeira vez em outubro de 2019 em uma escala de 6 dias pra outra viagem. A escala era em Tóquio e como tínhamos pouco tempo pra conhecer a cidade mais populosa do mundo, nossa ideia era focar nosso roteiro em conhecer os lugares mais turísticos da cidade, passeando pelos bairros clássicos e mais conhecidos, como: Shibuya, Shinjuku, Asakusa, Harakuju, pra citar alguns…

Foi então que veio uma surpresa trazida por essa vida de criadora de conteúdo de viagem: a Musement, empresa de venda de ingressos para atrações turísticas no mundo todo, nos perguntou se gostaríamos de fazer um passeio mais inusitado por Tóquio.

O passeio era no bairro de Ningyocho, um bairro super local/tradicional, quase nada turístico (em todos blogs que li para organizar meu roteiro, nenhum citava este bairro), onde iriamos com uma guia local conhecer mais sobre as Curiosidades Culturais do Japão.

Mesmo com um pé semi atrás – por não ter lido nada a respeito desse bairro antes – aceitamos!

Ficamos curiosos em saber porque não tinha encontrado nenhuma dica de passeio por este bairro e havia uma empresa como a Musement oferecendo um tour por lá, ou seja, algo interessante e novo pra contar aqui, poderíamos descobrir e nos lançamos.

Antes de falar sobre o passeio Curiosidades Culturais do Japão em Tóquio, eu vou falar pra vocês porque vale a pena fazer esse passeio. Sim, já vou começar falando das vantagens, porque fazer esse passeio foi uma das melhores decisões que tomamos nessa viagem:

  • Tóquio é imensa e cada bairro é um mundo diferente. Ningyocho é um mundo desses mundos, cheio de locais tradicionais, onde só se vê locais pelas ruas e ninguém fala inglês, ou seja, só dá pra conhecer acompanhado por um guia local.
  • Conhecer Ningyocho é conhecer a cultura do Japão através das artes manuais japonesas, dos sabores, da tradição familiar, da perfeição e do respeito a tudo o que fazem.
  • Passeamos por ruas estreitas que escondiam lojas que estão ali há gerações vendendo produtos artesanais.
  • Provamos comidinhas, salgados e doces, e através deles conhecemos mais sobre religião, arte e tradição.
  • Aprendemos sobre arquitetura e sobre o impacto das guerras e terremotos na vida e na maneira de ser dos japoneses.
  • Visitamos templos budistas e santuários xintoístas, onde entendemos mais sobre as crenças do Japão.
  • Compramos lembrancinhas artesanais lindas e especiais, cheias de história.
  • Por fim, tivemos uma experiência e um entendimento sobre esse país que jamais teríamos se não fosse de mão dada com um guia local e em um bairro ainda tão autêntico como é Ningyocho.

O que vimos no tour Curiosidades Culturais em Tóquio?

O passeio por Ningyocho começou em frente a uma torre chamada Edo Rakugo Karakuri Yagura. Essa torre foi instalada em 2009 em homenagem a história do bairro, que mudou muito após os incêndios da era Edo (nome anterior de Tokyo – assista esse vídeo genial para entender  os períodos do Japão antes de ser o que é hoje).

curiosidades-culturais-do-Japão-clocktower-Ningyocho
Edo Rakugo Karakuri Yagura – clock tower em Ningyocho

No período Edo, o bairro de Ningyocho, era um bairro de entretenimento, teatro de marionetes e casas de shows. Depois dos incêndios da era Edo que acabaram com o local, o bairro se transformou muito, deixando de lado essa característica, por isso, a torre foi colocada no local, para relembrar sua história. A cada virada de hora, marionetes saem do relógio e entretendo os pedestres.

As lojinhas que visitamos, em ordem:

  • Itakuraya: fundada em 1907, pertence a mesma família há 4 gerações. São especialistas em Ningyoyaki, doce japoneses com recheio de feijão. Cada doce tem a cara de um dos 7 deuses da sorte (shichi fukujin).
curiosidades-culturais-do-Japão-Ningyoyaki
Itakuraya, especialistas em Ningyoyaki (doce de feijão)
  • Kyosendo: reconhecida loja de leques japoneses, foi fundada em 1832. Na Kyosendo vimos uma variedade de leques decorados, uns até pintados a mão. Os preços são salgadinhos, chegando a custa até $1.500 dólares. Mas é possível levar um mais simples por volta de $30 dólares.

curiosidades-culturais-do-Japão-lojaleque

  • Mucco: loja especialista em tenugui, um tipo de toalha de mão bem tradicional também. No Japão não é comum encontrar secadora de mão ou papel nos banheiros públicos e isso acontece por uma questão cultural: cada um carrega consigo um lenço de mão de pano (e o meio ambiente agradece). Na Mucco haviam vários “lenços” com estampas que representam cenas japonesas. Eu comprei alguns pra mim e uns de presente. Custam entre $6-$10 dólares.

curiosidades-culturais-do-Japão-teniqui

  • Em seguida, visitamos 2 dos oito templos que existem em Ningyocho, um budista e um xintoísta. O Koami Shrine é um santuário Xintoísta e o único do bairro com a construção original. A maioria dos templos tiveram que ser reconstruídos após a 2ª Guerra Mundial. No templo aprendemos o ritual de purificação dos budistas antes de entrarem ao templo e fazerem uma oração. Também fizemos um ritual de lavar uma moeda para garantir uma vida próspera.
curiosidades-culturais-do-Japão-Koami-Shrine
Koami Shrine, templo Xintoísta em Ningyocho
  • Seguimos por ruazinhas estreitas que nos levaram até pequenas lojas ultra especializadas em um único produto. Passamos pela Shoyeido, uma loja de incensos, pela Saruya, uma loja de palitos de dente esculpidos a mão há gerações (foto abaixo) e uma das duas únicas lojas existentes no Japão que ainda fazem, manualmente com palha, caixas para guardar Kimono. Nessa última loja não podíamos entrar, mas conseguimos ver um artesão trabalhando pela vitrine da loja.

curiosidades-culturais-do-Japão-palitodente

  • Depois seguimos na comilança passando pela Soukaya, loja especializada em bolachinhas de arroz; Morinoen, uma loja de chá verde com torrefação feita no local; Futaba, uma loja especializada em produtos a base de Tofu, onde provamos Amazake (bebida a base de tofu considerada o redbull deles); Kotobukido onde comemos Koganeimo, outro tipo de doce de feijão polvilhado com canela e por fim na Imoyakinjiro, uma das que mais amei a preferida da nossa guia também, que nos presenteou com um saco de Imokenpi, parece uma batata frita, porém doce.

Ao todo estivemos umas 4h caminhando pelas ruas do bairro de Ningyocho com nossa guia Aya. Foi uma experiência gastronômica, artística e muito inspiradora.

curiosidades-culturais-do-Japão-tour-guiado
Aya, thank you so much for sharing, with so much passion, your culture with us. Thanks for all the yummy treats 😉

Importante ressaltar que esse tour foi feito em inglês, mas a Musement também oferece o mesmo em espanhol.

O que achamos da experiência no tour Curiosidades Culturais do Japão em Tóquio?

Quando turistamos pelo Japão nossos olhos são invadidos por tantas cores, luzes, sons, cheiros, sabores e modos diferentes dos nossos, ocidentais, que a princípio pensamos: esse lugar é de outro planeta.

Durante o tour Curiosidades Culturais, feito pela Aya, que foi a nossa guia local, ela nos ajudou a entender a cultura japonesa através de estabelecimentos, que a primeira vista parecem simples, mas que por trás existe uma cultura de super especialização e dedicação em busca da perfeição: seja de fazer o melhor doce de feijão, uma caixa de palha para guardar kimono, um palito de dente feito a mão ou uma bolacha de arroz. 

No nosso mundo atual onde tudo é descartável e massificado, percebemos que não é a toa que nosso cérebro entenda tudo aquilo como coisa de outro planeta mesmo. Durante o tour entendemos que no Japão existem não só artesãos, mas famílias inteiras que se dedicam a buscar excelência em tudo o que fazem, por gerações e gerações.

Recomendo de olhos fechados esse tour e por isso escrevi este post tão completinho. Espero que você também possa ter a oportunidade de visitar a terra do sol nascente e mergulhar de cabeça e coração aberto, nas diferenças culturais que  tornam o Japão tão especial.

Eu voltei com uma admiração profunda que provocaram transformações em mim, onde através do exemplo, eles me ensinaram tanto sobre determinação, respeito, e principalmente, educação.

No Instagram do Se Lança, você pode ver um pouco mais de como foi o tour e a nossa visita a Tóquio. Está tudo salvo destaque Japão, é só clicar aqui.

LEMBRETE

Seguro de viagem não é obrigatório pro Japão. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo.

Clique aqui para fazer sua cotação

Outros posts que podem te interessar:

Melhor hotel em Tóquio: review do The Gate Hotel Asakusa
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
7 dicas importantes sobre seus documentos antes de viajar
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

 

Nota: O Se Lança fez o tour Curiosidades Culturais do Japão a convite da @musement. Este é um conteúdo patrocinado que não interfere nas opiniões expressas no texto.

Barcelona em dezembro

Bora se lançar pra Barcelona em Dezembro?

Uma das perguntas que mais me fazem é: Barcelona em dezembro é frio mesmo?

Sim, caro viajante, é frio.

Mas nem só de frio vive Barcelona em dezembro. Neste post vou te dar várias dicas de como aproveitar essa cidade maravilhosa, mesmo com frio 😉

Quer saber:

  • Qual a temperatura de Barcelona em dezembro?
  • Se venta muito?
  • Se chove em dezembro?
  • Que roupa levar na mala?
  • Se é caro viajar pra Barcelona em Dezembro?
  • O que fazer em Barcelona em Dezembro?

E por fim: quer saber tudo sobre Barcelona em Dezembro?
Então continue lendo que aqui tem tudo o que você precisa saber para aproveitar bem a sua viagem.

Pra começar, te conto que tem vantagens viajar no frio pra Barcelona. Dezembro por aqui (exceto período do Natal) é oficialmente a baixa temporada, isso quer dizer que:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de dezembro. Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais acessível em dezembro do que nos outros meses do ano 😉
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística, vai ter gente em qualquer atração o ano todo, mas em dezembro, principalmente nas duas primeiras semanas do mês, a cidade recebe menos turistas, isso significa menos filas nas atrações, menos espera em restaurantes, menos gente no metrô… porém, por conta dos mercadinhos de Natal, vocês verão muitos locais nas ruas.
  3. Oi, frio: em dezembro o bicho começa a pegar, principalmente pra quem tá vindo direto do começo do verão no Brasil e cai direto no começo do inverno aqui. Vai tá frio, mas aqui faz frio com sol, com céu azul, então a sensação do frio é mais amena. Além do que, em dezembro já não chove tanto como em outubro e nem venta tanto quanto em novembro, contribuindo para que seus dentinhos batam menos haha

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em dezembro?

Tome nota, viajante!

Dezembro É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem, por ser baixa temporada.
  • Gosta de clima frio. Lembrando que é começo de inverno, o inverno pega mesmo aqui em Janeiro e Fevereiro.
  • Quiser turistar por mercadinhos natalinos e comprar produtos típicos.
  • Gostar de provar iguarias típicas natalinas, mais abaixo conto quais são.
  • Quer dar uma esticada pra esquiar perto de Barcelona. Neste caso, veja este post.

Dezembro NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer agito e festas cheia de gente no clima da pegada.
  • Quiser ver fogos de artifício estilo Copacabana na virada do ano.
  • Não gostar de frio, porque as temperaturas de dezembro ficam entre 10-16ºC.

O que você vai ler neste post:

Como é o clima de Barcelona em dezembro e que tipo de roupa levar?

Com o outono indo embora e o inverno já batendo na porta, o clima de Barcelona em dezembro é frio, com temperaturas que variam entre 5ºC e 15ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite ou de manhãzinha e as mais altas ao longo do dia.

Barcelona-em-dezembro-frio
Oi, frio! 😉

Quanto a ventos e chuvas, a probabilidade e frequência é baixa, de 3 a 5 dias de chuva durante todo o mês. O restante dos dias costumam ser frios porém bem ensolarados.

É importante sempre antes de viajar conferir como está a previsão do tempo pra ter certeza de estar levando as roupas adequadas. Eu gosto muito do site Weather Channel que dá pra ver a previsão dos próximos 10 dias a partir do dia que você consulta. O app nativo do iPhone, Clima, funciona bem também e a fonte é o Weather Channel.

Ainda que o clima seja mais frio, uma das coisas mais gostosas do frio aqui é que na maior parte dos dias faz dias ensolarados, então diminui a sensação de frio. Os dias costumam ser bem bonitos com o céu bem azul.

Além disso, saiba que Barcelona é uma cidade bem preparada pro frio: dentro dos estabelecimentos, dos transportes públicos, das atrações turísticas e onde você estiver hospedado* terá aquecimento (aqui chama calefación), o que te ajudará a não passar tanto frio, hehe.

*os hotéis são bem aquecidos. Se você alugar alguma casa, fique de olho se tem calefação, pois como há muitos imóveis antigos na cidade, é comum alugar um apartamento sem calefação central ou com calefação por ambiente e que nem sempre funciona bem. Dê uma olhada nos reviews e/ou pergunte ao proprietário antes.

Importante comentar também que Dezembro tem os dias mais “curtos” do ano. O que isso quer dizer?
Quer dizer que amanhece por volta das 8h da manhã e anoitece entre 17h-17h20. No verão, por exemplo, anoitece por volta das 22h.

Pras meninas, ai vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • meia calça fio 100 ou meia térmica pra usar embaixo da calça ajuda a segurar o frio nas pernoca;
  • blusa segunda pele de manga ou térmica pra colocar entre o casaco. Se não achar no Brasil, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia tem e custam entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica também;
  • cachecol de lã, gorro e luvas;
  • jaqueta corta vento com capuz é essencial, ajuda muito a controlar o frio se tiver ventando;
  • casaco sobretudo;
  • blusinhas de manga comprida quentinhas dessas de pelinho ou tricot pra usar embaixo do casacão;
  • pros pés: tênis, bota coturno, e pra quem tiver aquelas botinhas de pelo por dentro tipo UGG, pode trazer também. Nada de trazer sapatilhas e nem sapato com salto, aqui você vai andar muito, por isso não compensa trazer salto. Mas você quem sabe.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz é essencial. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon;
  • casaco sobretudo se você for friorento ou estiloso ;);
  • calça jeans e ceroula de algodão ou térmica. Se não encontrar no Brasil, na loja Uniqlo do Passeig de Gràcia tem e custam entre 9-13 euros. Tem meia calça térmica também;
  • camisetas de manga longa, pra usar embaixo de camisa de manga comprida;
  • um jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela;
  • cachecol, gorro e luva;
  • jaqueta de frio bem quentinha;
  • pros pés: tênis confortável e/ou botinha tipo coturno. Manter o pé aquecido é essencial pra minimizar o frio.

O que fazer em Barcelona em dezembro?

Atividades que só acontecem em dezembro:

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em dezembro e na sequencia umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona são programas bons de se fazer.

  • Palo Alto Market Fest: é um mercadinho hipster que acontece todo primeiro fim de semana de cada mês. É frequentado por locais e gente cool. Ambiente familiar de dia e mais festinha a noite. Você vai encontrar lá: vários food trucks, designers locais expondo seus trabalhos criativos, shows de música, produtores locais vendendo suas produções artesanais… tudo isso em um ambiente pra lá de hipster no bairro mais hipster da cidade, o Poblenou. A entrada custa 3,5€ online e 4€ na hora.

 

  • Mercadinho de Natal – as comemorações de Natal tomam conta da cidade em dezembro. Há feirinhas natalinas em diferentes bairros, mas as feirinhas mais lindas são a da Sagrada Família na Praça de la Sagrada Família e a de Santa Llucia, em frente a Catedral de Barcelona no bairro Gótico. Não deixe de procurar sobre o personagem típico do Natal aqui, o Caga Tío. Falo dele mais abaixo.
barcelona-em-dezembro-feira-de-natal
Mercadinho de Natal em frente a Sagrada Família – funciona das 10h às 22h. Abre no final de novembro e fecha dia 23 de dezembro.
  • Monumental Club: durante os meses de inverno, acontece um sábado por mês a Monumental Club, onde você encontrará música ao vivo, dj’s e food trucks, em um espaço emblemático e único em Barcelona: a Praça Monumental, a antiga praça de touros de Barcelona. Confira no site a data do evento em dezembro e garanta as entradas online também pra enviar filas. A entrada custa 5€ das 10h-16h (ambiente mais familiar, com atividades infantis) e 10€ das 16h-22h (qdo vira baladinha boa pra adultos). p.s: touradas são proibidas na Catalunha.

 

  • Presépio na Praça Sant Jaume: cada ano, um presépio diferente é instalado na praça onde fica a prefeitura de Barcelona e o governo da Catalunha. É um lugar bem turístico, no meio do bairro Gótico, certamente você passará por ela. Metrô: Jaume I.
natal-em-barcelona-presepio-natal-praca-jaume
Natal em Barcelona: presépio da Praça Jaume I em 2019
  • Projeções de luz no Recinto Modernista Sant Pau: de 21 de dezembro a 06 de janeiro, a fachada do emblemático hospital da Sant Pau ganhará uma projeção de luzes, cores e música em homenagem ao arquiteto Lluís Domènech i Montaner, idealizador do hospital. Localizado na ponta oposta a Sagrada Família, na Avenida Gaudí, você pode chegar ao hospital pelas linhas L2-Sagrada Família ou L4-Guinardó. As projeções acontecerão de 18h a 22h, a cada 30 minutos.

 

  • Comida típica de inverno: está aberta a temporada de “La Castañada”. São tipo uma castanha portuguesa, daquelas que se usa pra fazer marrom glacé. Aqui são vendidas a brasa, bem quentinhas. É bem comum encontrar barraquinhas que vendem essas castanhas na rua. Também é época de comer boniatos, um tipo de batata doce que também são vendidos nessas barraquinhas.

 

  • Supermercado: boa época pra comprar chocolates com embalagens especiais de natal pros amigos e familiares. Aqui é comum comer turrón, doce de amêndoa e também uns canudos chamados Neules, que parecem um biscoito de bijú. Supermercados legais pra ir: El Corte Inglês da Praça Catalunya (subsolo), SuperCor (grupo El Corte) e Caprabo. Tem vários pela cidade toda.

barcelona-em-dezembro-comer

  • Tradição de Natal: um docinho diferente de comprar no Natal é o carbón dulce. É um doce de puro açúcar com aspecto de carvão. Esse doce é uma tradição e uma brincadeira que os pais fazem com as crianças dizendo que o Papai Noel trará de presente um carvão ao invés de um presente pras crianças que não tiverem se comportado bem ao longo do ano. Dá pra encontrar em quase todas redes de supermercado, esse da foto abaixo tem no Caprabo.
Barcelona-em-dezembro-natal-doces
Carbón dulce (doce de carvão), brincadeira de Natal pras crianças que não se comportaram bem ao longo do ano 😉
  • Passeio pelas ruas e compras: é um mês onde se vê bastante gente pelo centro da cidade fazendo compras de Natal. As lojas fecham mais tarde nessa época. Passear pelas ruas do centro é uma atração natalina também  já que as ruas ficam iluminadas com luzes de natal. Cada ano um tema é escolhido e muda de acordo ao bairro. Vale dar um passeio pelo Passeig de Gràcia, pelo bairro Gótico, Las Ramblas e Plaça Reial.

 

  • Dia 25 de dezembro em Barcelona: a noite de 24 de dezembro e o dia de Natal é comemorado em família, seja em caso ou nos restaurantes. Recomendo reservarem com antecedência uma ceia de natal em um dos restaurantes da cidade. Os hotéis costumam recomendar bons opções para a ceia.

 

  • Noite de reveillón em Barcelona: aqui ninguém vai pra praia, por motivo de mto frio, rs. A comemoração da virada do ano, acontece na Praça Espanha em frente ao Museu Nacional de Arte da Catalunha, onde fazem um pequeno show de fogos de artifício acompanhado pelo show das águas da Fontes Mágicas de Montjüic. Onde: Praça Espanha – metrô linha vermelha ou verde (saída Fira Montjüic).

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

  • Roteiro Gaudí: se puder visite as principais obras do arquiteto, que são: Casa Batlló, La Pedrera, Park Güell e Sagrada Família. Se a grana tiver curta e só puder escolher uma atração, escolha a Sagrada Família. Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.

 

  • Museus: são sempre uma boa alternativa quando o clima tá frio. Eu adoro o CosmoCaixa, Macba e CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 01/12 museus liberados.

 

  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.

 

  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, enfim… tudo o que precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

 

  • Pra quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Tradição de Natal: Caga Tío

Caga Tió é uma das tradições culturais mais engraçadas que você verá por aqui. É um pequeno tronco de madeira com um rosto pintado. O tronco tem olhos, boca, um pequeno cobertor e usa um chapéu típico Catalão chamado: Barret.

O nome Caga Tió significa “tronco de 💩”. Ele é quem traz alguma lembrancinha na Noite de Natal, não o Papai Noel. Geralmente são guloseimas doces, pras crianças comerem após a ceia de Natal, já que a troca de presentes de Natal, não é no dia 24/12 e sim no dia 06/01, dia de Reis. São os 3 reis magos que trazem os presentes, não Papai Noel. Ou seja, Papai Noel aqui existe, mas não tá com nada, rs

Do dia 08 Dezembro até a Noite de Natal as crianças “cuidam” do Caga Tió dando doces ou pequenos pedaços de turrón (doce a base de amendôas) pra mantê-lo bem alimentando. O cobertor que vem colado na “cauda”do tronco é pra mantê-lo quentinho e é também de onde sairão doces na Noite de Natal.

Reza a lenda que é preciso manter seu Caga Tío bem alimentado e satisfeito, para que na Noite de Natal ele “cague” muitos doces pra criançada. Eu não disse que era uma tradição engraçada?!

Bom, na Noite de Natal, após a grande ceia, as crianças pegam um pedaço de pau e com ele batem forte no Caga Tió, cantando a música especial do tronco. Abaixo uma parte da canção:

“Caga Tió avellanes I torró
Si no vols cagar
Et donanem un cop de pal.”

Traduzindo:

“Caga Tió avelãs e torrões
Se você não fizer cocô
Iremos te bater com um pau”

Só que assim, não é que elas vão bater… elas cantam já batendo, haha veja o vídeo abaixo:


Tem vários vídeos no youtube sobre o Caga Tío, vale a pena ver, são engraçados e fofos.

Depois de bater no tronco, elas tiram o cobertor do Caga Tió e encontram os doces. Entre esses doces também podem estar o Carbón Dulce que comentei acima e alguns pequenos brinquedos. Vai de cada família.

Onde se hospedar em Barcelona em dezembro?

Em dezembro os preços da hospedagem em Barcelona diminui bastante quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra te dar uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em dezembro em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho, alta temporada: 186€
Em dezembro, baixa temporada: 79€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família, que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em dezembro.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Melhor hotel em Tóquio: review do The Gate Hotel Asakusa

Tóquio é uma cidade gigaaaante, logo, há um sem fim de opções de hospedagem, o que por um lado é bom, porque você tem mais oferta de preços pra escolher, mas também é ruim, porque dá uma confusão na cabeça saber se está escolhendo a melhor opção custoxbenefício que pelo amor…

Na hora de planejar minha viagem pra lá, eu não tinha a menor ideia de qual bairro seria melhor ficar, eu só tinha uma coisa na cabeça: quero ficar em um hotel que tenha um quarto com uma janela grande com vistas para a cidade. Poder ver a imensidão de Tóquio desde a janela do quarto de dia e de noite, era o imaginário que tinha de Tóquio na minha cabeça e que queria experienciar.

E nessa busca fui e encontrei o The Gate Hotel no bairro de Asakusa e sonho saiu melhor do que eu imaginava!

Além do hotel ter a tal janela no quarto com vista pra Tóquio que eu tanto queria, não tinha qualquer vista, se liga…

Descobri que o bairro de Asakusa é um dos bairros mais baratos pra se hospedar. Descobri também que neste bairro está o templo budista mais antigo de Tóquio, o Senso-ji e também a Tóquio Skytree, que é a torre mais alta do mundo… e adivinha quais eram as vistas do hotel??
Harãããnnn, ambos!!!

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate_bairro
A direita na foto está a entrada para o Templo Senso-ji e a esquerda a Tóquio Skytree ao fundo. Ambas atrações a poucos passos do The Gate Hotel.

Do quarto do hotel a gente dormiu e acordou olhando pro Senso-ji e do salão de café da manhã e do bar no rooftop, curtimos a vista para Skytree com a contagem regressiva pras Olimpíadas.

Sério, não sei se consigo descrever a emoção que senti quando cheguei na recepção no 7º andar do hotel e vi as vistas que teria pelos próximos dias em Tóquio.

Álias, sei sim e é a isso que dedico esse post com os detalhes de tudo o que o hotel oferece e se ao final você ainda não tiver convencido que essa é a melhor opção de hospedagem em Tóquio encerro minhas atividades como criadora de conteúdo de viagem (#draminha haha)

Como é o The Gate Hotel em Tóquio

O The Gate Hotel em Asakusa é um 4 estrelas moderno, confortável, silencioso, super limpo e com uma das melhores vistas de Tóquio, com certeza.

O hotel fica na mesma rua da entrada do mais antigo templo de Tóquio, o Senso-ji (1400 anos), há apenas 2 minutos dele. Ao chegar na recepção do hotel, que fica no 7º andar do prédio, você já é surpreendido por um salão principal com janelas enormes de fora a fora de onde se pode ver uma vista quase 180º do bairro de Asakusa, com os principais pontos turísticos do bairro bem aos seus pés: o templo e a Skytree.

Vistas do lobby todo de vidro na recepção do hotel

No andar da recepção, além deste lobby com vistas para a cidade, o hotel oferece ainda um restaurante com cozinha 24hs. É também neste andar que está o salão onde é servido o café da manhã, que falarei um pouco mais abaixo.

Outras estruturas e serviços do hotel que valem ressaltar: área para fumantes (em Tóquio não se pode fumar na rua e todos estabelecimentos tem locais específicos para fumantes), serviço de massagem, recepção 24h e wi-fi gratuito, serviço de concierge, sala para deixar malas e os recepcionistas falam muito bem inglês (mais um ponto super positivo pro hotel, pois encontrar quem se comunique bem em inglês é difícil no Japão).

O quarto do The Gate Hotel Asakusa

Feito o check-in, fomos para o nosso quarto. Para quem conhece o Japão ou já viu algumas fotos de quartos de hotéis no booking, já percebeu que hotel com um quarto espaçoso é um luxo, pois a maioria costuma ser beeem pequeno.

Nosso quarto no The Gate era grande, espaçoso, conseguimos acomodar super bem nossas malas e a gente. Dava pra andar sem tropeçar no marido, rs

Por fotos vi que o quarto com cama de casal também é bem espaçoso, mas no nosso quarto tinha duas camas de solteiro, mas eram maiores do que o tamanho solteiro que conhecemos. Dá uma olhada:

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate_quarto

De mimos pros hóspedes, encontramos no quarto chás, cafeteira Nespresso e capsulas à vontade, frigobar e garrafinhas de água de boas vindas. Em cima das camas também havia um pijama pra cada um.

Mas o ponto alto do quarto pra mim foi a janela, lembra do meu sonho? rs

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGATE_Room
Ainda sonhando com essa vista S2 do The Gate Hotel em Tóquio

A vista da janela do nosso quarto era pro templo Senjo-ji, sim, pro t-e-m-p-l-o. Eu não acreditava, não acredito até agora na verdade. Fizemos check-in a noite e quando chegamos Tóquio e o templo já estavam iluminados, fiquei super emocionada quando vi a vista, tanto que até fiz um vídeo mostrando:

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Se Lança | Viagem (@selanca.blog) em

O quarto conta ainda com banheiro privativo, com ducha, sabonete líquido, shampoo e condicionador (nem usei os meus), e todas aquelas amenidades que a gente adora, tinha até escova de dente. Ah, por último, não menos importante, aliás a mais importante: o famoso vaso sanitário japonês!

Gente, praticamente é preciso um manual pra entender tantos botões, mas depois que você entende, vira um caso de amor. Dedique um pouco de tempo para aproveitar o banheiro, juro que vale a pena, rs

O vaso tem a tampa aquecidinha, uma delícia! Tem também um jatinho de água que você pode mirar na frente ou atrás, dependendo se fez um nº1 ou nº2 e tem até música, caso você queira relaxar ou tenha uma dor de barriga e não queira que ninguém saiba haha.

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate_vaso
Nenhuma dessas fotos é do vaso sanitário do hotel porque esqueci de fotografar lá (#chateada), mas já dá vocês terem uma ideia de como são os vasos no Japão, mil botõezinhos que podem estar ou num braço que sai do vaso ou em uma caixinha na parede ao lado. É uma experiência, hehe

Mas calma, não vai pensando que tem várias músicas, que dá pra conectar no Spotify, nada disso, haha é um barulho de descarga/cachoeira que fica constante enquanto você deixar o botãozinho ligado.

Café da Manhã, Rooftop e Bar do The Gate Hotel Asakusa

O café da manhã é servido das 6h30 às 10h e pra quem não fizer a reserva já com café da manhã incluso, pode incluir a opção na hora do check-in pelo valor de ¥2,500. Além da vasta opções de comidinhas do buffet, com: frutas, vegetais, pães, croissant, mel, iogurte e etc, você ainda pode escolher, incluído no valor, entre um French Toast ou Ovos Beneditos. Eu peguei um cada dia pra provar e estavam divinos.

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate__breakfast

Do salão do café da manhã você pode ver a entrada do templo Senso-ji e a Skytree.

No rooftop do hotel, acessado através de umas escadas que estão no andar da recepção, tem um bar com as vistas pro templo e pra torre ao ar livre, sem vidros. Lá de cima dá pra fazer fotos e vídeos bem legais. O bar fica de frente pra torre, recomendo subir lá a noite pra tomar um drink, conversar com o bartender e relaxar do dia todo turistando.

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate_bar
Pedimos um whisky japonês e um sakê. Em Tóquio não tem sakerinha tá gente, lá sakê é servido como vinho, puro e é maravilhoso.

Nos dias mais frios eles dão mantinhas pros convidados que queiram ficar na parte exterior do bar. Ah, é também neste andar que está a área de fumantes do hotel. E pra quem não fuma, fica tranquilo, porque não há cheiro algum de cigarro.

Localização e Preços

Como mencionei acima, a localização do The Gate Asakusa é realmente privilegiada, há 2 min caminhando da entrada principal do Templo Senso-ji, há menos de 10min da Skytree e também a poucos metros de distância de duas estações de metrô: estação Asakusa (5 min) e estação Tawaramachi (10 min).

E pra quem curte um parque de diversão, o modesto, mas não menos divertido Hanayashiki, está há apenas 7 min do hotel.

Pra quem já andou pesquisando sobre preço de hotel de Tóquio, já viu que os preços são meio salgadinhos, principalmente nos bairros mais centricos como Shibuya, Shinjuku ou ali próximo a Tokyo Station.

Esse é mais um ponto positivo para região de Asakusa, por ser uma área “menos turística”, os preços também são mais acessíveis.

O preço das diárias no The Gate Hotel variam de acordo a época do ano, mas costumam ser em torno de R$500.

Veja abaixo a avaliação do The Gate Hotel Asakusa Kaminarimon by Hulic por outros viajantes:

Booking.com

Melhor_Hotel_em_Tóquio_Asakusa_TheGate_arigato
Eaí, gostaram dessa dica de hospedagem em Tóquio?

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo. Escreve, escreve, escreve 🙂

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças pelo mundo no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também e tem tudo sobre nosso roteiro em Tóquio no destaque Japão.

LEMBRETE

Seguro de viagem não é obrigatório pro Japão. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo.

Clique aqui para fazer sua cotação

Leia também:

Tour Curiosidades Culturais do Japão em Tóquio
26 Dicas rápidas de Tóquio: O que preciso saber antes de ir
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?
7 dicas importantes sobre seus documentos antes de viajar
15 dicas para uma viagem segura e saudável
7 dicas para tirar lindas fotos de viagem com o celular

 

~ Se Lança ~

Barcelona em novembro

Aproveitar suas férias para conhecer Barcelona em Novembro é uma boa e neste post vou te explicar o porquê, além de dar várias dicas de tudo o que você pode aproveitar na cidade neste mês.

Dúvidas como: “Qual a temperatura de Barcelona em novembro? Barcelona em novembro é muito frio? Venta? Chove? O que levar? É caro? O que fazer?…”, devem estar passando pela sua cabeça, certo?

Pra começar, te conto que a baixa temporada em Barcelona começa em outubro e vai até meados de dezembro. Então novembro em Barcelona ainda dá pra:

  1. Pagar menos em hospedagem: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de novembro. Ficar em um hotel com vista pra Sagrada Família, pode ser mais fácil em novembro 😉
  2. Turistar mais tranquilo: Barcelona é uma cidade turística, vai ter gente em qualquer atração, mas em novembro é um dos meses que a cidade menos recebe turistas, isso significa menos filas nas atrações, menos espera em restaurantes, menos gente no metrô, enfim… maravilhoso, rs.
  3. Começar a sentir o inverno Europeu: já começa a esfriar em novembro. Se a sua viagem for no começo de novembro, vai estar menos frio, se for do meio pro final, já vai dar pra passar um frio gostoso por aqui.

O que você vai ler neste post:

Quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em novembro, certo?

Então tome nota, viajante!

Novembro É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem. Em euro, quem não quer gastar menos, não é mesmo?
  • Gosta de clima frio.
  • Não se importar em pegar uns dias nublados e até mesmo um pouco de chuva.
  • Gostar de provar iguarias típicas, mais abaixo conto quais são.
  • Quiser aproveitar um pouco da vibe natalina que já começa nessa época do ano.

Novembro NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer agito e festas cheia de gente no clima da pegada.
  • Não gostar de frio, porque ainda que tenha um dia ou outro mais quentinho, as temperaturas não sobem muito além dos 18ºC.
  • Quiser ver alguma festa típica da Catalunha. Se este for o caso, melhor planejar essa viagem para os meses de verão que tem algumas bem bacanas como conto no post “Festas Típicas”.

E aí, é o tipo de férias que imaginava ou não?

Como é o clima de Barcelona em novembro e que tipo de roupa levar?

Com o outono reinando, o clima em novembro já é mais frio, com temperaturas que variam entre 11ºC e 19ºC, sendo as temperaturas mais baixas a noite ou de manhãzinha, e as mais altas ao longo do dia.

Barcelona-em-Novembro-2019
Barcelona em novembro: as folhas das árvores já começam a cair, sinalizando que logo entra o inverno

Quanto ao vento e chuvas de novembro, podem acontecer sim, já que novembro é outono e por aqui costuma chover nesta época do ano. Em novembro temos em média 5 dias de chuva, mas fica tranquilo que há muitos dias de sol.

Ainda que o clima seja mais frio, uma das coisas mais gostosas do frio aqui é que na maior parte dos dias faz dias ensolarados, então diminui a sensação de frio. Os dias costumam ser bem bonitos, com o céu bem azul.

Além disso, Barcelona é uma cidade bem preparada pro frio, então dentro dos estabelecimentos, dos transportes públicos, das atrações e onde você estiver hospedado, terá aquecimento (aqui chama calefación), o que te ajudará a não passar tanto frio, hehe.

Importante comentar também que em novembro os dias já começam a ficar mais “curtos” quando comparamos com o verão. O que isso quer dizer? Quer dizer que amanhece por volta das 7h-7h30 e anoitece entre 17h-17h30. No verão, por exemplo, anoitece por volta das 22h.

Pras meninas, ai vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • meia calça fio 60-100 pra usar com vestido ou embaixo da calça jeans ajuda a segurar o frio nas pernoca;
  • blusinha segunda pele de manga ou aquelas basiquinhas da Hering, pra colocar entre o casaco e um blusinha de alça;
  • vale trazer um cachecol de lã e luvas, caso você seja friorenta;
  • uma jaqueta corta vento com capuz é essencial, ajuda muito a controlar o frio se tiver ventando;
  • jaqueta a prova de água ou aquelas tipo capa de chuva; Esse tipo de jaqueta e a corta vento, vende na Decathlon.
  • blusinhas de manga comprida quentinhas dessas de pelinho ou tricot;
  • pros pés: tênis e uma botinha de couro se quiser sair um dia mais arrumadinha. Nada de sapatilhas e nem sapato com salto, aqui você vai andar muito, por isso não compensa trazer salto. Mas você quem sabe.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz é essencial. Esse tipo de jaqueta vende na Decathlon;
  • calça jeans e uma ceroula se você for friorento;
  • camisetas de manga curta, pra usar embaixo de camisa de manga comprida;
  • um jersey de manga quentinho e/ou camisa de flanela;
  • cachecol e luva pros friorentos;
  • uma jaqueta de frio bem quentinha;
  • pros pés: tênis confortável, porque você vai andar muito.

O que fazer em Barcelona em novembro?

Atividades que só acontecem em novembro:

Primeiro vou listar pra vocês as atividades que só acontecem em novembro e na sequência umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona, são programas bons de se fazer.

  • Dia de todos os santos: dia 01 de novembro é feriado e é equivalente ao nosso dia de finados (02/nov). No dia 01, muitas famílias vão visitar antepassados nos cemitérios da cidade, como o Cemitério de Montjüic e o do Poblenou. Se você gosta desse tipo de turismo, evite ir no dia primeiro que estará muito movimentado.

 

  • Comida típica de outono: está aberta a temporada de “La Castañada”. São tipo uma castanha portuguesa (foto do início deste post), daquelas que se usa pra fazer marrom glacé. Aqui são vendidas a brasa, bem quentinhas. É bem comum encontrar barraquinhas que vendem essas castanhas na rua. Também é época de comer panellets, um doce a base de amêndoa, fácil de ser encontrado nas docerias ou padarias da cidade. Na La Colmena, em frente a estação de metrô Jaume I, que é uma doceria super típica, você pode provar esse tipo de doce.

Atividades atemporais pra fazer em Barcelona:

Agora algumas coisas atemporais pra fazer em Barcelona, lembrando que essa época do ano é boa por ter menos filas e menos gente nas atrações.

Os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas, clique de acordo ao seu interesse:

  • Roteiro Gaudí: se puder visite as principais obras do arquiteto, que são: Casa Batlló, La Pedrera, Park Güell e Sagrada Família. Se a grana tiver curta e só puder escolher uma atração, escolha a Sagrada Família. Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel. Tem que comprar entradas com antecedência pois é com dia e hora marcada. Clique aqui para ver valores e qual dia você poderá visitar.
Sagrada-Familia-Fachada-Nascimento-Paixão-Barcelona
Sagrada Família: na foto da esquerda a fachada do Nascimento e na da direita a fachada da Paixão de Cristo
  • Museus: são sempre uma boa alternativa quando o clima tá feio. Eu adoro o CosmoCaixa, Macba e CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 01/11 museus liberados.

 

  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.

 

  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU

Onde se hospedar em novembro em Barcelona?

Em novembro os preços da hospedagem em Barcelona diminui bastante quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra te dar uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em novembro em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho, alta temporada: 186€
Em novembro, baixa temporada: 93€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família, que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em novembro.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Barcelona a Montserrat: o que é, como ir e mais

Fazer um bate e volta de Barcelona a Montserrat, a montanha mágica da Catalunha, pode ser um passeio bem surpreendente para quem vem passar mais de 5 dias em Barcelona ou pra quem já conhece a cidade.

Fui a Montserrat em 2009, mas confesso que não lembro de quase nada. Na época ainda não trabalhava com blog de viagem então não me sentia à vontade pra escrever sobre esse destino pra vocês.

Agora em Setembro de 2019, 10 anos depois de minha primeira visita a Montserrat, fui convidada pela Musement, site de venda de entradas para atrações turísticas e parceiro do blog, para ir revisitar Montserrat.

Amei a ideia de poder revisitar esse lugar tão famoso, com o olhar que tenho agora: um olhar atento de quem está indo conhecer um novo lugar, aproveitar a viagem,  se conectar com o lugar, mas também um olhar atento para dividir a experiência com vocês e inspirá-los a também realizar essa viagem.

Espero que até o final deste post eu consiga fazer vocês sonharem em conhecer esse lugar 😉
Depois me contem.

Neste post você verá:

O que é Montserrat?

Montserrat fica há 50km de Barcelona e é uma montanha, símbolo de orgulho para os Catalães, não só por sua peculiar formação rochosa, mas também porque é onde se localiza o Mosteiro de Montserrat, um ponto de peregrinação importante para os cristãos, que a converteu também em um ponto turístico.

Barcelona-a-Montserrat-montanha
Essa é a peculiar, complexa e intrigante formação rochosa de Montserrat. A da lateral direita parece a figura de uma mulher. Você vê?

O Mosteiro de Montserrat abriga a “Virgen de Montserrat”, padroeira da Catalunha. A virgem de Montserrat, também conhecida como La Moreneta, é uma santa negra, que segundo a lenda mais antiga, foi encontrada no ano 880 d.c por crianças pastoras, que viram uma forte luz vinda de uma cova da montanha de Montserrat.

Mas a verdade é que Montserrat é muito mais do que a história da Moreneta. Diversas lendas permeiam a história de Montserrat: de avistamentos OVNIS desde o século X até um suposto boato de que o Santo Graal esteve escondido aí.

São muitas histórias ao redor de Montserrat, umas mais realistas outras mais fantasiosas. O resultado final é uma montanha de formação rochosa peculiar, que inspirou lendas, histórias e até arquitetos do movimento modernista Catalão.

Tantas histórias que aportaram a Montserrat um quê de mágica que quando você está lá, consegue até sentir esse “não sei o quê” mágico mesmo. Pra mim, cética que sou, tem muito a ver com a geografia da montanha, a forma como a luz do sol que incide nela, o silencio da natureza… tire suas próprias conclusões.

Como é o passeio em Montserrat?

No geral, o passeio a Montserrat vale a pena para sair um pouco do caos turístico de Barcelona e poder ter contato com um lado mais natureza da Catalunha.

Não é um passeio que indico se você tiver menos de 5 dias em Barcelona, pois ainda acho que conhecer bem Barcelona deve ser sua primeira opção se for a primeira vez na cidade. Mas, para quem já conhece Barcelona, recomendo sim desbravar este outro lado do estado.

Fizemos um bate e volta de Barcelona a Montserrat a convite da Musement. O tour é operado pela agência de viagens Juliá Travel, que realiza diversão excursões na Catalunha. O que vou descrever aqui é como é o passeio a Montserrat a partir da experiência vivenciada neste tour.

Com o voucher do tour no celular, chegamos a agência Juliá Travel, no centro de Barcelona 15 minutos antes do horário de inicio do tour. É preciso chegar com um pouco de antecedência mesmo, pois precisa passar pelo balcão de atendimento para fazer “check in”.

O ônibus saiu pontualmente às 15h. De Barcelona a Montserrat são 45min de ônibus e durante o caminho você não fica entediado porque a guia vai contando curiosidades sobre a cidade de Barcelona por onde o ônibus vai passando, como, por exemplo, a fundação do bairro do eixample, pontos interessantes para conhecer na avenida Diagonal, até pegarmos a estrada.

O tempo passa bem rápido no ônibus e a primeira arada é a cidade Monistrol de Montserrat de onde se pega o trem Cremallera (que significa zíper) até o topo da montanha de Montserrat.

Barcelona-a-Montserrat-trem-cremallera
Estação Monistrol de Montserrat, onde descemos do ônibus e trocamos para o trem cremallera que sobe até o mosteiro

Uma vez no trem, foram mais 15min até chegar ao mosteiro. Chegamos no mosteiro às 16h30 da tarde. A guia nos entregou um mapa e explicou brevemente o que se podia ver ali na montanha: a basílica, o museu de Montserrat, a trilha até a cruz de Sant Miquel e os funiculares Sant Juan e Santa Cova que nos levam a 2 pontos ainda mais altos na montanha. Também há uma loja de venda de produtos feitos pelos monges e um restaurante.

Como você pode ver, há mais atrações na montanha, além da basílica que tornou Montserrat um destino turístico. E aqui é o primeiro e único ponto de melhoria que eu apontaria para este tour. Chegamos as 16h30 e tínhamos até as 18h05 para “conhecer” Montserrat e voltar pro ônibus. Ou seja, menos de 2h pra ver tudo. Achamos muito corrido e óbvio, não deu pra ver tudo como descrevo a seguir.

Dentro da basílica está a imagem da La Moreneta e esse é a principal atração de milhares de fiéis que chegam a Montserrat todos os anos. No entanto, todo principal ponto de atração tem o que? Muita fila!

Barcelona-a-Montserrat-mosteiro-montserrat
A esquerda a maravilhosa entrada da igreja de Montserrat e a direita a fila para dar um oi pra Virgem de Montserrat, a La Moreneta.

Por isso, nós decidimos ir primeiro fazer a trilha até a cruz de Sant Miquel para ver a vista de Montserrat na esperança de na volta, ter menos fila. Já os funiculares Santa Cova, Sant Joan e o Museu de Montserrat, todas atrações pagas a parte, desistimos diretamente, porque não daria tempo.

Barcelona-a-Montserrat-mirador-sant-miquel
Mirador de Sant Miquel visto desde a igreja de Montserrat

A trilha é fácil, 30 minutos caminhando rápido com poucos trechos de subida. A vista panorâmica de Montserrat desde o mirador de Sant Miquel é linda e vale a pena. Se vê todo o mosteiro e o vale onde se localiza a montanha.

Barcelona-a-Montserrat-sant-miquel
Vista do Mirante de Sant Miquel para a montanha de Montserrat e todo o complexo onde se encontra a igreja.

Na volta do mirador, chegamos novamente na basílica que estava ainda mais lotada. Não deu certo nosso plano de pegar menos fila para ver a Moreneta, por isso, acabamos optando por apenas entrar na basílica e ver a imagem de longe mesmo.

Barcelona-a-Montserrat-la-moreneta
Imagem da La Moreneta, vista de dentro da basílica e não pela acesso lateral onde você pode pegar a fila pra ir até a santa e tocá-la.

Como estávamos curtos de tempo, ficamos uns 5 min dentro da igreja, depois passamos na lojinha, “La Botiga” para provar os licores feitos pelos monges e brinde do tour da Musement e já seguimos em direção ao ônibus.

Chegamos de volta a Barcelona às 20h, totalizando 5 horas de passeio, dos quais na região do Mosteiro de Montserrat mesmo foram menos de 2 horas como comentei acima.

Vantagens de fazer esse tour:

  • Você não precisa se preocupar com nada. Você é conduzido até Montserrat com segurança e conforto.
  • Você não precisa pagar nada extra: o trem cremallera, por exemplo, já está incluso no valor total do tour.
  • A guia te conta curiosidades sobre Barcelona e sobre Montserrat que você não saberia se fizesse o passeio por conta e/ou tivesse lido muitos blogs, rs
  • É um passeio tranquilo e cômodo. Não tem stress com nada, a guia está super atenta a necessidade de cada um do grupo e não tem como se perder.
  • Recomendo esse tour para quem pessoas de idade, famílias com crianças ou casais mais jovens que queiram apenas dar uma olhadinha, não necessariamente explorar tudo o que tem pra fazer por lá.
  • Pra quem está fazendo um bate e volta desde Barcelona, esse tour ocupa apenas um período do dia, ou seja, na parte da manhã até as 15h você pode fazer sua programação por Barcelona normal.

Desvantagens de fazer esse tour:

  • Pro meu ritmo e pra minha forma de turistar, com calma podendo observar o local e explorar a região, achei curto de tempo. Uma vez na montanha, o tour deveria ser de pelo menos 3h para podermos explorar a área.

Eaí, o que achou dessa minha experiência em Montserrat? Eu gostei, só achei que poderia ter durado um pouco mais.

Como ir de Barcelona a Montserrat?

Há algumas opções para ir de Barcelona a Montserrat além da maneira como eu fui, por isso vou listar todas para que você saiba quais opções tem pra escolher.

Pesquisando mais no site da Musement descobri que há ainda outras ofertas de tours Barcelona a Montserrat, que duram mais tempo, uns até com brunch na montanha.

Além dos tours guiados, você pode optar por ir por conta a Montserrat.
Confesso que é um pouco confuso, você vai precisar estar bem atento no caminho todo, mas não é impossível.

O melhor jeito para ir de Barcelona a Montserrat por conta é:

Ir até a estação de metrô Praça Espanha em Barcelona, dentro da própria estação seguir as placas em direção a R5. A placa está sinalizada com os dizeres: “to Montserrat”, bem evidente. Chegando na área dos trens, ir até a cabine de informações para comprar as passagens, já que nas máquinas automáticas você pode se confundir com a quantidade de opções e combos possíveis.

Porque é confuso? Porque você precisa pegar mais de um transporte para chegar. Além do trem normal que te levará até o pé da montanha, você precisa comprar também o meio de locomoção que vai te levar até lá em cima da montanha, onde está o mosteiro.

Há 2 opções para subir a montanha em transporte público: trem cremallera e áeri (bondinho).
Cada um é operado por uma empresa e cada um tem um ponto de partida diferente, por isso é preciso estar atento.

Trem cremallera:
Se você escolher trem cremallera, você vai comprar uma passagem de trem de Barcelona a Monistrol de Montserrat  e depois trocar pro trem cremallera pra subir a montanha. Lembrando que o valor do trem cremallera é a parte. Veja aqui valor atualizado do trem cremallera.

Dica: sente do lado esquerdo do trem na subida pra ter melhores vistas da montanha.

Barcelona-a-Montserrat-cremallera-trilho
O nome cremallera, significa zíper e esse nome é por conta do sistema dos trilhos do trem que tem formato de zíper como você pode ver nessa foto.

Aeri de Montserrat:
Se você escolher a opção aeri, você precisa comprar uma passagem de Barcelona a Montserrat-Aeri e depois trocar pro bondinho, pago a parte do trem. A estação Montserrat Aeri fica uma estação antes da Monistrol de Montserrat (do trem cremallera), então atenção aqui também pra não descer errado. Veja aqui os valores atualizados para o Aeri.

Barcelona-a-Montserrat-aeri
Esse é o bondinho chamado Aeri de Montserrat, ele liga a estação Montserrat-Aeri até o Mosteiro de Montserrat

Pronto, uma vez embarcados no trem cremallera ou no aeri, em pouco minutos você chegará ao mosteiro de Montserrat, de onde poderá desfrutar das vistas e de tudo o que o passeio oferece.

Vale mencionar que os funiculares Santa Cova e Sant Joan, que levam aos pontos mais altos da montanha, passando o mosteiro, são pagos a parte também e os tickets podem ser comprados na hora.

Quando ir a Montserrat?

Montserrat pode ser visitada durante o ano todo, em qualquer dia da semana. Nos feriados e finais de semana é mais cheio porque além de turistas estrangeiros, muitos catalães costumam ir passear na montanha. É comum ver famílias fazendo as trilhas com cachorros, por exemplo.

Consulte aqui os dias da semana e horários de abertura de atividades de Montserrat.

Como se trata de uma montanha, é importante lembrar que a temperatura é diferente da temperatura na cidade. Vale levar uma blusinha leve de frio, mesmo no verão.

Pras meninas quem forem visitar Montserrat no verão, lembrem-se que, assim como em qualquer igreja, saias, shorts curtos e blusas decotadas não são bem adequados, sendo até proibida a entrada.

barcelona-a-montserrat-setembro
Na hora de pensar no look Montserrat, nada de decotes 😉

Dicas extras

Neste post contei pra vocês como foi minha experiência de bate de volta de Barcelona a Montserrat, como viram tem muitas atividades que podem ser feitas na região e caso você tenha mais tempo no cronograma da sua viagem ou estiver fazendo uma viagem de carro pela Catalunha, dormir em Montserrat pode ser uma opção a se considerar.

Neste caso, deixo aqui algumas das poucas opções de hospedagem em Montserrat:

Hotel Abat Cisneros Montserrat: é o único hotel na montanha, de frente pro Mosteiro de Montserrat.

Alberg Abat Oliba: localizado em Montserrat, a 600 metros de Aeri de Montserrat, é um hostel (albergue), de quartos compartilhados, equipado com cozinha e banho privado.

Veja a seguir alguns posts sobre Barcelona que podem ajudar a planejar sua viagem:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar
Seguro de Viagem Internacional – vale a pena?

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

 

Nota: O Se Lança fez o tour a Montserrat a convite da @musement. Este é um conteúdo patrocinado que não interfere nas opiniões expressas no texto.

 

~ Se Lança ~

Barcelona em Outubro

Programar suas férias para conhecer Barcelona em Outubro pode te reservar boas surpresas e neste post vou te explicar o porquê, além de dar várias dicas de tudo o que você pode aproveitar na cidade neste mês.

Dúvidas como: “Qual a temperatura de Barcelona em outubro? Barcelona em outubro é frio? Venta? O que levar? É caro? O que fazer?…”, devem estar passando pela sua cabeça, certo?

Pra começar, te conto que o mês de outubro em Barcelona é quando oficialmente começa a baixa temporada, isso significa basicamente 3 coisas bem importantes:

  1. Preços de hotéis mais em conta: todos os hotéis que recomendo no post “Onde se hospedar em Barcelona”, estão com preços mais baixos no mês de outubro. Se hospedar próximo a uma das obras de Gaudí pode ser mais fácil em outubro 😉
  2. Menos turistas na cidade: Barcelona é uma cidade turística, vai ter gente em qualquer atração, mas em outubro há bem menos turistas do que na alta temporada, isso significa menos filas nas atrações, menos espera em restaurantes, menos gente no metrô, enfim… paraíso, rs.
  3. Temperaturas mais amenas: nem muito frio, nem muito calor, manhãs e noites mais frias, dias quentes.

Mas além disso, imagino que você queria saber quais as vantagens e desvantagens de programar uma viagem a Barcelona em outubro, certo?
Então tome nota!

Outubro É um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer gastar menos com hospedagem. Em euro, quem não quer gastar menos, não é mesmo?
  • Não quer sofrer tanto com o frio.
  • Não se importar em pegar uns dias nublados e até mesmo um pouco de chuva.
  • Não se importar com uma cidade mais vazia e sem clima festeiro, como acontece no verão.

Outubro NÃO é um bom mês pra conhecer Barcelona se:

  • Você quer agito e festas cheia de gente no clima da pegada.
  • Tiver em busca de calor pra pegar praia. Ainda que com um pouco de sorte seja possível pegar praia no começo de outubro. Neste caso, já veja aqui quais as melhores praias em Barcelona.
  • Quiser ver alguma festa típica da Catalunha. Se este for o caso, melhor planejar essa viagem para os meses de verão que tem algumas bem bacanas como conto no post “Festas Típicas”.

E aí, é o tipo de férias que imaginava ou não?

Pra você que animou em conhecer Barcelona em outubro, neste post você verá:

Barcelona-em-Outubro-la-rambla
Rooftop do hotel H1898 com vista para La Rambla e suas árvores já quase no fim do outono.

Como é o clima de Barcelona em outubro e que tipo de roupa levar?

Basicamente, o clima em outubro é ameno, mas é bem comum chover e ventar. As temperaturas variam entre 17º-26º, sendo as temperaturas mais baixas a noite ou de manhãzinha, e as mais altas ao longo do dia, principalmente no meio da tarde.

Quanto ao vento e chuvas de outubro, na verdade são em média 6 dias de chuva durante todo o mês. Há muitos dias bem ensolarados sem uma única nuvem no céu. Barcelona em si é uma cidade muito ensolarada, mesmo no alto inverno, então pode esperar dias de sol brilhante, sim.

Uma boa definição pro clima de Barcelona em outubro é: Efeito cebola, já ouviu falar? É aquele que você vai descascando as camadas, sabe? haha

Então, turistar em outubro por aqui é isso. Você sai do hotel de manhã com um casaco mais quentinho, a meia manhã você amarra o casaco na cintura e fica com a blusinha de manga comprida e no meio do dia até a tarde já terá colocado a blusinha de manga na mochila e estará turistando de blusinha curta. No final da tarde o friozinho volta a bater e o casaco volta a ter uso.

Pras meninas, ai vai um check-list do que vale trazer na mala:

  • uma meia calça fio 40-60 pra usar com vestido ou embaixo da calca jeans ajuda a segurar o frio nas pernoca;
  • blusinha segunda pele de manga ou aquelas basiquinhas da Hering, pra colocar entre o casaco e um blusinha de alça;
  • vale trazer um cachecol leve (se for de lã você vai fritar de calor);
  • uma jaquetinha corta vento com capuz é essencial, ajuda muito a controlar o frio se tiver ventando;
  • jaqueta a prova de água ou aquelas tipo capa de chuva;
  • vestido, camisetinhas e blusinhas de alça (lembra do efeito cebola);
  • algumas blusinhas mais quentes, de pelinho ou tricot.
  • ah, põe um biquini vai, ocupa pouco espaço e vai que você dá sorte de pegar um dia de praia, né? Mas não empolga, é uma possibilidade ínfima, mas existe.
  • pros pés: tênis, uma botinha de couro, e uma sandália baixa se você for calorenta. Nada de salto, aqui você vai andar muito, por isso não compensa trazer salto não, mesmo que vá pra balada. Mas você quem sabe.

Pros meninos, vale considerar trazer na mala: 

  • jaqueta corta vento com capuz é essencial, com uma camiseta e uma corta vento você aguentará bem;
  • só calça jeans resolve, não precisa trazer aquela ceroula nada sexy, não haha;
  • camisetas, camisetas e camisetas. Como é fácil a vida de vocês;
  • um jersey de manga mais quentinhos ou camisa de flanela;
  • pode considerar um shorts porque vai que dá um dia de praia ou mais quente;
  • cachecol?? hmmm, só se quiser sair moderninho nas fotos;
  • uma jaqueta de frio mais quentinha;
  • um shorts de praia, se der sorte de um dia de calor?! Custa nada pensar positivo.
  • pros pés: tênis confortável, porque você vai andar muito. Ah, e uma havaianas, né?

O que fazer em Barcelona em outubro?

Vamos lá, vou listar pra vocês primeiro as atividades que só acontecem em outubro e na sequencia umas ideias de atividades atemporais, ou seja, independente do mês que vier a Barcelona são programas bons de se fazer.

  • Chegada do outono: outubro é o mês que começa o outono em Barcelona e no outono as folhas das árvores começam a ficar laranja/avermelhadas, coisa mais linda. Aqui temos aquela árvore típica de outono, que se chama Plátano, e por isso a cidade fica muito a cara da estação. Para ver essas árvores que são a cara do outono basta passear pela La Rambla, pela avenida Gaudí, pela avenida Diagonal ou pelo Passeig de San Joan que começa pouco antes do Arco do Triunfo e acaba no Parque Ciutadella.
barcelona-em-outubro-outono
Folha da árvore plátano, é ou não é a cara do outono?
  • Oktoberfest em Barcelona: tá pensando que só Munique, Berlim e Blumenau tem Oktoberfest?? Aqui também temos uma versão da festa alemã que a cada ano ganha mais frequentadores. Guardadas as devidas proporções, dá pra se divertir bastante com um litrão de cerveja alemã na mão. Entrada gratuita. Geralmente acontece no começo de outubro, datas a confirmar.

Agora as atividades atemporais, já que qualquer programa turístico é uma boa ideia para essa época do ano por ter menos filas e menos gente no geral nas atrações.

Lembrando que os nomes das atividades estão com link pros posts que explicam melhor sobre cada uma delas. Clique de acordo ao seu interesse:

  • Roteiro Gaudí: se puder visite as principais obras do arquiteto, que são: Casa Batlló, La Pedrera, Park Güell e Sagrada Família. Se a grana tiver curta e só puder escolher uma atração, escolha a Sagrada Família. Vir a Barcelona e não conhecer a Sagrada Família é igual ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel.

 

  • Museus: são sempre uma boa alternativa quando o clima tá feio. Eu adoro o CosmoCaixa, Macba e CCCB. No primeiro domingo do mês, todos museus da cidade são gratuitos, incluindo os famosos Museu Picasso e MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunya). No caso, dia 06/10 museus liberados.

 

  • Outras ideias do que tem pra fazer em Barcelona você pode ver no post 10 lugares para conhecer em Barcelona. Lá mostro os 10 principais lugares pra você conhecer na cidade, independente da época do ano que visita.
  • Para conhecer tudo sobre a cidade e planejar sozinho a sua viagem a Barcelona, você também pode adquirir o Guia Se Lança para Barcelona que escrevi justamente pensando em quem vem a turismo mas quer conhecer a cidade como um local. Tem dicas de onde comer, onde se hospedar, detalhes sobre todas as atrações, das mais conhecidas as menos, museus, baladas, tudo o que você precisa saber pra se virar legal e fazer uma viagem inesquecível.

Além do guia com dicas turísticas, também escrevi o Guia Barcelona Instagramável com 27 lugares especiais para fazer fotos bem lindas em Barcelona.

O guia conta com 6 roteiros que unem esses lugares para você evitar de perder tempo em transportes, podendo conhecer e fazer várias fotos de lugares diferentes em um só dia. Tem também dicas para edição de apps, hashtags de Barcelona e mais um monte de coisa legal.

Barcelona Guia de viagem Compre e Ganhe
COMPRE E GANHE: COMPRE O GUIA DE LUGARES ESPECIAIS PARA TIRAR FOTOS e GANHE O GUIA TURISTÍCO DE BARCELONA, CLIQUE AQUI E GARANTA O SEU
  • Quem quiser um roteiro personalizado, onde avaliamos juntos seus interesses e tipo de turismo que deseja fazer em Barcelona e arredores, é só mandar uma mensagem por direct no nosso Instagram ou aqui nos comentários que passamos a conversa pro email e de lá combinamos tudo, ok?

Onde se hospedar em outubro em Barcelona?

Em outubro os preços da hospedagem em Barcelona diminui consideravelmente quando comparamos aos meses de alta temporada (junho a meados de setembro).

Pra te dar uma ideia de valores, de acordo ao site Kayak, uma hospedagem em um hotel 3 estrelas em Barcelona varia da seguinte maneira:

Em junho, alta temporada: 186€
Em outubro, inicio da baixa temporada: 113€

Para escolher a hospedagem ideal, sugiro que você leia o post “Onde ficar em Barcelona” onde mostro as melhores opções de hotéis por bairro, com prós e contras de se hospedar em cada bairro e a proximidade de cada um deles aos pontos turísticos.

barcelona-em-outubro-sagrada-familia
Foto feita no bar da cobertura do Hotel Ayre Rosselló.

Pra quem já tem claro que quer se hospedar próximo a Sagrada Família, que é um bairro tranquilo, familiar e de quebra próximo a principal atração turística da cidade, recomendo o post “hotéis perto da Sagrada Família”. Nele fiz uma seleção bacana de hotéis com vistas pra igreja considerando opções para todos os bolsos.

Essas são as principais dicas pra você aproveitar Barcelona em Outubro.

Qualquer dúvida ou comentário, é só mandar abaixo que terei o prazer em te ajudar 😉

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca. Nós usamos o portal Seguros Promo, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto.

E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto), ou seja, 10% de desconto no total. É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo. Clique aqui para fazer sua cotação.

Acho que esses outros posts sobre Barcelona podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Onde esquiar perto de Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

Praias perto de Barcelona: as melhores e como chegar

Pra quem está com viagem marcada para Barcelona entre os meses de junho a setembro, esse post vai ser como um menu degustação de restaurante chique, que só traz o que há de melhor, sabe? Então, aqui você irá conhecer as melhores praias perto de Barcelona e saber como chegar a quase todas, em trem.

A maioria dessas praias são acessíveis para fazer bate e volta desde Barcelona, mas acabei fazendo uma seleção de hotéis em cada uma delas, caso você resolva se hospedar 😉

Primeiramente, pra se localizar, saiba que a costa de Barcelona é banhada pelo mar mediterrâneo e essa mesma costa se divide em 4 partes: Costa Brava, Costa Maresme, Costa Garraf e Costa Dourada.

praias-perto-de-barcelona-costa
imagem via Uma Brasileira no Exterior

A Costa Brava fica ao norte da Catalunha, é a costa mais afastada de Barcelona, ainda que algumas praias sejam acessíveis em uma curta viagem de trem. Descendo pela Costa Brava sentido Barcelona, a próxima costa é a Maresme, e depois, passando Barcelona, chegamos a Costa Garraf e por fim a Costa Dourada.

O que você vai encontrar nas praias perto de Barcelona independente da costa que escolher:

  • Praias de todos os tamanho, mas principalmente praias pequenas, chamadas de calas.
  • Um mar azul-verde-transparente de fazer o coração bater mais forte de emoção e depois mais devagar por conta da temperatura, que é um pouco fria – entre 17º e 21º, mesmo no alto verão.
  • A maioria das praias são de areia de pedrinha.
  • Ótimas praias pra fazer snorkel. Dá pra comprar um snorkel basiquinho por até 5 euros em qualquer mercadinho na cidade.
  • Praias sem ambulantes e sem barraquinhas (aqui chamam “chiringuitos”).
  • Farofa: aqui a farofa tá liberada, literalmente. É bem comum ver as pessoas abrindo os tupperwares e comendo na praia, já que grande parte das calas não tem barraquinha e nem ambulante vendendo comida.
  • Topless e nudismo: aqui as peitolas nadam soltas e há várias praias de nudismo ao longo da costa.
  • Pequenas cidadezinhas litorâneas com vida pacata, muralhas medievais, uma praça, uma igreja, um mercadinho e poucas opções de restaurantes.
  • Guarda-sol e cadeiras de praia pra alugar somente nas praias maiores.
  • Poucas ou zero ondas. Surf aqui, só jacarezinho.
  • Aluguel de stand-up e pedalinhos são cada vez mais comuns na maioria das praias e calas.

Neste post você verá quais as melhores praias nas 4 costas:

Praias perto de Barcelona na Costa Brava

As praias da Costa Brava são as mais lindas. O mar é tranquilo, parece uma piscina e as águas conseguem ter as cores de um mar de filme: transparente-verde-azulada.

Saindo de Barcelona, de trem, em direção a Costa Brava, as praias mais bonitas na minha opinião são: Blanes e Tossa de Mar.

Há muitas outras praias beeeeem lindas, porém acessíveis somente de carro e não de trem. Caso você queira ver essas outras praias da Costa Brava e também dicas de onde se hospedar, veja o post sobre as 5 melhores praias na Costa Brava aqui.

Costa Brava | BLANES 

Fica há 70Km de Barcelona e se chega em 1h30 de trem. De carro, em 1h você já está dentro do mar 😉

As melhores praias em Blanes são: Cala Bona (ou cala San Francesc) e Cala Treumal. Para quem estiver de trem, a melhor opção é pegar um táxi na estação que vai custar entre 10-12 euros, no máximo. Pegue o telefone da central de táxis com o taxista pra ligar quando quiser voltar da praia para estação.

Praias-perto-de-Barcelona-blanes-cala-bona
Cala San Francesc ou Cale Bona em Blanes, na Costa Brava

Em Blanes, além das praias, também aproveite para visitar o Jardim Botânico Marimurtra. É um jardim a beira mar com plantas do mundo todo. A vista pro mediterrâneo desde o jardim é maravilhosa. A entrada custa 7 euros e não precisa ser comprada com antecedência.

Desde o jardim, se vê a Cala Sa Forcanera. Essa cala só é acessível de barco. Olha que linda:

Praias-perto-de-Barcelona-blanes-jardim
Cala Sa Forcanera vista do Jardim de Marimurtra e fotos do passeio pelo jardim

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis e até apartamentos beira-mar em Blanes.

Costa Brava | TOSSA DE MAR

Tossa de Mar é um dos destino mais familiares na Costa Brava. Suas pequenas calas de águas calmas de cor turquesa, convidam os turistas a curtir o verão desfrutando do visual medieval da cidade, já que há uma parte dela é rodeada por uma muralha do séc XII a.c.

Praias-perto-de-Barcelona-tossa-de-mar
Você pode andar por cima da muralha e depois descer para chegar a Cala Es Codolar, ou ir por dentro dela, passando pela área dos restaurantes.

Dentro da muralha você pode passear pela área que se chama casco antigo, ou Villa Vella, como é conhecida essa parte da cidade. As ruas são estreitas e cheias de edifícios de pedras cheios de encanto. Flores e roupas penduradas nas janelas adornam as fachadas de pedra.

A cala Es Codolar, que fica bem embaixo da muralha é uma das mais charmosas e a minha preferida quando vou a Tossa de Mar. Essas calas pequenas são mais tranquilas, ambiente familiar e você pode ir pro mar sem se preocupar com sua bolsa que fica na areia.

Praias-perto-de-Barcelona-tossa-de-mar-cala-es-codolar
Cala Es Codolar em Tossa de Mar, na Costa Brava

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Tossa de Mar.

Praias perto de Barcelona na Costa Maresme

A Costa Maresme fica ao norte de Barcelona, entre os municípios de Mongat e Blanes. A linha do trem passa bem rente as praias da Costa Maresme, deixando a viagem de trem super prazeirosa pra quem está no trem, mas tornando a praia menos bonita pra quem mora nessas cidades, já que para acessar a praia, precisam cruzar os trilhos do trem.

As praias da Costa Maresme são longas, tem grandes faixas de areia e são bem turísticas. Por serem tão próxima a Barcelona, muita gente local acaba indo pra essas praias do maresme pra fugir do mar de gente que ancora nas praias de Barcelona durante os meses de verão.

Como essas praias são muito próximas a Barcelona não vou deixar seleção de hotéis, ok? Acho que vale a pena se hospedar em Barcelona mesmo e fazer bate e volta de trem.

Costa Maresme | CANET DE MAR, CALELLA E MAGRAT MAR

Canet de Mar, Calella e Magrat Mar, essas são as 3 praias que mais gosto na Costa Maresme. Existem outras, como você verá no caminho do trem, mas essas são minhas preferidas por estarem mais afastadas da linha do trem e por oferecerem mais estrutura.

Estão entre 35-50min de trem desde Barcelona. São praias mais parecidas com as que temos no Brasil, com faixa de areia bem longa. Estão um pouco mais afastadas da linha do trem, mas não precisa andar muito pra chegar até a praia, coisa de 200m andando e já dá pra colocar a canga, o guada-sol e curtir.

Tem opções de chiringuitos, restaurantes, aluguel de cadeira e guarda-sol.

praias-perto-de-barcelona-canet
Foto aérea de Canet de mar por InSpain (as 3 praias do Maresme que menciono nesse post são bem parecidas)

O mar não é tão turquesa quanto na Costa Brava, são águas claras, mas mais esverdeadas e se tiver um pouco de vento, chega a ter umas ondinhas de leve.

Costa Maresme | SANT POL DE MAR

Sem dúvida, Sant Pol de Mar é a praia mais linda da Costa Maresme. Fica a 54km de Barcelona, e de trem, em 1h10 você já pode curtir Sant Pol. Fica entre Canet de Mar e Calella.

O trem para colado na praia, mas aconselho que você não pare já nesta praias. Atravesse o trilho do trem e caminhe pela esquerda em direção um calçadão com restaurantes. Passando esses restaurantes você já verá uma outra praia, essa é mais tranquila do que a que o trem chega.

Praias-perto-de-Barcelona-sant-pol-de-mar

As praias e calas em Sant Pol de Mar são: Can Villá (bonitas vistas da cidade), El Farrel (que é essa que menciono acima, fica há uns 500m da linha do trem), El Morer (a menor de todas e sempre muito cheia), La Murtra, Platjola, Roques Blanques, e uma muito legal que chama Les Escaletes (precisa descer uma escadas para chegar, praia bem familiar).

Praias perto de Barcelona na Costa Garraf

A pouco mais de 20km ao sul de Barcelona, ​​temos a: Costa del Garraf, que começa na cidade litorânea de Castelldefels e acaba em Cunit. São praias longas de areia, e a maioria com estrutura de chiringuitos. Quase todas possuem pequenas Marinas cheias de barcos, mostrando como os locais apreciam a vida ao mar.

Na Costa Garraf eu gosto de particularmente duas praias:

Costa Garraf | PLATJA DE LES CASETES DE GARRAF

A Platja de les casetes de Garraf fica há 30min em trem desde Barcelona e é uma praia bem pequena, sem chiringuito na areia e com ambiente bem jovem. As casas de pescadores em frente a praia dão um charme todo especial.

Praias-perto-de-Barcelona-garraf

Tem um restaurante que chama Chiringuito em cima de uma das rochas da costa. É um bom lugar pra comer paella. Nessa praia há aluguel de stand up e um pedalinho com escorregador pra ir curtir o dia no mar. O aluguel do pedalinho é 14 euros e do stand up 10 euros, por 1h de brincadeira.

Em 2018, o Soho Club Hotel que se instalou na praia e com ele deu uma elitizada na área esquerda da praia. Nessa área rola sempre um DJ no fim do dia. É uma praia pra você meio que se sentir em Mykonos, sabe?! Não? Tudo bem, eu também nunca fui a Mykonos, mas pelas fotos que vejo por aí, é meio que esse clima.

Não tem nenhum hotel além desse em Garraf. Não sócios do clube podem tentar se hospedar através da página do hotel direto. Eu não perderia tempo, mas se quiser tentar, deixei ai.

Costa Garraf | SITGES

Sitges fica há 45min de trem desde Barcelona e é uma das mais famosas por conta dos festivais que hospeda cada ano: Gay Parade em junho e Festival de Cinema em outubro.

Praias-perto-de-Barcelona-sitges
Foto via Dolce Sitges Blog

Da estação do metrô até o mar, você caminhará uns 15min pelo centrinho da cidade, onde os chalés de pedra e as fachadas das casas modernistas te chamaram o olhar. A caminhada a beira-mar é indispensável.⠀⠀

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Sitges.⠀⠀

Praias perto de Barcelona na Costa Dourada

Por fim, a última costa catalã, a Costa Dourada, que pertence à província de Tarragona. É uma das mais extensas costas da Catalunha, com mais de 60 praias.

Além das praias, a Costa Dourada é destino turístico bem atraente por conta do famoso parque de atrações de Portaventura, localizado na localidade de Salou. Essa região da Catalunha é ótima para turismo em família.

Pra quem se interessar por incluir um pouco de adrenalina nesse roteiro de praias, deixo aqui o link para entradas do Parque de diversões Portaventura.

O Portaventura é um parque de diversões que conta também com Resort, tipo Disney mesmo, só que da Catalunha. O parque tem montanha russa, shows temáticos, diversos brinquedos pra criançada, além do Parque Aquático e o Ferrari Land, tudo na mesma região.

Tem como comprar entrada casada pra todos os parques nesse link que deixei acima. Assim você economiza. Também é possível se hospedar no resort do Portventura! Aqui nesse link deixo o pack entradas + hospedagem que sai mais em conta.

Costa Dourada | ALTAFULLA

Altafulla fica há 1h de trem desde Barcelona, no caminho do trem você passará por: Castedefells (cidade onde o Ronaldinho Gaucho morava quando jogava no Barça); Garraf, Cunit, entre outras praias lindas, inclusive passará por Sitges.

Em Altafulla você enocntrará uma praia bem extensa, uma orla onde só se pode andar a pé (sem carros, nem trens cortando o caminho) e umas casinhas a beira-mar bem típicas, baixas e com grandes portas de madeira.

Praias-perto-de-Barcelona-altafulla
Foto via Vacaciones España

A praia de Altafulla é mais vazia quando comparada as da Costa Brava, o mar é quentinho, as casinhas com grandes janelas e portas de madeira dão um charme absurdo pra paisagem da praias, que é ainda completada pelo Castell de Tamarit na ponta extrema direita da praia (de frente pro mar).

Lá perto do Castell de Tamarit tem um chiringuito bem gostosinho pra comer ou tomar um drink.

Saindo da estação de trem, você caminhará por uns 10min até chegar a praia. Não há muitas indicações do caminho, por isso sugiro colocar no Google Maps, ou seguir quem passar por você com uma cadeira de praia de baixo do braço, hehe

Caso resolva se hospedar, veja aqui uma seleção de hotéis em Altafulla.

Costa Dourada | CALA FONDA OU WAIKIKI

Pra quem tiver na pegada de praia nudista, dar uma chegadinha na Cala Fonda, também conhecida como Waikiki, pode ser uma boa experiência. É uma praia isolada, de difícil acesso e sem estrutura pra turismo, por isso, virou um cantinho especial pros praticantes do nudismo.

É uma praia de areia fina e dourada banhada por um mar cristalino, muito parecido com a tonalidade do mar da Costa Brava.

Praias-perto-de-Barcelona-WAIKIKI
Foto via PlayasCalas

Para chegar a Cala Fonda é preciso ir de carro. Você pegará a estrada Nacional 340, seguir  as indicações para à Playa de Mora onde você verá o Camping Torre de Mora. Neste camping tem um estacionamento para deixar o carro.

Depois de estacionar, você terá que caminhar em direção oposta ao camping, pelo meio de um bosque. Em 15 minutos de caminhada você chegará a praia Roca de Mora e em mais 6 minutos na praia Cala Fonda (Cala Waikiki). Pensa que é fácil chegar a um paraíso? Veja mais detalhes de como chegar no TripKay (post em espanhol).

Praias perto de Barcelona: Como chegar?

Para qualquer uma dessas praias é só escolher a estação de trem mais próxima a você: Sants, Plaça Catalunya, Passeig de Gràcia, Arc de Triomf e/ou Clot.

Mas para ter certeza de qual estação ir, sempre vale dar aquela conferida antes no Google Maps, ok?

O valor das passagens mudam de acordo ao destino e você precisa ficar atento a via onde o trem irá passar, já que o trem vem com nome da cidade de onde saiu ou com nome da cidade ponto final, não com o nome do seu destino.

A melhor coisa pra não se perder na estação de trem é pedir informação pros agentes de jaqueta laranja. Eles ajudam a comprar passagem e te indicam qual plataforma ir.

Algumas referências de valores ida e volta (valores aproximados 2019):

  • Barcelona-Blanes: 12 euros
  • Barcelona-Sant Pol de Mar: 10 euros
  • Barcelona-Garraf: 7 euros
  • Barcelona-Sitges: 12 euros
  • Barcelona-Altafulla: 17 euros
  • Barcelona-Tossa de Mar*: 12 euros até Blanes e depois 3 euros de ônibus até Tossa

*Para chegar a Tossa de Mar: essa é a única praia desse post que o trem não chega direto a ela. É preciso ir até Blanes primeiro e depois pegar um ônibus intermunicipal que passa na frente da estação de trem que vai te deixar direto na estação de ônibus em Tossa. De lá é só caminhar até a praia.

Outra opção, ainda mais fácil, é ir de ônibus direto de Barcelona a Tossa. Neste caso, você precisará ir até a Estació Nord. Veja aqui os dias e horários da semana. Você pode comprar o bilhete ida e volta direto na estação Nord.

E por último, assim como nos metrôs de Barcelona, os trens também são alvo dos batedores de carteira, principalmente no verão!

Uma vez eu vi 3 mulheres e uma menina que devia ter menos de 15 anos, em atuação. Elas se espalham pelos vagões, parecem turistas e quando você vê, lá se foi seu telefone ou carteira. Então já sabem, muita atenção. Mochilas pra frente.

LEMBRETE

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, com saúde não se brinca.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios. Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.

Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar.

Clique aqui para fazer sua cotação.

Veja estes outros posts que podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
As melhores praias de Barcelona
Oktoberfest de Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
5 lugares diferentes para conhecer em Barcelona
Festas típicas de verão em Barcelona 2019

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Se ficou alguma dúvida ou se quiser apenas deixar um palavrinha carinhosa pra gente, escreva nos comentários aqui abaixo.

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças pelo mundo no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

 

~ Se Lança ~

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Onde esquiar perto de Barcelona

Se sua viagem a Barcelona é entre os meses de dezembro e março, já coloca os casacos de neve na mala porque aqui vou te mostrar onde esquiar perto de Barcelona, seja você iniciante ou profissional, aqui bem pertinho da capital da Catalunha, tem pistas bem bacanas pra você aproveitar a neve.

Neste post você verá 3 lugares onde esquiar perto de Barcelona, são eles:

Há outros estações de esqui na Catalunha? Sim, tem várias outras, como Baqueira no Val d’Aran que é uma das que mais neve tem, mas fica há 4h de Barcelona, não dá pra fazer um bate e volta pra lá, teria que se hospedar e tal…

Como o foco desse post é mostrar onde esquiar perto de Barcelona, aqui você vai encontrar 3 opções de estações que são perto mesmo, máximo 2h de Barcelona, pra que você possa incluir um dia de esqui no seu Roteiro por Barcelona, mas, porém, todavia, contudo, em cada uma das estações vou deixar uma seleção de hotéis caso você queira se hospedar nas cidades próximas as estações.

Onde esquiar perto de Barcelona: La Molina-Masella

La Molina é a estação de ski mais perto de Barcelona e pode ser facilmente acessada, inclusive em um bate e volta desde Barcelona, em trem, carro ou ônibus.

A estação de ski La Molina fica há apenas 150Km de Barcelona na província de Girona em direção aos Pirineus, norte da Catalunha, quase sul da França. La Molina está conectada a outra estação chamada Masella, e você pode esquiar pelas duas, pagando o ticket de apenas uma das duas.

É uma das estações  preferidas catalães por conta da proximidade, da qualidade das pistas, quantidade de neve boa e infraestrutura no geral.

A estação de La Molina conta com 66 pistas: 7 negras, 22 vermelhas, 18 azuis e 19 verdes. Num total de 70km esquiáveis. O forfait custa 40 euros por dia*.

*Há opções combinadas com skibus ou para famílias ou pra quem vai esquiar mais de um dia. No final do post deixei um link para compra dos forfaits por montanha, assim você pode comparar melhor os preços depois de conhecer cada uma delas.

onde-esquiar-perto-de-barcelona-la-molina
Mapa das pistas de esqui de La Molina e Masella. Mais detalhes no site oficial.

Como chegar a La Molina: carro, trem e ônibus.

Como comentei antes, La Molina é bem popular entre os catalães, por ser uma das estações mais fáceis de chegar desde Barcelona. Pra chegar, você pode ir de carro, trem ou ônibus. Abaixo, explico cada uma delas:

1. Como chegar em La Molina de carro:

De carro são 2h de Barcelona até a estação La Molina ou a estação Masella.

Você pode alugar um carro em Barcelona pela RentCars que oferece várias empresas de aluguel com escritório na estação central de Sants, há 15 min do centro da cidade. De lá fica fácil pegar as estradas que levam a La Molina e na volta é só entregar o carro lá outra vez. Como é um bate e volta, sugiro pegar o carro na estação de Sants e não no aeroporto El Prat, que fica há 1h do centro da cidade. Assim você não perde muito tempo nessa função.

Uma vez dentro do carro, é só colocar La Molina no GPS e ir. Mas você também pode clicar aqui para ver a rota saindo da estação de Sants até La Molina.

A estrada vai pela C-16 direção Sabadell, continuando pela E-9, C-162, direção a Puigcerdá que te levará a Alp. Nesse estrada você atravessará um dos túneis mais famosos da Espanha, o Túnel del Cadí, nos Pirineus Catalães, na Serra del Cadí. São 5Km de túnel, é gigante e custa 12€.

Lembre-se que nos pedágios aqui não tem ninguém pra receber o dinheiro, é tudo automático e muitas vezes você pega o ticket em um primeiro pedágio e paga em um outro de acordo a distância percorrida. Então guarda os tickets. Fique atento a sinalização das cabines, há umas que só dá pra pagar com cartão e outras que aceitam cartão ou dinheiro, como na foto abaixo.

 

Onde-esquiar-perto-de-Barcelona-pedagio-catalunha
Acima dá pra você ver como são os pedágios. Antes de escolher sua cabininha, fique atento ao símbolo só de cartão ou de cartão e dinheiro. Foto via El País.

Quando tiver chegando na cidade, siga as placas para área dos estacionamentos, chamada Parking (em inglês mesmo). Há 7 parkings na estação, em diferentes níveis de altura e que dão acesso a diferentes pistas. Todos gratuitos.

Os parkings que recomendo são: P1 e P2 na zona de Telecabinas (teleféricos). Próximo a esses estacionamentos estão as cafeterias, lojas para aluguel de roupas e equipamentos. E também o P4 situado na “Pista Llarga”, que é um dos estacionamentos mais concorridos, já que desde aí se pode ir andando a alguns hotéis e algumas lojinhas.

2. Como chegar em La Molina de trem:

Ir de trem é a opção mais fácil e mais barata na minha opinião. Ok, não tem o conforto todo do carro, mas pra quem só quer fazer um bate e volta, é a que dá menos trabalho.

Em apenas 2h30-2h40 você chega de Barcelona a La Molina.

Você pode pegar o trem desde Barcelona com destino a La Molina desde as estações: Sants, Plaça Catalunya ou Arc de Triomf. Os trens saem das estações de metrô de mesmo nome. Procure a mais próxima ao seu hotel.

Na mesma estação de metrô, procure as placas que indicam o caminho para os trens da Rodalies, é esse R em laranja na foto abaixo. Esse são os trens regionais da Catalunha operados pela empresa Renfe.

onde-esquiar-perto-de-barcelona-trem

Chegando na área dos trens, você precisará comprar o ticket direto nas máquinas ou então com atendente no balcão. Se for nas máquinas, escreva o destino La Molina na tela e compre o bilhete, que custa 12€.

Depois olhe nas telas qual a via que passará o seu trem. Geralmente aparecem os destinos finais dos trens, não aparecerá La Molina, então o ideal é pedir informação mesmo, pra não errar a via, ok?

Chegando na estação de trem em La Molina você terá que pegar um ônibus que sai bem da frente da estação. Esse ônibus custa 2€ e você paga direto pro motorista. Ele vai te deixar na estação de ski e de lá é só correr pra alugar os equipamentos, comprar o forfait e se divertir.

Parece rolê, né? Mas não é tanto, confia em mim.

3. Como chegar em La Molina de ônibus:

A opção do ônibus é um pouco mais cara do que ir de trem, mas entendo que você pode ter achado meio complicado o rolê to trem e prefira investir um pouco mais e ter menos dor de cabeça, então aí vai:

Você pode comprar o SkiBus, que contempla ida e volta de ônibus desde Barcelona + forfait do dia todo na pista. O valor é entre 32-48€.

A viagem dura quase 3h passando também pelo área agrícola da Catalunha que é muito linda e pode até ser meio romântica, segundo a perspectiva de cada passageiro 😉

Resolveu se hospedar em La Molina?

Pra quem resolveu se hospedar em La Molina, deixo aqui algumas opções bem avaliadas por outros hóspedes, de chalés na montanha a hotéis mais simples. O Hotel Solineu fica bem próximo as pistas, por exemplo. E do Xalet La Molina, dá pra ver até o teleférico que vai pra montanha, além de ser uma opção mais intimista também.

Onde esquiar perto de Barcelona: Port del Comte

Hoje em dia já não há mais tanta neve como antigamente em Port del Comte, por isso, o mais provável é que neve mais nessa estação nos meses de alto inverno como, por exemplo, janeiro e fevereiro. Ainda assim é uma estação bem legal, bem frequentada e ótima para ir com crianças, já que as pistas uma das grandes características dessa estação é por ser um ambiente familiar.

onde-esquiar-perto-de-barcelona-port-del-comte-montanha

Além disso, a paisagem da pista de Port del Comte é linda, de onde se vê grandes pinheiros negros em meio a neve branquinha. A região toda de Port del Comte é rodeada por esses pinheiros, que te farão se sentir totalmente em clima natalino, desses de filme de Hollywood, sabe?!

Port del Comte é uma das melhores opções não só pra quem quer esquiar perto de Barcelona, mas também pra quem quer esquiar com tranquilidade, sem muvuca.

A estação conta com 30 pistas: 6 negras, 12 vermelhas, 12 azuis e 8 verdes. Num total de 50km esquiáveis. O forfait custa 36 euros na alta temporada e 25 euros na baixa.
As pistas se dividem em 3 zonas: a zona Prat Donado, com pistas para iniciantes, e também onde fica o estacionamento dos carros, aluguel de roupa e equipamentos, um café e a bilheteria. Depois tem a zona “del Sucre”, pra esquiadores de nível intermediário e a zona de l’Estivella, para quem já manja do paranauê.
onde-esquiar-perto-de-barcelona-port-del-comte
Mapa das pistas de esqui de Port del Comte. Mais detalhes no site oficial.

Como chegar em Port del Comte:

A Estació d’Esquí Port del Comte está na cidade de La Como i La Pedra há 143 km de Barcelona, que são feitos em quase 2h já que grande parte da estrada é de pista simples. Não tem trem até lá, então a única maneira de chegar é alugando um carro mesmo.

Assim como falamos acima sobre como chegar em La Molina de carro, a opção para Port del Comte é a mesma.

Recomendo alugar um carro em Barcelona pela RentCars, que oferece várias empresas de aluguel com escritório na estação central de Sants, há 15 min do centro da cidade. De lá fica fácil pegar as estradas que levam a Port del Comte. Lembre-se, escolher a opcão de pegar o carro na estação de Sants e não no aeroporto El Prat, pra não perder tempo indo até o aeroporto que está há quase 1h de Barcelona.

Uma vez dentro do carro, é só colocar Estació d’Esquí Port del Comte no GPS e ir. Mas você também pode clicar aqui para ver a rota saindo da estação de Sants até Port del Comte.

Resolveu se hospedar em Port del Comte?

Pra quem não quiser fazer um bate volta Barcelona-Port del Comte optando por dormir por lá, deixo aqui umas recomendações de hotéis estilo cabanas pra se hospedar em La Coma i la Pedra, a cidade próxima a estação.

Fala se não dá vontade de morar um pouquinho nesse cenário pitoresco do Hotel Avet. Pra quem tiver com família, vale a pena conferir os preços dessa cabana duplex aqui. Ambiente ainda mais íntimo pra curtir a temporada de neve em família.

Onde esquiar perto de Barcelona: Vall de Núria

De todas estações desse post, Vall de Núria é a mais perto de Barcelona, são 119km desde Barcelona + 12,5km de trem cremallera. Calma, já vou explicar melhor como chegar.

Antes, deixa eu falar um pouco mais sobre a estação de esqui Vall de Núria.
É a mais próxima a Barcelona, é pequena, ideal para iniciantes e famílias. As pistas são fáceis, a vista do vale é linda e é uma estação mais pra quem quer ir ver a neve, não necessariamente esquiar feito louco. É pra ir brincar um pouco, pra famílias com crianças e tal…

Além disso é um lugar de peregrinação religiosa, já que o Vall de Núria (Vale da Núria) está na montanha de Montserrat, onde há um monastério. Um bate e volta Barcelona-Montserrat é um passeio turístico muito bonito de se fazer. Mas essa dica deixaremos pra outro post.

A estação de Vall de Núria conta com 11 pistas: 2 negras, 3 vermelhas, 3 azuis e 3 verdes. Num total de 7,6km esquiáveis. O forfait custa 27,55 euros na alta temporada já com o trem cremallera (que explicarei o que é em “como chegar”).
onde-esquiar-perto-de-barcelona-vall-de-nuria
Mapa das pistas de esqui de Vall de Núria. Mais detalhes no site oficial.

Como chegar em Vall de Núria:

Aqui você não vai precisar ir de carro, já que a estação é perto e de fácil acesso desde Barcelona.

Primeiro você precisará pegar um trem em Barcelona e ir até a cidadezinha de Ribes de Freser.

  • De Barcelona até Ribes de Freser, a viagem de 2h que sai das estações Arc de Triomf, Sants ou Praça Catalunya.
  • De Ribes de Freser até Vall de Núria, essa parte da viagem é a mais linda, já que é feita com o trem funicular-cremalheira. Essa é a única maneira de chegar até a estação de esqui. O trem sobe até a estação, que fica a pouco mais de 1000m acima do nível do mar, em um passeio agradável de 40min. O trajeto é todo por cima da terra, com pequenas passagens por túneis dentro da montanha. Nesse trajeto você já verá muita neve e pinheiros pelo caminho.

Onde comprar os forfaits para esquiar perto de Barcelona? 

Direto no site oficial de cada uma das estações ou na hora. Fiquei ligado pois todas essas estações mudam o site na temporada de verão, para atividades de verão nas montanhas. Portanto, você só conseguirá comprar os forfaits quando estiver próximo ou já nos meses de inverno, que seria mais ou menos de novembro a abril.

Outras estações de esqui na Catalunha

Assim como comecei dizendo nesse post, essas são as 3 estações de esqui mais próximas a Barcelona, não são as melhores, e sim as mais próximas.

Pra quem já for pro no esporte e tiver com tempo no roteiro para ir até as melhores estações, recomendo as seguinte:

  • Baqueira: fica na região do Val d’Aran e sempre há muita neve, já que essa é a região mais ao norte da Catalunha, ou seja, mais frio. É uma estação bem grande, são quase 100km de pistas pra esquiar. É bem conhecida na Espanha por ser a estação onde o Rei costumava ir esquiar. Não o Rei Roberto Carlos, ok? O Rei da Espanha mesmo, o Filipe VI.
  • Andorra: o principado de Andorra, é um destino certo para os amantes do esporte. Há 4 estações, mas as favoritas são Grandvalira, com mais de 200km de pistas e Vallnord, com dois setores de diferentes dificuldades técnicas, mas que juntos somam quase 90km de pistas.

Pra esses dois destinos, sim ou sim, você precisará se hospedar por lá, pois ficam entre 4h-5h de Barcelona. Então deixo aqui uma seleção de hotéis em Baqueira e aqui uma seleção de hotéis em Andorra la Vella.

LEMBRETE PRA NÃO DAR BOBEIRA EM UMA VIAGEM PARA ESQUIAR:

Seguro de viagem é obrigatório para alguns países da Europa. Eu sei que é aquele tipo de coisa que ninguém quer usar, mas que é importante ter, ainda mais em uma viagem pra esquiar.

Nós usamos o portal SEGUROS PROMO, pois faz cotações com várias seguradoras trazendo um comparativo de preços e benefícios.

Pra vocês terem idéia, um seguro de 7 dias na Europa custa à partir de 55 reais. Não é caro.
Na Seguros Promo você pode pagar em 12x no cartão ou ter 5% de desconto pagando no boleto. E, tem mais…

Nossos leitores tem direito a um desconto de 5% (adicional ao do boleto). É só inserir o cupom SELANCA5 para ganhar. Ou seja, fica bem acessível contratar este serviço para viajar tranquilo.

Clique aqui para fazer sua cotação

Além de saber onde esquiar perto de Barcelona, acho que estes outros posts que podem ajudar na sua viagem:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
Festas típicas de verão em Barcelona 2019

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

5 lugares românticos para noivar em Barcelona

Resolvemos fazer um post diferente aqui no Se Lança. Um post para transformar sua viagem a Barcelona, em uma das viagens mais importantes da sua vida. Aqui, vamos mostrar 5 lugares românticos para noivar em Barcelona, para você se ajoelhar e surpreender quem ama. 

Um pedido de casamento é uma coisa pessoal e significa algo diferentemente mágico para cada casal. Segundo dados de pesquisa do ZIWO (Zankyou International Wedding Observations), portal internacional de casamentos, agosto e setembro são os meses com maior quantidade de pedidos de noivado, acreditam?

E já que estamos justo nesses meses, esse dado nos inspirou a criar esse post e poder mostrar assim um lado mais romântico de Barcelona.

Além da ansiedade e nervosismo antes da decisão de pedir alguém em casamento, o momento do pedido de noivado é único na vida de um casal. É um momento em que aquele sentimento do namoro se torna mais maduro e indica que ele ou ela é a pessoa única na sua vida e que você a quer ao seu lado para toda a sua vida. 

Inspire-se no cenário desses 5 lugares inegavelmente românticos de Barcelona e não deixe de pensar em como adicionar seu toque pessoal a eles, e assim tornar esse momento ainda mais especial.

Neste post você verá 2 dicas de hotéis que não são baratos e 3 dicas de lugares turísticos super baratos, sendo o último gratuito. Em cada um deles, vou colocar uma dica extra, pra tentar te ajudar a tornar esse momento mais especial, ok?

5 lugares românticos para noivar em Barcelona

1. Hotel W Barcelona

5-lugares-romanticos-para-noivar-em-barcelona-whotel
Foto divulgação W Hotel

Um hotel inteiro de vidro, com formato de vela de barco, na beira do mar e vistas para Barcelona e pro mediterrâneo. Esse é o W Barcelona, um dos hotéis mais lindos e românticos para você noivar em Barcelona.

Junto à Praia de Barceloneta, com um design deslumbrante e vistas fantásticas sobre Barcelona, o hotel tem ainda um spa, uma piscina de borda infinito, um bar no último piso e quartos com vistas incríveis pro mar e pra montanha. Ajoelhar-se com vistas para amada com o mediterrâneo ao fundo, com certeza será uma cena que sua memória vai querer emoldurar.

Dica extra: se você for do estilo músico ou cantor não deixe falar com o hotel sobre a Sound Suite e transforme seu pedido em um show, literalmente 😉

5-lugares-romanticos-para-noivar-em-barcelona-suitesw

Como a diária deste hotel não é das mais baratas, se a grana estiver meio curta, você pode pensar em reservar apenas 1 ou 2 diárias, do total de sua estadia em Barcelona. Assim não gasta tanto mas garante o pedido em grande estilo. Fica mais esse dica extra 😉

2. Hotel Casa Fuster

5-lugares-romanticos-para-noivar-em-barcelona-casafuster
Foto divulgação Casa Fuster

Construído em 1908 pelo arquitecto modernista, Lluís Domènech i Montaner, professor de Antoni Gaudí, o luxuoso Casa Fuster é um monumento em si.  Há poucos minutos caminhando das famosas Casa Battló e Casa Milá, o Casa Fuster, foi designado Patrimônio Mundial pela UNESCO. É um clássico da cidade de Barcelona, extremamente romântico e pode ser o cenário perfeito para pedir a mão da sua amada ou amado.

Dica extra: se você conseguir reservar a suite Sénior pro grande pedido, não vai precisar de muito mais pra impressionar não.

5-lugares-romanticos-para-noivar-em-barcelona-casafuster_room
Foto divulgação Casa Fuster

Como a diária deste hotel não é das mais baratas, se a grana estiver meio curta, você pode pensar em reservar apenas 1 ou 2 diárias, do total de sua estadia em Barcelona. Assim não gasta tanto mas garante o pedido em grande estilo. Fica mais esse dica extra 😉

3. Parc del Laberint d’Horta

noivar-em-barcelona-laberinto

Passando as dicas de hotéis pra entrar agora na recomendação de pontos turísticos românticos, o Parque do Laberinto é definitivamente o Top 1. Além de ser ultra romântico, é um ponto turístico bem pouco visitado, então das chances de você conseguir um momento gostoso, de paz só você e o amado, é bem alta.

O jardim do Parque do Laberinto é o mais antigo da cidade, construído entre os séculos XVIII e XIX. Tem pontes, riachos, esculturas, lagos, mas o grande destaque fica pro jardim do laberinto, conservado até hoje.

Dica extra: o horário mais romântico para visitar é no fim do dia, por volta das 17h-18h, quando o sol já está se pondo e o jardim ganha aquele tom alaranjado da golden hour, criando uma atmosfera ainda mais romântica pro seu pedido. Vale sempre dar uma olhada na previsão, de acordo a época do ano que você vier. Inverno anoitece mais cedo, verão mais tarde, por exemplo.

noivar-em-barcelona-parc-laberinto

O parque fica aberto o ano todo e custa apenas 2,5 euros pra entrar. A entrada é comprada na hora em dinheiro. Veja aqui o horário de funcionamento pra programar bem seu pedido. Se fosse um passeio turístico normal diria para ir de metrô, mas como se trata de uma ocasião toda especial,  aconselho subir até o parque de táxi para não chegar lá suando e esbaforido, rs.

4. Iglesia de Sant Just

noivar-em-barcelona-entrada-san-just

Um dos meus lugares favoritos em Barcelona e também bem pouco visitado, ainda. Mas já prepara as pernocas, porque serão quase 200 degraus para chegar até o topo da torre da igreja e ter como cenário mais um lugar ultra romântico pro seu pedido.

Reza a lenda que a igreja de Sant Just, é a mais antiga de Barcelona. Sua construção data de 801 d.c, mas sua reconstrução como igreja de Sant Just que temos hoje, se deu em 1342 d.c e é um dos exemplos de mais emblemáticos do estilo Gótico que reinava na época da Barcelona medieval.

A igreja fica praticamente escondida em um dos extremos da encantadora pracinha de Sant Just abre de segunda a sábado das 11h às 14h e das 17h às 20h. 

Dica extra: o melhor horário para visitá-la é justo as 17h quando abre, ainda não vai ter ninguém lá na torre. Também gosto desse horário por conta do por do sol. Se você manjar um pouco de espanhol, tente pedir pra senhora que fica na porta controlando o acesso a torre não deixar ninguém subir. Sei lá, oferece de pagar mais de 2 entradas a ela e veja se dá certo. Ela é super simpática e com certeza irá entender a situação especial.

noivar-em-barcelona-san-just
Desde a torre da Iglesia de San Just, se vê a cidade toda: pra um lado o bairro gótico, as costas da Catedral de Barcelona, a montanha do Tibidado, a Sagrada Família e até a montanha de Montjüic. Pro outro lado, todo a silhueta de Barcelona contornada pelo mediterrâneo. Amo demais esse lugar.

A entrada na igreja é gratuita, mas o que eu mais gosto nela é subir na sua Torre. A subida à torre custa 2€ por pessoa e é o ponto alto da visita. De lá de cima se vê TODO o bairro Gótico, além de uma vista 360° de toda a cidade. É ficar noivo com Barcelona a seus pés. Acho chique.

4. Bunker El Carmel

E por último, esse não seria o lugar mais romântico para noivar em Barcelona, de fato, mas acho que com criatividade você consegue transformar esse lugar e deixá-lo ainda mais especial.

noivar-em-barcelona-bunkers-sol
Essas fotos nos Bunkers são da Monika, fotografa que mora aqui em Barcelona e dona da conta de Instagram @nomadic.heart. Você pode entrar em contato com ela pra fazer fotos profissas desse momento especial.

Os Bunkers del Carmel foram esconderijos militares construídos na época da guerra civil espanhola (1936-1939) e hoje as ruínas mais disputadas para assistir o sol se por sobre Barcelona, principalmente nos finais de semana.

Por isso ai vai uma primeira dica, pra fazer o pedido aqui, escolha um dia entre semana. O lugar em si não é lindo, mas a vista é de fazer o coração bater mais forte. Você vê Barcelona inteira sentido mar e montanha. De frente pro mar, o sol se põe bem atrás de você, iluminando a cidade toda de laranja.

Dica extra: Leve uma toalha bonitinha pra colocar no chão, um vinho, duas taças (não esquece o saca-rolha, rs) e até algo pra petiscar se animar. Tudo isso pode ser facilmente comprado em qualquer mercado na cidade. Suba com a desculpa de “vamos fazer um picnic”. Chegando lá escolha o lugarzinho que fizer seu coração pulsar mais forte e prepare o terreno pro pedido. Ai que lindo, quero!

noivar-em-barcelona-bunkerscarmel

Se te interessou o estilo meio decadente mas com potencial do Bunker, veja no post Barcelona em 5 lugares diferente para conhecer, mais infos de como chegar.

5 lugares românticos para noivar em Barcelona: desconto pros noivos

Pra quem estiver na fase do planejamento ou for começar a planejar o casamento, aí vai uma super ajuda do Se Lança em parceria com o Zankyou:

Sabemos que o céu não é o limite quando começamos a pensar na nossa festa de casamento ideal e que acabamos sempre gastando um-pouco-mais-bastante do que deveríamos, não é mesmo? rs

Pra dar aquela ajuda no orçamento e no planejamento, fizemos uma parceria puro amor com o portal de casamentos Zankyou, onde os leitores do Se Lança ganham 50% de desconto no PACK PREMIUM (De: R$ 209,90 Por: R$ 104,90).

Com o Pack Premium do Zankyou você pode montar sozinha/o o site do casamento de vocês, montar a lista de presentes, organizar as mesas, os convidados, criar um domínio próprio personalizado pro casamento de vocês, além de ter acesso ilimitado ao site por 12 meses. Não é demais?

Pra ganhar essa ajuda toda é só digitar o código SELANÇANOZANKYOU no www.zankyou.com.br e ativar seu desconto 😉

5 lugares românticos para noivar em Barcelona: registre o momento

Como comentei na foto do Bunker, a ideia de contratar um profissional pra registrar esse momento pra vocês pode ser bem legal. Sempre com descrição claro, porque é um momento do casal e de repente saber que tem alguém ali fazendo foto pode tirar um pouco na naturalidade do momento.

O que eu faria é, combinar com a fotografa para chegar 30min-1h depois do horário que você fará o pedido. Ela pode ir registrando de longe, sem você nem ver e depois de passada toda emoção do momento, vocês podem juntos reproduzir alguns momentos e pousar um pouco pra ela. Ou sei lá, marca no dia seguinte e volta no lugar com a fotografa pra registrar. Usa sua criatividade e faça como  se sentir mais confortável, hehe.

Aí vai alguns fotógrafos em Barcelona, caso você queira entrar em contato, pedir orçamento etc…

  • Sol do @solalessaphotography. Argentina, mora em Barcelona há anos e trabalha com tours fotográficos.
  • Thiago e Rafaela do @barcelonaemfotos. Brasileiros, também trabalham com sessões de fotos pela cidade.
  • Monika do @nomadic.heart. Não trabalha diariamente com tour fotográficos, mas faz fotos lindas pela cidade. Ela não fala português, mas entende bem. Vocês podem conversar em inglês ou naquele bom e velho portunhol que a gente sabe bem, hehe

Se você quiser saber mais sobre esses ou outros lugares incríveis, podemos te ajudar. Escreva para gente.

E se você já se rolou o pedido de noivado em Barcelona, conta para gente nos comentários onde e como foi? Conta?!

Além de noivar em Barcelona, acho que estes outros posts que podem ajudar na sua viagem:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
Onde comer vegetariano e vegano em Barcelona
Festas típicas de verão em Barcelona 2019

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

 

Festas típicas de verão em Barcelona 2019

Se a sua viagem a Barcelona for entre junho e setembro, além de visitar os principais monumentos e atrações da cidade, tenha certeza de uma coisa: festas típicas de verão em Barcelona 2019 devem entrar em seu roteiro.

Como assim: que festas? quando acontecem? quanto custam?
Calma, respira e siga lendo esse post maravigold que fiz pra você não perder nenhuma festenha.

Em tempo: várias festinhas acontecem em Barcelona durante os meses de verão, mas neste post selecionei as 3 principais festas típicas que devem sim ou sim entrar pro seu roteiro se a data da sua viagem coincidir com as festas, ok?

Festas típicas de verão em Barcelona: pra quem vai a Barcelona em Junho

1. Festa de San Juan

Acontece todo ano no dia 23 de Junho. É a principal festa de todos os anos que marca a chegada do tão esperado verão no hemisfério norte, mais precisamente, a chegada do verão em Barcelona.

festas-tipicas-de-verao-barcelona-Sant-Juan-2
A esquerda, como é comemorado o San Juan na terraza das casas junto com amigos e a direita Barceloneta (foto de cima do blog Spanish Trails e foto de baixo do Barcelona Secreta)

A festa de São João ou San Juan em Barcelona não tem nada de bandeirinhas, comer pamonha ou tomar quentão. A celebração de San Juan por aqui acontece nas praias da cidade e nas terrazas das casas, em uma noite de celebração entre amigos.

Pra curtir a festa de San Juan como um bom turista: compre coisinhas pra comer em um mercado, coisinhas pra beber, não esqueça de trazer uma canga na mala e lá pelas 23h do dia 23 de junho, desça pra uma das praias da cidade para curtir os fogos de artifício que começam a meia noite.

p.s: não espere nada estilo reveillón em Copacabana, ok?

Como chegar a Festa de San Juan: escolha a praia que deseja passar essa virada de noite e desça na linha de metrô mais próxima. Saiba que a praia de Barceloneta será sempre a mais lotada, sempre. Quanto mais afastado você estiver das praias “centrais” mais tranquilo poderá desfrutar.

Veja neste post quais são as praias de Barcelona pra se localizar. Eu optaria pelas praias entre Bogatell (metrô Bogatell) e Llevant (metro Selva de Mar), ambas estações estão na L4, linha amarela.

A Fiesta de San Juan é uma festa gratuita, por isso mesmo é sempre bem cheia. Tome cuidado com carteiras, bolsas e celulares. E lembre-se que apesar de toda festa e possível bebedeira, o mar não merece arcar com o seu lixo. Há várias lixeiras pelas praias, não deixei nada pra Iemanjá, ok?

festas-tipicas-de-verao-barcelona-Sant-Juan
Um dia depois da festa de San Juan, a praia estava lotada de gente e de lixo ;(

Festas típicas de verão em Barcelona: pra quem vai a Barcelona em Agosto

2. Festa do bairro de Gràcia ou Fiesta Major de Gràcia

Acontece todos os anos entre os dias 15 e 21 de agosto. É a festa mais queridinha dos barceloneses, principalmente os moradores do bairro de Gràcia, que participam e competem assiduamente, para ganhar o título de rua mais bonita da cidade.

La Fiesta de Gràcia é um evento muito aguardado no movimentado calendário de festas típicas de Barcelona. Se você estiver em Barcelona em agosto, não deixei de incluir uma passada pelo bairro de Gràcia, para ver o que é este festival.

Festas-típicas-de-verão-em-Barcelona-festa-gracia
Algumas das ruas decoradas na Fiesta de Gràcia 2019

Durante a Fiesta de Gràcia as ruas do bairro competem para ganhar o prêmio de ser a rua melhor decorada. Cada rua leva a competição a sério e os padrões são altos. O tema é escolhido por cada rua e pode ser qualquer coisa, o que torna o festival ainda mais lúdico e diferente.

Veja neste post os melhores hotéis para se hospedar em Gràcia e não perder nada da festa 😉

Durante toda a semana da festa, há vários shows e espetáculos acontecendo, principalmente nas pequenas praças do bairro, como as praças: Diamante, Virreina e del Sol.

A Fiesta de Gràcia é uma festa gratuita, por isso mesmo é sempre bem cheia. Tome cuidado com carteiras, bolsas e celulares. E lembre-se que apesar de toda festa, pessoas reais moram ali, então respeitem os moradores e jogue seu lixo no lixo.

Programação completa está disponível no site oficial Festa Major de Gràcia.

Como chegar a Fiesta de Gràcia: metrô Fontana, L3, linha verde.

Festas típicas de verão em Barcelona: pra quem vai a Barcelona em Setembro

3. Fiestas de La Mercè, a padroeira de Barcelona

Depois do santo San Juan abrir a chegada o verão à Barcelona, é a vez da santa La Mercè vir encerrar os últimos suspiros de verão que nos restam.

A La Mercè acontece sempre na segunda quinzena de setembro. No caso da La Mercè 2019, será entre 20 e 24 de setembro.

La Mercè é a padroeira de Barcelona e por isso essa festa acaba sendo ainda mais esperada e comemorada pelo barceloneses. Sim, ainda mais do que todas as outras.

É  esperada por uma série de motivos: é a padroeira da cidade, é a época onde as temperaturas infernais (vividas principalmente durante o mês de agosto) começam a diminuir,  o turismo começa a dar aquela desacelerada, já que volta o período letivo na maioria dos países, enfim, é a hora de fechar com chave de ouro o verão e se preparar pra temporada de frio novamente.

Concertos de música ao ar livre, espetáculos de dança, circenses, performances, até atrações mais típicas como: castellers (torres humanas), correfoc e bonecos gigantes, fazem da La Mercè uma festa mais que especial.

festas-tipicas-de-verao-barcelona

As atrações tomam conta dos parques e até de algumas praias da cidade, ou seja, nem que você não faça questão acabará esbarrando com alguma atração da La Mercè, seja no Parc Ciutadella, na Praça da Catedral de Barcelona ou em alguma praia que esteja no seu roteiro turístico.

A Festa de La Mercè se espalha por toda a cidade toda, de manhã, de tarde e de noite. E pra você não perder nadica de nada, ai vai uma listinha com as 5 principais atrações da Fiesta de La Mercè que mais gosto:

1. DANÇA SARDANA (dança cultural tradicional Catalã)

É o evento de abertura do festival, é uma dança típica e geralmente apresentada por pessoas maiores de idade.
Local: Avenida de La Catedral – Plaça Nova.
Datas: 20 de setembro
Horário: 19:00 às 20:40

2. DESFILE DE GIGANTES

Personagens de tamanho gigante, dragões e outros seres típicos andam pelas ruas de Barcelona, todos seguidos de uma procissão de tambores e instrumentos de percussão.
Local: início na Plaça Sant Jaume e depois percorre a Calle Ferran, La Rambla, Pintor Fortuny até chegar a Àngles Montalegre.
Datas: 24 de setembro
Horário: 11h

3. PROJEÇÃO NA FACHADA DA PREFEITURA

Músicas, imagens e efeitos sonoros transformam a fachada da prefeitura de Barcelona, na Praça Jaume, num espectáculo.
Local: Plaça Sant Jaume
Datas e Horários:

MêsDiaHorário
20 SetembroSexta-feira21:15 – 12:00 meia-noite
21 SetembroSábado20:30 – 23:00
22 SetembroDomingo20:30 – 23:00
23 SetembroSegunda-feira22:30 – 12:00 meia-noite
24 SetembroTerça-feira20:45 – 22:00

4. CORREFOC

Gente, o que é o correfoc. Este é um dos grandes destaques do festival La Mercè.
As ruas enlouquecem, com fogos de artifício e “demônios” correndo pelas ruas. Dá medo mas é engraçado. Apesar da aparência, é uma brincadeira saudável que participam crianças e adultos.

Local: Via Laietana
Data: 21 de setembro
Horário: (Crianças): 18:30
Horário: (Adultos): 20:30

festas-tipicas-de-verao-barcelona-correfoc

Uma dica: vá com uma blusa comprida e preparado pra correr.

5. CASTELLERS OU TORRES HUMANAS

Os castellers ou torres humanas são incríveis demonstrações de trabalho em equipe, foco, concentração e coragem. Cada pessoa apóia a outra para criar uma torre humana que pode subir até 10 metros em direção ao céu.

festas-tipicas-de-verao-barcelona-La-Merce
Apresentação dos Castellers do bairro de Poble Sec

É a atração típica catalã que eu mais gosto de ver, a que mais me emociona. Prepare-se pra ficar com o coração na boa e se emocionar. Várias “torres” podem acontecer pela cidade durante o festival, mas a mais aguardada é a que acontece em frente a prefeitura, na praça Sant Jaume.

Local: Plaça de Sant Jaume
Data:
22 de setembro
Horário: 12:00

Esses são os eventos mais típicos que acontecem durante a La Mercè e que você não deveria perder por nada. Mas a lista é gigantesca conforme você pode ver também no Barcelona Tourist Guide que mencionei acima ou no site oficial La Mercè 2019 Barcelona.

Deixo aqui um resuminho em ordem cronológica das principais atrações que rolarão na semana da Festa de La Mercè 2019 em Barcelona:

Festas-típicas-de-verão-em-Barcelona-la-merce-2019

E aqui neste link um PDF com a programação completa da La Mercè 2019 onde você poderá ver todos os shows que acontecerão pela cidade.

A Fiesta de la Mercè é uma festa gratuita, por isso mesmo é sempre bem cheia. Tome cuidado com carteiras, bolsas e celulares, há muitos batedores de carteira em Barcelona.

Festas típicas de verão em Barcelona: resuminho

Eaí, gostou de como seu roteiro turístico ficou ainda mais especial com essa quantidade de festas?
Então tome nota desse resuminho e pra conseguir planejar bem sua viagem:

Dia 23 de junho: todos os anos, nesta data se celebra a chegada de San Juan com a Fiesta de San Juan.

Dias 15 a 21 de agosto: todos os anos, o bairro mais boêmio de Barcelona se transforma em um um festival de criatividade que dá asas a fantasia e a imaginação.

Segunda quinzena de setembro: as temperaturas começam a ficar mais amenas e a padroeira de Barcelona vem dar “adios, verano” num dos festivais mais esperados da cidade, a Fiesta de La Mercè. Em 2019 o festival será de 20 a 24 de setembro.

Veja estes outros posts sobre Barcelona que podem te interessar:

Onde ficar em Barcelona: melhores bairros para se hospedar
Oktoberfest de Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Onde comer Paella em Barcelona
Como visitar o estádio do Barcelona, o famoso Camp Nou
Roteiro de 3 dias em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
10 lugares para conhecer em Barcelona
Como ir do aeroporto ao centro de Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Barcelona em 5 lugares diferentes para conhecer
Onde comer vegetariano e vegano em Barcelona

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

 

~ Se Lança ~

Como ir de Barcelona a Paris em trem

Hola! Bonjour!

Pensando em uma esticadinha de Barcelona até a cidade luz? Então se liga nesse post que vou contar como ir de Barcelona a Paris em trem com detalhes de como é a viagem, como é o trem, onde comprar as passagens, quanto custa, além de outros destinos pelo meio do caminho.

Em julho de 2019 fiz pela primeira vez uma viagem internacional de trem a convite da Renfe-SNCF, empresa que opera as vias de trem entre Espanha e França, e vou contar neste post como foi a experiência. Já adianto, foi um convite pra testarmos o serviço e toda minha opinião expressa aqui é o que realmente achei, sem puxar saco.

Neste post você verá:

Como ir de Barcelona a Paris em trem?

Como comecei dizendo nesse post, fizemos a viagem Barcelona-Paris com a empresa Renfe-SNCF.
Renfe é a empresa Espanhola que possui os trens de alta velocidade (AVE) e SNCF é a empresa Francesa que opera os trens de alta velocidade do lado francês (TGA). Em 2013, as empresas se juntaram, facilitando as viagens internacionais entre os dois países.

Desde Barcelona os trens saem da estação de Sants, que fica a pouco menos de 15min do centro da cidade e de fácil acesso pelas linhas de metrô L5 azul e L3 verde.

Para os curiosos, a velocidade dos trens chegam a 300km/h. Nos perímetros urbanos a velocidade é reduzida, mas nas áreas de “campo”, eles chegam a 300 km e você nem sente, a não ser quando passa outro do lado, que dá uma tremidinha.

Além de Barcelona Paris, desde a estação de Sants, saem trens para outros destinos na França, como você pode ver abaixo:

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_Trem_tempo_viagem
Além de Barcelona-Paris, veja a quantidade de destinos que você pode ir desde Barcelona e o tempo das viagens.

Uma coisa importante a se levar em consideração na hora de planejar essa viagem de trem, é estar atendo a época do ano em que você fará a viagem, pois há uma quantidade limite diária de trens conectando ambas cidades, isso quer dizer que você precisará programar bem a questão dos horários, por exemplo: no outono e inverno há menos trens em operação, em quanto que no verão a quantidade dobra, conforme abaixo.

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_Trem_frequencia

Como é viajar no trem da Renfe-SNCF?

Eu achei a experiência como um todo muito mais positiva do que negativa e repetirei mais vezes com certeza, porque vi como é fácil, rápido e sussa fazer viagens menores desde Barcelona, principalmente pro sul da França que vi uma cidade mais fofa que a outra (Sète é uma delas).

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_Trem_Sants

Chegamos na estação de Sants 20 minutos antes do trem partir com as passagens salvas no celular (não precisa imprimir). Como a estação do metrô já sai dentro da estação de trem, foi bem rápido chegarmos até a via de embarque.

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_trem
Na foto abaixo, a esquerda os telões onde você vê qual via estará o seu trem, e a direita, a entrada pro embarque, pras vias de trem (números 1,2,3,4,5…)

Bem na entrada do embarque, passamos pelo raio-x  que é super tranquilo comparado a um raio-x de aeroporto. Não há limite de mililitros como no avião, só não pode levar objetos perfurantes ou que possam explodir, obvio.

A fila do raio-x anda rápido e você sai do raio-x já próximo a via onde pegará o trem, caminhando bem pouco por dentro da estação.

p.s: de Paris pra Barcelona não tem raio-x, você já entra direto na via onde pegará o trem. Essa parte achei ruim, porque sou noiada e acho que no mundo que vivemos hoje, deveria sim ter raio-x. Mas enfim… aqui estou, viva, amém.

Diferente do avião, você pode entrar no trem até 2 minutos antes do embarque. Ninguém quer passar por essa correria, mas é bom saber que, se algum imprevisto acontecer, relaxa, vai dar tempo.

Sobre o trem, importante ressaltar que há dois tipos de classe: a turista e a preferente, que seria a equivalente a business do avião, não exatamente em preço, mas em conforto das poltronas e vagões.

Nós fomos na classe preferente e para uma viagem de 6h acho que vale a pena pagar um pouco a mais e viajar na preferente porque os vagões são mais espaçosos. Enquanto na turista são 4 poltronas por fileira, na preferente são 3, então as poltronas são maiores e há menos tumulto de gente falando, comendo e andando dentro do vagão. Ou seja, a viagem fica mais tranquila.

Independente do tipo de passagem, achei mais vantajoso viajar em trem por uma série de motivos:

      • Menor impacto ambiental ♻️
      • Menos stress de aeroporto: raio-x, imigração, tempo de espera pra embarque etc
      • Mais barato chegar a estação de trem do que aos aeroportos que são sempre mais afastados
      • Curtir a paisagem sem turbulências 😊

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_Trem_preferente

      • Dá pra levar até 3 malas não importa o peso ou tamanho 💼🙆‍♀️💼
      • As poltronas são espaçosas, reclinam e tem até mesinhas pra trabalhar, com tomadas pra recarregar o celular e wi-fi gratuito em todo trem
      • Entre os vagões do trem tem um sofazinho que é uma área exclusiva pra falar no telefone, porque afinal de contas, de trem não precisa colocar seu cel em modo avião
      • Dá pra levar cachorro, se você mora na Europa e esta viajando com seu pet, saiba que ele deve ir dentro da casinha na parte espanhola, mas pode ir fora da casinha na parta francesa.

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_Trem_abordo

      • Tem um vagão com um bar bem legal, com varias opções de lanches (vegetarianos, sem glúten, sem lactose inclusive) e largas janelas pra curtir a paisagem
      • Na classe preferente, uma “trem-moça” passa oferecendo o cardápio do restaurante, mas é tudo pago, não há serviço de bordo incluso como em avião, ok?

Na ida Barcelona-Paris comprei um sanduíche de tortilha de batata que estava muito bom e café. Na volta Paris-Barcelona, comprei croissant e sanduba na Paul, na estação Gare de Lyon, e comi no vagão do bar, onde comprei apenas o café.

Como_ir_de_Barcelona_a_Paris_em_trem_bar
Cardápio do bar do trem e espaço vagão bar

Ou seja, as 6h de viagem passaram super rápido, deu tempo de trabalhar no blog, ler, conversar com os amigos, fazer um monte de foto, curtir a paisagem das cidadezinhas do norte da Espanha e sul da França, que agora em julho estavam repletas de campos de girassol e feno (amor) e tudo.

Quanto tempo demora pra ir de Barcelona a Paris em trem?

Como comentei acima, a ida de Barcelona a Paris em trem demora 6 horas e alguns minutinhos.

A princípio você pode achar que é muito tempo comparado a uma viagem de avião que, entre essas duas cidades, não leva mais do que 2h30 min de voo, certo? Errado, porque se você somar as 2h antes que precisa chegar no aeroporto, mais o tempo que você demora pra chegar da cidade até o aeroporto, com certeza vai dar 6h ou mais.

Além do tempo, é importante lembrar também que pra ir da cidade pro aeroporto de Barcelona, você gastará mais tempo e mais dinheiro. Ex: de táxi você gastaria em torno de 40€ e precisará de pelo menos 30min.

Então já começamos com um ponto positivo pra escolha do trem, pois as estações tanto em Barcelona quanto em Paris são centrais e de fácil acesso pelo metrô de ambas cidades.

Relembrando, em Barcelona a estação se chama Sants e em Paris, se chama Gare de Lyon.

Quanto custa e como comprar passagem de trem Barcelona-Paris na Renfe-SNCF?

Resolvi não colocar aqui a tabela de preços atual porque isso varia muito de acordo a época do ano da viagem, mas pra você ter uma ideia, as passagens na classe turista começam a partir de 39€ em uma promoção.

Como comentei antes, há dois tipos de classe no trem, a turista e a preferente.

Pra quem compra a passagem preferente, além de ter mais conforto dentro do trem, essa passagem dá direito a Sala Vip na estação de Sants, que chama Sala Club. Não que esse seja o maior diferencial, eu mesma nem usei, mas é algo a levar em consideração pensando que será uma viagem de 6h e você pode pegar uns lanchinhos free na sala vip.

Na Gare de Lyon, em Paris, não há sala vip, mas tem um McDonalds, um Costa Coffee (tipo Starbucks) e uma rede de padarias francesa que chama Paul, que é muito boa.

Para consultar preços e/ou comprar as passagens, faça direto pelo site da Renfe-SNCF.
Repare que há duas opções de tarifa, seja na classe turista ou na preferente:

      • Tarifa Esencial: você pode cancelar a passagem até 24h antes da saída do trem pagando 50% do valor da passagem.
      • Tarifa Flexi: você pode cancelar a passagem até 24h e tem 90% do valor da passagem restituído.

Pra quem optar pela tarifa flexi na classe turista, veja certinho os valores porque você pode conseguir ir na classe preferente tarifa esencial, pelo mesmo valor da turista flexi. Fica de olho.

E mais uma dica: sempre há promoções rolando no site da Renfe-SNCF, mas como acompanhar um site fica difícil, aconselho você a seguir a conta deles no Insta, ativar as notificações e assim ficar sabendo mais rápido quando houver promoção.

Destinos dos trens de alta velocidade da Renfe-SNCF

Os trens de alta velocidade da Renfe-SNCF conectam Barcelona a 21 destinos internacionais entre Espanha e França, são eles:

Madrid, Zaragoza, Tarragona, Barcelona, Girona e Figueres na España e Perpignan, Narbonne, Béziers, Agde, Sète, Carcasone, Toulouse, Montpellier, Nimes, Aviñón, Aix en Provence, Marsella, Valence, Lyon e Paris na França.

Como_ir_Barcelona_Paris_trem_cidades

Tá bom pra você? Bora planejar a próxima viagem de trem pra Paris?

Espero que curtam a viagem tanto quanto eu curti!

Se você sabe outro jeito como ir de Barcelona a Paris em trem, ou já viajou com um dos trens da Renfe-SNCF, deixe aqui nos comentários sua opinião e ajude a outros viajantes. Vou adorar saber o que acharam.

Ainda está sem hotel pra essa viagem?
Aproveite para ver aqui seu hotel em Paris ou aqui seu hotel em Barcelona.

Em Paris, ficamos no hotel Modern Montmartre, mas de verdade não super recomendo esse hotel, principalmente no verão. O hotel era bem localizado, mas os quartos eram ruins, com cheiro de esgoto e não tinham ar condicionado, nem ventilador. Tivemos sorte das noites não estarem tão quentes, mas pela manhã derretíamos dentro do quarto.

Porém, todavia, contudo, foi a primeira vez que me hospedei no bairro de Montmartre e adorei. Foi bem legal estar perto do Moulin Rouge, da Sacre Coeur e caminhar por esse bairro que é fofíssimo. Apesar do agito que há pela noite, esse bairro é super tranquilo e seguro. Tem várias opções de barzinhos, restaurantes e está bem conectado com as linhas de metrô. Super recomendo.

Deixo aqui algumas opções de hotéis no bairro de Montmartre pra você dar uma olhada e escolher um melhor do que o meu, haha

Veja aqui outros posts que podem te interessar:

Roteiro de 3 dias em Barcelona
Roteiro Gaudí em Barcelona
Roteiro de 1 dia em Barcelona
Onde comer tapas em Barcelona
Onde comer Brunch em Barcelona
5 melhores praias perto de Barcelona na Costa Brava
Roteiro de 1 semana no sul da França
Fast-Paris o que fazer em 3 dias

Dê uma olhada também em nosso exclusivo Guia de Viagem Se Lança para Barcelona e tenha no seu celular todas as dicas para desfrutar de tudo o que Barcelona tem a oferecer.

Ah, e não deixe de seguir nossas andanças no Instagram. Sempre tem dica boa por lá também.

 

~ Se Lança ~

 

Nota: O Se Lança viajou a Paris de trem a convite da Renfe-SNCF. Este é um conteúdo patrocinado que não interfere nas opiniões expressas no texto.

Hotel perto da Sagrada Família em Barcelona

Morando aqui tão pertinho é inevitável não notar a quantidade de hotel perto da Sagrada Família, mas qual o melhor pra se hospedar?

Nesse post, você vai encontrar uma curadoria especial que leva em consideração: proximidade, vistas pra igreja e valores, entre outros aspectos que acho importante ressaltar pra poder recomendar pra vocês.

Se hospedar em um hotel perto da Sagrada Família tem como vantagens: ter como vizinha temporária a obra mais icônica do arquiteto Antoni Gaudí, estar próximo a duas das principais linhas de metrô da cidade, as linhas roxa e azul, que te levam ao centro da cidade em menos de 10 minutos, estar hospedado em um bairro residencial, silencioso pelas noites e que conta ainda com uma boa variedade de restaurantes, cafés e lojinhas como os que estão na Avenida Gaudí. Acho que já deu pra te convencer, né?

Bom, se você que está buscando um hotel perto da Sagrada Família em Barcelona, não deixe de ler as recomendações deste post 😉

Hotel perto da Sagrada Família em Barcelona: os mais perto e com melhores vistas

Ayre Hotel Rossellón****

É o hotel mais perto e com melhor vista para a Sagrada Família!
Fica a menos de 100m da igreja e é considerado fabuloso, na média de avaliações dos hóspedes através do booking.com

Na cobertura do hotel há um bar, com vista para a face lateral da igreja, impressionante e imponente. Tomar um café da manhã ou um drink com essa vista é definitivamente uma das melhores experiências que você terá em Barcelona, além da sua hospedagem como um todo, é claro.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_HotelAyre

Este hotel conta com estacionamento pros hóspedes, caso você pretenda alugar carro em Barcelona, além de ter também tem uma das localizações melhor pontuadas em Barcelona! Fácil acesso as principais estradas e avenidas da cidade.

Endereço: Calle Rosselló, 390

Reserve sua hospedagem no Ayre Hotel Rosellón aqui.

Hotel Barcelona 1882****

Sim, queria morar nesse hotel e tenho certeza que você também vai querer. É um 4 estrelas, super moderno, lindamente decorado e super super novo, o hotel abriu as portas em novembro de 2018.

O nome do hotel é uma homenagem a Gaudí e ao modernismo: 1882 é o ano em que começou a ser construída a  Sagrada Família. Um pequeno gesto em reconhecimento a Gaudí e à sua grande obra.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_H1882_rooftop
Área para descansar depois de um dia todo de turismo na cobertura do Hotel 1882 com vista pra Sagrada Família. Lindo, né?

O hotel fica há menos de 400m da igreja e conta com uma vista maravilhosa da mesma em sua cobertura no 7º andar. A vista pega toda a face lateral da igreja da calle Provença e parte da fachada da paixão da calle Sardenya. Bom, as fotos abaixo não deixam dúvidas de que é um hotel pra se sentir inspirado por seu design e decoração.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_H1882
Essa é a área do bar do Hotel 1882 onde são servidos o café da manhã e o almoço. Na área externa, um jardim vertical pra se sentir abraçado pela natureza. Lembrando que a natureza era o principal elementos de inspiração do Gaudí.

Vale destacar ainda a consciência ecológica e ambiental do hotel: apostam na sustentabilidade como elemento chave que permitirá que o turismo continue a ser um dos principais motores económicos em todo o mundo. O desenvolvimento sustentável está presente no dia-a-dia do hotel desde uso de alimentos km0, fomentando a produção local, até o consumo responsável de água e energia.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_H1882_piscina
A piscina é mais uma das áreas do hotel onde se pode apreciar a vista para Sagrada Família.

Endereço: Calle Córcega, 482

Reserve sua hospedagem no Hotel Barcelona 1882 aqui.

Hotel Sagrada Família***

Há apenas 2 quarteirões da igreja, neste hotel você também estará pertinho dela e bem localizado.
Este hotel é considerado ótimo, na média de avaliações dos hóspedes através do booking.com. Não tem exatamente a mesma vista que o Ayre, mas também possui uma cobertura onde você pode subir para tomar um café a apreciar a vista.

Esse hotel tem uma parceria muito bacana com a academia Claror que fica há menos de 100m de distância do hotel. Além da parte de aparelhos, que é bem novinha, ela tem uma piscina e uma parte de spa que pode bem te salvar depois de alguns dias turistando pela cidade.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_
Na fachada do hotel tem essa pintura interessante homenageando o arquiteto Gaudí que sustenta em sua mão a principal obra de sua vida.

Endereço: Calle Córcega, 541

Reserve sua hospedagem no Hotel Sagrada Família aqui.

Sensation Sagrada Família

O Sensation é uma boa opção pra quem vem visitar Barcelona em grupos de amigos ou família já que se trata mais de uma rede de locação de apartamentos e não um hotel em si.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_Sensation
Imagina dar a sorte de alugar esse apartamento com essa vistinha? Nada mal…

Os apartamentos são luminosos, modernos e o prédio tem uma cobertura no último andar onde se pode tomar um solzinho, com vistas para a famosa basílica da cidade. Se vier no verão, dá até pra se refrescar na piscina que o prédio oferece. Não é um prédio residencial, todos os apartamentos estão para alugar, então você vai conviver com hospedes como você, porém sem o serviço todo de recepção, garagem, bar, restaurante que um hotel normal oferece.

Endereço: Calle Rosselló, 380-382

Reserve sua hospedagem no Sensation Sagrada Família aqui.

Barcelona & You Hostal Sagrada Família*

É um dos hostels mais bem avaliados do Eixample e o mais próximo a Sagrada Família, há apenas 5 minutinhos caminhando.

Hotel_Perto_da_Sagrada_Familia_Barcelona_You
Essa é a carinha do hostel Barcelona & You. Bem de boa, né?

O hostel é composto por 3 quartos (com 19 camas no total), uma área compartilhada com cozinha e banheiros exclusivos para chicos e para chicas. Não há opção de quarto para casal ou banheiro privativo.

Endereço: Calle Lepanto, 237

Reserve sua hospedagem no hostel Barcelona & You aqui.

Hotel perto da Sagrada Família em Barcelona: não perto-perto, só que mais em conta

Leonardo Boutique hotel Sagrada Família***

Há 15 minutos andando da Sagrada Família o Leonardo Boutique Hotel oferece uma custo benefício mais acessível pra quem está com o orçamento mais justo.

Também possui uma cobertura com vistas para Barcelona, mas de lá não dá pra ver a Sagrada Família. Em contrapartida você pode ver a região de Glories, onde está a também